Terça-feira, 09.10.12

6 certezas sobre sexo que deve esquecer

Deixe as suas certezas sobre sexo para trás e aumente a temperatura na cama

Por vezes agarramo-nos a determinadas certezas, apesar destas serem antiquadas. Nunca dá por si a pensar que chegou a altura de pensar em algo novo? 

1ª certeza sobre sexo: Sexo bom dura horas e horas 
Correcção: Relações sexuais boas duram o tempo que queremos que durem. 

Pode ser uma “rapidinha” quando está à espera dos sogros e a adrenalina começa a correr nas veias. Permita que os desejos urgentes do seu parceiro, de possuí-la naquele preciso momento, a entusiasmem. Pode também ser uma maratona sexual no Domingo de manhã, na qual descobre zonas erógenas esquecidas e tenta todas as posições que conhece, e talvez até inventa umas novas. 

2ª certeza sobre sexo: o homem toma sempre a iniciativa
Correcção: Mulheres, assumam o controlo!

Normalmente, a iniciativa é sempre do mesmo parceiro. Na maioria dos casos, este parceiro é o homem, independentemente de quão emancipada ou excitada está a mulher. Os homens adoram que as mulheres assumam o controlo – sentem-se mais desejados e você sente-se mais confiante, o que vai, sem sombra de dúvida, elevar a temperatura no quarto (ou no WC, sofá, balcão da cozinha...).

3ª certeza sobre sexo: cada um dos parceiros investe 50% de esforço na elação sexual
Correcção: Isto deve aplicar-se ao balanço anual, mas cada pessoa deve investir aquilo que lhe apetece nesse momento.

Isto significa que se o seu parceiro está cansado, deixe-o descansar e render-se ao prazer, enquanto o mima. Quem sabe se essa razão 20-80% não aumenta o seu prazer para 150%.

4ª certeza sobre sexo: Relação sexual é o coito
Correcção: Relação sexual pode ser tudo.

Quando chegamos ao coito, a “verdadeira relação sexual”, sentimos que o prazer que obtemos num simples beijo ou carícias é só para “principiantes”. Ainda se lembra de como gostou de se conhecer, em termos sexuais? Talvez deva aprender algo com os “principiantes”: esteja completamente presente em cada beijo, em cada toque, quando estiver a saboreá-los, sem se apressar para o derradeiro objectivo – o orgasmo.

5ª certeza sobre sexo: as fantasias são privadas
Correcção: Também pode contar as suas fantasias ao seu companheiro. Podem partilhar fantasias ou realizá-las juntos.

Partilhar fantasias vai estimular o vosso desejo sexual e criar sentimentos ainda mais fortes de confiança e proximidade. Ver um filme erótico ou ler literatura erótica juntos pode ser um bom começo, e depois podem criar os vossos próprios guiões eróticos.

6ª certeza sobre sexo: quando se conhece bem o parceiro, sabe-se “em que botões carregar” 
Correcção: A menos que tenha uma relação com um robot, tudo pode mudar.

Mesmo que pense que conhece o seu parceiro por dentro e por fora, continue a explorar as zonas erógenas do seu corpo e as mudanças nos seus desejos, à medida que os anos passam. Descubram-se novamente e os vossos laços serão fortificados – mesmo fora do quarto.

 

Noticia do Sapo Mulher



publicado por olhar para o mundo às 08:44 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 08.10.12

Não finja que está a gostar!

 

Pode sair-lhe caro

 

Se fingir que fica excitada com algo que não a excita durante a relação sexual, em breve o sexo vai transformar-se num pesadelo. Exprima os seus desejos! 

Tem de revelar os seus desejos ao seu parceiro

 

O objectivo do bom sexo é deixar-se levar e ter em conta os desejos do seu parceiro, sendo que o seu parceiro tem também em conta os seus desejos e faz tudo o que a excita. É por isso que não é boa ideia ficar em silêncio e pensar que o seu parceiro vai achar que os seus desejos são estranhos ou que a vai julgar. As mulheres costumam ter mais problemas com este tipo de situações. 

Têm medo que os homens passem a vê-las como prostitutas, o que implica que não as vejam como futuras esposas. Esta situação é naturalmente indesejável porque as priva de ter prazer e faz com que passem a sentir que falta sempre algo no sexo. Por outro lado, os homens têm medo que as suas parceiras digam que não, que achem que os seus desejos são depravados ou que reajam mal. 

É sempre importante falar sobre estas questões e é por isso que aconselhamos que mostre, assim que possível, e de forma amável e agradável, o que quer, o que gostava de experimentar, o que acha que falta fazer e quais são as suas fantasias. Mesmo que a reacção inicial seja algo turbulenta, não desista e continue a explicar, ou então espere por uma ocasião mais apropriada, encarando a partilha dos seus desejos de forma diferente. 

Os preconceitos devem ser deixados à porta do quarto

 

A maioria dos preconceitos são completamente desnecessários e provavelmente vão rir-se deles mais tarde. São apenas fruto da sua imaginação e deixarão de existir se falar honestamente sobre eles com o seu parceiro. As mulheres são normalmente preconceituosas em relação ao sexo anal, esperma, garganta funda, sexo mais brusco e alguma dominação marota, por exemplo. 

Os homens não sabem como exprimir estes desejos adequadamente e por isso não os revelam, tornando-se muitas vezes infelizes e insatisfeitos com a sua vida sexual. Caros senhores, um dos maiores erros que podem cometer é trair a vossa parceira só por estarem convencidos que ela não gostaria de experimentar certas coisas. Deve perguntar-se primeiro se chegou alguma vez a dizer-lhe o que quer fazer. 

Se já o fez, analise a forma como lhe perguntou. Foi suficientemente persistente, fez as coisas certas sem a forçar a nada? Uma palavra gentil resulta sempre bem, só tem de ser paciente, especialmente se a sua parceira não for muito experiente neste tipo de assuntos ou um pouco conservadora. 

Tácticas para realizar os seus desejos mais secretos

 

Comece com uma abordagem astuta e assim não vai insultar a sua parceira, para que ela não ache que está insatisfeito com a sua vida sexual e que só consegue satisfazer-se através das suas fantasias. Também aconselhamos as mulheres a não seguirem essas linhas de raciocínio para não ficarem com a sensação que os seus parceiros já não têm interesse no sexo normal e que só ficam excitados com as coisas que ainda não fizeram com eles. 

Caras senhoras, não se trata disso; o conceito é semelhante ao da sobremesa, um ingrediente adicional para apimentar o sexo. Estas são coisas que os vossos parceiros gostam e que as querem fazer ocasionalmente. O mesmo também se aplica a si. Deve falar ao seu parceiro sobre os seus desejos e não tenha medo que ele a passe a olhar para si da forma errada. Por exemplo, diga-lhe que quer que lhe faça mais sexo oral, estendendo-o ao ânus, que gostava de experimentar sexo em público e muito mais. Não tenha vergonha dos seus desejos. 

Não os reprima e comece a fantasiar com outra pessoa. O seu parceiro só pode realizar os seus desejos se os revelar. Como já dissemos anteriormente, revelar os seus desejos exige paciência e uma abordagem e experimentação gradual. É melhor deixar que as coisas aconteçam espontaneamente e no calor da paixão. 


Retirado de Sapo Mulher



publicado por olhar para o mundo às 18:53 | link do post | comentar

Sábado, 07.08.10

Homem também finge o orgasmo?

 

Difícil de imaginar, mas homem também simula o ponto máximo de prazer, assim como as mulheres.

 

Algumas pesquisas mostram que isso é mais comum do que se imagina. Uma delas foi feita por um site americano de relacionamentos, o Lavalife. Quase metade (48%) dos nove mil entrevistados admitiu que já fingiu ter orgasmos. Já um estudo feito na Universidade de Kansas, em 2009, constatou que cerca de 25% dos homens pesquisados afirmaram disfarçá-lo. Mas como?

 

Conforme Sylvia Faria Marzano, médica urologista e terapeuta sexual, orgasmo não é ejaculação. "Na verdade são respostas fisiológicas diferentes. O orgasmo é uma resposta sensorial, enquanto que a ejaculação é a eliminação do esperma. É que geralmente eles acontecem simultaneamente", esclarece.

Pela cobrança que a sociedade impõe ao homem de nunca negar fogo e ter que mostrar sempre que chegou lá, muitos deles mentem e acreditam que precisam mostrar o orgasmo através da ejaculação. Ao transar com camisinha, alguns não chegam a ejacular, por isso, logo a retiram no final da relação, jogando-a no lixo, para que a mulher não se de conta que a ejaculação não aconteceu. Outra tática é dizer que ejaculou pouco, principalmente se a mulher soltou muita secreção.

Alguns até se masturbam depois, no caso daqueles que sofrem de ejaculação tardia. Segundo a terapeuta de casais Regina Navarro, estes homens se empenham em proporcionar prazer à parceira, mas só atingem o orgasmo se retirarem o pênis e se masturbarem.

De acordo com as pesquisas, homens e mulheres têm justificativas semelhantes parasimular o orgasmo: para não decepcionar a namorada ou mesmo porque estão cansados. Não sentir muita excitação pela parceira ou ter dificuldades de manter a ereção são outros motivos.

Regina Navarro diz que as mulheres soltam gemidos para sinalizar o prazer, uma forma de manter os homens ao seu lado e não frustrá-los, o que se trata de uma questão cultural. Os homens, por sua vez, também não querem magoar a parceira.

 

Mais do que tornar o orgasmo uma obrigação, para ambas as partes, e fazê-lo um termômetro de que a relação é boa ou ruim, muitas vezes a sinceridade é a prova verdadeira de um bom relacionamento. Se você desconfia que há algo de errado, jogue as cartas na mesa, e seja compreensiva com quem você divide tanta intimidade, afinal, mais cedo ou mais tarde, a verdade vem à tona. Relacionamento sexual também precisa de diálogo, e muito.

Por Juliana Lopes

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Sábado, 29.05.10

Como fingir um orgasmo

 

O assunto é tão empolgante que inspirou uma das melhores e mais memoráveis cenas de "Harry & Sally - Feitos Um Para o Outro" filme de Rob Reiner, a discussão que leva ao orgasmo no restaurante. E foi essa sequência do longa de 1989 que levou um estudante da Universidade de Emory, nos Estados Unidos, a realizar uma pesquisa e analisar 2 mil questionários de pessoas falando se já fingiram orgasmo, se conseguem detectar se a outra pessoa está fingindo, seu grau de envolvimento, suas preocupações no relacionamento e ainda seu grau de instrução. Os resultados foram bem interessantes:

 

1) 25% dos homens entrevistados afirmaram já ter fingido orgasmo uma vez com a parceira atual, enquanto 70% das moças pesquisadas já fizeram o mesmo;
2) 50% dos caras dizem que conseguem saber se a parceira está fingindo (o que mostra que tem 20% aí que foi enganado e não sabe);
3) Tanto homens como mulheres que acham que seu parceiro consegue saber se está fingindo ou não, tendem a não fingir;
4) Homens com idade em torno de 18 anos e mulheres por volta dos 30 tendem a não fingir orgasmo;
5) As moças que se preocupam mais com a satisfação sexual do outro também costumam interpretar seus clímax;
6) Pessoas de ambos os sexos que procuram e exigem mais companheirismo acabam fingindo mais, assim como aquelas que possuem mais educação formal;
7) Fazer amor é um jogo de sinais e o estudo mostrou que o risco de se fingir um orgasmo acaba decaindo quando a força do amor cresce;

 

Então parece ser isso. Você finge para que seu parceiro ou parceira se sinta melhor consigo mesmo (a) e com isso preserva-se amor e companhia, mas a pergunta que não quer calar é como um homem finge um orgasmo? Aí fica a noção de que orgasmo não é ejaculação e encontramos como um cara pode ganhar um Oscar de melhor ator (coadjuvante no caso) na hora H. É só seguir os passos:

 

1) Não dá para fingir sem camisinha. Você vai ter que usar uma;
2) Não dá para ser em posições cara a cara. Você não é Robert DeNiro, Laurence Olivier ou Marlon Brando para ter uma interpretação tão boa, portanto o ideal é alguma posição sem troca de olhares como de ladinho ou de quatro;
3) Não faça nada que você não faria se não fosse de verdade. Ou seja, não exagere nos gemidos, gritos ou murmúrios e especialmente expressões faciais ou ela vai sacar;
4) Tire imediatamente a camisinha, envolva em algum lenço ou papel higiênico e jogue no lixo. Isso significa se livrar das provas;
5) Se você costuma desabar depois de gozar, não adianta pular da cama e fazer polichinelo. Vai ter que fingir o pós também;

 

Agora lembre-se de que fingir acontece a cada morte de Papa. Se você for obrigado a fazer isso toda vez que transa com a mesma moça, então, meu amigo, você está com problemas sérios, sejam eles físicos, psicológicos ou emocionais. E em tempo, se você se trata com alguns tipos de antidepressivos, eles podem retardar ou prejudicar a sua ejaculação. O melhor nesses casos é conversar com a garota e explicar a situação, mesmo porque você pode ter um prazer incrível em dar prazer a ela. De qualquer maneira, visitar o médico e expor suas dificuldades é sempre melhor que enganar alguém na cama.

 

Via ExpressoMT



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.12.09

Sim, eles também fingem o orgasmo

 

O poeta é um fingidor

Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor A dor que deveras sente”
(Autopsicografia)

Sempre fui fã desses versinhos de Fernando Pessoa, embora, confesso, tenha custado um pouco a entendê-los... Afinal, se era dor mesmo, por que fingir? Bem, talvez o bonito da coisa esteja na contradição, no jogo de palavras, na idéia de que mentira e verdade às vezes caminham muito juntinhas, na sensibilidade extrema do artista. A verdade é que todos nós fingimos, uns mais, outros menos. E, no sexo, isso é permitido? Bem, se ele é parte da vida (e das mais gostosas), torna-se inevitável uma mentirinha aqui, uma meia-verdade ali, um exagero apaixonado acolá. Aliás, pesquisa recente realizada pela Universidade de Illinois (EUA), sobre os segredos mais comuns que guardamos, mostrou que, dos oito tipos de informações secretas, seis se referem à vida sexual e/ou afetiva, como (não podia deixar de ser) as infidelidades cometidas no passado e no presente.


Via Abril.com



publicado por olhar para o mundo às 21:23 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

6 certezas sobre sexo que...

Sexo, Não finja que está ...

Sexo: Homem também finge ...

Como fingir um orgasmo .....

Sim, eles também fingem o...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados