Terça-feira, 01.03.11
Sexo na ponta da língua

Carolina Diniz

 

Ela tem apenas 23 anos e um tema fácil na ponta da língua: sexo. Carolina Diniz é uma dessas apaixonadas pelo que faz que transformou o desejo de escrever em profissão.

 

Literalmente. Além de blogueira, à frente do site "Sexo na ponta da língua", ela dá cursos, workshops e palestras sobre relacionamento, conquista, traição
 

Em conversa com o Vila Dois, essa paulistana contou que criou o blog para unir o útil ao agradável, juntando a paixão pelo texto à possibilidade de discutir temas que todo mundo quer saber e muitas vezes não tem coragem de falar ou perguntar.

, sedução, auto-estima... e por aí vai.

Para escrever sobre esses assuntos quentes e delicados, ela lê, estuda, conversa. Tudo para produzir o melhor conteúdo para os leitores. E a fórmula está funcionando. Tanto que o blog vai de vento em polpa e os comentários provam que Carol está mesmo no caminho certo.

Ela dá dicas sobre relacionamentos - mas é uma dessas solteiras convictas. E, como é estudante de psicologia, o aconselhamento é parte da rotina, independente do estado civil dela. "Sou super a favor dos relacionamentos. Acho muito bom conhecer pessoas novas. Sou do tipo que sonha em um dia casar, ter filhos, morar em uma casa bem grande e ter muitos cachorros, mas não faço disso um objetivo. A hora que tiver que ser, será", afirma. Tanto acredita no relacionamento que, além do site sobre o assunto, Carol mantém outro blog, o "Eu sou pra casar", que já está no ar com o objetivo de unir pessoas solteiras.

A mesma sensatez com que (não) planeja os dias que ainda estão por vir pode ser encontrada nos posts que Carol escreve no site. Ela trata de assuntos velados, como sexo oral e masturbação, com a mesma facilidade com que cuida dos cachorros que adora. Mas como nem toda mulher é assim, ela diz que percebe um enorme tabu envolvendo (ainda) a sensualidade feminina. "Isso tem mudado nos últimos anos, a procura por cursos voltados para a sensualidade e a sexualidade tem crescido muito, mas ainda vejo muita mulher infeliz sexualmente", comenta.

Considerada uma celebridade virtual, seguida no Twitter (@carolinadiniz) e, claro, no blog, ela acha que a Internet abriu um pouco mais as portas para esse tipo de discussão, virando um canal aberto. Isso porque, anonimamente, parece que fica mais fácil perguntar e procurar informação sobre sexo.

Modesta, a menina que fala sobre assunto de gente grande acha que as pessoas gostam do que escreve porque ela faz com muito amor. "Dedico muito do meu tempo a esse tipo de coisa. O sucesso vem como uma consequência".

E essa dedicação toda pode até virar livro. Ela pensa em publicar as dicas que já escreve no blog, mas agora está se dedicando a um projeto sobre os homens e as mulheres, como um vê o outro. "Esse livro é sobre o porquê dos conflitos nos relacionamentos e as razões de sempre procurarem no outro aquilo que não encontram em si".

 

A gente fica esperando ele chegar às livrarias. Ficou com vontade de saber mais sobre o que Carol tem a dizer? É só clicar www.sexonapontadalingua.com

 

Via Vila Dois



publicado por olhar para o mundo às 21:01 | link do post | comentar

Segunda-feira, 24.01.11

Aprenda a seduzir na Eros Porto

 

Se a sua vida, ao contrário do planeta, anda a precisar de aquecimento global, não perca a Eros Porto, uma 'feira de sexo' onde pode encontrar de tudo para animar este inverno. De 3 a 6 de fevereiro divirta-se e aprenda com brinquedos eróticos, sessões gratuitas de Tuppersex, aulas de sedução com uma campeã de strip-tease, aconselhamento com uma sexóloga, dicas sexuais e muito muito mais, tudo no espaço da Eros Porto.

Desta vez, a Eros Porto é dedicada à mulher: quer ajudar as portuguesas a serem ainda mais sedutoras e a tirarem o melhor partido das suas muitas qualidades. Mas nem só de aulas vive uma mulher, também há emoção: um novo grupo de strippers masculinos prometem levar o público feminino ao delírio.

a Eros Porto contará com 7 áreas temáticas:BDSM, Gay, Zona Íntima, Swingers, Ateliê erótico, Boulevard erótico e Estúdio X.

Por isso já sabe: pegue no amor da sua vida e proponha-lhe a tarde mais divertida de sempre. Ou venha sozinha mesmo, e aprenda a tornar-se ainda mais fantástica.

Eros Porto

De 3 a 6 de fevereiro no Pavilhão Multiusos de Gondomar, quinta a sábado das 15h às 2h, e Domingo das 15 às 22h, 20 euros por pessoa

 

Via Activa.pt



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sábado, 04.12.10

Os segredos da sedução

 

Toda a gente diz que a arte da sedução, tal como a bolsa de Tóquio, está em queda. Que agora já nem sequer há tempo para isso. Nem material que valha a pena atacar. Que os menores de 23 anos (e sabe-se lá se não mesmo os menores de 49) acham que se resume a um SMS de paixão directamente proporcional à ausência de vogais.

Mas a verdade é que eles andam aí. Os sedutores e sedutoras. Nem sequer tem que ser uma Nicole Kidman. Não, são os que andam aí ao pé de nós. A nossa melhor amiga. O carteiro. A prima Joana, que é horrorosa mas que tem admiradores a cair-lhe na caixa do correio como a nós cartas do banco. A gente olha e olha e não consegue descobrir onde está o segredo. Parece que têm íman incorporado A gente quer copiar mas connosco, não se sabe porquê, não funciona. Elas falam das férias na Carrapateira e batem a pestana e o gajo cai. A gente fala nas férias na Carrapateira e bate igualmente a pestana e o gajo desata a perseguir o empregado dos petit-fours. Porquê?

Decidimos tomar uma atitude e seguir a máxima: se não sabe, pergunte.Fizemos entrevistas exaustivas a algumas cobaias cuidadosamente selecionadas, que responderam prestimosamente na condição de se manterem anónimas (não se sabe porquê, talvez porque uma sedutora ainda tem laivos de bruxaria?) e aqui vos apresentamos os segredos de toda essa gente que anda por aí a arrancar corações como quem arranca a azeitona do vermute.

Passo-a-passo do ataque

Entrámos logo a matar: imagine que eu não dou uma para a caixa com os homens e quero ser sedutora. Que conselhos é que me daria? Há sempre desmancha-prazeres. "Nenhuns. Quando não se dá uma para a caixa com homens não adianta fazer nada a não ser esperar que apareça algum que ache graça a uma tipa que não dá uma para a caixa com os homens..." Eh...Pois... E se eu não quiser esperar?

Sair de casa é o primeiro passo, foi logo o primeiro conselho. Olha, obrigadinha. Mas admitamos que já estou em pleno bar numa sexta feira à noite farta de bater a pestana a torto e a direito à espera de um gajo que ache graça a uma tipa que (como é que era?) e nada. E então? Primeiro conselho: "Ser sedutor é uma característica, por isso dificilmente se pode ensinar alguém a sê-lo. Ou se é ou não se é." Ai que bom. Mal abri a loja vou já fechá-la.

Passo a outra cobaia: "Sê tu própria e naturalmente seduzirás alguém." Ah sim? Então por que é que até agora a coisa tem corrido tão mal? "O segredo está em gostares de ti própria, penso. É cliché, mas é verdade."

Fim da psicanálise. Conselhos concretos, não há? "Ter cabelo comprido e se possível louro. Eles são muito básicos e não resistem a uma loura." Estou a ficar um bocado desanimada com a perspectiva de obrigar as minhas sobrancelhas a enlourarem, mas enfim."Usar óculos escuros porque dá um ar misterioso, não rir histericamente em público, não parecer mais inteligente do que eles, desprezá-los: não telefonar no dia seguinte, nunca dar o primeiro passo, dizer que se vai ‘sair com uns amigos', mostrar um ar blasé mas também não demasiado blasé, porque senão a caça pode fugir."

Ai meu Deus. A caça? Não ser mais inteligente? Loira? Mas afinal estamos em que século? "Cavernas", respondeu-me logo uma. "Eles ainda não sairam das cavernas."

Mas não há ninguém que me diga qualquer coisa que não inclua prantar-me dez horas no cabeleireiro e sair um clone da Marisa Cruz (com sorte)?"Primeiro tens de gostar deles. Dos homens. Eles não significa eles todos. Tens de gostar do género masculino."

Estou a ver. De facto, eu é mais espinafres. Mas subitamente, começa a fazer sentido. "Não é evidente que a maioria das mulheres gostem do género masculino. A maioria quer um namorado ou um marido, mas não tem paciência para as coisas tipicamente masculinas. Gostar do género é gostar do que eles são: voz grossa, pêlos, músculos."

Pois. Cavernícolas. "O passo indispensável: olhá-los nos olhos. A maioria das pessoas baixa os olhos - apaga a magia - e termina ali o que poderia ser o começo de qualquer coisa muito divertida. Se sentires impacto, sorri. Com os olhos. Deixa que ele veja, porque o jogo da sedução é acima de tudo linguagem não verbal. É necessária empatia e química. Por outro lado, não se consegue seduzir sempre que se quer. Acontece."

Ó meu Deus, obrigada! Uma profissional! Adeus loirice! Adeus Marisa Cruz! Afinal tudo está dependente de meus magníficos olhos! (Pena não serem azuis...)

A primeira estocada

Agora que estou devidamente endoutrinada, aproxima-se o primeiro passo.Que emoção. Imaginem que vejo o loiro e o loiro já me viu, e mercê do meu olhar magnético e da minha subtil adoração de pêlos e músculos, consegui que não fujisse atrás do senhor dos petit-fours. E agora?

"Sobretudo, há que perceber que género de pessoa é a ‘vítima'. É do tipo que aprecia uma graça? - se bem que a experiência me diz que não há um homem que não aprecie uma mulher com humor - é do tipo que aprecia o mistério? É do tipo que aprecia a mulher discreta? Dependendo dele, eu assumo o papel e depois é só lançar charme."

Assumir o papel? Então e se ele for do estilo de apreciar pegas de caras e eu for vegetariana? Isto é mais complicado do que eu estava à espera.

"Acima de tudo, não começar a imaginar que bom seria ter um marido assim e se os filhos vão sair ao pai ou à mãe. Não compliques, não penses, não hesites. Pensa só no agora." Não sei se consigo. Não pensar é muito complicado, já dizia o Fernando Pessoa.

"Ele voltou a reparar em ti? Olha-te?" Não! Ameaça voltar-se e perguir o homem dos petit-fours! "Aproxima-te mais ainda." Mais só se lhe saltar para o colo... "Diverte-te". Não sei se consigo. "Diverte-o", Porquê? Não sou o Circo Chen...

"O olhar nos olhos é fatal mas geralmente dá asneira: ou se atrai um homem igualmente forte com quem se choca ou um xoninhas que precisa de uma rocha a quem se agarrar." Ai. Então? Já não sei se hei-de olhar para o loiro ou para o canapé de caviar. "Queres um conselho?" Sim, mas depressa que vem lá o carrinho dos doces. "Des-sexualiza a sedução. Queres mais sedutora que o sorriso do bebé para a mãe?" Descaio-me e faço beicinho. O loiro imaginário lança-me olhar horrorizado e foge entre a multidão.

Antes de escolher outro alvo, vamos ouvir o resto da dissertação que eu interrompi. Dizíamos então que a sedução não é necessariamente sexual. "Não te esqueças que fazemos isso diariamente com os nossos pais, amigos, chefes, com o homem do talho, o desconhecido ao telefone. É uma questão de sobrevivência social, afectiva, profissional, política. A sedução é apenas uma competência social que se adquire." Pois, então porque é que toda a gente me ama, os meus amigos são dedicados, o meu chefe me adora, o homem do talho escolhe para mim os melhores bifes mesmo sendo eu vegetariana, e o loiro me foge?

Aprender com Sherezade

Vamos voltar atrás. Tragam-me lá o loiro outra vez. Tragam também a cobaia experiente de há bocado, lembram-se, a dos espinaferes? O que ela diz é o seguinte: "Quando te sentes atraída, o jogo deve ser muito subtil. Não entres no território dele. A sensação de ameaça é tremendamente assustadora para eles." Ai coitadinhos. "Tu não queres casar, ter filhos, arruinar a conta bancárai dele." Só se não puder. "Tu estás ali a dizer com o olhar que ele é o homem mais atraente do mundo". Se conseguir esquecer-me do george Clooney e do Brad Pitt e daquele, como é que ele se chama, o do ‘Titanic'. "Mas não vais entrar no território dele. Estás ali e ele vai poder conquistar-te e tu brincando foges. Nada pode ser sério. Deve-se despertar o instinto de caçador dele, dar espaço ao sonho e à imaginação."

Pronto, despertei a imaginação. E agora? "Tu dás o teu telefone. Mas dizes que amanhã não estás em casa. Tu não lhe telefonas. Vais-te embora logo que a coisa comece a tornar-se interessante. Aprende com Sherezade, a mais sedutora de todas as mulheres: parava a história na parte mais interessante."

Não sei porquê, mas no que toca à Sherezade acho que devia ter mais a ver com os véus. Quanto a nós, a técnica, pelo menos, já cá canta: "Quando começares a sentir que estás tão interessada nele que vais começar a fazer disparates, imagina que tens outro de quem gostas e a quem estás a trair." Eu, a trair o George Clooney? Era lá capaz... "Garanto-te que ele vai sentir essa incerteza e isso é mesmo muito sedutor. O pai da Jackie O dizia-lhe que o segredo para ser sedutora era: porta-te sempre como quem tem um segredo." Ai Meu Deus. Parece que a minha avó regressou do Além de braço dado com o Senhor O. Avancemos uma casa, de qualquer maneira, para ver no que dá.

Ser ou não ser loira

Se calhar é qualquer coisa no meu aspecto. Já lá dizia Alexandre Frota que "quem gosta de beleza interior é decorador." Afinal, para ser sedutora é preciso ser bela? "Não. É preciso ser loira." Pronto. Voltamos à vaca fria. "Eles querem todos um troféu para exibir aos amigos, porque odeiam serem passados para trás. Só escolhem uma mulher feia quando são muito inseguros, porque preferem uma feia a não terem ninguém, ou então quando gostam verdadeiramente dela, mas para isso é preciso que a conheçam desde os três anos."

Estou a ficar cada vez mais deprimida. Mas vem lá pior. "Uma relação assemelha-se muito a uma ida às compras. Quando entras numa loja, eliminas logo o que nunca te iria interessar e deixas em mente aquilo que talvez sim. Geralmente, se já tiveste muita roupa já sabes o que te ica bem e o que não te favorece, o que te aperta debaixo dos braços e o que te faz parecer mal. A vantagem está em escolher qualquer coisa que te favoreça, que seja uma mais valia, e que eventualmente dê para conjugar com outras..."

Ai eu não acredito nisto. É melhor passar a outra área. Quem se deve evitar seduzir? "Uma mulher deve saber reconhecer aquilo a que eu chamo ‘homem com cara de quem bate nas mulheres'. São homens que, não sendo homossexuais, não gostam de mulheres. Também devem evitar os mulherengos, os viciados em shots hormonais ou que precisam intensamente de atenção."

E um melga. "Um melga não percebe porque é que não seduz, porque não está atento à linguagem não-verbal, ao desviar do olhar, ao sorriso amarelo, à impaciência... O engatatão que tenta caçar quem quer que seja, é um desesperado, e ninguém quer um tipo que quer qualquer pessoa. Também se deve evitar os indisponíveis, os carentes, os que estão à procura de uma mãezinha, o nosso melhor amigo e definitivamente, os que têm mau hálito."

E o retrato-robot do sedutor? "Confiança. Atitude. Uma voz firme e pausada. Um convite para jantar. Um ‘não tenho pressa' quando lhe perguntei se não era tarde. O olhar directo. Não ter de lhe explicar tudo. A inteligência. A cultura."

E que é dele?

Pensávam que nos estávamos a esquecer deles? Pois não esquecemos. Deixámos para o fim os heróis da fita. Sim, são eles, em pessoa, os sedutores-homens. Pormenor: tivemos muito mais sedutoras confessas do que sedutores. Por que será? Porque eles odeiam falar sobre isso? Porque são supersticiosos? Porque não entregam as armas? Em todo o caso, ainda encontrámos algumas cobaias masculinas que nos contaram alguns truques.

"Em primeiro lugar, não acredito que existam truques de sedução. Acho que é nos pequenos gestos que está a verdadeira essência."

Pois, mas mais detalhado, se faz favor. "Na maior parte das vezes, uma mulher desinibida deixa um homem pronto a fazer xixi pelas pernas abaixo. Eu pessoalmente gosto, mas a maioria dos homens prefere ser ele a apalpar terreno."

E não só. Pois, mas o que é que acontece quando eles não se mexem de onde estão? "A pedido de muitas famílias, aqui ficam algumas dicas aos candidatos a sedutores: observar a presa com um olhar fixo mas desinteressado (onde é que nós já ouvimos isto). As primeiras palavras são fundamentais. Convém levar uma primeira frase ensaiada, mas com o tempo pode viver-se da imaginação. Mais fácil será pedir  um amigo comum que os apresente, embora retire um certo charme À coisa. No caso da troca de números de telefone, esperar pelo menos três dias até fazer a chamada."

Ahhhh! Socorro! Npor favor, não façam isto em casa! Estão a ver por que é que os sexos não se entendem? Porque nós ao segundo dia já lhes perdemos o respeito todo e já estamos a achar que eles não têm tomates, e eles acham que três dias é um prazo perfeitamente aceitável para marcar um reles número de telefone!

Enfim. E mais tácticas? "Como dizer o grande Mister Mourinho (já cá faltava) temos de pensar sempre em nós próprios mas adequar a estratégia ao adversário. Jogar contra o real Madrid não será o mesmo que atacar o Carcavelinhos..."

Há quem discorde: "O verdadeiro sedutor não transforma o ritual num safari! O sedutor usa de sinceridade exagerada para atingir os fins. Ataca, mas com um fim honesto.". Ai se a minha avozinha e o senhor O estivessem aqui para ouvir isto... Nota: se alguém estiver interessada, esqueça. O rapaz é casado e bem casado.

Futebol e poesia

Ser bonita ajuda? "Claro. Mas para mim o verdadeiramente importante é que beba um gin tonic enquanto fala apaixonadamente da filmografia do Tim Burton; que tenha uma voz tão sexy como o corpo da Beyoncé; e que me convide para jantar e prepare uma lasagna de camarão. Com direito a sobremesa..."

Eh... Só isso? E porque é que a maioria dos homens não faz ideia de como se seduz uma mulher? É porque se sentem ridículos, porque estão genuinamente a leste ou porque não precisam?

"Porque partem do pressuposto errado de que o objectivo do jogo é levá-la para a cama. O homem precisa de seduzir porque está na sua natureza, mas está cansado das exigências das mulheres que são funsamentadas pelos anos de repressão que viveram."

Eh lá. E que dizm os outros? "A maior parte dos homens fala de carros, futebol ou trabalho, as mulheres querem que os homens lhes recitem poesia, escrevam linhas apaixonadas e lhes falem de mundos e sonhos paralelos. Há por aí muitos homens que não têm noção nenhuma disto, mas estes arranjam uma cachopa de aldeia e casam cedo, ou morrem solteiros gastando fortunas em call-girls."

Conclusão? Como dizia uma cobaia feminina, "eu acho que a sedução mais eficaz aparece sempre como uma surpresa. É quando uma pessoa é apanhada desprevenida que as histórias de amor acontecem. E aí, não tem nada  a ver com ser loira ou morena, esperta ou burra, alta ou baixa. É um susto, um ataque de coração. Acontece. Cada vez acho mais que temos é que estar na altura certa no lugar certo."

E se nesse dia pudermos estar sem borbulhas, melhor.

 

Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Segunda-feira, 15.11.10

Dicas para fazer um strip tease para o seu namorado

 

Se você quer aproveitar o dia dos namorados para fazer uma surpresinha diferente, a sugestão pode ser fazer um strip-tease. A prática, que habita o imaginário dos homens (e porque não, das mulheres), foi bem demonstrada num filme estrelado por Demi Moore, mas você não precisa ser estrela de Hollywood para fazer.

A sexóloga Carla Cecarello, consultora da Rede Mel, que vende produtos sensuais e eróticos, diz que a explicação para tamanho sucesso da prática está na própria tradução da palavra da língua inglesa: tirar e excitar, despir e provocar.

"A finalidade do strip-tease é seduzir o parceiro por meio da dança e da expressão corporal", define. Sabendo isso, que é básico, é preciso atenção a alguns detalhes. "Para que você se sinta bem, trabalhe sua autoestima, pois você precisa se gostar muito e estar bem à vontade com seu corpo", indica.

 

Para isso, comece erotizando o seu dia-a-dia, para que seu companheiro vá se acostumando com a ideia. "Prepare-se desde a hora em que se levantar para sentir-se a mulher mais bonita do mundo. Neste dia, você vai falar usando o seu corpo", lembra Carla. "Esteja então ‘vestida de mulher’, com um belo vestido, cinta-liga, meias 7/8, sapatos de salto alto e uma linda lingerie sensual", sugere.

Se você é marinheira de primeira viagem, quanto mais peças de roupa estiver usando, melhor. Escolha, de preferência, um vestido que saia por baixo e com o qual tenha facilidade para executar os movimentos. Vale também apenas um robe, sob o lingerie. Mas se você gosta de bijuterias, atenção. "Procure não usar nada que a atrapalhe no momento como brincos compridos, anéis, pulseiras que possam enroscar e atrapalhar a espontaneidade do momento", sugere a professora Lilian Moretto, que dá aulas sobre sensualidade. Vale apenas salto alto, claro, e uma macia echarpe ou lenço, para que você possa brincar com ele.

Lembre-se de que o importante não é a peça de roupa que você tira, mas a forma como se despe, e é aí que entra a sedução do strip-tease. "Você ainda pode fazer uso de luvas, para deixar a brincadeira ainda mais excitante", aposta Carla. Pode usar o cabelo preso ou solto e a maquiagem deve realçar os olhos e a boca - mas nada muito exagerado.

Escolha uma música sensual, prepare o ambiente com velas, pétalas de rosa, use o perfume que está acostumada no ambiente ou na roupa - e não no próprio corpo -, para que o parceiro possa sentir o seu cheiro. "O seu perfume é o melhor afrodisíaco que existe", diz Lilian. A sugestão dela e de Carla é que você desperte os cinco sentidos do seu amor - e aí vale tudo. Para a audição, Lilian sugere colocar no som músicas como "Represent, Cuba", do Orishas, ou "Piece of Me", de Britney Spears.

Carla diz que o grande segredo do strip-tease é o que está por baixo da roupa e será desvendado lentamente. Mas, o lugar e clima são tão importantes quanto seu desempenho - e até para sua segurança. "Próximo do lugar onde ele vai sentar, monte uma bandeja com frutas, para interagir com ele no meio da dança, evitando que o show fique monótono", sugere. Você pode também jogar pétalas de rosas, na cama, em uma cadeira ou no sofá. A iluminação do ambiente é um ponto fundamental também. "Use luz de velas ou meia-luz e não deixe o ambiente muito escuro, porque é importante que ele veja a sua fisionomia. Enquanto dança, atraia o olhar dele para você, por meio de toques das mãos no seu corpo". Lilian completa a dica: "Nunca se esqueça de manter o mistério, faça que vai mostrar e esconda novamente e, ao tirar cada peça, tire bem devagar, olhando para a peça e nos olhos dele, estimulando a visão".

Para o primeiro strip-tease, a dica de Carla é escolher uma data especial, como o aniversário de casamento ou o aniversário dele - ou o Dia dos Namorados, claro. "Prepare um jantar romântico a dois e comece ouvindo música com ele. Convide-o para dançar e, quando tocar a música escolhida, inicie o strip-tease como se ele fizesse parte dessa brincadeira". Para não pegá-lo de surpresa e se decepcionar com a reação, uma ideia é mandar uma mensagem, no celular ou e-mail, dando a dica do que pretende fazer à noite.

 

Se você precisa controlar o nervosismo inicial, a sugestão de Lilian é encarar o strip-tease como um momento de muita sedução e amor. "Dance muito durante o dia em frente ao espelho, curta o seu corpo, veja o quanto é linda e sensual. Dessa forma estará mais confiante no momento de dançar para o seu amor".

Por Sabrina Passos (MBPress)

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Sexta-feira, 29.10.10

Sexo no primeiro encontro

 

Sexo no primeiro encontro continua dividindo a opinião das mulheres. Enquanto algumas consideram normal, outras nem cogitam a possibilidade. Se é machismo, coisa do passado ou tabu, não se sabe.

 

Mas poucas pessoas admitem pensar no assunto com essa naturalidade toda.

 

A assessora de imprensa Gabriela Vieira, de 19 anos, não concorda com a atitude. “Acredito que o sexo é uma mistura de muitas coisas, dentre elas a confiança. E no primeiro encontro não tem como se ter confiança em alguém. Nunca fiz e não acho legal”, afirma. Já a estudante Juliana Sato, também de 19 anos, vê por outro lado. “Se é uma situação em que você só vai curtir o momento, não vejo problema nenhum. Mas se é um encontro com alguém que você futuramente irá querer algo mais sério, não acho apropriado”, diz.

De qualquer forma, o fato é que a prática anda mesmo mais comum entre as mulheres. “Hoje em dia as mulheres estão muito mais decididas do que querem, e muitas vezes estão agindo como alguns homens, que saem com objetivos traçados em relação ao sexo oposto”, opina Gabriela.

Antes de decidir ir com tudo no primeiro encontro, é preciso pensar bem. “Acho que fazer sexo no primeiro encontro pode sim comprometer um futuro relacionamento. Os homens geralmente não levam a sério quando conseguem o que querem logo de primeira, mas tudo depende da situação”, diz Juliana. Gabriela acredita que a atitude pode tornar a mulher desinteressante aos olhos do pretendente. “Se logo no primeiro encontro já acontece, o homem tem a certeza de que nos próximos vai ter também. Torna-se cômodo, quando ele tem vontade, simplesmente liga”, afirma.

Portanto é imprescindível que você pense muitas vezes antes de cair na tentação do sexo no primeiro encontro. Infelizmente para algumas, esta atitude ainda pode ser mal interpretada pela sociedade. Mas felizmente para outras, agir desta forma esta cada vez mais normal. Porém, além da consciência pessoal, outro ponto deve ser levado em conta: sexo seguro. Caso decida por fazer sexo com alguém que acaba de conhecer, é importante não esquecer de se prevenir.

E você, já transou no primeiro encontro? Qual é a sua opinião?

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21.10.10

“Prolongue a tortura vestindo roupas de baixo finas e transparentes: ele pode ver as partes boas através do tecido, mas ainda há uma barreira entre ele e sua pele”.

NÃO HÁ NADA MAIS ESTIMULANTE QUE A EXPECTATIVA.

Uma relação sexual sem preliminares é incompleta. Desejo, afeição e amor criam um duradouro estado de espírito em virtude do qual o homem e a mulher, atiçados por carícias e beijos, se abandonam de todo o coração ao ato amoroso. O dar-e-receber erótico mais demorado, sem meta de orgasmo, ampliam e multiplicam os níveis de excitação sexual.

É bom saber...
• Atormente. As preliminares não precisam acontecer minutos antes da relação, elas podem acontecer durante todo o dia... Leve-o para escolher lingeries, deixe-o ver passar óleo ou hidratante após banho;
• Excite. Façam uma prévia do que querem fazer logo mais pelo telefone, ou mande mensagens do que está morrendo de vontade de fazer, ou receber;
• Coma sugestivamente na frente dele. Os médicos não recomendam saladas? Por que não comer um pepino ou uma cenoura inteira pensando em repetir o gesto com ele?;
• Brinque de ser desastrada: como aconteceu de você deixar derramar o sorvete ou a cervejinha justo no decote?

 

DICAS E PRESENTES DA MULHER SEXPERT

A mulher Sexpert é aquela que se ama, e se assume de como ela é, que passa o seu amor próprio com muita segurança para todas as pessoas a sua volta e sempre é a vitoriosa na arte da conquista e da sedução.

A melhor amante do mundo já teve sêmen no olho, pelos púbicos na boca, falta de ar no pior momento possível porque a calcinha estava enroscada nos tornozelos e acordou parecendo um panda que tomou prozac. Assustada? Você ainda não ouviu as novidades? Existe uma nova safra de mulheres por aí e elas são um bando de “imorais e desavergonhadas”. Escravas da ideologia “primeiro eu”, inibições zero e libido que giram mais depressa que uma Ferrari. Por isso elas são o diabo! Não é simplesmente o máximo ser uma mulher no séc XXI? Por que os homens simplesmente não conseguem esquecer uma mulher sexpert quando ela entra em sua vida? Qual seu segredo? Seus truques? O que há de tão especial, misterioso e inesquecível nela? Quer ser sexpert? Você tem que...

• Vestir-se a caráter: o sexo é um ritual, um evento que deve ser planejado com dedicação. Prepare um enxoval sexy mapa esses momentos: espartilhos, saltos finos, lenços de amarrar, meias arrastão e 3/4, lingeries sensuais, boas de penas, coleiras, algemas, fantasias e looks. Com um enxoval “básico” desses, você pode montar dezenas de situações diferentes, nada de pijamas infantis, ou camisões enormes, ou ainda, e pior ainda: calcinha furada, bege, velha e sem nenhum charme.
• Falar de acordo: o que excita em palavras sujas é que as mulheres não são explícitas a respeito de sexo o tempo todo. O apelo volta àquela velha história de ser “uma dama na sala e uma puta na cama”, então provocações, elogios, palavrões, sacanagens são mais que bem-vindos, até porque os homens piram com essa desenvoltura. Eles odeiam mulher que não abre a boca para nada;

tecnicas de seducao
• Assumir o controle: mulher tem mania e doutorado em querer mandar e controlar tudo, mas na hora primordial... não sabe o que fazer, fica inerte, esperando que o coitado adivinhe e acerte tudo. Não é justo. Diga abertamente o que quer, ou apenas sugira, manobrando os movimentos e dando sinais do funciona bem. Leve a praticidade do dia-a-dia, tão característico da mulher moderna, para cama. Ninguém recebe o manual de instruções, portanto, ensine, conduza, mande, controle...;
• Não ter vergonha: ouse, pare de se preocupar em parecer “vagabunda” e comece a se preocupar em ser chata. Não sejamos hipócritas: homens adoooram sacanagem, ousadia, obscenidade, mulher insaciável... e infelizmente(ou felizmente) vive a procura disso tudo, por que não encontrar em casa?;
• Ter uma assinatura, uma marca registrada: você tem que ser boa em tudo, mas decida em que você é melhor. Experimente algumas técnicas diferentes antes de se decidir por uma em que se concentrar;
• Rir das adversidades: sexo às vezes é malcheiroso, suado e desajeitado. E se você nunca fez nada na cama que lhe tenha caudado constrangimento, você ganha o premio de amante mais maçante do mundo. Curta cada momento e tire partido de situações engraçadas e constrangedoras. Humor também pode ser sexy;
• Separar sexo de amor: admire a praticidade dos homens, as duas coisas existem e podem caminhar juntas ou separadas com qualidade. É claro que uma noite romântica com todo àquele ritual e preliminares é o sonho da maioria das mulheres, fazendo aquele amor perfeitinho, mas comece a dar valor ao sexo despudorado, prazer pelo prazer, as rapidinhas, seja uma mulher completa;
• Colecionar brinquedos – eróticos: eles existem, tem as mais variadas formas e objetivos, estão ao nosso alcance e não existe razão para você não experimentá-los;
• Ser segura: o bastante para dizer não ao que não quer e assumir com responsabilidade o que quer e o que gosta, nada de agradar sem se sentir bem ou confortável.

O homem sortudo de uma sexpert é contemplado com:

O melhor presente erótico: você! Nada de roupas, canetas jogo de escritório, sapatos, livros como opções de presentes – isso ele pode ganhar da mãe, irmã, avó... da mulher sexpert ele ganha a dedicação e o cuidado de preparar surpresas únicas, originais e inesquecíveis. Vale a pena o investimento e o tempo gastos para elaborar um momento especial. Confira algumas dicas:

 - Festim de Afrodite: com os quatro sentidos em alerta, poderão saborear um banquete inesquecível. Prepare-se para uma festa gastronômica e sensual... Inspiração Italiana, Ritual Japonês, Comidinhas Brasileiras e Noite Francesa.
 - Cestas eróticas: dentro de cada uma há muito mais que objetos curiosos, há ingredientes para atiçar os cinco sentidos dele. Escolha a noite de fantasia que mais combina com vocês e divirtam-se. 
 - Spa Sexy: Nós sabemos o que uma semana de spa é capaz de levantar o astral de qualquer mulher, entendemos dos serviços e sabemos como funciona. Então, por que não fazer uma releitura para o lado sexual? Prepare um Spa Sex Day para seu amado: vale esfoliação (ele não sabe o que é isso, mas vai adorar), massagens (provocantes, claro!), banheira de espuma, alimentos super afrodisíacos por perto, e o mais importante: muita ginástica. Sabe como, não é? Ele vai adorar esses cuidados com muito tempero e vai pedir bis em outra ocasião. Quer apostar?
 - Seqüestro relâmpago: o mundo não vai acabar se ele for seqüestrado por uma tarde, ou manhã para “pecar”. Simule uma situação de emergência, prepare o local para uma rapidinha, ou não, deixe-o perplexo com sua iniciativa e colha os frutos: ele vai passar o resto do dia lembrando desse momento. De forma bem sutil, descubra um dia em que não haverá prejuízo profissional ou algum compromisso importante, senão o resultado será um desastre.

Tecnicas de sedução
 - Prepare um fim de semana inesquecível para os dois, melhor que seja num hotel, e capriche na programação: massagens, striptease, uma fantasia a combinar, acessórios, jantar romântico ou erótico, e lance um desafio: uma maratona sexual, quem cansar primeiro paga toda a conta. Ele vai se superar só para não perder, mesmo que pague a conta depois, com todo gosto.
 - Que tal montar um álbum de fotografia personalizado (scrapbook) só da história de vocês? Com dedicação, antecedência, paciência e criatividade você pode deixá-lo emocionado relembrando momentos lindos, engraçados, de tesão etc. Vale decorar com imagens sensuais, lembranças de viagens, textos e mensagens, e muitos recursos para deixá-lo sem palavras na próxima data comemorativa.

PEQUENOS DETALHES, GRANDES RESULTADOS.

Existem uma infinidade de pequenos gestos, atitudes e ações que farão de você uma mulher inesquecível para seu amado. Mas cuidado: não vale interpretar uma pessoa que você não é, o que realmente faz a diferença é agir com naturalidade, segurança e prazer. Ponha amor em tudo o que fizer, ele nota quando você está apenas tentando ser autêntica e fatal.

• Besunte seu corpo inteiro de delícias e veja o que acontece;
• Escolha, com cuidado, lugares públicos para masturbação mútua;
• Deixe que ele a veja se masturbando, ele vai adorar;
• Deixe bilhetes picantes em vários locais em casa, trabalho e celular;
• Compre calcinhas descartáveis só para ele ter o prazer de rasgá-las;
• Ponha um pedaço de Batom Garoto Branco dentro da vagina antes do sexo ral;
• Puxe os testículos dele de leve, retarda o orgasmo e o deixa louco;
• Experimente sair sem calcinha e deixe-o descobrir;
• Desenhe em seu corpo uma trilha a ser seguida: com dedos e língua;
• Façam amor de olhos vendados, aguça a sensibilidade ao toque;
• Monte em cima dele e desenhe um oito imaginário;
• Atenda o telefonema dele como se fosse uma garota do Disk-Sexo;
• Deixe-o gozar em seu rosto;
• Experimente fazer uma depilação artística, ou total;
• Para variar o sexo ral, sente-se sobre a boca dele;
• Passe um pouco de Vick no pênis antes da penetração;
• Mande para ele uma calcinha sua após você ter gozado e ainda molhada;
• Se o celular dele tocar em hora imprópria, faça sexo ral nele;
• Em uma festa ou jantar, diga-lhe no ouvido que precisa transar agora mesmo;
• Depois de se masturbar, passe a secreção vaginal pelo corpo todo e chame-o.
• Tire a cueca dele com a boca, brincando antes com o pênis dele;
• Mesmo viajando, não o deixe sem sexo – por telefone!;
• Brinquem com os dadinhos sensuais. Parecem bobos, mas como funcionam...;
• Mande bilhetes-surpresas do tipo “Eu adoro quando você...”;
• Faça uma tattoo de henna com o nome dele em um lugar sexy. Ele vai se sentir honrado.

 

Via 45 Graus



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Segunda-feira, 19.07.10

As 10 primeiras coisas em que eles reparam

 

Claro que nem todos os homens são iguais e nem todos são atraídos pelo mesmo tipo de mulher, mas em geral podemos dizer que a primeira coisa para onde eles olham é:

- Seios - Se achavam que eles olhavam primeiro para os vossos lindos olhos para vos prescrutar o íntimo e avaliar a subconsciente e procurar indícios de alma gémea, estão a apontar demasiado lá para cima. Eles até podem passar pelos olhos, mas escorregam à velocidade da luz e só páram (quando páram) no decote. Em havendo decote, não precisa de ler o resto do artigo. Em não havendo decote, ou em não havendo decote suficientemente vertiginoso para lhes reter a atenção durante mais de dois segundos, então talvez subam (com um pequeno suspiro) em direcção aos olhos. Mas atenção: seios grandes só funcionam se a cintura for fina, se toda ela for grande, nada feito.

2 - Pernas - Há quem diga que deviam ter o primeiro lugar. Se calhar deviam. Se calhar têm. Palavras para quê.

3 - Roupa feminina - Tudo depende do que eles acham que é feminino. Basicamente, em termos de moda eles encalharam todos nos anos 80. Adoram uma mulher vestida de vermelho-fogo, com saia justa, maquilhagem à matadora, e saltos altos. E cabelo comprido, evidentemente. E loiro, evidentemente. Botas bicudas, nós amamos porque nos dão umas pernas mais compridas, mas eles odeiam, acham que vamos dar-lhes pontapés das canelas.

4 - Cabelo - Para já, odeiam cabelo curto. Desperta os fantasmas homossexuais que há neles. Gostam mais de alguma coisa onde se possam agarrar. Nós achamos que estamos despenteadas, eles acham que estamos agradavelmente selváticas. Então se se for loura, passa automaticamente para característica reparável nº1. Se não for loura, passa para nº 10 porque eles só notam que não é loura, a não ser que esteja de férias na Dinamarca. Se for loura, não interessa que seja falsa ou verdadeira, porque eles não dão por isso (não lhes interessa nada como é que o conseguimos, isso é lá connosco, só lhes interessa o facto de se ser loura). Também são incapazes de perceber se estamos ou não maquilhadas, só reparam se estamos mais giras ou menos giras. Não se sabe muito bem de onde vem este fascínio pelas louras, parece que são mais luminosas e eles sofrem todos de imensas dioptrias e dá-lhes menos trabalho assim de repente descobrir onde é que está uma loura.

5 - Altura - As baixinhas podem ser engraçadinhas mas têm logo menos poder de sedução, para já porque dão menos nas vistas, têm menos território por onde espalhar as suas qualidades, e além disso os homens são preguiçososo e não lhes apetece mexer o pescoço para olhar muito para baixo.

6 - Boca - Os homens são bastante mais pré-históricos do que nós (embora eles gostem de pensar que não) e uma boca polpuda é sinal de que se é uma boa reprodutora. Claro que isso é a última coisa que lhes passa pela cabeça (pelo menos conscientemente, e pelo menos à maioria deles que não querem ser patriarcas, ou pelo menos não neste momento). O que eles verdadeiramente apreciam é uma boca que lhes apeteça beijar. Convém que não esteja coberta de baton com um ar demasiado peganhento, que lhes desperta fantasmas de plantas carnívoras. Também convém que seja sorridente. Os homens adoram mulheres ‘divertidas', quer dizer, que não compliquem nem façam ondas quando ele quiser ficar a ver o Benfica num sábado à tarde em vez de vir passear ao Guincho.

7 - Cintura fina - Mas se for tudo fino tipo tábua de lavar, vai passar por eles como um holograma, nem vão reparar que entrou alguém na sala. Mesmo que simpatize consigo, vai tratá-la sempre como o seu irmão mais novo, dizer que é uma tipa porreira, dar-lhe palmadões nas costas, convidá-la para jogar hóquei com ele ao sábado de manhã, enganar-se no seu nome até ao fim da temporada, e gritar "remata, Zé Manel, remata!" sem quaisquer segundas intenções.

8 - Rabo - Tal como nos seios, um rabo grande só conta como qualidade se vier acoplado a uma cintura fina, coisa que para nossa desgraça raramente acontece. Se tudo for grande, vão achar que é um clone da mãezinha deles, ou da ‘mulher' do Botero que está no Parque Eduardo VII. Outra desgraça é que nós passamos o tempo a tentar diminuir a parte de trás de maneira a que caiba nas calças de ganga, e eles adoram que se tenha qualquer coisa para mostrar.

9 - Olhos - Pronto, já cá estamos. Aliás, em vez de ‘olhos' devia constar ‘pestanas'. Mas eles não olham para nós e mergulham lá dentro, como nós fazemos, não, permanecem a dar braçadas à superfície. Como são bastante básicos, não conseguem distinguir pelos seus olhos se você é uma boa alma ou uma desgraçada vingativa que lhe vai fugir com o multibanco e com o MP3 quando ele for ao bar buscar-lhe um cafezinho. Só conseguem ver se são azuis ou castanhos, grandes ou pequenos, mas basicamente nem é que reparem muito nisso, só notam vagamente se são ‘giros'. O resto das características dos olhos eles nem sabem as palavras para os descrever, o que também não interessa nada.

10 - Voz - De cama. O que se entende por voz de cama: baixa e rouca. Quem tem voz de cama geralmente fuma três maços de cigarros por dia e tem uma pele de pergaminho, mas eles não ligam muito à pele de pergaminho, desde que não se pareça que se tem 100 anos. Também não ligam muito ao facto de irmos morrer de ataque de coração antes dos 40. Do que eles gostam é de uma boa voz de cama. O que eles odeiam: uma voz estridente e alguém a rir muito alto e a contar anedotas que eles não percebem.

3 coisas a que nós ligamos...

... mas eles não.

1 - O nosso trabalho - Até podemos trabalhar num talho, se formos talhantes altas e louras, vão achar lindo, mesmo que sejam condes. Só começam a preocupar-se um bocado depois de terem ido para a cama connosco 5 vezes.

2 - Alguns quilos a mais - Claro que, se formos baleias, eles vão achar exactamente isso, que somos baleias, e aí nada feito. Mas o conceito de baleia para eles é bastante mais realista: é preciso mesmo que se seja uma baleia. Se formos apenas um bocadinho rechonchudas, vão achar lindo. Aliás, nem vão achar nada, nem dão por isso.

3 - Perfume - Nós achamos absolutamente imprescindível, passamos horas na perfumaria a tentar escolher o mais sexy, sentimo-nos nuas quando saímos de casa sem ele. Os homens só notam se tivermos despejado o frasco em cima. E estivermos nuas.

 

Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Sexta-feira, 16.07.10

Como seduzir um homem em 6 lições

1.Escolha bem o campo de batalha

É mais importante do que parece. Em primeiro lugar, tem de escolher um sítio onde haja homens, mas que não seja: A) um Estádio: Eles estão demasiado ocupados a gritar ‘ó Veloso, sabes o que é um penálti ou queres que vá aí abaixo mostrar-te?!', e nunca na vida vão estar minimamente abertos aos seus encantos. B) A Casa do Benfica. C) Qualquer local onde esteja a dar um jogo e onde tenha de passar por cima das pernas deles em risco de ser barbaramente maltratada.

O que correu mal no passado

Escolheu um bar movimentado cheio de homens e sem uma águia Vitória à vista. Problema, um bar tem muita concorrência: a loira, treinada, e com menos 24 anos que nós, e, além disso, a partir de uma certa altura já não estamos para aturar joguinhos de sedução.

O que pode correr bem no futuro

Prefira a casa de amigos, desde que A) não a tenham convidado para a Final da Taça, e B) Não seja só você e aquele com quem eles a querem juntar, que é demasiado óbvio. Como os amigos já não têm queda para Cupidos, organize um serão e peça a toda a gente que traga um solteiro.

2.Não caia na ilusão

Antes de se deixar apaixonar como se tivesse 15 anos, pense duas vezes nos defeitos dele. Então vamos já começar pelos defeitos? Pois vamos, porque o fracasso da maioria das relações resulta da pessoa apaixonar-se porque está carente e precisa de alguma coisa em que pensar antes de dormir. Claro que, quando dependemos de uma paixão para não morrermos de aborrecimento, geralmente não estamos muito abertas a reparar que ele é mais chato que o patrão, rói as unhas, fica acordado até às quatro da madrugada a plantar tomates no Farmville e não vê água desde que o ‘Titanic' afundou (e ele não ia lá dentro).

O que correu mal no passado

Ele desviou os olhos e achámos que estava perturbado, ficou calado e pensámos que a paixão lhe estrangulava as cordas vocais, e deu de caras connosco à esquina porque andava a seguir-nos pela calada (pensámos nós). Afinal, ele estava era desinteressado, não tinha conversa, e andava mesmo perdido...

O que pode correr bem no futuro

Você encontra um homem e em vez de pensar: ‘pronto, é um bocadinho estrábico e não faz muito o meu género, mas a forma como levanta a sobrancelha esquerda é bastante encantadora', pensa: ‘este homem não nasceu para mim'. Nessa noite conhece um amigo de amigos que, ele sim, é giro e tem conversa. Pronto.

