Terça-feira, 13.04.10

 

Letra
Alguém já me disse
Qu´esta vida são dois dias
Toca a despachar
A festa vai começar
Alguém trouxe pão
Alguém trouxe vinho
Nós trazemos música
Outros o carinho
...
Tu faz-te ao caminho

Acendam as luzes
Acendam as fogueiras
Aticem essas brasas
Retirem as cadeiras
Quero esta festa toda decorada
Com fitas de cores
E gente animada

Ouviu-se o foguete
estalando no ar
Rebentamos com a música
Quero tudo a saltar
Sorriso bem aberto
as duas mãos ao ar
Tu chega-te mais perto
Ensina-me a dançar

Menina bonita
Sentada lá no canto

Deve estar à espera
D´alguém que vem de longe
D´alguém que se atrasou
Deve estar a chegar
Ela alisou a roupa
E sorri com o olhar 

E tomaram-se nos braços
E voltaram-se no ar
E dançaram toda a noite
E acabaram por se amar
sorriso bem aberto
as duas mãos ao ar
Tu chega-te mais perto
Ensina-me a dançar

E a rapaziada
Parece já cansada
vamos todos lá abaixo
Trazê-los de mãos dadas
E podem começar
Outra vez a saltar
Outra vez a pular
A festa vai continuar
E já pode vir pra cima
As duas mãos ao ar
A vida são dois dias
E eu já sei dançar

E tomaram-se nos braços
E voltaram-se no ar
E dançaram toda a noite
E acabaram por se amar

 



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Sexta-feira, 16.10.09

 



Letra

 

Alguém já me disse

Qu´esta vida são dois dias

Toca a despachar

A festa vai começar

Alguém trouxe pão

Alguém trouxe vinho

Nós trazemos música

Outros o carinho

...

Tu faz-te ao caminho



Acendam as luzes

Acendam as fogueiras

Aticem essas brasas

Retirem as cadeiras

Quero esta festa toda decorada

Com fitas de cores

E gente animada



Ouviu-se o foguete

estalando no ar

Rebentamos com a música

Quero tudo a saltar

Sorriso bem aberto

as duas mãos ao ar

Tu chega-te mais perto

Ensina-me a dançar



Menina bonita

Sentada lá no canto



publicado por olhar para o mundo às 11:58 | link do post | comentar

Quinta-feira, 15.10.09

 



Letra

 

Tu, a única das amantes
arrepias-te à chegada
da escolha que traçaste
na procura de alguém
que não sabes ser.

Tens o mundo a teus pés
à espera que o empurres
uma vida à frente
que só tu podes viver.

Vejo-te ir pelas ruas
contar o tempo que passou
ver nascer um novo dia e sentir
o medo de ele nunca chegar.

Tens o mundo a teus pés
à espera que o empurres
uma vida à frente
que só tu podes viver.

Vejo-te ir pelas ruas
contar o tempo que passou
ver nascer um novo dia e sentir
o medo de ele nunca chegar.

Tens o mundo a teus pés
à espera que o empurres
uma vida à frente
que só tu podes viver.

Que te faz correr tão rápido
que te faz viver assim
não tenhas pressa de encontrar
a nota certa do destino
que te espera, lá ao longe.

Tens o mundo a teus pés 
à espera que o empurres
uma vida à frente 
que só tu podes viver



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Sábado, 29.08.09



Letra

 

Refrão
pararara parararara pararara parararara pararara pararara


Quando eu era pequenino 
Quando eu era pequenino
Acabado de nacer 
Acabado de nascer
Ainda mal abria os olhos 
Ainda mal abria os olhos
Já eram para te ver
Já eram para te ver

Refrão
pararara parararara pararara parararara pararara pararara (bis)

Quando eu já for velhinho 
Quando eu já for velhinho 
Acabado de morrer 
Acabado de morrer 
Olha bem para os meus olhos 
Olha bem para os meus olhos
Sem vida hão de te ver
Sem vida hão de te ver 

Refrão
pararara parararara pararara parararara pararara pararara (bis)

Tuturututurotro Tuturoro pam pam pam pam pam pam 
Quando eu era pequenino
Quando eu era pequenino 
Acabado de nascer 
Acabado de nascer 
Ainda mal abria os olhos
Ainda mal abria os olhos 
Já eram para te ver 
Já eram para te ver

Refrão
Refrão
pararara parararara pararara parararara pararara pararara (bis 3x)



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24.07.09

 



Letra

 

Se te amo

 

 

Nada em terra e céu, nos pode ensinar
o que vai na alma, de alguém que recusa
deitar sobre o chão.
Eu não.

Oh, se te amo
se não tenho
oh, a vergonha
de o dizer.

E nunca esse acaso ou lei, eu entendi
o homem que em vão se agita
tão perto do mundo, tão longe de Deus.
Eu não.

Oh, se te amo
se não tenho
oh, a vergonha
de o escrever.



publicado por olhar para o mundo às 12:10 | link do post | comentar | ver comentários (1)

mais sobre mim
posts recentes

Música Portuguesa do dia:...

Música Portuguesa do dia:...

Música Portuguesa do dia:...

Música Portuguesa do dia:...

Música Portuguesa do dia:...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados