Domingo, 13.03.11

Como lidar com o sexo casual

 

Conheci Lucas, um gatíssimo instrutor de mergulho, nas minhas férias no Caribe. Ele tinha olhos lindos e alegava ser capaz de prender a respiração durante vários minutos sem voltar à superfície para tomar ar - o que comprovou depois na cama. Eu me sentia bem quando o deixei na manhã seguinte. Exatamente porque não estava obcecada em ser a "namorada perfeita" e, focando no prazer dele, fiz sexo oral pela primeira vez. Nunca mais o vi.

Olhando para trás, recontando todos os drinques que tomei, fiquei surpresa ao perceber como uma noite de sexo sem compromisso lembrava um porre: ambos me deixam intoxicada, maliciosa e de pernas bambas. E não são experiências que eu gostaria de repetir toda noite. Cientistas comparam a liberação de dopamina de quando nos apaixonamos com a de usar cocaína. Para mim, a explosão de oxitocina pós-orgasmo do sexo casual é como uma noite de bebedeira. E não só porque alguns homens já vêm com advertências do tipo "Se beber, não dirija".

Algumas amigas não transam sem expectativa de bis por causa da culpa que sentiriam depois. Outras parecem imunes ao efeito colateral. É o debate Sex and the City: você fica no grupo das devoradoras de homens que vivem amores efêmeros, como Samantha, ou no das que-amam-todos-os-homens-com-quem-dormem, como Charlotte?Muitas mulheres escolhem o meio do caminho. "Essa decisão tem muito a ver com seu desejo no momento: ter um relacionamento ou aproveitar ao máximo sua sexualidade", diz o terapeuta sexual Ian Kerner, autor de She Comes First: The Thinking Man’s Guide to Pleasuring a Woman (inédito no Brasil).

 

Em um estudo recente da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, um quinto dos entrevistados disse que sua última relação havia sido casual. A felicidade emocional dessa parcela não era menor que a de quem fez sexo com amor.

A verdade é que muitas mulheres gostam de rala e rola sem compromisso, mas têm vergonha de admitir. "Durante o último ano do meu relacionamento, o sexo era péssimo", conta Emma, 27 anos. Depois que terminou, ela arrumou três passatempos, um deles um jovem músico. "Ele era bem mais novo do que eu e ainda morava com os pais, então não tinha nenhum potencial de virar meu namorado. Mas eu pensava que passar uma noite com ele era melhor do que transar com um cara com quem eu pudesse me sentir envolvida depois. Fizemos sexo a noite inteira e ele não parava de repetir que meu corpo era lindo", diz.

Já é senso comum que você deve saber seu limite para o álcool. A mesma lógica se aplica aqui. "Ter um homem nu na sua cama não é um atalho para uma conversa", alerta a minha amiga Sarah, que já fez test-drive de muitos caras. "Minha tática era me perguntar antes: vou me importar se ele não ligar no dia seguinte? Se a resposta fosse ‘Sim’, escapava."

Nesse estágio inicial, não deve haver (na teoria) investimento emocional, pois vocês mal se conhecem. Mas, como Sarah diz, quando alguém está dentro de você, pode parecer mais íntimo do que de fato é. O truque: prever quando a noite vai deixá-la com ressaca emocional.

Antigamente, se eu encontrasse alguém interessante, mas que não era o homem, dormiria com ele só para ter a experiência sexual. Mas o que me levava ao êxtase cinco anos atrás me deixa com um gosto amargo na boca hoje. Assim como fazemos com a bebida, é preciso saber a hora de deixar uma festa. Estou atingindo o estágio em que é melhor ir pegar meu casaco na chapelaria.

 

Kerner afirma que "se o que você procura é estar em um relacionamento amoroso, sexo casual pode reforçar a sensação de solidão. E cuidado ao fazer sexo com ex-namorados ou para superar um fora. Pode fazê-la sentir falta do sexo que estava tendo com alguém que amava".

Minha amiga Katie, 32 anos, ficou catando migalhas depois que levou um tchau do amado. "Fui para casa com um cara que conheci numa festa", conta. "Ele nem era muito atraente, mas fiquei machucada quando não ligou. Rejeitada de novo?" Tal reação é comum. Nós, mulheres, liberamos oxitocina, substância que faz com que a gente se ligue afetivamente a um parceiro mais facilmente que eles. "Há um pico da substância durante o orgasmo, o que aumenta a sensação de intimidade", diz Kerner.

Às vezes, homens também são perseguidos pelo fantasma de uma noite de sexo casual. Nunca vou esquecer o dia em que saí com um advogado e acordei com ele olhando para mim. "Bom dia, linda. Estava vendo você dormir. Quer almoçar com meus pais?" Saí correndo.

O lado bom dessa história é que nossa atitude está sempre mudando. O advogado? Péssima experiência. Mas meus dois últimos romances começaram assim. Prova de que não importa se você é abstêmia ou o tipo de mulher que dança até o chão. É a única pessoa que pode decidir como sua vida sexual deve ser.

 

Minhas superlições

1. Tenha cuidado - se você está emocionalmente vulnerável, agora pode não ser uma boa hora.

2. Se ele abusar da sua hospitalidade, sinta-se livre para vestir pantufas e apresentá-lo ao Teddy, seu ursinho de pelúcia.

3. Terem trocado fluidos corporais não significa que você pode pular as boas maneiras. Sempre pergunte antes de pegar a escova de dentes dele emprestada.

4. Não beba demais. Qual a graça de fazer sexo para refrescar a mente se você não se lembrar de nada no dia seguinte?

5. Essa é a sua chance de colocar em prática uma nova fantasia. E se ele cair na risada? Você não tem planos de vê-lo de novo, certo?

 

 

Via Cosmopolitan

 



publicado por olhar para o mundo às 21:01 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 29.10.10

Sexo no primeiro encontro

 

Sexo no primeiro encontro continua dividindo a opinião das mulheres. Enquanto algumas consideram normal, outras nem cogitam a possibilidade. Se é machismo, coisa do passado ou tabu, não se sabe.

 

Mas poucas pessoas admitem pensar no assunto com essa naturalidade toda.

 

A assessora de imprensa Gabriela Vieira, de 19 anos, não concorda com a atitude. “Acredito que o sexo é uma mistura de muitas coisas, dentre elas a confiança. E no primeiro encontro não tem como se ter confiança em alguém. Nunca fiz e não acho legal”, afirma. Já a estudante Juliana Sato, também de 19 anos, vê por outro lado. “Se é uma situação em que você só vai curtir o momento, não vejo problema nenhum. Mas se é um encontro com alguém que você futuramente irá querer algo mais sério, não acho apropriado”, diz.

De qualquer forma, o fato é que a prática anda mesmo mais comum entre as mulheres. “Hoje em dia as mulheres estão muito mais decididas do que querem, e muitas vezes estão agindo como alguns homens, que saem com objetivos traçados em relação ao sexo oposto”, opina Gabriela.

Antes de decidir ir com tudo no primeiro encontro, é preciso pensar bem. “Acho que fazer sexo no primeiro encontro pode sim comprometer um futuro relacionamento. Os homens geralmente não levam a sério quando conseguem o que querem logo de primeira, mas tudo depende da situação”, diz Juliana. Gabriela acredita que a atitude pode tornar a mulher desinteressante aos olhos do pretendente. “Se logo no primeiro encontro já acontece, o homem tem a certeza de que nos próximos vai ter também. Torna-se cômodo, quando ele tem vontade, simplesmente liga”, afirma.

Portanto é imprescindível que você pense muitas vezes antes de cair na tentação do sexo no primeiro encontro. Infelizmente para algumas, esta atitude ainda pode ser mal interpretada pela sociedade. Mas felizmente para outras, agir desta forma esta cada vez mais normal. Porém, além da consciência pessoal, outro ponto deve ser levado em conta: sexo seguro. Caso decida por fazer sexo com alguém que acaba de conhecer, é importante não esquecer de se prevenir.

E você, já transou no primeiro encontro? Qual é a sua opinião?

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Domingo, 26.09.10

Sexo casual, vantagens e desvantagens

 

Já se foi o tempo em que só homens eram adeptos do sexo casual. Hoje as mulheres estão mais independentes, e isso vale para o sexo também. Para elas, o sexo não está mais necessariamente associado com uma relação amorosa estabelecida ou com amor. Elas estão se livrando dos padrões a que foram condicionadas de que mulher não gosta de sexo.

No sexo casual, em geral, são duas pessoas que se conhecem naquele momento e que pretendem se conhecer não mais que por algumas horas.

Mais quais são as regras de etiqueta para o sexo casual? Afinal são dois estranhos envolvidos, e temos que pensar na segurança e na boa convivência.

Algumas regrinhas:

1 – Tenha sempre camisinha, afinal muitos homens não levam e neste tipo de sexo, a camisinha é fundamental.

2 – Escolha o motel. Afinal levar para casa um desconhecido ou ir para a casa de um desconhecido é perigoso. Além disso, no motel você pode pedir ajuda em caso de algum imprevisto.

3 – Se ele pedir o número de telefone, só dê o celular. E não espere que ele ligue. Se você tiver o dele e tiver vontade de ligar, vá em frente. Liga quem tiver vontade.

4 – Se os dois não são desconhecidos, como por exemplo, amigos de todas as horas com quem se vai à cama às vezes, o importante é que montem seu código de ética para o bom funcionamento das transas eventuais. Valem senhas como “tomar um chope” .

 

As vantagens do sexo casual:


1 – Sexo sem preocupações(culpa), o que importa é o tesão do momento.

2 – Possibilidade de conhecer uma variedade de tipos físicos, fantasias, manias, expandindo suas próprias fronteiras sexuais.

3 – O objetivo é o prazer e então é um quase vale-tudo, onde pode-se tentar posições inéditas, e outras coisas.

 

As desvantagens:


1 – Se você quer romance, esqueça!

2 – Como um jogo, você tem que entrar nele sem querer se apaixonar. Mas as paixões são inevitáveis.

3 – O prazo de validade é restrito ao momento. Então nada de cobranças do tipo : “quando vamos nos ver de novo”? ou “você vai me ligar?”

Eventuais preconceitos em relação ao sexo casual sempre existirão. Mas acho que o que importa é fazer o que nossa consciência manda. Se der vontade e acontecer, só não se esqueça da camisinha!

 

Via Eternos aprendizes



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Domingo, 15.08.10

Sexo casual

 

Sabe aquela história do “solteira sim, sozinha nunca”? Será que o sexo casual é a melhor opção nos tempos modernos ou vale mesmo buscar alguém para um compromisso sério ?

Não há como negar que estar com alguém e não ter cobranças e nem compromissos é muito bom, se somente isso basta é a questão.

“Hoje em dia, os jovens acham que ter compromissos é careta.

 

Mas na verdade, isso é um mecanismo de defesa. Eles têm medo de se envolver profundamente, então, não se permitem gostar de alguém para não sofrerem”, explica a terapeuta Vivian Maria de Souza.

 

Marina Silva*, de 27 anos, já teve relacionamentos duradouros, mas ultimamente tem preferido o sexo casual. “Existem momentos em que nada é melhor que um relacionamento estável, ao lado de quem gostamos e nos sentimos bem. Mas quando esse amor acaba, queremos ficar sozinhas para pensarmos em nós mesmas. Não queremos dar satisfação para ninguém, então, partimos para algo sem compromisso”, conta ela.

Sexo casual e relacionamento sem compromisso podem fazer bem, mas é preciso saber o que se quer e onde pisa “Chega uma hora em que o ser humano precisa de vínculos concretos. Não adianta estar com alguém para se divertir e, quando realmente precisa de companhia, estar sozinho. O sexo casual é inimigo da intimidade. O problema maior é quando uma das partes começa a se apegar à outra. Isso pode não ser recíproco e a pessoa passará a se sentir usada. Sua auto-estima ficará em baixa e ela sofrerá por não ser correspondida”, afirma a especialista.

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Sexo Casual

Sexo no primeiro encontro

Sexo casual

Sexo Casual

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados
1 comentário