3.Não mostre tudo

As mulheres não são visuais. Podem passar-nos trinta vezes à frente a piscar-nos o olho que a gente a única coisa que lhes diz é: "Desculpa, Bernardo Maria, podes sair da frente da televisão que vai começar o ‘Perfeito Coração'?" Em contrapartida, se nos sussurrarem algo ao ouvido (de preferência o esquerdo, segundo concluíram os estudos), até podem ser as cotações da Bolsa que vamos amá-lo. Com os homens, não perca tempo a sussurrar-lhes ao ouvido, até porque são todos um bocado surdos.Continuam a amar minissaias e decotes. Enfim, se não quiser apanhar uma broncopneumonia no primeiro encontro (ao contrário daquilo que nos dizem, não vale a pena morrer por amor), leve casaco e tire-o só dentro do restaurante/bar/casa/abrigo de montanha. Não esqueça os saltos altos: mas se não se sentir confortável, mais vale ir de ténis do que passar o serão a cambalear como se tivesse tomado três cachaças antes de sair. Convém esquecer as botas acima do joelho, eles acham que estão a sair com um pescador de camarões à espera da maré. Também não adoram botas pontiagudas, acham que se a coisa der para o torto lhes podemos dar com elas nos, enfim, tornozelos.

O que correu mal no passado

Ele tocou-lhe à porta e você apareceu-lhe com um lindíssimo conjunto de lingerie vermelha com umas sexy peninhas à frente. Ele fartou-se de espirrar e de dizer que era alérgico a pássaros desde que tinha sido atacado por uma gaivota na Carrapateira aos quatro anos, e nunca mais lhe tocou à porta. Nem ao telemóvel. Nem em mais nenhum - chuif! - botão...

O que pode correr bem no futuro

Vista qualquer coisa sexy, mas que não lhe dê o aspecto de quem acabou de sair de uma casa de alterne, senão vão pensar que a mãezinha dele tinha razão e que ele devia era ter saído com a Patrícia Isabel, que é vizinha da mãezinha dele.

4.Confie em si

Imagine que deu com o tal que é giro e tem conversa, sendo que A) Não estão na Final da Taça, B) Não é extraterrestre (ou se é, não tem sotaque) e C) Parece interessado em si. Não se enfie no armário dos atoalhados e não se ponha na cozinha a arrumar a loiça, a não ser que queira um fantástico affair com a Bimby. Mostre-se!

O que correu mal no passado

Achou que ele nunca se ia interessar por alguém e que a coisa mais interessante que fez na vida foi um painel com o Rato Mickey em ponto-cruz para oferecer à tia Adélia.

O que pode correr bem no futuro

Se não nasceu já a dizer ‘olá mamã, sou fantástica, falo quatro línguas (duas vivas, duas mortas), tenho um mestrado em Teleportação quântica e sou cinturão verde-cianeto em kickboxing, saiba que a autoconfiança é um músculo: também se treina. Claro que não é chegar à sala, seleccionar a vítima e espetar-lhe um palmadão nas costas que o atira em voo picado até à mesa dos salgadinhos, nem passar a noite a contradizer tudo o que ele diz, a não ser que seja futebol, se for futebol, pode dizer o que quiser, pode dizer que o Cristiano Ronaldo estava melhor no Manchester United, já não perdia com equipas da terceira divisão nem tinha bruxos a fazer-lhe macumbas às pernas, que ele vai amar (caso não seja o Cristiano Ronaldo, claro). Mas os homens admiram quem tem conversa. ~

 

5.Não leve o passado às costas

Assim que encontrar alguém, controle o impulso para lhe contar que o seu ex ao fim de três anos de conto de fadas a enganou com a sua melhor amiga, e que quando chegava mais tarde a casa ou a um encontro dizia que tinha uma reunião, ao menos sempre podia ter arranjado desculpa mais imaginativa, mas não, reunião, e ‘imagina tu que o chefe quer o relatório para amanhã', coitado do chefe, que andava 
a jogar golfe na Quinta da Beloura e nem sabia o nome dele.

O que correu mal

O pobre que a ouve começa a ficar com o olhar vidrado, começa a virar as orelhitas para a mesa de trás, mas você vai tão lançada que nem dá por isso, previne-o já que não está para casos sem consequências, que esta vez é que vai ser a sério, e quando ele se levanta com uma desculpa esfarrapada, pensa ‘são todos iguais'.

O que pode correr bem

Em vez de lhe dizer logo que está a pensar nele como futuro pai/padrasto dos seus filhos e dono dos seus cães, relaxe. Deixe-se ir. O que for será (ou não). Peça mais um café, que agora até se descobriu que faz bem ao colesterol, ao contrário dos desgostos de amor.

 

6.Tenha estratégia de marketing

Toda a gente é a sua própria ‘marca' e temos de saber ‘vender-nos' bem. Como?Puxando pelos seus pontos fortes e escondendo os fracos. Nada nos obriga a dizer no primeiro encontro: "Olha, Bernardo Maria, antes de me conheceres melhor gostaria que soubesses que nunca consegui manter um emprego, tenho três verrugas em locais que a minha modéstia me impede de mencionar, ressono que nem o quartel de bombeiros de Alcabideche, sou invejosa e desonesta, e o meu IMC é superior a 30."

O que correu mal no passado

Achar que, quem gostar de si, tem de gostar de si ‘por aquilo que você é'. Tudo bem: mas não lhe mostre TUDO já! Vá com calma!

O que pode correr bem no futuro

Seja diferente! Descubra qualquer coisa original que tenha feito na vida, mesmo que nunca se tenha atirado de parapente sobre a serra do Marão soltando gritos de alegria. Ele vai ficar tão impressionado quando você lhe confessar que fala italiano fluentemente e sabe fazer Torresmos à Madeirense que, depois disso, não há nada que lhe chamusque o encanto. Enfim, convém ir com calma naquela história das verrugas.

 

Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Sábado, 08.05.10

George Clooney já foi considerado o homem mais sexy do mundo, mas continua a encantar com o charme da sua voz

Não é preciso um sussurro no ouvido, basta o tom certo para nos levar às nuvens. O aparelho vocal pode ser a verdadeira arma da sedução, saiba porquê.

 

Lembro-me da minha avô durante anos estar apaixonada pela voz de um lucotor de rádio, mas assim que o viu na TV caiu na desilusão. Por norma, quando alguém escuta uma voz pela rádio ou televisão, projecta logo uma imagem da pessoa - consegue imaginar o físico, a idade e até o nível cultural. E a decepção vem muitas vezes.

Também no jogo da sedução a voz tem um papel vital, mas pode haver o reverso da medalha. Vários estudos revelam que pessoas com voz atraente são mais activas sexualmente. Já as mulheres interessam-se sobretudo por homens de voz grave que têm um maior nível de testosterona. Elas podem até não saber, mas o timbre grave aumenta a probabilidade de uma bem sucedida reprodução genética.

Vozes monocórdicas captam também a atenção dos saltos altos. Segundo um estudo das Universidades da Califórnia e da Pensilvânia, citado pelo Telegraph , o timbre monótono masculino é valorizado pelas mulheres pelos valores que lhe são associados, como a independência, o poder e a confiança. Daí vozes como as de George Clooney ou Clint Eastwood serem consideradas irresistíveis.

Das 150 vozes analisadas, aquelas que foram consideradas mais sensuais pertenciam a homens que foram mais precoces a iniciar a sua vida sexual e que eram mais infiéis. Por isso, para escolher o pai dos seus filhos, pense duas vezes antes de ouvir a voz que a leva ao céu...ou não.

 

Via A vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Segunda-feira, 26.04.10

Chamam-lhe “SS”. Chamam-lhe “SS” ou “Sempre Só” ou “Serralheiro Solitário” e riem-se. Riem-se como se o isolamento não doesse. Quando o souberam desaparecido, alguns colegas da cooperativa de ensino que frequenta em Riba de Ave julgaram que se atirara ao rio. Não imaginaram que tivesse caído numa suposta rede de tráfico humano.

Fora “referenciado” na escola. Quão difícil seria chegar ao coração de um solitário rapaz de 15 anos, oriundo de uma família numerosa, carenciada, com um pai ausente, a trabalhar em Barcelona, e uma mãe um tanto alienada por algum consumo de bebidas alcoólicas? Uma mulher ter-se-á feito passar por uma miúda da sua idade. Paulo (nome fictício) “encontrava-se” com ela na Net. Primeiro, no seu INSYS, oferta do e.escola, programa pensado para facilitar o acesso dos alunos do 5.º ao 12.º ano à sociedade de informação. Depois, num dos dois computadores do Café Triângulo, a uns 50 metros de casa, mesmo à entrada da zona urbana de Vizela.

Algo não batia certo. Amiúde, livrava-se das irmãs que com ele vivem – uma mais nova e outra mais velha – antes de descer o asfalto até ao café. Não gostava de usar o computador na presença se outros. Se alguém estivesse a usar um, abstinha-se de usar o outro. As más-línguas já se acotovelavam frente ao rapaz baixo, moreno. Pelos gestos delicados, julgavam-no a falar com alguém do mesmo sexo.

Naquela segunda-feira, 12 de Abril, saiu de casa cedo, como é seu costume em dias de aulas. Está a tirar um curso de educação e formação, que lhe dará equivalência ao 9.º ano e que poderá fazer dele um serralheiro mecânico. Não seguiu até à Didáxis, cooperativa de ensino. Em vez de ir às aulas, apanhou o comboio para o Porto, na ânsia de ver a amada. Na estação de comboios, olhou para um lado, olhou para outro: ninguém com um rosto igual ao que aparecia nas fotografias que ele tantas vezes contemplara. De repente, aproximam-se uma mulher e três homens. Conduziram-no, sob ameaça, a Santa Mariña do Monte, na zona rural de Orense, já do outro lado da fronteira.

Isto mesmo contou, primeiro, à Polícia Nacional (Espanha), depois, à Polícia Judiciária (PJ) e, entretanto, a alguns vizinhos baralhados com as versões contraditórias que circulavam de boca em boca. Parte do jogo de sedução há-de estar no telemóvel e no portátil que esta quarta-feira, na GNR, mostrou à PJ.

Sai das aulas às 17h30 ou às 18h30 e apanha o autocarro perto das 19h. Naquela segunda-feira, a noite caiu e não entrou na casa de pedra caiada e pintada de amarelo. Preocupada, a mãe cruzou o portão verde e virou à direita, em busca de um rapaz que também frequenta a Didáxis. O vizinho já chegara. Passavam uns minutos das 20h. O tio do rapaz, dono de um armazém situado na rua atrás, aconselhou-a a esperar mais um pouco. Por volta das 22h, levou-a à GNR. Escaldados com histórias de adolescentes que se atrasam ou escapam, os militares mandaram esperar. À meia-noite, a mãe e o vizinho tornaram ao posto – a tentar forçar diligências.

No dia seguinte, a notícia correu veloz. Um tanto conscientes da crueldade que reservam a Paulo, alguns colegas emudeceram. Teria posto fim à vida, como o miúdo de 12 anos que se atirara ao Tua? Naquele mesmo dia, telefonou à mãe a dizer que estava bem, que estava no Porto, que estava a trabalhar. A mãe tentou saber mais. A chamada foi cortada de forma abrupta.

Alguns vizinhos encontraram sentido: a família era apoiada, tivera sete filhos e perdera um; os três mais novos estariam ou já teriam estado debaixo de olho da protecção de menores. A PJ do Norte, porém, não se fiou na teoria da partida por vontade própria em busca de ganha-pão. A chamada ter-lhe-á, de resto, permitido perceber que estava em Orense. Impunha-se pedir colaboração a Espanha.

Os espanhóis resgataram-no na quinta-feira, 15 de Abril. Dormia num colchão esfarrapado, fechado numa cave, rodeado de sujidade, de desperdícios, de sucata. Terá sido forçado a trabalho árduo. Quem vivia perto nem desconfiava e tê-lo-á visto embrenhado em tarefas diversas.

Aquela era a casa de um casal metido consigo próprio. Empenhado na recolha de sucata, faria algum trabalho no campo, em Monterrei, outro município da província. E, numa quinta, ali mesmo, em Santa Mariña do Monte, teriam coelhos, galinhas e outros animais domésticos.

Naquele dia, as autoridades detiveram o casal e um homem que terá colaborado no alegado sequestro – os três aguardam, agora, julgamento no Estabelecimento Prisional de Pereiro de Aguiar, em Orense. Volvidos três dias, detiveram um irmão de um deles, em Madrid. A PJ e a PN investigam eventuais ligações entre este caso e casos de tráfico de pessoas para exploração laboral ou mesmo escravatura protagonizados por indivíduos que se movem entre Portugal e Espanha e que tanto usam documentação portuguesa como espanhola.

À entrada de Vizela, já não há pachorra para jornalistas. Familiares e pessoas próximas – como a vizinha que faz as vezes de encarregada de educação de Paulo e auxilia a família conforme pode – têm indicações da PJ para não falar. E acusam desgaste com o tratamento que o caso mereceu. Na escola, continuam a chamar-lhe “SS” ou “Sempre Só” ou “Serralheiro Solitário”. Às vezes, no recreio, as raparigas rodeiam-no, agarram-no, acompanham-no. Só para rir.

Ana Cristina Pereira

Público

24 de Abril de 2010

 

Via Meninos de ninguém



publicado por olhar para o mundo às 10:06 | link do post | comentar

Domingo, 31.01.10

 Admito: gosto de ser seduzida. Em bom português, gosto que "me dêem música". Mas será que hoje em dia os homens ainda o sabem fazer... como deve ser?

Um homem não tem de ser um Don Juan para ser um bom sedutor
Um homem não tem de ser um Don Juan para ser um bom sedutor
 

Glamour, meus amigos, glamour. Mesmo que o vosso intuito seja apenas querer levar-nos para a cama, o charme, glamour e boas maneiras fazem parte do pacote ideal para seduzirem qualquer mulher. Um belo carro não impressiona. Já abrirem-nos a porta de um qualquer chaço a cair de podre, deixa-nos a pensar duas vezes...

Será que deixarem-nos passar primeiro, puxarem-nos a cadeira para sentar, tirarem-nos o casaco ou oferecerem-nos flores tem de estar fora de moda? Compreendo que cada vez mais as mulheres estão independentes e com ar de quem não quer saber de romance para nada. Mas acreditem: devem-se contar pelos dedos as que não gostam destes pequenos gestos. Meus senhores, a era dos feios, porcos e maus já vai longe!

Alguns conselhos (e com isto estou a atraiçoar o mundo dos saltos altos, mas vá...): Não nos tentem saltar em cima logo no primeiro encontro (esperem, pelo menos, pelo segundo!). Não nos convidem para jantar se não tiverem dinheiro para o pagar... por mais independente que a mulher seja, quando é convidada, é convidada. Não sejam desmazelados num encontro... por mais que não se ligue às aparências, percebermos que o homem teve a preocupação de querer vir "bonito" para estar connosco deixa-nos derretidas. Tenham sentido de humor (inteligente!)... não há nada pior do que um homem carrancudo.

Façam-nos sentir desejadas. Mas por favor: com glamour! E isso não passa por uma camisa branca com peito à mostra, quilos de gel no cabelo ou gabarem-se durante horas dos vossos feitos. Dúvidas?

Via A Vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 18:07 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Sexo na ponta da língua

Aprenda a seduzir na Eros...

Sexo, Os segredos da sedu...

Sexo, Dicas para fazer um...

Sexo no primeiro encontro

Sexo: Técnicas de Sedução

As 10 primeiras coisas qu...

Como seduzir um homem em ...

Sedução: Vozes que fazem ...

Foi seduzido por uma mulh...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados