Sexta-feira, 25.02.11
 

Striptease e brincadeiras sexuais. Tudo isto no novo jogo da Wii

 

Longe dos clássicos do Super Mário ou das corridas de carros, o novo jogo da Nintendo Wii propõebrincadeiras sexuais entre casais.
Chama-se "We dare" e é descrito como um "jogo sexy que oferece uma grande variedade de desafios divertidos, inovadores e, por vezes, excêntricos".

Para jogar o utilizador dispõe dos comandos da consola para pequenos jogos que podem envolver striptease ou a simulação do jogo de trincar a maçã.
Apesar de o jogo ser lançado apenas dia 11 de Março, o vídeo promocional já teve mais de 150 mil visualizações no Youtube.
O jogo está indicado para maiores de 12 anos, para muitos considerada uma idade precoce para o tipo de conteúdo. A CBS questiona se o jogo não será "demasiado sexy" para o público alvo.

 

 

 

Via Ionline

 

 



publicado por olhar para o mundo às 18:51 | link do post | comentar

Quinta-feira, 06.05.10

O striptease também se escreve

 

Bastet é apenas a mais recente stripper a aventurar-se no mercado editorial. Os livros deste novo género são úteis para quem tenha vergonha de ir a um clube de strip ou a um bar de alterne e queira saber como funcionam. Escolhemos aqueles que poderá encontrar mais facilmente nas livrarias. "Só Deus Me Julgará", de Bastet, e "Amanhã à Mesma Hora", de Leonor Sousa, falam do mundo dos clubes de strip. "Alugo o Meu Corpo", de Paula Lee, é um relato sobre prostituição num bar de alterne. 

São poucas as diferenças entre a Grécia e uma mulher em vias de entrar no mundo do striptease. O corpo é belo e admirado por todos, mas as dívidas são exorbitantes. A diferença é que, no caso das strippers, estar de tanga é parte da solução e não do problema. As garotas de programa vão mais longe. São uma espécie de Grécia que não só convida turistas mas também admite vender partes do território à Alemanha. Strippers e garotas também são um óptimo exemplo para a economia. Não basta reduzir a despesa, é preciso investir para depois ter retorno. Depilação, manicure, pedicure e roupas são investimentos avultados, mas as strippers têm de aparecer deslumbrantes perante os clientes ou fazem figura de Grécia perante os mercados: uma senhora com excesso de peso e buço, a quem é recomendado um plano rigoroso de emagrecimento. Depois de consertado o estado pessoal da economia, as senhoras tentam capitalizar o sucesso escrevendo testemunhos sobre os próprios casos. É uma receita idêntica à de João Rendeiro, só que o único sucesso deste foi um banco falido. Se continuarem a escrever a este ritmo, dentro de cinco anos a Feira do Livro estará a abarrotar de strippers, e clubes como o Champagne anunciarão espectáculos de Lídia Jorge e Gonçalo M. Tavares. No entretanto, surge um glossário muito particular desta área:

Arte Segundo Bastet, a arte do striptease não é devidamente apreciada pelos clientes. Depois de quatro whiskies ninguém fica em condições de ver, quanto mais de apreciar arte, a menos que os urinóis sejam inspirados em Duchamp. E por muito boa que seja uma obra de arte, expô-la ao som de Joe Cocker retira-lhe alguma dignidade.

Camarins Nos camarins o ambiente é de guerra fria. Há sempre uma heroína solitária contra uma cortina de ferro atrás da qual se escondem checas, russas e romenas. Quando Leila confidencia que, contra todas as regras, se envolveu sexualmente com um marine, nós percebemos. Ela não estava a ser ingénua, estava a pedir ajuda à NATO.

Clientes Bastet chama-os de "carneiros". Refere que o clube de strip onde trabalhava era frequentado por futebolistas, empresários e até um padre. São os maus da fita mas merecem a nossa simpatia. Se antigamente o maior risco que corriam era o de uma rusga policial que lhes estragasse a noite, agora podem acabar como personagens literárias. 

Crise Bastet fala do tempo em que as strippers podiam ganhar 75 euros por noite. E agora? Será que há clientes que levam champanhe em termos? Será que algumas raparigas, que nem sequer têm dinheiro para a roupa, são por esse motivo obrigadas a reduzir o espectáculo para metade?

Estreia O primeiro cliente de Paula Lee foi um homem de 90 anos. Ainda bem que há padres que frequentam estes ambientes porque nunca se sabe quando é que alguém vai precisar da extrema-unção.

Inícios Leila descobriu que queria ser stripper quando, por acaso, viu um show de strip num canal pornográfico e pensou que também podia fazer aquilo. No fundo é o que todos sentimos quando vemos o Hélder Postiga em campo. Na altura, Leila nem sabia o que era uma table dance. 

Bastet sempre quis ser bailarina e mostrar a alma, mas nem mesmo o elevado número de strippers russas transforma um clube de strip no Bolshoi. Um clube de strip em que as dançarinas mostrassem as respectivas almas não parece uma má ideia. O problema seria arranjar quem lhes fizesse a depilação.

A primeira experiência de Paula Lee no negócio do sexo foi no Sexphone, ainda no Brasil. Veio para a Europa, não só para um campeonato mais competitivo, mas também para um desporto diferente: alugar o corpo.

Nomes Num mundo de fantasia e erotismo estão proibidos nomes como Cesaltina ou Maria do Amparo. A stripper Bastet (pseudónimo) optou por Barbie Cinderela, um nome que só pode entusiasmar quem estiver à procura de uma boneca insuflável, de um travesti ou de ambos. Leonor Sousa, que no diário é Leila, escolheu como nome artístico Gabriela, de inspiração amadiana. Paula Lee (pseudónimo), transformou-se em Letícia. Quem pensa que a heteronímia pessoana é complexa, nunca leu estes livros.

Política A ideia de que as strippers não têm consciência política é errada. Bastet conta como não sentia qualquer remorso em sacar o que podia a políticos africanos. É verdade que também o fazia aos outros clientes, até aos que não sabiam soletrar a palavra "cleptocracia", mas sem a mesma carga de justiça poética. 

Show Lésbico Espectáculo através do qual as strippers contribuem para uma sociedade mais tolerante e menos preconceituosa, baseada no respeito pela orientação sexual de cada um. 

Títulos "Só Deus Me Julgará" é o equivalente ao futebolístico "o futuro só a Deus pertence". "Amanhã à Mesma Hora" também remete para o futuro, embora mais próximo, e com uma promessa de pontualidade que poderá confundir as mentes lusitanas. "Alugo o Meu Corpo" pode levar ao engano aqueles que esperam um ALD.

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 02.12.09

Striptease para todas as idades... com crianças a ver

 

"Um dia recheado de presentes e surpresas a que não faltou a animação musical, vários sorteios e a esperada actuação de 'go-go dancers'". Foi desta forma que a Câmara Municipal de Alicante descreveu no site oficial a animada festa de motards celebrada no passado 15 de Novembro emPilar de la Horadada. Mas a "animação musical" deu tanto que falar que acabou em tribunal. O motivo? A festa terminou com um espectáculo erótico, com direito a striptease, na presença de vários menores.

O evento foi organizado pelo Moto Clube 12 1 e contou com a supervisão da Câmara, que cedeu o espaço, mas o tribunal investiga agora a ocorrência de um possível crime de atentado ao pudorou provocação sexual.

Criticada pela oposição, a câmara está a ponderar retirar os apoios financeiros para as próximas edições, mas os organizadores argumentam que não receberam queixas e que as crianças estavam acompanhadas pelos pais.

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 14:18 | link do post | comentar

Sexta-feira, 23.10.09

Aulas de strip

 

 Aulas de striptease, sushi erótico, o regresso da área fetish e a República Checa como país convidado são as novidades do V Salão Erótico de Lisboa que, segundo o seu director, atingiu a "maioridade".

Entre 30 de Outubro e 01 de Novembro, o pavilhão 04 da Feira Internacional de Lisboa (FIL), no Parque das Nações, vai contar com oito palcos, cerca de 100 artistas portugueses e internacionais e dezenas de stands e áreas temáticas, prometendo desafiar e testar o erotismo e a sensualidade dos portugueses.

"Os eventos quando chegam ao quinto ano é como as pessoas quando chegam aos 18 anos. Significa que já somos maiores e que podemos crescer muito mais. Portugal aceitou a nossa oferta, as empresas aceitaram o desafio e os objectivos de promover a sexualidade estão a ser cumpridos", afirmou o director do salão, Juli Simon, em conferência de imprensa.

Por isso mesmo, adiantou, esta edição será motivo de celebração, sendo a República Checa, o principal país europeu de cinema para adultos, o homenageado.

Alexa Bold, Carla Cox e Kristi Lust são algumas das actrizes que vão representar a República Checa em Lisboa e responsáveis pelo espaço Estúdio X, que vai oferecer ao visitante a oportunidade de assistir à realização de um filme para adultos em directo.

No salão estará uma sexóloga para dar consultas e haverá aulas de striptease e sedução, jogos eróticos, uma área só para mulheres e um sushi erótico, para os visitantes aprenderem a decorar um corpo com esta comida japonesa.

Por outro lado, foram recuperadas as temáticas gay, fetish e swinger.

"Pensava que o público português era conservador, mas percebi desde o primeiro ano que tem uma mentalidade aberta, com vontade de aprender, perguntar e até de exigir", acrescentou Juli Simon.

O porta-voz do Salão Internacional Erótico de Lisboa é este ano o locutor e comediante Fernando Alvim, que admitiu que este é o cargo com que sonhou quase desde criança.

"O Salão Erótico existe há cinco anos e desde o primeiro dia percebi que tinha de trabalhar no sentido de conseguir este grato e privilegiado lugar, com acesso a todas as actrizes", brincou.

Com a habitual ironia, Fernando Alvim reconheceu que este é um cargo "trabalhoso": "Vou ter de me desdobrar a acompanhar estes artistas, a acompanhá-los aos seus quartos, a certificar-me de que já dormem".

"Mas dando-lhes sempre amor e afecto, que é do que estas pessoas mais precisam", acrescentou.

Erica Fontes é uma jovem de 18 anos e uma das principais figuras da Hotgold, produtora portuguesa de conteúdos para adultos. Protagonizou recentemente a película "O Diário Sensual de Maria".

"Era uma coisa que eu gostava de fazer", revelou.

Até ao dia 28 decorre no site do Salão Erótico de Lisboa a eleição dos mais sexy de Portugal, estando nomeados José Sócrates, Cristiano Ronaldo, Luciana Abreu e Diana Chaves, entre outros.

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 14:25 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Striptease e brincadeiras...

Falemos de striptease

striptease para todas as ...

Aulas de striptease e sus...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...