Quinta-feira, 07.04.11
Massagem tântrica pode resolver problemas sexuais

 

Ejaculação precoce, impotência sexual, frigidez e falta de libido são trabalhados em terapia sensorial

O tantrismo é uma filosofia comportamental que, por ser baseada na sensorialidade, no ocidente é bastante relacionada ao sexo.  Segundo o terapeuta corporal José Pedro Vianna Zereu, ela engloba vários aspectos da vida do ser humano e, entre eles, está a sexualidade.

Utilizando ensinamentos do tantrismo, algumas terapias alternativas são utilizadas com o intuito de que o homem busque o autoconhecimento justamente através da sensorialidade. Uma destas é a massagem tântrica.

— É uma massagem sensorial e não muscular, ou seja, ela não vai curar dores. O objetivo é que a pessoa entre em estado de meditação através do sentido do tato, de um toque sutil — esclarece José Pedro.

De acordo com o terapeuta, apesar do tato ser o sentido foco desta terapia, aposta-se também na indução de emoções através de óleos. 

— A sessão de massagem dura uma hora, mas antes, durante cerca de 15 minutos, conversamos com a pessoa para entender exatamente o que ela procura e, conforme for, usamos, por exemplo, um óleo de lavanda para acalmar.

A terapia tântrica, além de induzir a um estado de meditação, ajuda pessoas que têm problemas relacionados ao sexo, como ejaculação precoce e impotência nos homens, e frigidez e falta de libido nas mulheres.

— A massagem considera o corpo como um todo, sem diferenciar as suas partes.  Quanto mais a pessoa estiver disposta a receber a terapia, mais ela vai se autodescobrir e poder alcançar seus objetivos — revela José Pedro.

Segundo ele, a maioria dos pacientes que procura a massagem são homens, mas qualquer um pode fazer, inclusive casais.

— A massagem é indicada também para casais que estão há bastante tempo juntos e querem se redescobrir.

 

Via BEM-ESTAR
 


publicado por olhar para o mundo às 21:01 | link do post | comentar

Segunda-feira, 16.08.10

Às vezes, tudo que você precisa para aquecer de verdade uma noite está bem longe dossex shop - na verdade,pode estar ali, no armário do quarto ou até na cozinha. Parece loucura? Pois saiba que improvisos caseiros para apimentar o sexo podem mesmo fazer a cama pegar fogo.

 

A personal sexy trainner e nossa colunista Fátima Mourah confirma que eles podem mesmo ser um excelente incentivo para colocar pimenta na relação. "Vale desde mudar o visual e escolher uma lingerie bonita até fazer uma dança sensual. O importante é ter criatividade e não ter medo de ousar".

Espelho estrategicamente posicionado, gelos, lenços como algemas, velas, pétalas de rosas, frutas, música de fundo... segundo Fátima, tudo o que for melhor para a relação e para tornar o casal ainda mais íntimo pode (e deve) ser usado. "Noites temáticas também são ótimas. Vale tentar ‘queijos e vinhos’, ‘tropical’, ‘oriental’ ou ‘romântica’".

Mas, se além disso você tiver o fetiche do acessório, vá com calma. Fátima lembra que usá-los é delicado e depende da cabeça e do grau de intimidade do casal. "Comece com algo que não agrida o parceiro, converse antes sobre o assunto e tente saber a opinião. Visite uma butique sensual com ele, mas vá devagar", sugere.

 

Para apimentar, sem forçar a barra, a dica de Fátima é tentar fazer tudo de maneira natural, com cumplicidade e respeitando limites. "É preciso também conhecer as próprias fantasias, pois cada um teus seus anseios e desejos", alerta. Então, não importa se é uma massagem, uma nova posição, uma fantasia ou até um local inusitado, se fizer bem para os dois, vale arriscar - e temperar de um jeitinho fácil a receita antiga que você achou que sabia de cor.

 

Por Sabrina Passos (MBPress)

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Segunda-feira, 15.03.10

 Massagem tântrica: orgasmo sem sexo

 

O orgasmo ainda é considerado um mistério feminino, várias mulheres não sabem o que ele é realmente de fato ou mesmo como chegar lá. Uma das formas, sem sexo, é através da massagem tântrica.


A prática veio do Tantrismo, ou Tantra, ensinamento que surgiu na Índia e recebeu a influência de várias religiões, culturas e correntes filosóficas, algo bastante amplo que tem como prioridade desenvolver o auto-conhecimento. Em poucas palavras, ele permite que a evolução espiritual seja alcançada através do prazer. 

Dewa Deepta Uozi (nome em sânscrito), coordenadora do Metamorphosys Centro especializado em Massagem Tântrica (www.centrometamorfose.com.br), das unidades de Natal e Fortaleza, aplica massagens em mulheres que tenham dificuldades relacionadas ao prazer. Com base no método Deva Nishok, ela ainda usa técnicas de movimentação tântrica de contato para aproximar casais. "A massagem tântrica tem uma visão terapêutica, portanto elas procuram este tratamento com objetivo de conhecerem mais a respeito de seus orgasmos. É um caminho para as mulheres se liberarem de seus bloqueios muitas vezes de origem sexual. Elas querem ficar melhores para si e para seus companheiros", diz. 

Na função de terapeuta corporal tântrica, ela auxilia mulheres com a libido em baixa, anorgasmia, vaginismo, além de falta de sensibilidade vaginal e clitoriana, ou mesmo aquelas que tenham pouca de intimidade com o parceiro. A massagem também ajuda mulheres que passaram por uma educação sexual repressiva, por violência sexual ou que tenham dificuldades fora do sexo, entre elas, ansiedade, insegurança, estresse e depressão. 

Conforme Deva Nishok explica no site da própria instituição, através da prática é possível aumentar a dimensão do clitóris. "O tamanho pode estar relacionado à ausência de estímulos ou estímulos inadequados e insuficientes para aumentar a tonificação muscular". Para a terapeuta, o aumento do nervo clitoriano é bastante importante na massagem tântrica, pois é um dos pontos mais sensibilizados para intensificar a energia e levar a mulher ao orgasmo. 

Samvara Subaghi, cujo o nome em sânscrito significa a "união mística de todas as formas" e "abençoada pelo Divino", respectivamente, explica que o clitóris possui inervações específicas que o associa aos mamilos e também à glândula Pineal no cérebro. "A estimulação realizada neste nível, através destas inervações, faz com que o Sistema Endócrino produza um aumento significativo nos hormônios e químicas orgânicas associadas ao prazer como a ocitocina, a serotonina e a endorfina", ressalta. 

As duas profissionais afirmam que a prática não traz os mesmos estímulos da masturbação. "Nesta terapia queremos proporcionar uma nova experiência para que ela possa avançar, ir além, limpar suas feridas, desfazer seus nós, sentir mais prazer, entrar no merecimento. É mais que uma massagem e múltiplos orgasmos", justifica Dewa. 

Com a ajuda de óleos e lubrificantes para acelerar o processo rumo ao orgasmo, Dewa inicia a massagem com toques para que a mulher se conecte com o seu prazer, depois é feita uma espécie de drenagem nas coxas e pélvis, para produção de líquidos, isso sempre com luvas. "Manipula-se os grandes e pequenos lábios da yoni (vagina), o clitóris até o ponto G". A sessão termina com toques suaves por todo o corpo. O uso do vibrador, tipo ‘bullet’, em pontos específico do clitóris, proporcionam estímulos neurológicos e também ajudam a chegar lá. 

"Nossa experiência mostra que a maioria das pessoas conhece somente orgasmos psicogênicos ou psicológicos, onde o cérebro, através das fantasias sexuais (cheiros, imagens, sabores) e estímulos sensoriais (contatos), envia informações para área genital. O outro orgasmo vêem através do estímulo apropriado na Yoni (vagina) e no Lingam (pênis) e onde as pessoas experimentam estados superiores de consciência", explica Samvara. 

Dewa afirma que muitas mulheres alcançam o orgasmo logo na primeira sessão, mas é algo que depende da sensorialidade de cada mulher. "O corpo vai fazendo novos registros, sinapses associadas ao prazer. A mulher vai confiando no potencial energético do corpo e se entregando ao processo". Quando há entrega total, ou seja, a mulher é capaz de sair da fantasia sexual, do controle mental, além de ficar livre de traumas e bloqueios, muitas vezes consegue atingir o hiperorgasmo. Para Dewa, neste momento, as mulheres perdem noção do está acontecendo na yoni e alcançam um estado de supraconsciência, "um sentimento de gratidão onde choro e riso se fundem", completa. 

Claro do que muito é sentido na massagem é aproveitado também na cama, com o parceiro, afinal, o sexo só tem sentido quando há troca de energia entre duas pessoas. Com o registro do prazer e desenvolvimento sensorial, elas se tornam mais receptivas e conseguem expressar ao parceiro o que realmente querem, para assim curtir a dois tudo que o sexo proporciona.

 

Via Gazeta Web



publicado por olhar para o mundo às 22:29 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Massagem tântrica pode re...

Truques caseiros para api...

Massagem tântrica: orgasm...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...