Quarta-feira, 22.12.10

Os portugueses e o natal

 

Via HenriCartoon

 

Um bom natal a todos... e ja´sabem, não peçam muito que a coisa não está para luxos



publicado por olhar para o mundo às 09:54 | link do post | comentar

Segunda-feira, 21.12.09

Lingerie, chega o natal e acabam os preconceitos

 

 Já lá vai o tempo em que o Natal era a época de paz, amor e união entre os povos. Hoje, Natal é sinónimo de lingerie. Leu bem, não precisa de voltar atrás. Nesta altura do ano os homens portugueses perdem a vergonha e entram nas lojas de roupa interior para comprar peças atrevidas, com rendas, cintos de ligas e tudo a que têm direito. Para oferecer às mulheres e namoradas, claro.


O processo é o seguinte: o homem português vai de carro e passa pelo outdoor da Helena Coelho, Rainha do Natal, em lingerie vermelhacinto de ligas e estrelas douradas. O homem português trava, arregala os olhos, decora a marca publicitada pela rapariga seminua e imagina a suamulher/namorada/amante/companheira na mesma pose.

Ou: o homem português está na paragem à espera do autocarro e de olhos postos no mupi estrategicamente colocado do seu lado direito. O homem português perde três autocarros porque não desvia os olhos da menina da Intimissimi, numa lingerie romântica e ar provocador. Chega atrasado ao trabalho mas com uma decisão tomada: comprar uma daquelas (lingerie, não uma menina da Intimissimi) e dar de presente à mulher/namorada/amante/companheira.

Nuno Martins, guionista de 33 anos, confere: "A ideia de oferecer lingerie não é a de oferecer roupa interior para usar no dia-a-dia, isso não tem piada. Nenhum homem no seu perfeito juízo vai a uma loja de lingerie e pede um pack de três cuecas brancas, daquelas basicazinhas. Deve oferecer-se lingerie que a mulher não está habituada a usar, ou por ser demasiado ousada, ou demasiado cara, ou de muito boa qualidade, mas ao mesmo tempo sexy."

Clara Tehrani, uma publicitária de 28 anos, concorda: "Podre de sexy, daquelas que eu nunca compraria, porque tenho uma maneira de gastar dinheiro demasiado prática, mas que adoro e fico sempre triste por não ter mais."

Para ela, lingerie "é um presente que não mente". "Se o meu namorado me der lingerie sexy, a relação está bem e recomenda-se. Se der uns boxers de algodão é melhor ligar o alarme porque não deve faltar muito para ser ele a fingir dores de cabeça." 

A verdade é que a publicidade da Triumph, principalmente na época natalícia, é concebida a pensar no sexo masculino. Madalena Moniz Pereira, responsável pelo marketing e publicidade da marca, explica: "Nesta altura fazemos sempre a colecção de Natal com uma vertente mais sensual, que resulta numa maior procura por parte do sexo masculino." O número de vendas no mês de Dezembro, pasme-se, sobe 135% comparado com Novembro.

Sofia, funcionária de uma das lojas da marca, confirma a afluência de homens nesta altura do ano e denuncia as preferências masculinas: "Normalmente pedem corpetes, fio dental, cintos de ligas e sempre em vermelho ou preto. Na maioria das vezes pedem os conjuntos que estão na montra, todos completos." 

Na Intimissimi, uma marca italiana de roupa interior, lançada pela Calzedonia, os outdoors com belas mulheres em roupa interior também têm sucesso, segundo as empregadas de uma das lojas: "As peças que aparecem nas publicidades de rua esgotam logo. São procuradas maioritariamente por homens ou por casais."

Na La Perla, uma marca de lingerie mais sofisticada, são "as montras que falam primeiro", já que atraem o sexo masculino para o interior das lojas. Também aqui a afluência do sexo masculino aumenta nesta altura: "normalmente vêm mesmo na véspera do Natal, à procura de lingerie mais sexy e arrojada", conta Carla, funcionária da loja La Perla da Rua Castilho, em Lisboa. Segundo Manuela Saldanha, responsável pelo marketing da marca, "em relação ao resto do ano, em Dezembro as vendas sobem 50%."

Quando chega à altura de perguntar o tamanho é que a coisa descamba. Há de tudo um pouco, desde etiquetas furtivamente cortadas de outras lingeries lá de casa a tamanhos apontados à pressa em papéis guardados nos bolsos, até à clássica observação do peito da empregada como termo de comparação. Apesar destes métodos infalíveis, as trocas são incontornáveis: "No dia a seguir ao Natal as nossas lojas recebem imensas mulheres a trocar peças com os tamanhos errados", conta Madalena Moniz Pereira.

Na La Perla, o problema não são tanto os tamanhos mas as escolhas demasiado arrojadas de alguns maridos: "No dia a seguir ao Natal recebemos muitas clientes a trocar peças ousadas por outras mais simples."

