Terça-feira, 01.03.11
Sexo na ponta da língua

Carolina Diniz

 

Ela tem apenas 23 anos e um tema fácil na ponta da língua: sexo. Carolina Diniz é uma dessas apaixonadas pelo que faz que transformou o desejo de escrever em profissão.

 

Literalmente. Além de blogueira, à frente do site "Sexo na ponta da língua", ela dá cursos, workshops e palestras sobre relacionamento, conquista, traição
 

Em conversa com o Vila Dois, essa paulistana contou que criou o blog para unir o útil ao agradável, juntando a paixão pelo texto à possibilidade de discutir temas que todo mundo quer saber e muitas vezes não tem coragem de falar ou perguntar.

, sedução, auto-estima... e por aí vai.

Para escrever sobre esses assuntos quentes e delicados, ela lê, estuda, conversa. Tudo para produzir o melhor conteúdo para os leitores. E a fórmula está funcionando. Tanto que o blog vai de vento em polpa e os comentários provam que Carol está mesmo no caminho certo.

Ela dá dicas sobre relacionamentos - mas é uma dessas solteiras convictas. E, como é estudante de psicologia, o aconselhamento é parte da rotina, independente do estado civil dela. "Sou super a favor dos relacionamentos. Acho muito bom conhecer pessoas novas. Sou do tipo que sonha em um dia casar, ter filhos, morar em uma casa bem grande e ter muitos cachorros, mas não faço disso um objetivo. A hora que tiver que ser, será", afirma. Tanto acredita no relacionamento que, além do site sobre o assunto, Carol mantém outro blog, o "Eu sou pra casar", que já está no ar com o objetivo de unir pessoas solteiras.

A mesma sensatez com que (não) planeja os dias que ainda estão por vir pode ser encontrada nos posts que Carol escreve no site. Ela trata de assuntos velados, como sexo oral e masturbação, com a mesma facilidade com que cuida dos cachorros que adora. Mas como nem toda mulher é assim, ela diz que percebe um enorme tabu envolvendo (ainda) a sensualidade feminina. "Isso tem mudado nos últimos anos, a procura por cursos voltados para a sensualidade e a sexualidade tem crescido muito, mas ainda vejo muita mulher infeliz sexualmente", comenta.

Considerada uma celebridade virtual, seguida no Twitter (@carolinadiniz) e, claro, no blog, ela acha que a Internet abriu um pouco mais as portas para esse tipo de discussão, virando um canal aberto. Isso porque, anonimamente, parece que fica mais fácil perguntar e procurar informação sobre sexo.

Modesta, a menina que fala sobre assunto de gente grande acha que as pessoas gostam do que escreve porque ela faz com muito amor. "Dedico muito do meu tempo a esse tipo de coisa. O sucesso vem como uma consequência".

E essa dedicação toda pode até virar livro. Ela pensa em publicar as dicas que já escreve no blog, mas agora está se dedicando a um projeto sobre os homens e as mulheres, como um vê o outro. "Esse livro é sobre o porquê dos conflitos nos relacionamentos e as razões de sempre procurarem no outro aquilo que não encontram em si".

 

A gente fica esperando ele chegar às livrarias. Ficou com vontade de saber mais sobre o que Carol tem a dizer? É só clicar www.sexonapontadalingua.com

 

Via Vila Dois



publicado por olhar para o mundo às 21:01 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.12.10

 

Mulher casa com ela propria

 

Ano novo, vida nova. Chen Ching, 45 anos, anunciou que vai casar-se com ela própria noprimeiro dia de 2011, quando Taiwan celebra o centenário da República. Será o desesperode uma solteirona? No minímo insólito.

 

Com 2011 à porta é chegado o momento de preparar as resoluções para o próximo ano. Fazem-se novos planos ou projetam-se os antigos que estão sempre a ser adiados. Emagrecer, ganhar mais dinheiro, viajar, mudar de emprego...ou arranjar namorado são desejos partilhados pela maioria dos saltos altos.

Este último voto é o mais pedido com o champanhe e as passas nas 12 badaladas, sobretudo, nas mulheres que se aproximam dos 30. "Solteirona ou encalhada?" ou "Vais ficar para tia..." insiste em ser o rótulo das mulheres desta faxa etária, que por consequência ou opção, continuam sozinhas. Foi precisamente este estigma que terá levado uma mulher taiwanesa a anunciar o seu auto-casamento. Chen Ching, 45 anos, vai casar-se com ela própria no dia 1 de janeiro, quando Taiwan celebra o seu centenário da República, avança o site da IBN.

 

Para respeitar o estilo tradicional, Chen Ching diz que levou dois meses a preparar o casamento com tudo o que tem direito: convites para os amigos e familiares, vestido, boda, limousine e fogo-de-artifício.

"É uma experiência de vida que tenho de ter. Sinto-me abençoada por me conhecer tão bem e gostar tanto de mim", revelou a noiva.

De branco, véu e grinalda, Chen Ching jurará fidelidade a si mesma no dia 1 de janeiro e fará a festa com o seu núcleo duro. Aparte do insólito e do mediático deste caso, acho engraçada a auto-confiança desta mulher que em jeito de "protesto social" satiriza a pressão que as mulheres enfrentam na sociedade para casar e ter filhos antes que "passem do prazo". E como diz o ditado: "Mais vale só, que mal acompanhada/o".

 

Solteira sim, sozinha nunca...

 

Em 2009, estudos revelam que 40% da população adulta era solteira, com uma fatia significativa de mulheres com 30 anos. Motivos? Acho que desde a emancipação feminina estamos mais seletivas e não queremos estar com alguém do nosso lado só por estar. É certo que sabe bem ter os pézinhos quentes à noite, ou alguém com quem falar quando chegamos a casa, mas para isso não é preciso namorado. Lógico.  Como diz uma amiga minha, o lema deve ser "Solteira sim, sozinha nunca". Se nos fecharmos ao mundo, então sim, não vamos conhecer novas pessoas ou, quiçá mesmo a cara metade. E antes de tudo é preciso estarmos bem connosco próprios.

Por isso já sabe, em 2011 saia de casa, divirta-se e socialize muito...pode começar já no reveillon! Nada como entrar no ano novo com o pé direito!

 

Via A Vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 21:37 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Domingo, 15.08.10

Sexo casual

 

Sabe aquela história do “solteira sim, sozinha nunca”? Será que o sexo casual é a melhor opção nos tempos modernos ou vale mesmo buscar alguém para um compromisso sério ?

Não há como negar que estar com alguém e não ter cobranças e nem compromissos é muito bom, se somente isso basta é a questão.

“Hoje em dia, os jovens acham que ter compromissos é careta.

 

Mas na verdade, isso é um mecanismo de defesa. Eles têm medo de se envolver profundamente, então, não se permitem gostar de alguém para não sofrerem”, explica a terapeuta Vivian Maria de Souza.

 

Marina Silva*, de 27 anos, já teve relacionamentos duradouros, mas ultimamente tem preferido o sexo casual. “Existem momentos em que nada é melhor que um relacionamento estável, ao lado de quem gostamos e nos sentimos bem. Mas quando esse amor acaba, queremos ficar sozinhas para pensarmos em nós mesmas. Não queremos dar satisfação para ninguém, então, partimos para algo sem compromisso”, conta ela.

Sexo casual e relacionamento sem compromisso podem fazer bem, mas é preciso saber o que se quer e onde pisa “Chega uma hora em que o ser humano precisa de vínculos concretos. Não adianta estar com alguém para se divertir e, quando realmente precisa de companhia, estar sozinho. O sexo casual é inimigo da intimidade. O problema maior é quando uma das partes começa a se apegar à outra. Isso pode não ser recíproco e a pessoa passará a se sentir usada. Sua auto-estima ficará em baixa e ela sofrerá por não ser correspondida”, afirma a especialista.

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Quinta-feira, 15.07.10

As vantagens de não ter um homem

 

Se se sente infelizdeprimida por estar sem homem, porque se separou ou porque ainda não encontrou a sua cara metade, então anime-se e veja o lado positivo da coisa, que não é pequeno.

 

As suas amigas são todas casadas e com filhos. Parecem estar bem. Você não tem actualmente com quem passear, partilhar o dia-a-dia ou namorar.

Por todas estas razões e mais algumas você tornou-se numa mulher infeliz e deprimida. Está com medo de acabar sozinha. Medo de deixar de fazer parte de um casal, medo por não saber viver como antes, quando estava só e sem preocupações.

Então minha cara, está na hora de erguer a cabeça e saber reconhecer as vantagens que existem em estar sozinha, e olhe que não são poucas. Aproveite-as bem, já que as mulheres casadas quase nunca o podem fazer.

Sou senhora e dona do meu nariz

 

Você é que manda em si e em tudo referente à sua casa.

Manda na despensa, manda no dinheiro, manda na organização da casa, manda nos horários e manda nos contratos. Manda em tudo.

Não tem que consultar o seu marido para nada. Não tem de dar satisfações a ninguém sobre o que quer que seja. Faz o que quer e o que bem lhe apetece às horas que quiser.

Aquelas frases típicas das mulheres casadas como: "O que achas disto?", "tenho que falar primeiro com ele e depois digo-te" ou "não me chateies" vão-se todas à vida.

