Quinta-feira, 30.12.10

As melhores festas de passagem de ano

 

As noites de passagem de ano costumam ser memoráveis - nem que seja pela ressaca monumental do dia seguinte. Este ano tem uma boa desculpa para não ficar em casa frente à televisão: conseguiu sobreviver à década. Um belo feito para ser festejado de garrafa de champanhe em riste e a dançar no meio de amigos e desconhecidos até ser dia. Há festas para todos os gostos e bolsas, algumas com bar aberto e jantar. Das noites quentes africanas à electrónica do DJ Tiga, do nascer do Sol no Algarve ao réveillon erótico com os Ena Pá 2000, escolha uma

 

Lx Factory: Baile electrónico

A festa de fim de ano da Lx Factory é uma espécie de buffet de música electrónica. Por 25 euros tem direito ao som de 16 DJ e um deles é o famoso Tiga. Se este nome não lhe diz nada, pense em hits como o remix da música de Nelly "Hot in Herre" ou o mais recente "You Gonna Want Me". Se mesmo assim não sabe quem é, vá à mesma que vai ser divertido. Além de duas pistas de dança para que possa escolher a música que quer ouvir, a festa tem bar aberto. Tudo tem o seu lado negativo: a bebedeira está quase garantida, mas prepare-se para filas e confusão no bar. 
Onde: Lx Factory, Rua Rodrigues de Faria, 103, Lisboa 
Quando: das 22h00 às 10h00
Preço: 25€ (pré-venda), 30€ à porta

Kretcheu: Festa africana

A temperatura na noite de passagem de ano deve rondar os dez graus. Mas na festa do Kretcheu, no Bairro Alto, o termómetro pode assemelhar-se ao de um país tropical. A noite é de ritmos africanos, ao som de mornas, coladera e funaná de artistas como Calú Moreira, Vaiss, Costa Neto, Toy Vieira e Kau Paris. A partir das 20h00 há jantar com chamuças, bacalhau à brás, frango, leitão e lombo assado. Quem aparecer mais tarde, só para festejar o novo ano, não vai passar fome: há petiscos disponíveis pela noite dentro e uma garrafa de espumante para cada pessoa.
Onde: Kretcheu, Rua do Diário de Notícias, 107, Bairro Alto, Lisboa 
Quando: das 20h00 às 06h00
Preço: 20€ ou 30€ com jantar

Space: Músicas de 1969 a 2010

Tem o mesmo nome de uma das discotecas mais famosas de Ibiza, mas a música que lá passa (electrónica alternativa) nada tem a ver com a sua homónima nas Baleares. O Space abriu as portas este mês em Alcântara e para a passagem de ano tem preparada uma retrospectiva de êxitos festivos desde 1969 até ao ano que acaba agora. Os 15 euros de entrada já incluem dez de consumo – é das festas mais em conta na capital – e os bilhetes estão em pré--venda online. Para grupos de mais de dez pessoas a entrada custa dez euros com direito a uma garrafa de whisky e outra de vodka. 
Onde: Rua Maria Isabel Saint-Léger, 12, Alcântara, Lisboa
Quando: das 2h00 às 8h00 
Preço: 15€ (inclui consumo de 10€

Herdade d'El Rey: Passagem de ano psicadélica

Só para chegar a esta festa trance a aventura é tal que se arrisca a passar o ano numa estação de serviço ou, na melhor das hipóteses, dentro do carro. Na A1 saia em direcção ao Carregado e na N3, perto da Azambuja, vire em direcção a Obras Novas e depois saia para a Bemposta. Aí, siga as setas na escuridão numa estrada de terra batida. Cinco quilómetros depois, se lá conseguir chegar, prepare-se para gnomos, cogumelos mágicos, uma tenda de circo e música psicadélica. A banda principal são os Space Tribe, mas só devem actuar ao nascer do Sol.
Onde: Herdade D’El Rey, Carregado
Quando: das 22h30 de dia 31 às 00h00 de dia 2
Preço: 20€ (pré-venda); 25€ à porta

Lollipop: Festa na piscina com vista para o mar

Não está tempo para mergulhos, mas não sabemos até onde uma passagem de ano nos pode levar. Na discoteca Lollipop, na Praia Verde, pode escolher entre dar um primeiro mergulho do ano na piscina ou no mar ali em frente. Se quiser ser mais consciente, dance na tenda transparente aquecida em frente à piscina. Por 45 euros tem direito a ceia, espumante, passas e fogo-de-artifício à meia-noite, mas convém reservar porque a lotação é limitada e deve esgotar. O melhor da festa, dizem os organizadores, será ver o nascer do Sol em cima do mar. 
Onde: Lollipop, Praia Verde, Algarve
Quando: a partir das 22h30
Preço: 45€ com espumante, passas, três bebidas e ceia

Maus Hábitos: Reggae e electro com sandes à mistura

Num quarto andar de um prédio em frente ao Coliseu, o Maus Hábitos costuma animar as passagens de ano. Amanhã não será excepção. A antiga casa acolhe uma festa com reggae e música electrónica e sandes da Casa Guedes (têm boa fama) à mistura.
Onde: Maus Hábitos, Rua Passos Manuel, 178, 4.º, Porto
Quando: a partir das 23h00
Preço: 15€

Cabaret Maxime: Real Combo Lisbonense

Há três opções de festa no Cabaret Maxime: pode jantar, passar a meia-noite e dançar até cair; pode só passar a meia-noite com direito a uma bebida ou pode apenas dançar até cair. O preço depende das horas a que chegar, mas se for, vá a tempo dos Real Combo Lisbonense e do Cantor Romântico. No fim da noite vai haver um convidado surpresa.
Onde: Maxime, Praça da Alegria, 58, Lisboa. 
Quando: a partir das 23h00
Preço: 70€ com jantar buffet, 30€ a partir das 23h00 e 15€ a partir das 2h00

Op Art: Dançar com vista para o Tejo

Magillian, Peter Wagner e Analodjica são os DJ de serviço na festa de passagem de ano do Op Art. A partir da uma da manhã, já jantados e com as passas comidas, os primeiros noctívagos vão começar a aparecer sedentos de música electrónica. A entrada são dez euros, provavelmente das festas mais baratas que consegue arranjar na cidade.
Onde: Op Art, Doca de Santo Amaro, Lisboa  
Quando: da 1h00 às 6h00
Preço: 10€ com direito a uma bebida

Plano B: Champanhe e DJ

A noite vai ser concorrida no Plano B e o melhor é enviar nomes para a guestlist (guestlistplanob@gmail.com) para conseguir lugar. Pode fazê-lo até às 20h00 de dia 31 e ainda consegue um desconto de dois euros na entrada. O programa da festa inclui DJ e muito champanhe.
Onde: Plano B, Rua Cândido dos Reis, 30, Porto
Quando: a partir das 23h00
Preço: 10€ com oferta de uma bebida

 

Santiago Alquimista: Réveillon erótico

No cartaz da festa de passagem de ano, o Santiago Alquimista promete "rifas, baile, shots, espumante, mamas, mulheres boas e rapazes jeitosos". Tal como em festas anteriores, os Ena Pá 2000 passam o ano em palco com o seu "can-can-rock". No bar ao pé do Castelo de São Jorge vão sortear-se também cabazes com artigos eróticos e bonecos insufláveis.
Onde: Santiago Alquimista, Rua de Santiago, 19, Lisboa
Quando: a partir das 22h00
Preço: 25€ a partir das 22h00 com espumante e passas, 20€ a partir da 1h30 com bar aberto a cerveja

 

Clube Ferroviário: Midnight Express

Afinal o expresso da meia-noite não se apanha na estação de Santa Apolónia, mas sim no Clube Ferroviário, ali mesmo ao lado. O espaço aproveitado por Micas, dono do bar Bicaense, preparou uma festa com concertos de Funk do Boi, Señor Pelota e Yam Who? para a última noite do ano.
Onde: Clube Ferroviário, Rua de Santa Apolónia, 59, Lisboa
Quando: a partir das 22h00
Preço: 15€ com duas cervejas, 75€ com garrafa de champanhe e bar aberto

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 10:08 | link do post | comentar

Sábado, 06.11.10

Onde ver o Benfica Porto?

 

Esta lista só existe porque um dia alguém decidiu que era boa ideia ter um canal que só passasse bola - e que uma assinatura desse canal custaria quase o mesmo que os outros 40 todos juntos. Começou a ser difícil ver um jogo em casa, com uma cerveja na mão e a família a pedir para mudar de canal.

Assistir ao jogo na televisão deixou de ser uma coisa que qualquer pessoa com uma antena no telhado pode fazer. Os jogos estão agora ao nível do chão, em salas de luzes brancas decoradas com aquários cheios de sapateiras com tenazes presas por elásticos: as cervejarias. Elencámos dez, entre Lisboa e Porto, para ajudar o leitor a decidir o melhor lugar para ver o Benfica-Porto e para utilizar o verbo "elencar" na primeira pessoa do plural do pretérito perfeito. 

Uns mais caros que outros, mais confortáveis que outros. Apenas uma garantia: não vai faltar cerveja de pressão, tirada com aquela precisão de um samurai - dois dedos de espuma - e salgados para fintar a fome. Nenhum dos lugares é directamente conotado com nenhum clube, mas a distinção geográfica Lisboa-Porto deve ser suficiente para saber onde vão estar benfiquistas e portistas.

 

1. British Bar

As histórias deste bar no Cais do Sodré, Lisboa, são suficientes para encher esta página ? e o que fica de fora pode vir a dar um livro ou documentário. Um dos mais antigos e emblemáticos bares de Lisboa, o British Bar, tem a maior carta de cervejas da capital (loiras, pretas ou ruivas, sobretudo belgas) e uma televisão discreta sempre sintonizada nos canais que interessam. Há salgados e o mítico ovo cozido em cima de um monte de sal. Rua Bernardino Costa, 52, Cais do Sodré, Lisboa. Tel. 213 422 367

 

2. Grupo Excursionista "Vai Tu"

Na sala de convívio deste grupo excursionista a intensidade com que se vive o futebol é inversamente proporcional ao preço da cerveja. Tem uma televisão grande, área de fumadores (é mesmo uma área, expressa em metros quadrados, sem separação física) e um benfiquista lendário que, quando a sua equipa ganha e o árbitro faz ?bem? o seu trabalho, ofende o realizador da transmissão televisiva: ?Este plano é uma merda, não se vê nada.? Rua da Bica de Duarte Belo, 6 - 8, Lisboa. Tel. 213 460 848

 

3. Barraquinha da Praia da Granja

A Barraquinha da Praia da Granja, em Vila Nova de Gaia, tem uma vantagem óbvia. Como fica em cima do areal, o derrotado da noite pode sempre dar um passeio a pé junto ao mar para afogar (apenas) as mágoas. Dispõe de um ecrã gigante e serviço de snack bar. A paisagem é excelente, o estacionamento é abundante e fica longe dos tradicionais aglomerados de adeptos. Esplanada Fernando Ermida, Granja, Vila Nova de Gaia

 

4. Maracanã

Um clássico das cervejarias lisboetas, o Maracanã é célebre pelos mariscos, petiscos e uma esplanada à beira da Avenida Fontes Pereira de Melo na qual beber um café à tarde é quase um desporto radical. Lá dentro há uma televisão grande que, aos dias de semana, serve para passar as letras do menos concorrido karaoke da capital. Felizmente, a comida e bebida estão vários furos acima dos cantores amadores que insistem em guinchar o reportório de Céline Dion. Rua Pinheiro Chagas, 1, Saldanha, Lisboa. Tel. 213 526 934

 

5. República da Cerveja

Diz-se, e com toda a propriedade, que a melhor vista do Porto se tem a partir de Gaia. Daí que a República da Cerveja, no Cais de Gaia, seja um regalo para a vista. Não faltam televisores para dar uma espreitadela ao clássico. Para os mais nervosos é sempre possível vir cá fora fumar um cigarro e deliciar-se com o postal ao vivo que constitui o centro histórico do Porto. Bifes, francesinhas e muita cerveja são presença obrigatória em qualquer menu. Avenida Ramos Pinto Loja 170, Cais de Gaia, Vila Nova de Gaia Tel. 223 747 400

 

6. Tonga- Restaurante Tasca

Pode uma tasca ser moderna? À partida, não. Mas nos últimos anos o nome tornou-se cool e pode ir-se jantar a uma tasca, como o Tonga, sem pensar em salgados ensopados em óleo e o mata-mosca Cri-Cri a servir de iluminação estroboscópica de cada vez que cai um insecto. Situado em Benfica, o Tonga tem ecrãs de plasma grandes, comida tradicional portuguesa em versões modernizadas (petiscos chamam-se agora tapas) e uma considerável reserva de cerveja. Avenida do Uruguai, 26A, Benfica, Lisboa. Tel. 214 051 351

7. Lizarran

O ambiente é assim como que a atirar para o espanhol. Tapas, cañas ou cidra são algumas especialidades da casa, que tem como originalidade fazer a conta final pelo número de palitos deixados num recipiente na mesa. Para ver o clássico sem perder pitada, uma tela enorme não deixa escapar nenhuma incidência da partida. Ideal para os benfiquistas que esperam ver o espanhol Javi Garcia parar o meio-campo do FC Porto. Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, 508, 4450 Leça da Palmeira Tel. 224 026 537

8. Shakesbeer

A Rua do Campo Alegre é a artéria por excelência das cervejarias no Porto. Às históricas Galiza e Capa Negra, junta-se agora a Shakesbeer, mesmo junto ao túnel de acesso à auto-estrada. Não falta a televisão de dimensões generosas (plasmas), assim como todo um arsenal gastronómico que não permite sair de lá com a barriga a dar horas. A cerveja é de excelente qualidade, como atestam as cubas mesmo à vista dos clientes. Rua do Campo Alegre 359/365, 4150-178 Porto Tel. 912 175 353

 

9. Cufra

É uma das mais antigas cervejarias do Porto. Em plena Avenida da Boavista, e com parque de estacionamento, dispõe de uma tela onde, religiosamente, são projectados os jogos que apenas podem ser vistos na SportTV. Por entre uma francesinha, um prego ou um prato de marisco, o clássico terá uma cor mais azul-e-branca, não sendo mesmo difícil  encontrar por lá alguns portistas famosos.Avenida da Boavista 2504, 4100 Porto
Tel. 226 172 715


10. Café Império

Ele está no meio de nós ? nós, os lisboetas. No centro geométrico de Lisboa, mais coisa menos coisa, paredes meias com o grande templo da Igreja Universal do Reino de Deus, o centro de outra coisa qualquer. A cozinha funciona até tarde e é de lá que sai o célebre bife à Império, um dos melhores da capital. No piso inferior há um projector e televisões grandes em vários ângulos, para que não se perca pitada do jogo quando se tem de virar para chamar o empregado. Avenida Almirante Reis, 205, Lisboa. Tel. 212 471 765

 

 

Via Ionline

 



publicado por olhar para o mundo às 23:51 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.12.09

Onde ver o Benfica Porto?

 

 Esta lista só existe porque um dia alguém decidiu que era boa ideia ter um canal que só passasse bola - e que uma assinatura desse canal custaria quase o mesmo que os outros 40 todos juntos. Começou a ser difícil ver um jogo em casa, com uma cerveja na mão e a família a pedir para mudar de canal.

Assistir ao jogo na televisão deixou de ser uma coisa que qualquer pessoa com uma antena no telhado pode fazer. Os jogos estão agora ao nível do chão, em salas de luzes brancas decoradas com aquários cheios de sapateiras com tenazes presas por elásticos: as cervejarias. Elencámos dez, entre Lisboa e Porto, para ajudar o leitor a decidir o melhor lugar para ver o Benfica-Porto e para utilizar o verbo "elencar" na primeira pessoa do plural do pretérito perfeito. 

Uns mais caros que outros, mais confortáveis que outros. Apenas uma garantia: não vai faltar cerveja de pressão, tirada com aquela precisão de um samurai - dois dedos de espuma - e salgados para fintar a fome. Nenhum dos lugares é directamente conotado com nenhum clube, mas a distinção geográfica Lisboa-Porto deve ser suficiente para saber onde vão estar benfiquistas e portistas.

1. British Bar

As histórias deste bar no Cais do Sodré, Lisboa, são suficientes para encher esta página ? e o que fica de fora pode vir a dar um livro ou documentário. Um dos mais antigos e emblemáticos bares de Lisboa, o British Bar, tem a maior carta de cervejas da capital (loiras, pretas ou ruivas, sobretudo belgas) e uma televisão discreta sempre sintonizada nos canais que interessam. Há salgados e o mítico ovo cozido em cima de um monte de sal. Rua Bernardino Costa, 52, Cais do Sodré, Lisboa. Tel. 213 422 367

 2. Grupo Excursionista "Vai Tu"

Na sala de convívio deste grupo excursionista a intensidade com que se vive o futebol é inversamente proporcional ao preço da cerveja. Tem uma televisão grande, área de fumadores (é mesmo uma área, expressa em metros quadrados, sem separação física) e um benfiquista lendário que, quando a sua equipa ganha e o árbitro faz ?bem? o seu trabalho, ofende o realizador da transmissão televisiva: ?Este plano é uma merda, não se vê nada.? Rua da Bica de Duarte Belo, 6 - 8, Lisboa. Tel. 213 460 848

 3. Barraquinha da Praia da Granja

A Barraquinha da Praia da Granja, em Vila Nova de Gaia, tem uma vantagem óbvia. Como fica em cima do areal, o derrotado da noite pode sempre dar um passeio a pé junto ao mar para afogar (apenas) as mágoas. Dispõe de um ecrã gigante e serviço de snack bar. A paisagem é excelente, o estacionamento é abundante e fica longe dos tradicionais aglomerados de adeptos. Esplanada Fernando Ermida, Granja, Vila Nova de Gaia

 4. Maracanã

Um clássico das cervejarias lisboetas, o Maracanã é célebre pelos mariscos, petiscos e uma esplanada à beira da Avenida Fontes Pereira de Melo na qual beber um café à tarde é quase um desporto radical. Lá dentro há uma televisão grande que, aos dias de semana, serve para passar as letras do menos concorrido karaoke da capital. Felizmente, a comida e bebida estão vários furos acima dos cantores amadores que insistem em guinchar o reportório de Céline Dion. Rua Pinheiro Chagas, 1, Saldanha, Lisboa. Tel. 213 526 934

 5. República da Cerveja

Diz-se, e com toda a propriedade, que a melhor vista do Porto se tem a partir de Gaia. Daí que a República da Cerveja, no Cais de Gaia, seja um regalo para a vista. Não faltam televisores para dar uma espreitadela ao clássico. Para os mais nervosos é sempre possível vir cá fora fumar um cigarro e deliciar-se com o postal ao vivo que constitui o centro histórico do Porto. Bifes, francesinhas e muita cerveja são presença obrigatória em qualquer menu. Avenida Ramos Pinto Loja 170, Cais de Gaia, Vila Nova de Gaia Tel. 223 747 400

 6. Tonga- Restaurante Tasca

Pode uma tasca ser moderna? À partida, não. Mas nos últimos anos o nome tornou-se cool e pode ir-se jantar a uma tasca, como o Tonga, sem pensar em salgados ensopados em óleo e o mata-mosca Cri-Cri a servir de iluminação estroboscópica de cada vez que cai um insecto. Situado em Benfica, o Tonga tem ecrãs de plasma grandes, comida tradicional portuguesa em versões modernizadas (petiscos chamam-se agora tapas) e uma considerável reserva de cerveja. Avenida do Uruguai, 26A, Benfica, Lisboa. Tel. 214 051 351

 7. Lizarran

O ambiente é assim como que a atirar para o espanhol. Tapas, cañas ou cidra são algumas especialidades da casa, que tem como originalidade fazer a conta final pelo número de palitos deixados num recipiente na mesa. Para ver o clássico sem perder pitada, uma tela enorme não deixa escapar nenhuma incidência da partida. Ideal para os benfiquistas que esperam ver o espanhol Javi Garcia parar o meio-campo do FC Porto. Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, 508, 4450 Leça da Palmeira Tel. 224 026 537

8. Shakesbeer

A Rua do Campo Alegre é a artéria por excelência das cervejarias no Porto. Às históricas Galiza e Capa Negra, junta-se agora a Shakesbeer, mesmo junto ao túnel de acesso à auto-estrada. Não falta a televisão de dimensões generosas (plasmas), assim como todo um arsenal gastronómico que não permite sair de lá com a barriga a dar horas. A cerveja é de excelente qualidade, como atestam as cubas mesmo à vista dos clientes. Rua do Campo Alegre 359/365, 4150-178 Porto Tel. 912 175 353

 9. Cufra

É uma das mais antigas cervejarias do Porto. Em plena Avenida da Boavista, e com parque de estacionamento, dispõe de uma tela onde, religiosamente, são projectados os jogos que apenas podem ser vistos na SportTV. Por entre uma francesinha, um prego ou um prato de marisco, o clássico terá uma cor mais azul-e-branca, não sendo mesmo difícil  encontrar por lá alguns portistas famosos.Avenida da Boavista 2504, 4100 Porto
Tel. 226 172 715

10. Café Império

Ele está no meio de nós ? nós, os lisboetas. No centro geométrico de Lisboa, mais coisa menos coisa, paredes meias com o grande templo da Igreja Universal do Reino de Deus, o centro de outra coisa qualquer. A cozinha funciona até tarde e é de lá que sai o célebre bife à Império, um dos melhores da capital. No piso inferior há um projector e televisões grandes em vários ângulos, para que não se perca pitada do jogo quando se tem de virar para chamar o empregado. Avenida Almirante Reis, 205, Lisboa. Tel. 212 471 765
SportTV1, 20h15

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar | ver comentários (6)

Terça-feira, 03.11.09

Alice no país das maravilhas, no cinema em 2010

 

Uma sensação de “eu conheço isto de algum lado” percorre-nos ao estudar as listas de filmes prontos a estrear em 2010. Hollywood parece ter encontrado uma fórmula para o sucesso e perdeu a vergonha de a usar. Temos remakes de filmes e séries dos anos 80, há adaptações de videojogos ao cinema e mais um ou outro herói da Marvel que passa dos quadradinhos para a fita de celulóide. As maiores surpresas vêm de realizadores que decidiram pegar em clássicos infantis e transformá-los em clássicos do cinema. Porque na infância ainda não há lugar para a nostalgia, filmes como “Alice no País das Maravilhas” de Tim Burton, ou “Sítio das Coisas Selvagens”, de Spike Jonze, podem ser as coisas mais originais do ano que vem.

“O Fantástico Senhor Raposo”, de Wes Anderson

Wes Anderson pegou num clássico da literatura infantil e deu-lhe vida com miniaturas que contam a história, um original de Roald Dahl, o mesmo autor de “Charlie e a Fábrica de Chocolate”,  através da técnica de stop motion. Conta com um elenco de luxo, do qual apenas vamos escutar as vozes: os destacáveis George Clooney e Meryl Streep partilham os créditos finais com os repetentes Bill Murray e Jason Schwartzman na história de uma raposa (a bem dizer, um raposo) a quem a vida dá uma volta depois do nascimento do primeiro filho. É o filme que abre o Estoril Film Festival, na próxima quinta-feira, dia 5 de Novembro. Estreia prevista para Portugal: 28 de Janeiro

“Anticristo”, de Lars von Trier

Lars von Trier continua empenhado em escarafunchar o lado mais sombrio da espécie humana. Em “Anticristo”, filme com reacções muito divididas em Cannes, conta a história de um casal que se refugia numa cabana nos bosques para tentar esquecer a morte do filho. Com um elenco de apenas dois actores, Willem Dafoe e Charlotte Gainsbourg, von Trier explora o luto e a dor de um casal num drama psicológico que acaba por se transformar num filme de terror. Estreia prevista para Portugal: 21 de Janeiro

“Clash of The Titans”, de Louis Leterrier

Quem já fez zapping pelos canais de cinema a um domingo à tarde, deve ter reparado num filme antigo, nuns efeitos especiais medonhos e um lote de actores que parecíamos reconhecer de algum lado. “Clash of The Titans”, o original de 1981, foi um êxito de bilheteira que triunfou graças aos defeitos – que então eram qualidades – anunciados antes. O remake, que estreia em 2010, pretende dar uma cara nova a este clássico que não sobreviveu ao teste do tempo. Liam Neeson e Ralph Fiennes lideram o elenco de um filme baseado na mitologia grega. Sem data de estreia para Portugal

“Tron Legacy”, de Joseph Kosinski

Quando “Tron” estreou, em 1982, os computadores eram ainda máquinas exóticas que existiam sobretudo nos laboratórios das universidades. Talvez por isso fosse tão verosímil escrever um filme sobre gente que vive dentro dessas máquinas. “Tron Legacy”, uma das grandes apostas da Disney para o ano que vem, pode impressionar pelos efeitos especiais, mas vai encontrar do lado de cá um público mais céptico. O filme pega no filho do protagonista da fita original e mete-o ao volante de veículos futuristas no ciberespaço. Uma sequela a piscar o olho aos saudosistas do ZX Spectrum. Sem data de estreia para Portugal

“Eclipse”, de David Slade
Estamos a viver uma moda dos vampiros, e a notícia de que está prevista uma estreia em 2010 de um novo filme da saga Twilight prova de que esta moda vai demorar a passar. “Eclipse” é a terceira versão cinematográfica do terceiro volume da saga de vampiros adolescentes criada pela escritora Stephenie Meyer. Desta feita, a protagonista tem de escolher entre um vampiro e um lobisomem, naquele que é asseguradamente um dos grandes êxitos de bilheteira do ano que aí vem. Com Robert Pattinson, Kristen Stewart e Taylor Nautler. Sem data de estreia para Portugal

“Robin dos Bosques”, de Ridley Scott

Robin dos Bosques é um herói dos contos tradicionais ingleses. Tão popular que já se fizeram sobre ele canções, séries, canecas e um filme com Kevin Costner e banda sonora de Bryan Adams.O realizador Ridley Scott (“Blade Runner”, “Gladiador”) achou que o que faltava mesmo era mais um filme sobre o melhor arqueiro de Nottinghamshire. Juntou-se novamente a Russel Crowe e reabilitou Robin dos Bosques para mais uma aventura em que os ricos são roubados para benefício dos mais desfavorecidos. Sem data de estreia para Portugal

“Um Caso Sério”, de Joel e Ethan Coen

Um novo filme dos irmãos Coen (“Fargo”, “Este País Não é Para Velhos”) é sempre notícia. Uma boa notícia, sobretudo, se for mais uma comédia ao seu estilo – humor negro ou cinzento escuro, personagens memoráveis e diálogos preciosos, como vimos em “O Grande Lebowski” e, mais recentemente, “Destruir Depois de Ler”. “Um Caso Sério” é um remake de uma comédia de 1967, com um elenco de quase-anónimos: Larry Gopnik (o homem sério que dá nome ao filme) vê a vida dar uma volta depois de a mulher o deixar por este não se conseguir livrar do irmão que foi viver lá para casa. Estreia prevista para Portugal: 4 de Fevereiro

“Alice  no País das Maravilhas”, de Tim Burton

Toda a gente quer ver o clássico conto de Lewis Carroll contado pelo olhar de Tim Burton. O realizador de “Eduardo Mãos de Tesoura” e “Charlie e a Fábrica de Chocolate” atirou-se a um marco da literatura infantil, “Alice no País das Maravilhas”, história que já sofreu todas as adaptações possíveis – cinema, teatro, desenhos animados, musicais, etc. Esta nova versão promete ser mais adulta (Alice tem 19 anos) e conta com os desempenhos de Johnny Depp e Helena Bonham Carter, parceiros de Burton nesta coisa de pintar de negro as histórias de encantar. Estreia prevista em Portugal para 4 de Março de 2010.

“The Imaginarium of Doctor Parnassus”, de Terry Gilliam

A história de uma companhia de teatro itinerante que fez um pacto com o Diabo tinha como protagonista o actor Heath Ledger. Por altura da sua morte, em Janeiro de 2008, um terço das cenas tinham sido rodadas. Depois de interrompidas as gravações, foram encontrados não um, mas três substitutos para o malogrado actor: Jude Law, Johnny Depp e Colin Farrell chegaram-se à frente para fazer de Tony um homem que viaja por um mundo de sonhos depois de passar por um espelho. Esta ficção fantástica é dirigida pelo Monty Python Terry Gilliam e foi um dos filmes mais aplaudidos do último Festival de Cannes.

Estreia prevista para Portugal: 4 de Fevereiro

“O Sítio das Coisas Selvagens”, de Spike Jonze

Mais uma estreia na animação de uma realizador reputado, mais uma adaptação ao cinema de um livro para crianças. “O Sítio das Coisas Selvagens” foi um conto infantil de Maurice Sendak antes de ser um dos filmes mais aguardados de 2009 – a estreia acabou por ser atirada para 2010, o que justifica a inclusão nesta lista. Numa mistura de animação com imagens reais, o novo filme do realizador de “Inadaptado” e “Queres Ser John Malkovich?” narra as desventuras de Max, um garoto que foge de casa e encontra uma ilha habitada por criaturas fantásticas. Sem data de estreia para Portugal



publicado por olhar para o mundo às 07:58 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

As melhores festas de pas...

Os melhores locais para i...

Onde ver o Benfica Porto

Dez motivos para ir ao ci...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados