Segunda-feira, 27.02.12
Sugestões low-cost para entreter crianças em dias de sol  Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/sugestoes-ilow-costi-para-entreter-criancas-em-dias-de-sol=f706764#ixzz1nWX0y4AN

Tal como indicava o anúncio a uma conhecida bebida gaseificada, em Portugal por cada dia que chove há não sei quantos outros em que faz sol. Diria que neste inverno em particular esta estatística não poderia estar mais certa. Se já não me recordo do último dia em que choveu (alguém me dizia há dias a brincar que deve ter sido em 1991) e se tudo isto me parece altamente prejudicial para a agricultura, para a pecuária e afins, já não me parece tão prejudicial para quem, como eu, odeia dias cinzentos.

 

Sim, oficialmente odeio dias cinzentos. O argumento "é tão bom estar em casa enrolada na mantinha enquanto chove lá fora" para mim não cola. Se eu tivesse de fugir para um país qualquer seria certamente para um onde houvesse mais sol que em Lisboa (e sim, eu sei que Londres é espetacular mas é ainda melhor quando faz sol).

 

Mas acalmem-se almas desassossegadas que a crónica desta semana não é sobre o Sol mas sim sobre uma panóplia de ofertas que temos na capital para aproveitar dias frios e cheios de sol onde, não dando para ir à praia, dá pelo menos para sair de casa. E a situação torna-se particularmente sensível para quem tem crianças e precisa de urgentemente as retirar da frente do iPad, do televisor ou da cozinha cheia de bolos.

 

As desculpas como "temos pouco dinheiro" ou "eu nem sequer vivo em Lisboa" terão de ficar em casa. Algumas das sugestões são grátis ou a custo reduzido e Lisboa fica no máximo a 300 quilómetros de distância de onde está (uma viagem de comboio pode saber a férias numa temática "Viagens pela minha terra"), em alternativa, poderá sempre encontrar programas semelhantes perto da sua casa. Inspire-se e saia com as crianças para aproveitar o sol de inverno português.

 

Alerta: crianças para entreter!

Planetário de Lisboa - Tenho-o no coração e planeio regressar lá em breve (mesmo sem crianças). Aos domingos de manhã há sessões infantis até aos 12 anos. Entrada grátis.

 

Monumentos - O que não falta são monumentos em Lisboa para explorar com as suas crianças. Reveja as aulas de História com eles, faça pequenos passatempos e adivinhas para estimular a aprendizagem. Se acabou de sair do Planetário tem ali mesmo ao lado o Mosteiro dos Jerónimos. Num dia de sol, suba ao Padrão dos Descobrimentos (grátis para crianças até aos 12 anos) ou leve-os ao Cristo-Rei (2 euros por criança até aos 8 anos).

 

Jardins - Há uma infinidade de jardins em Lisboa onde se pode divertir com eles. Corram, dancem, cantem, façam jogos. Os jardins urbanos são um grande recreio para eles no meio do betão. Dependendo de onde mora, até poderá fazer o caminho a pé ou de transportes públicos: O da Gulbenkian (um mundo inteiro para descobrir com pequenos recantos, lagos e animais como patos, rãs e peixes),o Jardim da Estrela (com um relvado muito agradável e uma aranha que os vai fazer sentir autênticos super-heróis e queimar a energia), o do Campo Pequeno (um clássico renovado com espaço e instrumentos para mil brincadeiras), o Parque das Conchas (no Lumiar, para correrem à vontade)... A verdade é que são tantos que seria impossível nomeá-los todos aqui. Procure e descubra!

Para a família toda


Castelo de São Jorge: Visitas em Família: Trata-se de uma visita de exploração do castelo e do núcleo arqueológico, para maiores de 5 anos. Uma descoberta completa da História, das personagens e do património português. Próxima visita: amanhã, domingo, dia 26 de fevereiro às 11 horas. Valor: 3,5 euros. Para mais informações: castelodesaojorge@egeac.pt 

 

 

Centro Cultural de Belém: Mercadinho dos Talentos. A realizar-se no próximo 17 de março entre as 11h e as 17h no Jardim das Oliveiras. É um palco onde qualquer criança pode mostrar o seu talento! Podem apresentar projetos de dança, música, poesia, teatro... a imaginação é o limite! A entrada é livre! Para mais informações: www.ccb.pt 

 

Espaço Monsanto - Tesouros da Floresta: Para crianças entre os 3 e os 5 anos. Várias atividades que incluem a exploração do ambiente natural e recolha de material. Uma ótima forma de estimular a imaginação na natureza, respirar ar puro e ainda terminar o dia com (porque não?) um piquenique. A realizar-se sábados e domingos. Para mais informações: lisboaverde.cm-lisboa.pt/

Teatro, cinema e cultura: torne o programa inesquecível

As Aventuras de João Sem Medo: Para maiores de 6 anos, até 29 de fevereiro no Teatro Nacional D. Maria II . Um imaginário de gigantes, princesas, príncipes e fadas que não os vai deixar indiferentes. Mais informações em www.teatro-dmaria.pt

 

Cinemateca Júnior: Aqui poderá assistir a um sem número de filmes infantis, especialmente de animação, que eles irão adorar. Sugiro "Alice no País das Fadas", mas poderá encontrar muitos e muitos outros, para os gostos de qualquer criança. Os bilhetes variam entre os 3,2€ (adultos ) e os 1,10€ (até 16 anos). Para mais informações visite a Cinemateca Júnior no Palácio Foz nos Restauradores.

 

Marioneta Chinesas - Convento das Bernardas: aqui esconde-se um museu que vai fazer as delícias dos seus pequenos. O Museu das Marionetas. Assista a uma pequena peça de teatro de sombras chinesas com marionetas. Explique-lhes que as sombras chinesas são provavelmente uma das tradições de marionetas mais antigas do mundo e a sua origem deverá remontar o século III D.C.

 

Aproveito para lhe lembrar outro artigo que publicámos aqui, no blogue A Vida de Saltos Altos, com uma lista de sugestões para brincadeiras com crianças, também com a poupança como prioridade: Como entreter os filhos de borla? Digo-vos aqui e agora .


Agora diga lá: se até eu, que não tenho crianças, consegui encontrar todas estas atividades, quantas você (que é a especialista) consegue encontrar? Garanto-lhe que muitas mais. Aproveite o fim de semana, o sol e divirta-se com eles. Olhe que crescem num instantinho!

 

Via A Vida de Saltos Altos



publicado por olhar para o mundo às 08:56 | link do post | comentar

Quarta-feira, 12.01.11

El Bulli para todos

 

As iguarias do El Bulli estão finalmente ao alcance de todos. Os famosos chefes Ferran e Albert Adriá abriram hoje em Barcelonarestaurante 41º, onde as melhores criações da cozinha moderna estão disponíveis por 50 euros por pessoa. A dupla também vai abrir em breve o barTickets, onde será possível degustar alguns dos pratos responsáveis pela sua reputação internacional em versão "tapas".
"Queremos que os clientes que nos guiem no caminho a percorrer. Vamos oferecer-lhe várias propostas desde frutos do mar até sanduíches como se fossem um sushi à espanhola e uma proposta interessante de sobremesas num projecto concebido no médio prazo", explicou Adrià, sublinhado que Tickets será um bar, onde vai ser possível assistir aos jogos de futebol da liga espanhola.

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 14:03 | link do post | comentar

Segunda-feira, 20.07.09

Como ir de férias sem gastar muito

 

Viajar não tem de custar muito dinheiro. É possível adoptar uma solução de baixo custo para as suas férias. Mas para o conseguir tem de entrar no espírito - e recorrer à internet. Comece nas companhias aéreas de baixo custo, como a easyJet, a Ryanair, a Vueling, a Air Berlin e a Brussels Airlines. Quando chegar a altura de reservar a dormida, use os sítios dos hotéis ou agregadores - como o Booking.com e o Hotels.com - para fazer reservas. Para poupar no resto, só é preciso um pouco de imaginação. A maioria dos museus tem dias gratuitos e a maior parte das igrejas e parques também não se pagam.


É também uma boa altura para aproveitar a crise financeira global: foi ela que impediu que os destinos turísticos ficassem mais caros. Além disso, o euro forte abriu uma oportunidade para os viajantes que querem ir além-mar: Londres e Nova Iorque estão muito acessíveis. Faça já as malas.

01 Madrid

Como chegar: É possível ir e vir para a capital espanhola por menos de 25 euros. Voe pela Ryanair, easyJet ou Vueling.

Transportes: Um bilhete de 3 dias para metro e autocarro custa 11,60 euros (ctm-madrid.es).

Onde ficar: Abacadra B&B (abracadabrabandb.com), perto do palácio real, ou no Hostal Alaska (hostalalaska.com), na Puerta del Sol. O custo diário começa nos 40 euros.

Visitar: Veja de graça o Guernica de Picasso no Museu Rainha Sofia, aos sábados entre as 14h30 e as 21h e aos domingos das 10h às 14h30 (museoreinasofia.es). Não se paga no Museu do Prado entre as 18h e as 20h.

Crianças: Passear no Santiago Barnabéu, o estádio do Real Madrid e a nova casa de Cristiano Ronaldo (realmadrid.com). Visitas guiadas: 10 euros até aos 14 anos e 15 euros para os restantes.

Comer: Procurar os "bocadillos de calamares" (sandes de lulas) perto da Plaza Mayor. 

Não perder: Uma tarde no El Retiro, o Central Park de Madrid, a Este do Museu do Prado.

02 Barcelona

Como chegar: A Ryanair e a Vueling são as principais candidatas. Por menos de 80 euros vai e volta.

Transportes: O Barcelona Card permite andar livremente nos transportes públicos e ainda dá descontos em museus e restaurantes. Um bilhete de dois dias custa 26 euros; pela internet fica em 23,40 euros (barcelonaturisme.com).

Onde ficar: No Bonic, entre as Ramblas e a praia, paga desde 55 euros por noite (bonic-barcelona.com). No The Patio Barcelona, um pouco mais afastado do centro, paga desde 56 euros (thepatiobcn.com).

Visitar: Muitos museus, como o Museu Nacional d?Art de Catalunya e o Museu Etnològic, são gratuitos no primeiro sábado ou domingo de cada mês. Siga a Rota do Modernismo, começando pelo Park Güell (rutadelmodernisme.com). 

Crianças: Subir no funicular até ao parque de atracções de Tibidado. Menores de 90 cm não pagam (tibidabo.es).

Comer: Ir ao Can Paixano, na Barceloneta, comer uma sandes de presunto acompanhada por cava, o espumante local (canpaixano.com).

Não perder: Uma noite divertida numa plaza, começando pela Plaza Reial.

03 Paris

Como chegar: É possível encontrar bilhetes de ida e volta por menos de 100 euros. Comece pela Ryanair, easyJet e Tap.

Transportes: Passear a pé em Paris é um dos maiores prazeres que a cidade oferece. Um bilhete de 3 dias para o "métro" custa 19,60 euros (ratp.info).

Onde ficar: Aprecie a luz nocturna de Montmartre. Fique no Hôtel Bonséjour Montmartre (hotel-bonsejour-montmartre.fr), ou no Eldorado (eldoradohotel.fr). Os preços começam nos 35 euros.

Visitar: Os museus municipais são gratuitos e todos os outros também o são no primeiro domingo de cada mês. Os menores de 26 anos não pagam nos principais museus, como o Louvre e o d'Orsay.

Crianças: Não é preciso ir à Eurodisney: há muitos parques de diversão na Cidade-Luz. Não se esqueça da "barbe à papa" (barba do papá) - o algodão-doce.

Comer: Se estiver bom tempo, o Sena e os jardins convidam a uma baguette em jeito de piquenique, seguido de um crèpe numa esplanada.

Não perder: Na Vélib, passear de bicicleta pode ficar de borla se fizer percursos de menos de meia hora (velib.paris.fr).

04 Berlim

Como chegar: A easyJet, a Germanwings e a Air Berlin voam para Schönefeld, a um pulo de comboio suburbano (S-Bahn) do centro de Berlim. Ida e volta pode ficar por menos de 100 euros.

Transportes: Como a cidade é plana, é simples percorrê-la a pé. Para ir mais longe, opte pelo CityTourCard (citytourcard.com): 48 horas em todos os transportes públicos custam 15,90 euros.

Onde ficar: O Circus Hotel (circus-berlin.de), no Mitte, é a nova coqueluche ecológica e económica. Um quarto de casal fica por 78 euros por noite. Ainda mais barato é o hostel do mesmo grupo: desde 19 euros por pessoa.

Visitar: Berlim é recordista em galerias de arte. É uma oportunidade para conhecer gratuitamente artistas ainda pouco conhecidos (theartofberlin.com). Topographie des Terrors é um museu gratuito ao ar livre localizado nos escombros da sede da Gestapo (topographie.de).

Crianças: Knut é o nome do urso polar que é a mascote do zoológico de Berlim (zoo-berlin.de). As crianças pagam 6 euros, metade dos adultos.

Comer: O "currywurst", uma salsicha cortada apimentada com molho de tomate e caril, é o prato económico nacional. Regue com uma Berliner Weisse, uma cerveja leve local. E não perca a verdadeira bola-de-berlim.

Não perder: O Reichstag, o parlamento alemão renovado por Norman Foster, está aberto ao público para visitas gratuitas (bundestag.de).

05 Amesterdão

Como chegar: O único operador low- -cost para a cidade é a Transavia, mas os preços não são assim tão baixos. Dificilmente pagará menos de 120 euros, a não ser que faça escala noutra cidade europeia.

Transportes: O centro é pequeno e plano, pelo que pode andar a pé. Na cidade das bicicletas, ande de bicicleta. Vá ao MacBike (macbike.nl) ou ao Orangebike (orangebike.nl): três horas custam seis euros e um dia 8,5 euros.

Onde ficar: Para conseguir preços baixos por um quarto bem localizado é preciso esquecer algum conforto: no Quentin (quentinhotels.com) os preços começam nos 45 euros. Para uma solução mais familiar, escolha o The Collector, na zona dos museus, cujos preços começam nos 75 euros (the-collector.nl). 

Visitar: O "Amsterdam Weekly" é um jornal cultural e de espectáculos gratuito em inglês. Procure pelas melhores sugestões da semana.

Crianças: Amstelpark é um íman para os miúdos. O parque situa-se a sul do centro e inclui parque de diversões, quinta de animais, passeios de pónei e muitos jardins de flores. Vá no eléctrico 4.

Comer: Os turistas mais jovens poupam durante o dia nas refeições pré-preparadas que se podem comprar na vasta rede de supermercados Albert Heijn. O mais central é atrás do palácio real.

Não perder: Concertos de música clássica às 12h30 abertos ao público: às segundas-feiras no Boekmanzaal e às quartas--feiras no Concertgebouw (concertgebouw.nl). Também há passeios guiados gratuitos (newamsterdamtours.com).

06 Londres

Como chegar: A easyJet, que voa de Faro, mas não descarte a British Airways e a Tap. Os preços começam nos 45 euros.

Transportes: Um bilhete de três dias nos transportes públicos de Londres nas zonas 1 e 2 (Travelcard) custa 21,50 euros. Se viajar no fim-de-semana ou feriado, pode ser mais barato se optar por bilhetes diários (tfl.gov.uk).

Onde ficar: Dormir em Londres é caro. Perto do centro, escolha o 69TheGrove, em Vauxhall (69thegrove.com). Os preços começam nos 80 euros. Mais afastado está o B&B in Barnes: a 10 quilómetros da casa da rainha, com tarifas a partir dos 40 euros (bandbinbarnes.com).

Visitar: A maioria dos museus é gratuita, incluindo o Tate Modern, Tate Britain, British Museum e o National Gallery.

Crianças: Ir ao planetário do Royal Observatory, no centro do Greenwich Park (tinyurl.com/roplanetarium). Preços a partir de 4,60 euros.

Comer: Muitos pubs propõem buy- -one-get-one-free, em que se paga um prato mas recebe-se dois.

Não perder: Passeios guiados gratuitos (newlondon-tours.com).

07 Nova Iorque

Como chegar: A tarifa de referência de ida e volta é de 500 euros, mas consegue menos se reservar com antecipação.

Transportes: O traçado em rede de Manhattan permite passear a pé sem se perder. Um MetroCard de sete dias para metro e autocarro custa 19 euros (mta.info/metrocard). Uma pechincha.

Onde ficar: Para um ambiente familiar económico, escolha o East Village Bed and Coffee, perto de Tompkins Square: a diária por casal começa nos 82 euros. Reserve com muita antecedência (bedandcoffee.com).

Visitar: Ir ao Central Park não custa um dólar visitar. Apanhe o Staten Island Ferry, barco que parte da ponta sul de Manhattan (Battery Park). Passa ao lado da Estátua da Liberdade e não se paga.

Crianças: As maiores lojas de brinquedos estão aqui. A alguns metros do Rockfeller Center pode construir um urso de peluche no Build-a-Bear Workshop (5th Ave x 46th). A partir de sete euros (buildabear.com).

Comer: Não pode deixar de experimentar um hotdog e um bagel, em qualquer esquina movimentada. Prove o marisco local, que é acessível. Vá ao Fish, na Bleecker Street, 280.

Não perder: Um espectáculo na Broadway. Vá cedo a uma TKTS no próprio dia para descontos de 50% - a da South Street Seaport é a menos concorrida (tdf.org). Se for no Verão, reserve um lugar num Shakespeare in the Park - pode ser que seja agraciado com um nome sonante, como Meryl Streep, Kevin Kline ou Natalie Portman, e, ainda por cima, é gratuito (publictheater.org).

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 10:55 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Sugestões baratas para en...

Conheça o El Bulli em ver...

Férias Baratas

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...