Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

12
Ago09

Aung San Suu Kyi condenada!

olhar para o mundo

Liberdade para Aung San Suu Kyi

 

Imagem do Público

 

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, exigiu hoje a libertação da chefe da oposição birmanesa, Aung San Suu Kyi, horas antes condenada a mais 18 meses de privação da liberdade. O Presidente dos EUA, Barack Obama, juntou-se também ao coro unânime de crítica da comunidade internacional: “A acusação e a condenação de Aung San Suu Kyi viola os princípios universais dos direitos do homem”, disse, em comunicado.


Obama recordou ainda os outros prisioneiros políticos da Birmânia, que a junta militar vai prometendo libertar mas não liberta: “A decisão injusta de hoje recorda os milhares de outros presos que, como Suu Kyi, estão privados de liberdade como querem um Governo que respeite a sua vontade, os desejos e aspirações de todos os cidadãos.”

A União Europeia (UE) anunciou entretanto que vai endurecer as sanções à Birmânia, devido à sentença. A França e o Reino Unido pediram embargos globais de armas e de relações económicas com o regime birmanês, que tem conseguido sobreviver graças aos laços comerciais com a China, a Índia e a Tailândia.

A Noruega pediu ao secretário-geral das Nações Unidas uma resposta internacional a esta nova medida da junta militar birmanesa. “As autoridades birmanesas demonstraram, com esta sentença iníqua, a sua decisão de ignorar as mensagens da comunidade internacional”, disse em comunicado o Presidente francês, Nicolas Sarkozy.

Iniciativa de 14 Nobel

A Suécia, que está este semestre na presidência da UE, disse que o grupo vai reforçar as medidas restritivas contra o regime dos generais, incluindo os seus interesses económico. O primeiro-ministro sueco, Fredrik Reinfeldt, afirmou que a nova condenação de Suu Kyi, que começou por ser detida há 20 anos, viola o direito nacional e internacional.

Quanto ao seu colega britânico, Gordon Brown (ver artigo nas páginas de opinião), disse estar “entristecido e furioso” com a “monstruosa” sentença motivada por o cidadão norte-americano John William Yettaw ter violado as normas da detenção domiciliária da chefe da oposição ao ter nadado em Maio até à casa dela.

E também 14 laureados com o Nobel da Paz solicitaram à ONU, numa carta aberta aos membros do Conselho de Segurança, que faça um inquérito sobre os “crimes contra a Humanidade” cometidos pela Birmânia. Este órgão reuniu-se esta madrugada para discutir o tema. Entre os Nobel encontram-se o Dalai Lama, o Presidente timorense, José Ramos-Horta, o antigo Presidente soviético Mikhail Gorbatchov e o arcebispo sul-africano Desmond Tutu.

Nos próximos dois meses, o Reino Unido e os EUA ocuparão a presidência do Conselho de Segurança, “pelo que é a melhor oportunidade de este actuar”, comentou a organização de activistas Avaaz, segundo a qual “o tratamento dado a Suu Kyi é apenas a ponta do iceberg da brutalidade do regime birmanês”.

O ministro português dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, comentou que, “dada a natureza do regime, nada fazia esperar outra decisão” que não fosse punir a Nobel da Paz de 1991 por permitir que um estrangeiro não convidado entrasse em sua casa.

De visita a Goma, na República Democrática do Congo, a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, voltou a pedir a sua libertação; e também a John Yettaw.

A chefe da diplomacia dos Estados Unidos manifestou-se preocupada por o seu compatriota ter sido condenado a sete anos de cadeia, com trabalhos forçados. Sabe-se que é asmático, sofre de diabetes e teve recentemente na prisão brimanesa uma série de ataques epilépticos. “A junta birmanesa deve acabar imediatamente com a repressão”, acrescentou Clinton.

 

Via Público

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D