Há uma liberdade total para tudo. Se quiser comer cereais com leite ao jantar todos os dias, ver as suas séries ou novelas favoritas pela noite dentro, ouvir Frank Sinatra bem alto enquanto toma banho e arruma a casa pode fazê-lo. O melhor? Ninguém a pode chatear por isso. Há liberdade total para se poder esquecer de um simples penso higiénico onde quer que seja. Liberdade total para arrumar a loiça só quando lhe apetecer.

Pense assim:

 

Posso sair sem ninguém me fazer perguntas ou cenas.

Se me apetecer gastar o meu ordenado inteirinho numa mala ou num relógio e comer pão e água o resto do mês, posso fazê-lo!

Haverá alguma coisa melhor do que não ter de dar satisfações a um homem?

E o tempo livre só para nós?

 

Posso passar o dia inteiro a cuidar de mim, sem horários. Posso estar com as minhas amigas três dias seguidossem ir a casa. Posso dormir o dia todo ao domingo se me apetecer.

Uma mulher sozinha tem todo o tempo de mundo para se dedicar à carreira, à família, à leitura, à  beleza, ao piano, ao desporto, ao rapel, aos bordados, aos blogues femininos, à Internet, aos museus, às viagens, à cultura e até às novelas se quiser.

Estou livre de aturar todas aquelas coisas típicas de homem

 

Banheira com pêlos, tampa da sanita para cima, meias pelo chão, camisas para lavar e engomar diariamente, jantar na mesa a horas, futebol ao fim de semana, noticiários a toda a hora, enrolar as resmas de meias deles, os jornais desportivos espalhados, as revistas de carros na casa-de-banho por arrumar, sapatos e ténis  por todo o lado, roupa interior usada no chão da casa de banho, Fórmula 1, filmes de guerra, condução desatada, música esquisita altíssima... Jogos chatos e infantis no computador, enfim, sossego sim, isso é que é o paraíso.

 

Viver sem stress é bem melhor

 

Temos que reconhecer que uma relação a dois torna-se, não raras vezes, muito desgastante e despendiosa. Telefonemas e mensagens constantemente. Mesmo no início da relação, há aqueles batimentos cardíacos e a loucura de estarmos sempre desconcentrados do nosso quotidiano a pensarmos naquela pessoa. Parecendo que não, é altamente desgastante toda esta tensão à volta de um sentimento ou de uma pessoa.

Perguntas típicas de quem tem alguém como: "onde estás?", "já chegaste?" ou "o que estás a fazer?" acabam por nos pôr em stress constante. Ter de abdicar de coisas pessoais para fazer o outro feliz, ter a preocupação permantente perante o bem estar do outro são tudo momentos de grande tensão.

Por outro lado, o dinheiro que se poupa por não ter de fazer essas chamadas e mensagens de rotina é suficiente para se poder dar ao luxo de viajar um fim de semana por mês.

Também vale a pena estar só

 

Como vê, há imensas vantagens em não ter um namorado ou um marido.

Se for este o seu caso, aproveite muito bem tudo o que você pode fazer, pois se amanhã se apaixonar estas regalias desaparecem de uma vez só.

Se for das que está acompanhada e feliz. Parabéns, você é uma mulher cheia de sorte. Sobretudo porque está feliz.




publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Quinta-feira, 26.03.09
Com medo de chegar solteira aos 30 anos, Alex Humphreys criou 'The Husband Project' ('O Projecto Marido'). Trata-se de uma ideia ligada à arte conceptual, que será apresentada na Faculdade de Arte e Design de Leeds, na Inglaterra. Nos próximos três meses, Alex Humphreys terá de procurar, encontrar e casar com o ‘homem dos seus sonhos’, e a certidão de casamento será incluída da parte documental do seu trabalho.
 
«Não quero acordar para a vida quando tiver 30 anos e pensar: ‘Oh meu Deus, estou sozinha!’. É melhor dizer que procuro um relacionamento sério, e não algo superficial», revelou, ao The Sunday Times. Os candidatos deverão ter sentido de humor e ser, pelo menos, tão altos quanto a própria Alex Humphreys.
 

Entretanto responderam ao anúncio mais de 150 supostos pretendentes, dos quais foram seleccionados 10. A estudante já começou a encontrar-se pessoalmente com os interessados e pode até ir a Chicago, nos Estados Unidos, para conversar com um dos finalistas. 

 

Via Sol

Candidatos?

 

 



publicado por olhar para o mundo às 00:47 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Sexo na ponta da língua

Mulher casa-se com ela pr...

Sexo Casual

As vantagens de não ter u...

The Husband Project

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados