Quarta-feira, 23.03.11
Hackers conseguiram aceder ao iPhone de Scarlett e roubar-lhe uma fotografia em que ela aparece totalmente nua
 
 
O FBI está a investigar uma série de roubos de fotografias comprometedoras de estrelas de Hollywood. Depois de terem sido divulgadas através da Internet imagens da jovem Vanessa Hudgens sem roupa, agora é a vez de Scarlett Johansson ver imagens suas despida a circularem pela Web.
 
Hackers conseguiram aceder ao iPhone de Scarlett e roubar-lhe uma fotografia em que ela aparece totalmente nua (Lucas Jackson/Reuters)

A primeira vítima daquilo que se julga ser uma rede de hackers foi a estrela dos filmes “High School Musical”, Vanessa Hudgens, que já fez queixa à polícia federal norte-americana.

A jovem actriz apresentou queixa depois de ter percebido que andavam a circular online fotografias suas que estavam guardadas no seu telemóvel pessoal. Os hackers terão tido acesso remoto ao seu smartphone e terão transferido as suas fotografias mais comprometedoras para a Web.

Vanessa Hudgens já tinha sido alvo de um golpe semelhante, há dois anos, depois de se terem igualmente publicado umas imagens em que aparecia igualmente nua. Este incidente quase lhe custou a carreira, uma vez que Hudgens trabalha com a cadeia Disney, que tolera com dificuldade este tipo de episódios, já que é uma cadeia destinada a crianças.

Depois de Hudgens, chegou agora a vez de Scarlett Johansson. Hackers conseguiram aceder ao iPhone da actriz e roubar-lhe uma fotografia em que ela aparece totalmente nua.

Miley Cirus, Selena Gómez e Jessica Alba são outras das famosas a quem terão igualmente sido roubadas fotografias, embora ainda não estejam a circular na Web, refere o “El País”.

As últimas informações dão conta que o FBI já está perto de apanhar os responsáveis por estas violações de privacidade.

Os peritos têm alertado para o risco que representam os chamados smartphones, que são como pequenos computadores susceptíveis de serem “assaltados” por piratas informáticos, que conseguem facilmente aceder às pastas de fotos armazenadas no aparelho.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:03 | link do post | comentar

Quinta-feira, 03.03.11
 
 
Depois de muitos rumores acaba de ser apresentado o novo iPad. A única surpresa acabou mesmo por ser a presença de Steve Jobs, que subiu ao palco para mostrar ao mundo o iPad 2. A 25 de Março deverá estar à venda em Portugal
 

A grande surpresa da cerimónia foi a entrada em palco de Steve Jobs, que esteve de baixa recentemente, e foi recebido com uma enorme ovação.

O patrão da Apple justificou a presença na cerimónia ao afirmar que«estivemos a trabalhar neste produto durante algum tempo e não queria perdê-lo».


Com lançamento previsto para o próximo dia 11 de Março, inicialmente apenas nos EUA, o novo tablet da Apple tem como principais características um processador dual-core A5, que apresenta o dobro da rapidez face à versão anterior, câmara frontal e na parte traseira e o facto de ser mais fino e mais leve do que o seu antecessor.

 

A nível de software, o novo iPad surge com o sistema operativo iOS 4.3 que integra uma funcionalidade através da qual os utilizadores podem aceder aos conteúdos do iTunes que têm no PC directamente no tablet, e com o FaceTime, a aplicação de videoconferência já disponível para o iPhone e que passa a estar também presente no iPad.

 

O iPad 2, que vai surgir em branco e em preto, vai ser comercializado a partir de 499 dólares, o mesmo preço da actual versão, e o modelo mais caro custará 829 dólares.

 

Depois do lançamento nos EUA o novo iPad vai ser lançado em mais 26 países no próximo dia 25 de Março, lote que já inclui Portugal.

 

Via Sol



publicado por olhar para o mundo às 08:01 | link do post | comentar

Segunda-feira, 12.04.10

Os computadores e o mundo em que vivemos

 

....mudam-se as vontades...