Mas os tamanhos podem mesmo ser uma valente dor de cabeça e até Nuno Martins, habitué deste tipo de presentes, se vê aflito: "Confesso que ainda não percebi muito bem aquela coisa da copa B e copa C. Era bem mais simples se fosse apenas 32, 34, 36, 38, 40. Bom, se fosse sempre 38, 40 era ainda melhor." 

A mulher Triumph
 A ideia de eleger uma mulher representante da marca começou no final de 2002, com o objectivo de repromover a marca instalada há mais de 45 anos em Portugal. Marisa Cruz foi a primeira. Mas não aparecia quilómetro sim, quilómetro não nas cidades. Dava o corpo ao manifesto em catálogos e desfiles.

A senhora que se seguiu foi Isabel Figueira, cara e corpo da Triumph durante um ano. Mas a grande explosão da publicidade à lingerie deu-se com Cláudia Vieira, ex-"Morangos com Açúcar" e actual apresentadora do "Ídolos". Ela foi Rainha de Copas, Rainha da Festa, Rainha do Pólo Norte, Mulher Triumph eleita em 2007, destronada dois anos depois por Helena Coelho, que já vai a caminho do segundo ano de reinado.

Não basta ser mulher para poder ser fotografada dentro de uma lingerie Triumph e exposta por esse país fora. Uma mulher Triumph "tem de ser activa, com um papel na sociedade, uma mulher trabalhadora, com missões e maturidade e com quem as portuguesas se identifiquem." "Podem ser simpáticas e acessíveis, como era o caso de Cláudia Vieira, ou mulheres simples, com filhos e preocupações práticas, como levar a criança à escola, como a Helena Coelho." 

E, claro, ser dona e senhora de uma copa C, a atirar para o D, também ajuda.

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 18:57 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 17.12.09

Livros para oferecer no natal

 

Foi um ano em grande. O terrorismo islâmico chegou à literatura portuguesa e já provocou mais de 100 mil vítimas, maioritariamente civis. O livro de José Rodrigues dos Santos é o melhor do ano, na categoria "revisto por um ex-operacional da Al-Qaeda". José Saramago também quis despertar a fúria divina mas o melhor que conseguiu foi um debate com o padre Carreira das Neves. António Lobo Antunes publicou o seu centésimo nono romance. Aguarda-se a tradução para português. Se o ano correu bem aos vivos, os mortos também não têm razões de queixa. Stieg Larsson e Roberto Bolaño ocuparam os tops de vendas.

 

Editores e agentes literários gostam que os escritores recebam prémios, mas alguns desconfiam que é mais vantajoso matá-los. Lá fora, tudo na mesma. Philip Roth lançou mais um romance e não ganhou o Nobel. A academia sueca atribuiu o prémio a Hertha Müller, mantendo a tradição de contrariar as casas de apostas. Terminada a febre dos feiticeiros adolescentes chegou em força a febre dos vampiros adolescentes. Como se os adolescentes não fossem suficientemente estranhos. Que tal uma saga de adolescentes que estudam numa escola para adolescentes e que, em noites de lua cheia, se transformam em adolescentes mas com mais acne? Por fim, o ano ficou marcado pelo regresso de Dan Brown. O mundo sobreviveu.

1. História de Portugal €35,10 
De Rui Ramos, Bernardo Vasconcelos
e Sousa, Nuno Gonçalo Monteiro 
Bom presente porque: mais de duas dezenas de anos depois é a primeira síntese consistente da nossa história.
Vai fazer boa figura se oferecer este livro: à classe política. O conhecimento do passado é sempre um bom contributo para edificantes e proveitosos debates sobre o estado da nação. Sem inimputáveis palhaçadas.


2. Obra Poética, vol I e II €49,99

De Manuel Alegre 
Bom presente porque: Basílio Horta, Freitas do Amaral, Cavaco Silva – nenhum outro candidato derrotado nas presidenciais tem uma obra poética deste quilate.
Vai fazer boa figura se oferecer este livro: a Mário Soares. O Natal é a época ideal para reconciliações.


3. Escritos Secretos €16,11   
De Sebastian Barry 
Bom presente porque: é um labirinto narrativo baseado nas memórias de uma mulher isolada, turvadas por problemas de stress pós-traumático e circunstâncias dramáticas ligadas à história da Irlanda no século XX. 
Vai fazer boa figura se oferecer este livro: a Manuela Moura Guedes. Substitua-se Irlanda por TVI em Portugal no século XXI e tudo o que está acima descrito pode aplicar-se à situação da jornalista.


4. Barroco Tropical €16,65   
De José Eduardo Agualusa
Bom presente porque: Agualusa tem duas qualidades essenciais para o sucesso do escritor moderno: escreve bem e não é estrábico. A fotogenia faz do escritor uma figura de estilo.
Vai fazer boa figura se oferecer o livro: à filha de José Eduardo dos Santos.
 
5. Caim €13,70  
De José Saramago
Bom presente porque: os ateus também têm direito a celebrar o nascimento de Cristo. Se o puderem fazer cometendo um sacrilégio, juntam o útil ao agradável.
Vai fazer boa figura se oferecer este livro: a Deus. Como Ele está em todo o lado, poupa em portes de envio.


6. 2666 €23,45  
De Roberto Bolaño
Bom presente porque: Roberto Bolaño escreveu-o para assegurar o futuro financeiro dos filhos. Podia ter feito um seguro de vida, mas os latino-americanos têm estas manias.
Vai fazer boa figura se oferecer este livro: a uma empresa de reciclagem de papel (são mais de mil páginas).


7. A Segunda Guerra Mundial €27  

De Martin Gilbert
Bom presente porque: no ano em que se comemoram 70 anos sobre o início do conflito, esta obra permite perspectivar o passado e perceber que a História pode repetir-se. 
Vai fazer boa figura se oferecer este livro: a Barack Obama. Adequa-se ao homem que mencionou a palavra guerra mais de 40 vezes no discurso de recepção do Prémio Nobel da Paz.


8. Trilogia Millenium €59,50   
De Stieg Larsson 
Bom presente porque: Os três volumes destes romances policiais vertiginosos e atentos ao espírito dos tempos são verdadeiramente aditivos e constituem um inteligente divertimento. 
Você vai fazer boa figura se oferecer este livro: a Cavaco Silva. Em 2004, a hacker Lisbeth Salander violava com facilidade protocolos de segurança informática. Se o Presidente tivesse lido Millenium nunca teria lançado a dúvida: “Será possível alguém do exterior (...) ler os meus emails?”


9. O Tigre Branco €13,49 
De Aravind Adiga 
Bom presente porque: expõe as entranhas da Índia e destrói todos os mitos românticos em relação ao país.
Vai fazer boa figura se oferecer este livro: a todos os neo-hippies encartados seduzidos pela trilogia exotismo, sabedoria ancestral e espiritualidade. A desintoxicação é garantida.


10. O Símbolo Perdido €22,46  
De Dan Brown
Bom presente porque: é de um autor praticamente desconhecido, o que faz dele um candidato ao Nobel. Depois da Opus Dei e da Maçonaria, correm rumores que Dan Brown prepara um livro sobre a ERC.
Vai fazer boa figura se oferecer este livro: a José Rodrigues dos Santos.

E para as crianças...

Predadores 
de Lucio & Meera Santoro 
Os mais espectaculares e assustadores animais num livro com pop-up a tornarem o cenário mais emocionante. Também tem janelas e tiras com informação adicional, nomeadamente, quais estão em risco de extinção (alô Cimeira de Copenhaga!). 

Princesa Poppy – O Aniversário 
De Janey Louise Jones 
Poppy faz anos, mas ninguém parece lembrar-se, prestes a desesperar é surpreendida. Uma história simples a lembrar que as meninas são muito amadas. 

Anjos de Pijama 
De Matilde Rosa Araújo (poemas) e Maria Keil (desenhos)
Para reforçar o contacto dos mais novos com a poesia este livro, magnificamente ilustrado, é um bom companheiro . Leiam os poemas em conjunto e deliciem-se com a subtileza das palavras.

Princesas, Príncipes, Fadas e Piratas com Problemas 
Vários Autores 
Histórias em que os heróis também têm de resolver problemas variados. Pedro Sena-Lino coordenou diversos autores nacionais, alguns deles aqui num registo pouco habitual. As ilustrações são de peso pesados da área.

O Alfabeto dos Países 
De José Jorge Letria (texto) e Afonso Cruz (ilustrções) – Oficina do Livro
A partir das letras do alfabeto são explicados em verso os países correspondentes. Por exemplo, A de Austrália ou B de Brasil. A aprendizagem é múltipla - do abecedário e do Mundo – e seguramente divertida.

O Bebé Que Não Queria Ir Para a Cama 
De Helen Cooper
Um bebé teimoso resiste ao cansaço e vai desafiando os amigos para o acompanharem, mas no mundo da fantasia todos estão a cair de sono. Maravilhosamente próximo da realidade, com ilustrações belíssimas.

O Pequeno Livro do Ambiente 
De Christine Coirault 
De pequenino se instalam bons hábitos. Um livro que ensina a ter atenção ao meio ambiente através de bons conselhos como, por exemplo, fechar a torneira da água enquanto se escovam os dentes.

 



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Os portugueses e o natal

Lingerie: chega o Natal e...

Dez livros para oferecer ...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados