Quarta-feira, 23.06.10

São João no Porto

No Porto e em Braga, hoje é noite de festa. Saiba onde comprar os manjericos mais frescos, onde comer as melhores sardinhas e prepare-se para os martelinhos

 

 

Dona Amélia

Dona Amélia tem um ar jovial, mais fresco que os manjericos que ordeiramente encarreira no chão do Mercado do Bolhão, no Porto. Faz cerimónias para tirar a fotografia, mas não demora a pôr-se a jeito. É tudo uma questão de charme. Mulher que se preze não se deixa convencer à primeira. “Assim está bem?”, pergunta, enquanto penteia o cabelo branco, deixando antever um par de brincos de ouro. “Aqui é a minha casa, menina. Venho para aqui desde os dez anos”, ri e agarra-nos o braço, queixando-se da crise. “Olhe, o que eu ganho, nem dá para o bilhete”, suspira. “Está a ver aquele leque? Está cá há 15 anos, trouxe-o da minha casa. Ninguém lhe pega”, diz, soltando uma gargalhada farta.

 

Maria de Castro

De rádio sintonizada numa estação de música, Maria de Castro, 57 anos, está atrás do balcão em paz com a vida. A crise não chegou às sardinhas. “Agora ainda é cedo, filha. As pessoas não vão comprar já as sardinhas senão elas até ao São João ficam todas engrameladas, filha.” Engrameladas? “Sim, filha, como é que eu hei-de dizer, moídas, percebes? Mas as minhas são tão frescas, que até parece que se mexem.” “Quando acabei a 4.a classe vim directinha para cá, este foi o meu primeiro emprego. A peixaria já era da minha avó”, conta. Pedimos para tirar uma fotografia. Voltou a ser difícil, talvez seja um pré-requisito das mulheres do Bolhão. “Anda lá, filho, tira a fotografia. Ó valha-me Deus”, diz impaciente.

 

José Pinto

José Pinto, presidente do grupo de folclore de Braga a Rusga de São Vicente, vai a correr trajar-se para a fotografia. É um entusiasta que não deixa morrer a tradição. “Queremos pôr toda a gente a dançar. A ideia é transmitir às pessoas que o folclore tradicional não tem necessariamente de estar aliado a roupa a cheirar a mofo. Quem vier dançar connosco vai ter um arco próprio para desfilar.” A Rusga de São Vicente faz 45 anos na noite de São João. “Achámos que era uma boa altura para lançar um repto aos bracarenses enquanto foliões, para que interagissem com a cultura tradicional.” Se quer aprender a dançar é agora. “Às vezes as pessoas ficam tão entusiasmadas que até prejudicam o andamento”, diz.

 

Américo Cachadinha

“Vai um copinho de vinho?”, pergunta Américo Cachadinha, 68 anos, que desde os 20 monta a tenda junto à ponte e vende bacalhau, sardinhas e caldo verde aos foliões do São João bracarense. “Ofereço de coração, mas não bebo porque estou a trabalhar. Fui agora a Monção buscar duas pipas”, diz, esperando o entusiasmo da plateia para continuar a história. “Uma vez duas senhoras precisavam de boleia. Quando entraram no carro veio um cheiro tão grande a aguardente que até fiquei zonzo. Para mal dos meus pecados fui parado por um polícia. E ele disse: ‘Ó Cachadinha, o seu carro parece um alambique.’ E pronto, lá fui eu fazer o teste sem culpa nenhuma.”

 

João Reina

“Não há festa mais bonita que o São João no Porto, então aqui a bordo ainda é mais linda”, diz o mestre João Reina, ao leme do barco da Douro Azul que conduzirá pelas águas do rio na noite da festa. No barco rabelo poderá jantar o menu tradicional: caldo verde, sardinhas, fevras e vinhos, e dar ainda uns passinhos de dança, antes do fogo-de-artifício. “Já andei por muitos sítios deste mundo, de Moçambique ao Gabão, e nada é mais lindo que isto. Uma vez, estava na Noruega a pescar bacalhau e apanhei tamanho susto, valha-me Deus. Estava sozinho a comer uma sandes, a nevar em cima de mim e quando olhei para o fundo vi um monstro. Até podia ser uma foca, mas eu pirei--me a sete pés cheio de medo”, ri.

 

 

Francisco Araújo

Francisco Araújo começou a esculpir santos e anjinhos na oficina do pai quando tinha 11 anos. Mas depois de 36 a trabalhar a madeira, começou a apaixonar-se pelo mármore. “É mais difícil, mas não podemos ficar atrás da concorrência, não é?” De qualquer das formas, clientela não lhe falta e as figurinhas religiosas (não estivéssemos nós na cidade dos arcebispos) vendem-se como pãezinhos quentes. “Já me pediram de tudo, até uma mulher enorme toda nua”, ri. O São João em Braga é conhecido pelas barraquinhas que se estendem avenida afora. Na Associação de Artesãos do Minho há bombos, pífaros, brinquedos tradicionais, louça típica, pandeiretas e castanholas.

Programa de festas

PORTO

10h00 -Percursos turísticos pedestres dirigidos a turistas que visitam o Porto. Participação gratuita

 

22h00- Começam os concertos: Orquestra Nacional do Porto, Trabalhadores do Comércio e Blind

Zero. Os Buraka Som Sistema actuam às 3h00

 

Todo o dia - Cascata de S. João em movimento. Entrada livre

 

BRAGA

22h00- Cortejo de Rusgas, Bandas Filarmónicas, Gigantones e Cabeçudos, Gaiteiros, Bombos e Zés P’reiras

 

01h00 - Tradicional sessão de fogo-de-artifício no alto do Monte do Picoto sobre o Terreiro de S. João e Rio Este

 

20h00 - A fadista Ana Moura encerra as festas no dia 24 de Junho

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 13:35 | link do post | comentar

Sexta-feira, 11.06.10

Como divertir-se a sério nos santos populares

 

01 Os dias (e sobretudo as noites) são de festa. Para se divertir sem qualquer tipo de preocupação, como o local onde deixar o carro bem estacionado ou ter de contar os copos de sangria que bebe, utilize os transportes públicos, seja o metro (que estará a circular fora dos horários habituais) ou um táxi, o eléctrico ou o autocarro.

02 Ouça o fado a andar de eléctrico. Na carreira 28, dia 11 e 13 de Junho, às 16 e às 19 horas, o fado tem um novo palco que desliza do Martim Moniz aos Prazeres, passando pela Graça, Alfama, Bica e Bairro Alto. Durante a viagem os passageiros têm a oportunidade de escutar o estilo de fado mais tradicional e castiço de Lisboa.

03 Não perca a Festa do Fado no Castelo de S. Jorge, dia 11 de Junho, pelas 22 horas, onde Pedro Moutinho, um dos intérpretes mais representativos da nova geração do fado, Prémio Revelação da Casa da Imprensa com "Primeiro Fado" e Prémio Amália Rodrigues para o melhor disco do ano, convida Tiago Bettencourt para um encontro em palco de dois géneros musicais que, apesar de diferentes, se cruzam.

04 Inspire um pouco do espírito romântico de Santo António, o santo casamenteiro, e assista aos famosos casamentos que animam a cidade. Este ano, são 16 os casais que juram amor eterno, celebrando matrimónio dia 12 de Junho, sábado, pelas 14 horas, na Sé Catedral de Lisboa, seguindo-se o habitual desfile dos carros antigos e o copo de água. 

05 Espreite as emblemáticas Marchas Populares na Avenida da Liberdade, onde os clubes e associações recreativas de bairros típicos como Alfama, Madragoa, Graça, Benfica, Mouraria ou o Castelo, entre outros. Descem pela Avenida, competindo pela melhor marcha, música, vestuário e coreografia. As 20 marchas participantes na edição deste ano, sob o mote das Comemorações do Centenário da República, apresentam-se num grande desfile alegórico ao som de música popular tocada e cantada ao vivo.

06 Comece a noite de festa no Comes e Bebes, com miradouro com vista sobre o Tejo e a cidade, a comer bifanas e sardinhas e passe na tradicional Tasca do Jaime, na Rua da Graça, para comer um pastelinho de bacalhau quente da D. Laura.

07 Experimente todas as especialidades gastronómicas de Santo António, como as sardinhas assadas na brasa, as suculentas bifanas grelhadas e a deliciosa sangria. Participe num arraial popular pela noite fora, onde não faltam o caldo verde, o pão com chouriço, os manjericos, a cerveja, o vinho tinto e muita animação. O acesso é livre e os arraiais espalham-se pelas freguesias e bairros mais típicos de Lisboa, como Alfama, Mouraria, Bica e Ajuda.

08 Assista ao espectáculo de Sérgio Godinho na Casa Fernando Pessoa no sábado, dia 12 de Junho, na véspera das comemorações do aniversário do nascimento do poeta, com entrada livre, a partir das 22 horas. Ou a partir das 23h59, nessa mesma noite, assista às Noites de Fado, na Fábrica Braço de Prata. Três músicos e um fadista, que faz as honras da casa, convidam outros fadistas espontâneos a cantar ou a tocar na "Jam Session Fadista" que a noite propõe. O anfitrião Hélder Moutinho (voz), Ricardo Parreira (guitarra portuguesa), Marco Oliveira (viola de fado) e Yami (baixo) esperam por si.

09 Visite o Clube de Fado em Alfama, paredes-meias com a Sé de Lisboa, onde poderá jantar ao som de fadistas de renome. Aproveite e formule um desejo no Poço do Moiro, mas tenha cuidado com o que pede pois o seu desejo pode mesmo realizar-se.

10 Dê uma moedinha "pró Santo António" no Largo da Igreja de São Miguel, a uma das crianças que por aí andam a pedi-las. Aproveite e prove o arroz doce do Café Ginja de Alfama. 

11 Delicie-se com uma fartura tradicional no Campo das Cebolas, onde há música pimba até às quatro da manhã no famoso arraial de Jesus Velez.

12 Sintonize-se com o Red Bull Music Academy Radio Pirate Popular Soundclash 2010, emitido a partir de um barco, o Príncipe Perfeito, que no dia 12 de Junho lançará âncora no Tejo entre as seis da tarde e as 3 da manhã, para servir de base para um assalto às ondas de rádio de Lisboa. A animação será conduzida por Violet, DJ Mpula e Rui Miguel Abreu e a ementa de sabores irá do fado ao funk, do dubstep ao reggae, do rock e da folk até ao techno e ao electro. Nos soundsystems montados nos Miradouros do Adamastor e de São Pedro de Alcântara ou em cada esquina, janela, viela e automóvel onde haja um par de colunas ligadas nesta frequência de celebração, a emissão de nove horas vai invadir Lisboa com ritmos arrasadores.

13 Experimente mandar uma moedinha à estátua de Santo António no Largo da Sé. Se a moeda ficar no livro que o Santo segura na mão, prepare-se porque a sua vida vai mudar...



publicado por olhar para o mundo às 20:06 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

São João

Dicas para se divertir a ...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...