Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

06
Out09

Leica. Um mito perpetuado pelas mãos de artesãos portugueses

olhar para o mundo

 Leica, made in Portugal

 

Todos os mitos guardam segredos e a Leica não é excepção. A marca nasceu em 1920 e, com a ajuda de Cartier-Bresson, tornou--se mítica poucos anos depois. Mas a Alemanha deixou de ser o país de fabrico por excelência quando, nos anos 70, foi preciso encontrar mão-de-obra barata.


Nessa altura, Portugal bateu a Irlanda e a Tunísia como berço da nova fábrica. Muitos funcionários então contratados nunca mais deixaram a fábrica e hoje metade dos mil técnicos Leica têm morada em Famalicão. "As pessoas acham que a grande capacidade de execução está na Alemanha", explicou ao o fotógrafo Pedro Letria. A suposição não podia estar mais errada. É em Portugal que se produzem as peças e se montam as máquinas quase na totalidade. Mas a experiência de usar a etiqueta "made in Portugal" na série R não resultou: depois de perdas de 30% nos EUA e Japão, a Leitz (empresa que produz as Leicas) preferiu colar-se à etiqueta regular alemã. Letria explica: "Não é que desvalorize dizer 'made in Portugal', mas valoriza dizer 'made in Germany'."

A era digital foi um tiro certeiro na mítica Leica, mas o renascer do mito vai contar com a preciosa ajuda portuguesa. Na sexta-feira marca-se um mês do lançamento da M9, a nova Leica que Letria diz "que vai conseguir convencer os consumidores". Os preços exorbitantes afastam as carteiras comuns, mas o novo modelo oferece o melhor do digital e o melhor da Leica. "Com uma Leica, quando se faz clique está a ver-se o momento captado, o fotógrafo sabe que captou o que realmente queria."

Mais de 30 anos depois, a Leitz também conseguiu captar o que queria. No website, classifica os seus técnicos como "seres humanos maravilhosos", ainda que não refira que estes são, na sua maioria, portugueses. Se o segredo português fosse quebrado existiria o mito? Talvez não. Mas a reinvenção desse mito está em mãos nacionais: em poucas semanas, a fábrica do Norte já tem quase 20 mil peças Leica encomendadas.

 

Via ionline

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D