Sábado, 14.11.09

Os melhores bolos de Lisboa

 

Romarias de fim-de-semana em busca de açúcar terminam muitas vezes na fila para os pastéis d e Belém. Mas se a gula lhe exigir algo diferente, deixamos-lhe seis alternativas

 

. Pastel de Cerveja 


Está tão perto dos pastéis de Belém e ao mesmo tempo tão longe. Longe dos guias turísticos, dos roteiros de fim-de-semana ou de simples conversas sobre bolos. Desde 1943 que assim é. De um lado da rua o reboliço, as filas, os turistas, o cheiro. Do outro, meia dúzia de connoisseurs... e pouco mais. Os pastéis de cerveja vivem na sombra, na enorme sombra, dos vizinhos de Belém. Estão como o Futebol Benfica para o Sport Lisboa ou o Fonte Nova para o Colombo. A explicação? Talvez o nome. O conceito de pastel de cerveja pode, à partida, não ser o mais atractivo. Pense-se em empada de vinho, ou folhado de bagaço. Não soa bem. Mas desfaça--se esse mito: os pastéis de cerveja não sabem a cerveja. Nem embebedam. E apesar da dita ser um dos seus ingredientes, se provar os pastéis só vai encontrar travo a ovo e amêndoa. E uma pergunta: porque é que não são mais conhecidos? 

Pastéis de Cerveja de Belém: Rua de Belém, 15. Cada Pastel de Cerveja custa €0,85.

2. Cookies do Starbucks

Quando o Starbucks chegou a Lisboa falou-se dos cafés, das mil e uma formas de os beber, dos sabores, dos toppings, dos tamanhos. Gerou-se uma euforia, como se a cidade da bica tivesse sido tomada de assalto pelos "tall expressos". Não foi. Porque o verdadeiro atractivo do Starbucks não se serve em copo nem rima com casino. É a sua montra de bolos. E os muffins, os donuts, os brownies e os cookies que lá moram. Fixemo-nos nestes últimos. Receita tipicamente inglesa, dizem os responsáveis. Mas não é preciso mergulhá-los em chá para os amolecer. São mal cozidos por natureza, peganhentos, chegam a roçar o viscoso. E é isso que os torna especiais. Com os devidos pedacinhos de chocolate branco, negro ou de caramelo a darem um toque especial à coisa. Para provar que nem só na pastelaria tradicional estão os grandes achados.

Starbucks - Rua de Belém, 110 ou C.C Alegro, piso 0. Cada cookie custa €1,70.

3. Croissants do Careca 

E agora diz o leitor mais teimoso: "Ah que vos apanhei, o croissant não é um bolo." E dizemos nós: "Olhe que pode ser..." E o leitor: "Olhe que não, olhe que não..." Podíamos ficar nisto o texto todo. Mas assim ficávamos sem espaço para explicar o nosso ponto de vista. Saber se o croissant é, ou não, um bolo... interessa pouco. E interessa menos ainda quando se fala dos croissants da Pastelaria Restelo, vulgo Careca. Vê-los a sair do forno é uma experiência única. Pelo cheiro, a antecipação de os ver na mão, a ansiedade de os provar. Nessa altura esquecem-se todas as discussões, conceitos e preconceitos adquiridos sobre o tema. A atenção vira-se para aqueles 90 gramas de massa folhada sabiamente enrolada e polvilhada com açúcar. Se ainda está a pensar se é bolo ou não, então esqueça. Este croissant não é para si.

Pastelaria do Restelo/Careca, Rua Duarte Pacheco Pereira, 11 D. Cada croissant custa €1.

4. Queijadas da Sapa

Qualquer pretexto é bom para ir a Sintra. Ar puro, boas paisagens e turistas maravilhados com o local. Faz bem aos pulmões e ao ego, mal ao colesterol. É impossível passear por aqueles lados sem trazer recordações açucaradas. Como as queijadas de Sintra. Há três sítios de referência quando se fala da especialidade: a Sapa, a Casa do Preto e a Piriquita. Mas fixemo-nos no primeiro: a Fábrica das Verdadeiras Queijadas da Sapa, como se anuncia. Pela antiguidade. Que, ninguém duvide, é um posto. São muitos anos, não a virar frangos, mas a estender, rechear e cortar massa. Cerca de 250. E é precisamente nessa massa, e na capa de farinha de trigo que esta forma, que está o segredo da coisa, segundo os responsáveis. Porque é tão homogénea que permite que as queijadas cozam a temperaturas bem altas, sem que se queimem ou estalem. Bendito truque.

Fábrica das Verdadeiras Queijadas da Sapa: Volta do Duche, 12. Cada Queijada da Sapa custa €0,80 e o pacote de meia dúzia €4.

5. Travesseiro da Piriquita
 

Primeiro as queijadas, agora os travesseiros. Quem diria que uma vila tão pequena como Sintra teria potencial para fabricar dois dos bolos mais tentadores da Grande Lisboa? E isto sem falar dos Fofos de Belas, dos Pasteis da Pena ou das Nozes Douradas. Muito tempo livre para bater ovos dá nisto. O povo agradece. E enche a Piriquita todos os dias. A casa, bem no centro de Sintra, tem mais de 150 anos de existência. Começou por fabricar queijadas, mas hoje em dia são os travesseiros que lhe dão fama. E estes são tão procurados, que teve de nascer uma segunda Piriquita para satisfazer a procura, uns metros acima da original. Em ambas a receita é a mesma. Massa folhada, açúcar e um recheio de ovos, amêndoa e gila em doses secretas e proporção perfeita que formam uma combinação única, que se come mesmo que esteja a ferver e que nos queime a língua e o céu-da-boca. Porque é impossível resistir-lhe. 

Piriquita, Rua das Padarias, 1, Sintra. Cada travesseiro custa €1,10.

6. Mil-Folhas da Monalisa 

O mil-folhas é o bolo da infância de muita gente. E o bolo que muita gente escolhe quando quer regressar à infância. Porque reúne em pouco mais de cem gramas (num cenário ideal) a proporção certa de chocolate, creme de ovos e massa folhada. O melhor de três mundos. Infelizmente, é muito difícil eleger o mil-folhas de determinada pastelaria como o melhor, porque todas o fazem. Se perguntar a qualquer pessoa qual o seu favorito ganha sempre o da rua onde mora e dificilmente irá obter duas respostas iguais. Mas tarefas difíceis são a nossa especialidade. Por isso assumimos uma escolha, sem complexos: o mil-folhas da pastelaria Monalisa, em Benfica, sem dúvida uma das zonas mais ricas da cidade em matéria de bolos. Chocolate verdadeiro, numa camada grossa e doce de ovos a sério em quantidades generosas. Imbatível. 

Pastelaria Monalisa, Estrada A-da-Maia, 3 A-B. Cada mil-folhas custa €0,85.

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 10:38 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Os melhores bolos de Lisb...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...