Sábado, 18.09.10

 

Mulheres são mais infiéis no dia a seguir ao dia dos namorados

Claudio R. S. Pucci

 

Não deu atenção à sua mulher no Dia das Mães? Esqueceu de comprar um presente bonito para ela e a única coisa que ela ganhou foi um desenho que filhinho fez na escola e a obrigação de fazer o almoço de família? Pois bem, nas imortais palavras do personagem Patolino: "isso significa guerra".


Pelo menos foi o que constatou o Ashleymadison.com, um site de relacionamentos americano para pessoas casadas (sim, você leu certo, ele promove encontros extraconjugais).

Segundo o site Momlogic, na segunda-feira após o Dia das Mães, 31.427 mulheres se cadastraram em busca de alguém que lhe a atenção necessária (a média são de 2,5 a 3 mil por dia). É o segundo dia mais procurado por mulheres infelizes, perdendo apenas para o dia seguinte ao Dia dos Namorados. E mais, 67% dessas moças fica em casa e não trabalha, a idade média é de 36 anos e 1/3 delas já considerava pular a cerca antes da data festiva.

Segundo o fundador do Ashley Madison, Noel Biderman, o fenômeno ocorre já que essas mulheres esperam ser celebradas no Dia das Mães e acabam negligenciadas pelos maridos. E todos sabem que enquanto homens buscam relacionamentos fora do casamento por sexo, a maioria das garotas o faz para ter a atenção de alguém.

Noel diz que administrar um site que lida com traição acabou mudando sua vida, pois como marido e pai sabe o quanto é importante fazer a mulher feliz. "Eu sempre vejo o Dia das Mães como uma oportunidade incrível para celebrar a dinâmica familiar, a dedicação da minha mulher e nosso relacionamento interpessoal. Eu me esforço para fazer minha mulher sorrir do momento em que ela acorda mais tarde que nos outros dias, aliás à hora em que ela vai para a cama comigo!", complementou o bom marido. E você achando que não se faziam mais homens como antigamente, não é.

 

 

Via Mulher



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Sábado, 26.06.10

Agora, é mais um escândalo político-sexual. A candidata a Governadora do Estado norte-americano nega tudo. “Nunca aconteceu. Nunca. Em 13 anos de casamento, sempre fui fiel ao meu marido”.

Reage com acutilância: “Há três meses, eu era a Nikki quem? Mas agora que vou à frente nas sondagens, já estou rodeada de lixo. É o lado repugnante da política. Estão a procurar protagonismo à minha custa”. Nikki Haley foi, entretanto, uma das vencedoras da primeira volta das eleições, na passada terça-feira.

Ora tudo começou quando Will Folks, ex-conselheiro político do Governador demissionário, divulgou que manteve uma relação extraconjugal com Haley “há alguns anos”, através do seu blogue. Para fundamentar a revelação, Folks disponibilizou uma lista de alegadas 700 chamadas telefónicas trocadas entre ambos.

Nikki Haley nega tudo. “Foram contactos estritamente profissionais”, disse.

A trama complicou-se mais ainda quando, na véspera do último debate eleitoral, Larry Marchant, conhecido membro do “lobby” do Estado, decidiu também tornar pública uma “relação física” de uma única noite com a candidata a Governadora.

Nikki Haley nega tudo, uma vez mais. “Os consultores políticos trabalham para quem lhes paga”, disse.

Contando com o apoio do Tea Party de Sarah Palin, na noite eleitoral, Halley ficou a um ponto percentual de evitar a segunda volta, que acontece no final do mês. Reuniu 49% dos votos.

Ironia (ou talvez não), Will Folks e Nikki Haley eram fortes aliados políticos de Mark Sanford, que chorou na televisão nacional ao confessar o adultério.

Caso nenhum dos casos de adultério venha a comprovar-se, Nikki Haley será uma Governadora, de 38 anos, filha de imigrantes indianos, que foram para os EUA à procura do sonho americano.

Na realidade, a candidata chama-se Nimrata Randhawa, nome difícil para vingar numa campanha da Carolina do Sul, onde a campanha política é já agressiva quanto baste por si só.

Colaborou com a mãe numa cadeia de lojas de roupa até envolver-se na política, desde há seis anos. Pelo caminho, casou com um metodista norte-americano, Michael Haley, com quem teve dois filhos, Rena e Nalin.

E agora?

 

Via Jornal de Noticias



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Mulheres são mais infiéis...

Sexo, mentiras e video

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...