 

Adaptação para a ERA DIGITAL:

1. A pressa é inimiga da conexão.

2. Amigos, amigos, senhas à parte.

3. A arquivo dado não se olha o formato.

4. Diz-me que chat frequentas e te direi quem és.

5. Para bom provedor uma senha basta.

6. Não adianta chorar sobre arquivo deletado.

7. Em briga de namorados virtuais não se mete o mouse.

8. Hacker que ladra, não morde.

9. Mais vale um arquivo no HD do que dois baixando.

10. Mouse sujo se limpa em casa.

11. Melhor prevenir do que formatar.

12. Quando um não quer, dois não teclam.

13. Quem clica seus bons ares multiplica.

14. Quem com vírus infecta, com vírus será infectado.

15. Quem envia o que quer, recebe o que não quer...

16. Quem não tem banda larga, caça com modem.

17. Quem semeia e-mails, colhe spams.

18. Quem tem dedo vai a Roma.com

19. Vão-se os arquivos, ficam os back-ups.

20. Diz-me que computador tens e direi quem és.

21. Uma impressora disse para outra: Essa folha é sua ou é impressão minha ? .

22. Aluno de informática não cola, faz backup.

23. Na informática nada se perde nada se cria. Tudo se copia... E depois se cola.

 

Via Crónicas de Munique e algo mais

 



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sexta-feira, 19.03.10

Virus informáticas andam por aí.

 

Dois telemóveis comprados na loja online da Vodafone trouxeram um extra que não estava previsto: um código malicioso pré-instalado cuja missão é roubar dados do cartão. No primeiro caso, reportado na semana passada, a Vodafone Espanha classificou o incidente como “isolado”. O problema é que o segundo telemóvel infectado foi comprado por um especialista em segurança informática, que o testou antes de começar a utilizar. Resultado: ambos os telemóveis vieram da loja infectados com o mesmo “malware”. Ontem ainda não havia explicação oficial para o sucedido. Mas o que realmente interessa é perceber que os códigos maliciosos, dos vírus aos programas para roubar passwords, vêm agora nos pacotes mais insuspeitos.

Cuidado com o motor de busca

A primeira coisa que a maioria dos cibernautas faz quando quer procurar alguma coisa é ir aoGoogle. No entanto, o maior motor de busca da internet não é responsável pela idoneidade dos links que apresenta nas páginas de resultados. Javier Ildefonso, director de marketing da especialista em segurança Symantec, dá o exemplo: “Na primeira página de resultados orgânicos [não patrocinados] de uma busca por ‘entrevista a tiger woods’ encontram-se vários links infectados”, cerca de 30% do total. 
O responsável, que ontem apresentou em Lisboa a mais recente versão do software de protecçãoNorton 360, admitiu mesmo que os motores de busca são hoje uma das principais portas de entrada dos vírus e outros códigos maliciosos nos computadores pessoais. É que o site pode não parecer perigoso e levar o utilizador a clicar onde não deve. Ou então apresentar uma página de “downloads”, até de software antivírus, que não são mais que programas falsos. Programas como o Norton e oMcAfee avisam com uma bola verde ou vermelha se o site é fiável ou não.

Vírus em Aeroportos

 O alerta já tinha sido dado há dois anos, quando um estudo revelou que muitas redes sem fios nos aeroportos norte-americanos eram vulneráveis. Ontem Javier Ildefonso voltou a frisar este perigo, referindo os casos de infecção que aconteceram no aeroporto de Chicago. Se ligar o portátil e lhe aparecer uma rede com o apetecível nome “Free Wi-Fi”, acredite: o mais provável é que seja uma armadilha.

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 13:32 | link do post | comentar

Sábado, 05.12.09

Portateis cada vez mais baratos em Portugal

 

 Menos de 600 euros. É a primeira vez que o preço médio dos computadores portáteis vendidos em Portugal fica abaixo desta fasquia, marcando uma nova era na massificação da informática. Os números são da Toshiba portuguesa e significam que nunca se compraram tantos portáteis a preços tão reduzidos. E a tendência veio para ficar. 


"Em 2007, o preço médio de venda era de mil euros", disse ontem o director de marketing da Toshiba, Jorge Borges, durante a apresentação do quarto observatório do mercado feito pela empresa.

Este ano, a queda do preço médio atingiu um valor recorde de 20%. Porquê? a explicação está no programa e-escolas e no sucesso dos netbooks (miniportáteis low-cost), que pressionaram os preços em baixa e obrigaram a concorrência a reposicionar-se. 

Os consumidores agradeceram e acorreram às lojas, o que se traduziu num crescimento de 30% do mercado - sem o efeito do e-escolas e do e-escolinhas (Magalhães), esta subida teria sido de apenas 6%. Este valor mesmo assim não seria mau, em ano de crise, de várias eleições e de espera pelo novo sistema operativo da Microsoft, o Windows 7. Feitas as contas, vão vender-se mais de 1,3 milhões de portáteis em 2009. 

"Vivemos um paradigma diferente dos outros mercados: temos de vender mais produto com mais qualidade e por menos dinheiro", resumiu João Amaral, director-geral da Toshiba, que este ano também irá bater o recorde e vender 300 mil portáteis. A retrospectiva não deixa margem para dúvidas. Se em 2002, 20% dos portáteis vendidos custavam mais de dois mil euros, hoje essa fatia é inferior a 1%. Os portugueses baixaram a barreira psicológica para os mil euros e é aqui que se concentram 60% das vendas. 

Nesta guerra de preços, o consumidor sai claramente a ganhar. Não só porque consegue bons produtos por menos dinheiro, mas também porque há mais gamas disponíveis: além dos portáteis convencionais, já é possível optar por um ultra-portátil, um netbook e futuramente por um smartbook. Esta é a grande novidade do mercado para 2010: um cruzamento entre o smartphone e o netbook, que dará origem a um aparelho ainda mais barato que os portáteis low-cost (que custam entre 250 e 400 euros), mas com funcionalidades acrescidas em relação ao smartphone. Segundo as palavras de Jorge Borges, serão "aparelhos concebidos para aceder a informação na net, mais limitados que o netbook". 

A Toshiba acredita ainda que um dos impulsionadores desta nova espécie será o Chrome, sistema operativo que a Google vai tirar do forno já no início de 2010. Trata-se de um software leve, desenhado especialmente para portáteis de baixo custo, em que o acesso permanente à internet é a principal funcionalidade. Justificará a tendência para que cada consumidor venha a ter dois ou três equipamentos portáteis, tal como acontece hoje com os telemóveis, e que a base instalada de portáteis em funcionamento ultrapasse já os três milhões.

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 15:31 | link do post | comentar

Quinta-feira, 03.12.09

Afinal não há ecrã preto da morte

 

 Depois de a Microsoft ter negado que dois updates de segurança teriam causado "ecrãs pretos da morte" em computadores com Windows, a empresa que fez essa acusação retratou-se. A britânicaPrevx reconheceu hoje que os updates não estiveram relacionados com os bloqueios registados e pediu desculpa à fabricante do Windows pelos "inconvenientes causados", já que a questão foi amplamente reportada pelos meios de comunicação social durante o fim-de-semana.

Além disso, a Microsoft negou que os "ecrãs pretos da morte" tenham afectado "milhões" de computadores, tal como tinha sido avançado pela Prevx na sexta-feira passada, sublinhando que não foram registados muitos relatórios de erro e que este fenómeno deverá estar associado a algum tipo de malware.

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 10:34 | link do post | comentar

Sábado, 21.11.09

Sistema operativo da google,chrome OS

 

A Google apresentou uma versão funcional do sistema operativo que anunciou em Julho. O Chrome OS já tinha sido descrito como um sistema para um novo paradigma de utilização do computador pessoal – e está pensado para quem está permanentemente ligado à Internet.

 

O aspecto do Chrome OS é visualmente muito semelhante ao browser com o mesmo nome que a empresa lançou há pouco mais de um ano. A ideia é que o utilizador use aplicações online – como o GMail e os Google Docs (que incluem processadores de texto e folhas de cálculo) – para todo o tipo de tarefas.


A interface de navegação é praticamente igual à do browser Chrome, com uma série de separadores no topo a permitir o acesso a aplicações Web e a sites. Há ainda um menu de aplicações semelhante ao de algumas versões de Linux que estão a ser usadas emnetbooks, os pequenos computadores baratos que se tornaram muito populares.

Há muito que a Google está a trabalhar para mudar o paradigma de computação pessoal e tenta impulsionar a transição para o chamado “cloud computing”, onde as ferramentas e os ficheiros do utilizador não ficam guardados no disco rígido dos computadores, mas sim na “nuvem” de servidores da Internet.

No Chrome OS, os documentos criados pelo utilizador são automaticamente guardados na “nuvem” e nada fica armazenado no computador. Por exemplo, ao usar o editor de texto simples do Chrome OS (que se chama Notepad, tal como o do Windows), o documento criado é automaticamente guardado no espaço dos Google Docs.

Numa vídeo-demonstração para jornalistas, o vice-presidente de produtos da Google, Sundar Pichai, abriu um documento Excel, da Microsoft. O Chrome OS abriu o documento usando o Windows Live, um serviço online da Microsoft que permite lidar com este tipo de ficheiros. “A Microsoft criou uma killer app para o Chrome”, gracejou Pichai (killer app é o jargão inglês para designar uma aplicação capaz de determinar o sucesso de um produto).

Ao aceder a um ficheiro online – um documento PDF, por exemplo – o sistema abre-o na aplicação online capaz de lidar com esse ficheiro. E, para a maioria dos ficheiros, a Google já disponibiliza uma aplicação na Web.

A informação criada pelo utilizador num computador equipado com o Chrome OS – sejam definições pessoais para o uso das aplicações ou documentos – é constantemente sincronizada com os dados na “nuvem”. O computador servirá apenas como cache, armazenando a informação temporariamente, de forma a permitir um acesso mais rápido, explicaram os responsáveis.

Tal como a empresa já tinha prometido, o código-fonte do Chrome OS – que é baseado em Linux – foi hoje disponibilizado online para acesso de qualquer pessoa. Em teoria, isto torna possível (embora seja tecnicamente muito complexo) que um utilizador instale o sistema num computador.

A empresa reafirmou a meta de colocar o Chrome OS no mercado em meados do próximo ano, pré-instalado em netbooks.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 21:33 | link do post | comentar

Quinta-feira, 01.10.09

Bom.... se calhar isto explica algumas coisas.....  estou mesmo a imaginar a cena, envia-se um mail e como medida de segurança pede-se a deus que zele para que ninguém olhe!

 

 

De acordo com um despacho da Secretaria-Geral da Presidência da República publicado na 2ª série do Diário da República de 06 de Julho, o director da Direcção dos Serviços de Informática é José Luís Machado Seruya.

José Luís Machado Seruya é licenciado em Teologia, mas desde os anos 80 está ligado ao sector da informática, tendo passado, entre outras empresas, pela UNICRE, onde foi analista-programador, e pela Companhia de Seguros Inter-Atlântico, onde foi director de informática.

Mais recentemente, José Luís Machado Seruya foi adjunto do gabinete da secretária de Estado da Cultura, secretário do Conselho Gestor do Sistema de Certificação Electrónica do Estado e Director do CEGER - Centro de Gestão da Rede Informática do Governo.

 

Este país é mesmo uma anedota!..

 

Via DN



publicado por olhar para o mundo às 21:02 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11.03.09

Via, Missanga Azul



publicado por olhar para o mundo às 16:17 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Rede de “hackers” divulga...

Novo iPad em Portugal a p...

Mudam-se os tempos ....

Vírus informáticos à solt...

Portugueses nunca comprar...

Afinal não há milhões de ...

Google apresenta o sistem...

Director de serviços info...

O futuro hoje

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados