Domingo, 26.09.10

Férias em Portugal para todos os gostos

 

Não dá para uma volta ao mundo, mas quatro dias são o suficiente para descansar, baixar a produtividade e recordar o Verão. Se vai gozar o feriado de 5 de Outubro com ponte temos muitas sugestões para si. Vamos respeitar o pedido do Presidente da República, Cavaco Silva, e fazer férias cá dentro. Temos cinco ideias para gozar o fim-de-semana prolongado dentro de portas e celebrar a República. Mas para quem quer ir mais longe - sem o confessar ao gabinete da presidência - sugerimos Tunísia, Praga, Berlim e mais uma ou outra capital europeia. Tudo sem rebentar o orçamento

 

Algarve
Tivoli Marina Vilamoura 

Se já nem se lembra bem como foram as férias, é sinal que precisa de descansar. Rume a sul e aproveite a Algarve Spa Week que começa a 2 de Outubro e termina a 9. Instale-se no Tivoli Victoria ou no Tivoli Marina, em Vilamoura, e tenha direito a descontos de 50% em todas as massagens. Se procura luxo, vá para o Tivoli Victoria. Três noites em quarto duplo deluxe custa 520€ e inclui um jantar e uma massagem para uma pessoa. No Tivoli Marina Vilamoura paga 393€ por três noites.

Saiba mais em algarvespaweek.com.

 

Gerês

Hotel Águas do Gerês


É o equivalente a um retiro espiritual no Nepal, mas com mais verde e sem neve. Visite uma das sete maravilhas naturais de Portugal e passe uns dias no Parque Nacional da Peneda-Gerês. Por 146€ reserve três noites no Hotel Águas do Gerês, no programa da agência Top Atlântico. Opacote de férias inclui um jantar para duas pessoas e outros extras. O circuito termas e SPA inclui acesso ao ginásio, sauna, banho turco, piscina dinâmica com cascata, jactos de água, jacuzzi, massagem jactos quentes e há mais surpresas.

 

Alentejo

Pousada do Alvito


Já alguma vez dormiu num castelo? Se a resposta é não, aproveite o fim-de-semana e o feriado para espalhar a palavra republicana num local carregado de história monárquica. Se calhar, é melhor dispensar as discussões. Desfrute antes de uns dias de descanso na Pousada do Alvito, uma das pousadas históricas do Alentejo, a poucos quilómetros de Beja. O antigo castelo do século XV ainda tem vagas. Mas despache-se a reservar três noites por 390€.

 

Ilha da Madeira

Hotel Buganvília


Alerta. Estas são férias a preço de saldo. Três noites na Ilha da Madeira, com viagem de avião incluída, a 269€  por pessoa é a proposta da Agência Abreu para as mini férias de Outubro. Pode escolher entre quatro hotéis – Buganvília, Mimosa, Estrelícia e Florasol – todos de três estrelas. Conheça o Funchal e visite o resto da Madeira. Destaque para a Sintra da ilha, a aldeia Monte. Não se esqueça de beber uma poncha, a bebida tradicional. Mas não arrisque nem mais do que um copo. É o nosso conselho.

 

Açores - Ilha São Miguel

Hotel Canadiano


“É lindo.” Eis a expressão mais utilizada para descrever a Ilha de São Miguel, nos Açores. Uma das sete maravilhas de Portugal é a Lagoa das Sete Cidades, de visita obrigatória. Mas há mais. Visite as furnas e coma um cozido. Há tanta natureza que até se vai cansar. Pronto. Não vai. Os bosques da ilha seriam o local indicado para fadas e gnomos. Reserve três noites na Agência Abreu e pague 269€ pela estadia e viagem de avião.

 

Praga e Budapeste

Hotel Kavalir (Praga) + Hotel Ibis Emke (Budapeste)


Se procura umas férias românticas, Praga e Budapeste são duas cidades a visitar. Tire mais uns dias e passe duas noites em Budapeste e três em Praga. O pacote da Agência Abreu inclui estadia, avião e ligação de comboio entre Praga e Budapeste e custa 566€ por pessoa. Em Praga não deixe de visitar a casa de Kafka, na Travessa Dourada e o edifício dançante. Em Budapeste vá a banhos. Experimente os banhos públicos de Szechenyi.

 

Andorra

Hotel Magic Canillo


Ainda não há neve, mas Andorra tem muito mais para oferecer. E é a oportunidade para visitar uma terra que não é um país.Situado nos Pirinéus, entre França e Espanha, o Principado de Andorra é um local indicado para o BTT e montanhismo. A oferta da Top Atlântico inclui quatro noites, acesso ao SPA do hotel, um passeio de BTT com guia da montanha e quatro passeios de montanhismo, por 259€. A viagem até ao destino  é por sua conta. Uma espécie de aventura na Route 66 da Península Ibérica.

 

Tunísia

Hotel Vincci Flora Park


Em Outubro a temperatura média na Tunísia são 25ºgraus. Não é bem o Verão, mas o suficiente para fazer relembrar as tardes de praia sem risco de torrar ao sol. Para esta viagem tem de falar já com o chefe e marcar mais uns dias de férias a começar a 30 de Setembro. São sete noites em Hammamet, na Tunísia. Fique no Hotel Vincci Flora Park por um preço de promoção: 482€. O pacote da agência Top Atlântico não inclui um tour ao deserto, mas não perca a oportunidade.

 

Londres

Hotel Tavistock


Uma visita a Londres vale sempre a pena. Já está um bocadinho em cima da hora para marcar a viagem. As promoções são difíceis de encontrar e mesmo a ecnómica Ryanair (a voar do Porto) só tem vôos a partir de 100€. Se for pela TAP encontra passagens a 220€. Compense no hotel. Por 274€ fique no Hotel Tavistock, em frente ao jardim de Gandhi. Não se esqueça de andar no London Eye, a roda gigante com uma vista sobre a capital. Veja ainda a exposição de Paul Gaugin na Tate Modern.

 

Berlim

Hotel Agon Opera


“Ich bin ein berliner” (eu sou berlinense), já dizia JFK. Faça suas as palavras do ex-presidente dos Estados Unidos e junte a festa da República Portuguesa à queda do muro de Berlim, que se assinala a 3 de Outubro. Vá à procura dos restos do muro e junte-se à festa alemã. O pacote de férias que lhe aconselhamos é da Agência Tagus. Por 484€ (cada pessoa) instale-se no Hotel Agon Opera, na Kurfuersten-damm, não é bem central, mas está ao lado do metro e do zoo. Por isso, não se queixe.

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 10:00 | link do post | comentar

Quinta-feira, 22.07.10

As melhores praias para desligar do mundo

 

Praia Miramar, Manzanillo, Colima, México
A melhor praia do Golfo do México, certificada graças à qualidade da água. Uma zona de costa paradisíaca, com areais de areia branca a perder de vista. Se gostar de desportos aquáticos este é um excelente destino, com ondas durante todo o ano.
Jurerê Internacional, Florianópolis, Brasil
Esta foi a primeira praia da América Latina a receber a acreditação da Bandeira Azul pela qualidade e limpeza da sua água. Considerado um dos destinos mais exóticos do mundo, permite um contacto mais próximo com a natureza, ao mesmo tempo possui todas as infra-estruturas essenciais se sentir um apelo mais consumista.
Praia das Cucharas, Las Palmas de Gran Canaria, Espanha
As areias douradas desta praia estendem-se ao longo de 600 metros, cumpre todos os requisitos de qualidade e limpeza europeus. É um local muito apreciado por surfistas pois recebe uma ondulação constante durante todo o ano.
Praia de Arbus, Sardenha, Itália 
Situada a 60 quilómetros de Cagliari, Arbus tem uma das linhas de costa mais bonitas do mundo. Tem o “privilégio” de ser uma das poucas praias em Itália com o prémio  “Legambiente and Touring Club” pela sua beleza natural, história e cultura.
Praia Wasaga, Ontário, Canadá
A duas horas de Ontário, Wasaba é a maior praia de água doce do mundo. Com temperaturas amenas durante o verão, é o destino ideal para desfrutar de mergulhos na água cristalina do lago circundante enquanto contempla as montanhas ao fundo. A montanha permite todo um novo conjunto de actividades, como caminhadas, escalada, BTT, esquiar ou andar de moto de neve. No rio Nottawasaga pode pescar ou fazer um passeio de Kayak ao longo do rio.



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Sábado, 17.07.10

Como nao engordar nas ferias.jpg

Dicas para manter a forma enquanto descansa e se diverte

Passamos o ano a culpar o stress e a falta de tempo pela alimentação pouco saudável.

Mas nas férias acabamos por engordar, quando planeámos justamente o oposto!

A desorganização dos hábitos alimentares e a inércia associada ao descanso são responsáveis pela acumulação de quilos indesejados no final do Verão. Como manter a forma sem estragar as férias?

Vício de boca

Se dedicou os três últimos meses a pôr-se em forma, qual é a lógica de deitar tudo a perder em três semanas de férias? O objectivo pode não ser emagrecer nas férias (afinal, não é altura para sacrifícios). Mas manter a silhueta que conquistou é o mínimo. E é fácil de conseguir.

Teresa Branco, fisiologista na gestão do peso da Clínica Metabólica, explica porque sentimos vontade de comer: «A fome deriva da necessidade do corpo em obter energia, resultando da diminuição da glicose no sangue».

«A resposta imediata do cérebro à redução da glicose é a manifestação da vontade de ingerir alimentos. Quanto maior a fome, maior o desejo por alimentos de fácil absorção, que proporcionam a rápida reposição dos níveis de açúcar no sangue», sublinha. É crucial manter os níveis de glicose estáveis, para não sentir fome descontrolada que leva ao consumo exagerado e aleatório.

Comer de três em três horas é a chave. Há também que saber distinguir entre a fome fisiológica e a vontade de comer (que pode ser fome emocional: comer para compensar sentimentos de ansiedade, tristeza ou frustração) ou simples vício de boca. Este último traduz-se, frequentemente, no costume de petiscar.

Em férias parece que há tentações onde quer que vá: cervejas na esplanada; bolas de berlim e gelados na praia; bolachas ao lanche; sobremesas em casa dos amigos; aperitivos antes do jantar; cocktails nas saídas à noite; cachorros quentes e tostas mistas de madrugada...

Petiscar ao longo do dia é, muitas vezes, um comportamente quase inconsciente. Seja forte e esteja atenta aos sinais que o seu cérebro envia ao estômago. Não ceda a gulodices ou ao vício de boca.

 

Via Sapo Saúde



publicado por olhar para o mundo às 09:43 | link do post | comentar

Sexta-feira, 02.07.10

LISBOA E SUL

 

Palácio Foz
Praça dos Restauradores, s/n, Lisboa
Tel. 213 462 157 e 213 476 129
Cinema Sábados em Família, o programa de sessões de cinema da Cinemateca Júnior, exibe o filme de animação "As Aventuras de Wallace e Gromit". O filme reúne as três primeiras aventuras dos impagáveis Wallace, grande apreciador de queijo, e o seu cão Gromit, verdadeiro 'cão de guarda' que salva o dono de alguns disparates. Destaque especial para a última aventura em que os nossos heróis enfrentam um pinguim ladrão. No dia 3 de julho às 15h. Ver mais informações em www.cinemateca.pt/programacao.asp .

 

Museu do Oriente
Avenida de Brasília, s/n, Lisboa
Tel. 213 585 299 e 213 585 200
Oficinas O museu, através do conjunto de atividades Férias de Verão, propõe diversas oficinas aos mais novos. Duas delas estão incluídas no programa Oficinas de Longa Duração. "Patuá Di Macau, Unde Ta Vai?" sobre o patuá macaense, o crioulo português de Macau, salienta a mistura de diferentes culturas existentes na cidade. De 12 a 14 de julho das 10h às 13h e das 14h30 às 18h (é necessário fazer marcação prévia até ao dia 5 de julho). E "Viagem de Sabores: do Sushi ao Kimshi" conduz a uma viagem ao Oriente onde será possível saborear exóticas iguarias. Nos dias 15 a 16 de julho das 10h às 13h e das 14h30 às 18h (é necessário fazer marcação prévia até ao dia 8 de julho). A outra atividade está incluída no programa Sábados em Oficinas. "Os Segredos dos Brinquedos" aborda o mundo dos brinquedos do Japão e depois, através de diversas técnicas, os participantes vão construir um com as próprias mãos que poderá levar para casa. No dia 10 de julho das 11h às 13h (é necessário fazer marcação prévia até ao dia 5 de julho). Ver mais informações em www.museudooriente.pt .

 

Oceanário de Lisboa
Esplanada D. Carlos I, s/n, Lisboa
Tel. 218 917 002 e 218 917 006
Dormir A promessa é irresistível: as crianças dos 4 aos 12 anos podem passar as suas férias debaixo de água. Dez dias temáticos inspirados nos oceanos deixam nas mãos dos petizes os ofícios de pintores e atores, cientistas e historiadores, sem falar nos 'brindes', que incluem aulas de canoagem no Centro Náutico e passeios de teleférico. Até ao dia 10 de setembro, de segunda a sexta das 9h às 18h. Além disso, todas as sextas o programa pode ser prolongado com o interessante ciclo "Dormindo com os Tubarões", com atividades à hora de jantar e uma bizarra noite de sono. Só é preciso ter mais de 6 anos, uma escova de dentes, roupa confortável para dormir e um saco-cama. Ver mais informações em www.oceanario.pt .

 

Jardim Botânico da Ajuda
Calçada da Ajuda, s/n, Lisboa
Tel. 214 531 277 e 917 616 954
Heidi O Grupo de Teatro Infantil AnimArte apresenta a peça "Heidi", baseada na obra homónima de Johanna Spyri, um espetáculo cheio de música danças e travessuras. Heidi é uma menina que vai viver para o campo com o avô, que não conhecia, e aquilo que ao início parecia bastante assustador irá revelar-se como uma aventura fantástica para a jovem. Ela conhece Pedro, o pastor, a quem ensina a ler e este, em troca, revela a Heidi os segredos da vida no campo: a medicina natural, como fazer queijo ou ter uma alimentação equilibrada. Mais tarde, é obrigada a voltar para a cidade para fazer companhia a uma menina doente e convence a família da jovem a adotar os saudáveis hábitos campestres. Até ao dia 18 de julho, aos sábados, domingos e feriados às 16h (para escolas, de segunda a sexta, mediante marcação prévia). Ver mais informações em www.grupoanimarte.com .

 

Jardim Zoológico de Lisboa
Estrada de Benfica, 160, Lisboa
Tel. 217 232 960
Chitas O Zoo celebrou os seus 126 anos de existência com a inauguração de uma das únicas instalações de exibição e reprodução de chitas da Europa, com cerca de 100 metros de comprimento, visando a preservação de uma das espécies mais ameaçadas do planeta. A chita é o único felino diurno e o animal terrestre mais rápido do mundo, chegando a atingir os 120km por hora em curtas distâncias. O Zoo procurou respeitar as características do habitat natural da espécie e adequou a topografia e o substrato da instalação aos animais, com zonas mais elevadas, plantas, rochas e locais de sombra. Exibição permanente, todos os dias das 10h às 20h. Ver mais informações em www.zoo.pt .

 

Teatro Bocage
Rua Manuel Soares Guedes, 13-A, Lisboa
Tel. 912 449 909
Férias O Teatro Bocage propõe aos jovens o programa Férias no Teatro - ATL Verão 2010 que inclui uma semana de aprendizagem das noções básicas e dos instrumentos necessários à representação (o corpo, a voz, o movimento), exercícios de desinibição, concentração, memorização e relaxamento, desenvolvimento de trabalho de grupo e finalmente a criação de uma peça de teatro e seus personagens, encenação e apresentação à família e amigos no último dia de atividades. Até ao dia 17 de setembro, de segunda a sexta das 9h às 18h. Ver mais informações em www.teatrobocage.com .

 

Auditório do Espaço Monsanto
Parque Florestal de Monsanto, Lisbo
Tel. 218 460 738 e 967 525 460
Espetáculo A companhia Trupilariante de teatro-circo apresenta "Odisseia pelos Astros". O herói da peça, Fernão de Magalhães, numa aventura audaz, à semelhança da sua famosa viagem, decide acompanhar a velocidade da luz e desbravar o espaço profundo do Universo, atravessando buracos negros, desviando-se de meteoros e meteoritos e fugindo de nuvens de gases primordiais. Até ao dia 31 de julho, aos sábados e domingos às 16h. Ver mais informações em www.trupilariante.com .

 

Centro Cultural Malaposta
Rua Angola, s/n, Olival Basto, Odivelas
Tel. 219 383 100
Gato A peça de teatro infantil "O Gato das Botas" inspirada no conto de Charles Perrault, conta a história de um jovem que herdou da mãe um gato, que o convence a comprar-lhe um belo chapéu e umas lindas botas. Com um cenário mágico, um guarda-roupa fantasioso e bonitas canções, o divertido Gato das Botas vai mostrar que é possível ser bem-sucedido desde que se encare a vida com confiança. Até 25 de julho, aos sábados às 16h e aos domingos às 11h (para escolas, de terça a sexta às 10h30 e 15h, mediante marcação prévia). Ver mais informações em www.malaposta.pt .

 

Núcleo Arqueológico do Millennium bcp
Rua Augusta, 84, Lisboa
Tel. 211 131 004
Ossos A Fundação Millennium bcp oferece "Ossos que Contam História", uma mostra de vestígios arqueológicos de animais vertebrados que coexistiram e coexistem ainda com a espécie humana. A exposição apresenta, de forma pedagógica, fragmentos da história do Homem e dos animais 'contada' através dos ossos de animais recuperados no decurso das escavações realizadas no espaço atualmente ocupado pelo Núcleo Arqueológico, próximo do Arco da Rua Augusta. A entrada é gratuita e a mostra vai estar patente até setembro, de segunda a sábado das 10h às 13h e das 14h às 17h, exceto às quintas em que o período de abertura só vai das 15h às 17h. Ver mais informações em www.millenniumbcp.pt .

 

Museu do Brinquedo
Rua Visconde de Monserrate, 26, Sintra
Tel. 219 242 171
Transportes O museu apresenta a exposição "Meios de Transporte", composta por objetos em condições de reserva e por peças de coleções privadas que primam pela sua antiguidade, representatividade e raridade. A mostra revela como o Homem, para o seu próprio transporte e para o transporte de bens e mercadorias, melhorou técnicas, inventou materiais e construiu mecanismos capazes de se moverem pelos seus próprios meios na terra, no mar e no ar. Até 31 de outubro, de terça a domingo, das 10h às 18h. Ver mais informações em www.museu-do-brinquedo.pt .

 

Jardim Zoológico de Lisboa
Estrada de Benfica, 160, Lisboa
Tel. 217 232 960
Animais O Centro Pedagógico do Zoo oferece, até ao mês de novembro, três novidades na área dos programas de animação para os mais novos. Um deles, "Sábados Selvagens", para famílias (crianças a partir dos 4 anos acompanhadas por adultos), permite aprender in loco, pela mão dos tratadores, treinadores e profissionais do Zoo um pouco mais sobre a vida animal (todos os sábados a partir das 10h). Um outro é o ateliê "Quando os Animais Saem dos Contos..." para crianças entre os 4 e os 10 anos, onde será contada uma história em que as personagens principais são espécies de animais que os pequenos poderão conhecer ao vivo no Zoo (todos os sábados e domingos das 10h às 13h). Quanto a "Safari no Zoo!", para crianças dos 6 aos 12 anos, inclui várias atividades como a ajuda na manutenção de alguns animais, o auxílio aos treinadores na preparação da apresentação de aves em voo livre e a visita aos bastidores da Baía dos Golfinhos (todos os sábados das 10h às 18h). Estas atividades exigem marcação prévia. Ver mais informações em www.zoo.pt .

 

Museu de Ciência da Universidade de Lisboa
Rua da Escola Politécnica, 56, Lisboa
Tel. 213 921 808 e 213 921 679
Céus O museu, em colaboração com a Sociedade Portuguesa de Matemática, apresenta a exposição "Medir os Céus para Dominar a Terra: a Astronomia na Escola Politécnica de Lisboa (1837-1911)". Esta mostra pretende não só dar a conhecer o ensino e a prática da Astronomia na Escola Politécnica durante o século XIX como também sensibilizar o público escolar para a relação estreita entre a Matemática e a Astronomia. Até ao dia 31 de agosto de 2010, de terça a sexta das 10h às 17h e aos sábados e domingos das 11h às 18h (encerra às segundas e feriados). Ver mais informações em www.mc.ul.pt .

 

Museu Nacional de História Natural da Universidade de Lisboa
Rua da Escola Politécnica, 58, Lisboa
Tel. 213 921 808 / 213 921 883 / 213 921 679
Terra O museu apresenta a exposição "A Aventura da Terra: um Planeta em Evolução". A mostra interativa começa pela origem do próprio Universo e acompanha a evolução do planeta ao longo dos últimos 4.600 milhões de anos, com relevo para os primeiros sinais de vida na Terra e a sua posterior diversificação. Até dezembro de 2011, de terça a sexta das 10h às 17h e aos sábados e domingos das 11h às 18h (encerra às segundas e feriados). Ver mais informações em www.mnhn.ul.pt .

 

Museu Nacional de História Natural da Universidade de Lisboa
Rua da Escola Politécnica, 56/58, Lisboa
Tel. 213 921 808 / 213 921 883 / 213 921 679
Dinossáurio O museu apresenta "Allosaurus: Um Dinossáurio, Dois Continentes?", uma mostra que percorre os passos de uma investigação científica em curso até à descoberta de fósseis de Allosaurus fragilis em Portugal, com painéis informativos, fotografias, ilustrações científicas e 16 réplicas de esqueletos ou crânios de diversas espécies de dinossáurios. A exposição está patente até fevereiro de 2011, de terça a sexta das 10h às 17h e sábados e domingos das 11h às 18h (encerra às segundas e feriados). Ver mais informações em www.mnhn.ul.pt .

 

Chapitô
Costa do Castelo, 1/7, Lisboa
Tel. 218 855 550
Ateliês O Chapitô oferece dois tipos de ateliês para crianças entre os 4 e os 12 anos. Um deles é o "Mundo da Fantasia e do Circo", onde poderão praticar diversos exercícios ligados ao mundo circense, às segundas-feiras, das 17h30 às 18h30. E o outro é "Capoeira", onde poderão juntar-se à roda viva da dança-luta brasileira, às quintas-feiras, das 17h30 às 18h30. Ver mais informações em www.chapito.org .


Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 10:00 | link do post | comentar

Fundação de Serralves
Rua D. João de Castro, 210, Porto
Tel. 226 156 500
Verão Com a chegada do verão, o Serviço Educativo de Serralves convida crianças e famílias a participarem num vasto conjunto de atividades como oficinas, visitas e conversas, que mudam todas as semanas. Estas atividades estão divididas em dois tipos de programas. Um deles, Serralves em Família, oferece a oficina "Investigar", onde os participantes vão conhecer a Estação Meteorológica do Parque de Serralves, dar o seu contributo para a plataforma europeia de Monitorização da Qualidade do Ar e terminar a sessão com experiências lúdicas para os mais novos. No dia 4 de julho das 10h às 13h (acesso gratuito e funcionamento contínuo: levantar bilhete na receção do museu). O outro programa, Férias de Verão em Serralves, propõe atividades que variam segundo as idades das crianças, todas elas a decorrer dos dias 5 a 9 de julho. Para crianças dos 4 aos 6 anos, "Bio... diversão" leva a semear plantas e descobrir cores, cheiros e surpresas, das 9h30 às 12h30, enquanto "Mãos na Massa" investiga alimentos e ensina a apurar o paladar e criar doces, das 14h às 17h. Para crianças dos 6 aos 9 anos, "Cidades Flexíveis" visa criar uma cidade mágica que nasce de uma construção coletiva, das 9h30 às 12h30 e das 14h às 17h. Para crianças dos 6 aos 12 anos, "Ecociência" conduz à descoberta e exploração de curiosidades da natureza, das 9h30 às 12h30, e "Criações Científicas" desafia cada um a mostrar o cientista que há em si, das 14h às 17h. Ver mais informações em www.serralves.pt .

 

Museu Nacional da Imprensa
Estrada Nacional 108, nº 206, Porto
Tel. 225 304 966 e 225 300 648
Oficinas O museu oferece aos mais novos várias oficinas permanentes e outras atividades, das quais destacamos duas que decorrem no mesmo horário. Uma delas é "Viagem ao Mundo do Papel", para crianças a partir dos 4 anos, onde os participantes reciclam manualmente papel velho, adicionando-lhe pétalas, folhas secas e outros materiais, transformando-o de novo em papel utilizável, sendo aconselhável, para uma produção personalizada, que cada um traga de casa desperdícios reutilizáveis. A outra são as "Oficinas Gutenberg", para crianças dos 4 aos 12 anos, onde os participantes são levados a fazer uma viagem no tempo até à Europa do século XV, onde terão a oportunidade de escolher entre a construção de um livro, através das antigas técnicas de impressão e encadernação, ou a construção de um tipo móvel, reinventando a imprensa. Até 31 de dezembro, todos os dias à tarde (inclusive domingos e feriados) das 15h às 20h, e pela manhã de terça a sexta das 10h30 às 12h30. Estas atividades exigem marcação prévia. Ver mais informações em www.museudaimprensa.pt .

 

Zoo Santo Inácio
Rua 5 de Outubro, 4503, Avintes, Vila Nova de Gaia
Tel. 227 878 500
Natureza Passar as férias em contacto direto com a Natureza não é coisa comum. O Zoo Santo Inácio propõe um campo de férias de verão para crianças dos 6 aos 13 anos de idade que permite um contacto privilegiado com a natureza e os animais, além de inúmeras atividades educativas e lúdicas. Entre as atividades, destacam-se a alimentação e contacto próximo com vários animais, demonstração de animais mista com exibição de aves, répteis e mamíferos, ateliês de pintura e construção, histórias contadas no meio do bosque, horas de cinema e aulas de culinária. Até ao dia 13 de agosto, de segunda a sexta das 8h30 às 19h. Ver mais informações emwww.zoosantoinacio.com .

 

Centro Multimeios de Espinho
Avenida 24, 800, Espinho
Tel. 227 331 190
Planetário O Planetário de Espinho propõe quatro interessantes sessões às crianças e às suas famílias até ao mês de dezembro (nos meses de julho e agosto este programa passará a ser diário). "O Mistério da Bola de Fogo", aos sábados, domingos e feriados às 15h, para maiores de 4 anos. "Viagem a um Buraco Negro", aos sábados, domingos e feriados às 16h, para maiores de 12 anos. "Acampar com as Estrelas", aos sábados às 17h, para maiores de 10 anos. E "Dois Pequenos Pedaços de Vidro", aos domingos e feriados às 17h, para maiores de 10 anos. E o Observatório Astronómico oferece a sessão "Observação do Sol", aos sábados às 15h30 e 16h30, sempre que as condições atmosféricas existentes não sejam adversas. Ver mais informações sobre as sessões em www.multimeios.pt .

 

Parque Temático Molinológico
Ponte da Igreja, Ul, Oliveira de Azeméis
Tel. 256 664 043 e 256 683 170
Moinhos Ao visitar o parque, as crianças poderão assistir à moagem de diferentes tipos de cereais em moinhos de água e à confeção do pão tradicional de Ul e ver os materiais expostos no Núcleo Museológico do Moinho e do Pão. De terça a sexta, das 10h às 12h30 e das 14h às 17h30, e aos sábados e domingos, das 15h às 19h (encerrado às segundas e feriados). Para visitar todos os núcleos, é aconselhável fazer marcação prévia. Ver mais informações em www.moinhosdeazemeis.com .

 

Museu da Ciência - Laboratório Chimico
Largo Marquês de Pombal, s/n, Coimbra
Tel. 239 854 350
Férias O museu oferece aos mais novos diversos programas de ocupação dos tempos livres durante as férias de verão. Um deles é "4 Dias, 4 Temas", e os temas vão ser 'Cor' (sobre tintas e as suas misturas), 'Ótica' (sobre objetos que orientam a luz), 'Sol' (sobre a estrela que nos ilumina) e 'Visão' (sobre o funcionamento deste sentido). De 6 a 9 de julho, das 10h às 13h para crianças dos 5 aos 7 anos e das 14h30 às 17h30 para crianças dos 8 aos 12 anos. Outro programa proposto é "Trilhos", onde em certos domingos de cada mês as crianças e suas famílias são convidadas a fazer um passeio à volta do Museu da Ciência e da Universidade de Coimbra. Desta vez o tema é "Passeio com a Botânica" e os participantes vão andar à procura desta surpreendente ciência nas ruas e nos jardins. No dia 4 de julho das 11h às 12h. E com o programa Aniversário no Chimico, o museu convida-o a vir fazer a festa de anos, durante três horas, nas suas instalações, aos sábados, das 10h às 13h, ou aos domingos, das 10h às 13h e das 15h às 18h. Estas atividades exigem marcação prévia. Ver mais informações emwww.museudaciencia.pt .

 

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Quinta-feira, 24.06.10

Sexo, lugares com historia, o roteiro do pecado

 

No Verão de 1963, a Inglaterra viveu um dos escândalos sexuais mais marcantes da sua história. Em plena Guerra Fria, o caso Profumo fez cair um primeiro-ministro e um ministro da Guerra, levou um proxeneta a cometer suicídio e elevou uma prostituta a figura pública. Cliveden, a mansão de estilo italiano em Taplow, onde decorreram os encontros sexuais, foi depois transformada num campus universitário e hoje é um hotel de luxo que prepara com ousadia a sua época alta. A promoção? Um fim-de-semana com direito a experimentar as divisões onde John Profumo e a call-girl Christine Keeler tiveram os seus momentos mais quentes. Se a moda pegar, os operadores turísticos terão muito por onde escolher. Incluindo em Portugal.

 

Caso Paula

Hoje é um dos hotéis de referência da cidade de Cascais. Já o era em 1997, ano em que o então Atlantic Garden ficou para sempre ligado ao “Caso Paula”. Na altura, a selecção portuguesa preparava o jogo decisivo com a República da Irlanda, na fase de qualificação para o euro 1996. Numa das noites de estágio, uma orgia com prostitutas brasileiras terminou em pancadaria e escândalo na televisão. A questão é: será que alguém quer dormir no mesmo quarto de Secretário?

 

Beckham em Madrid

Se a ideia é fazer um roteiro de férias inspirado nos lugares onde o sexo foi sinónimo de escândalo, ninguém melhor do que os jogadores de futebol para ajudar as operadoras turísticas. David Beckham, por exemplo, poderia muito bem fazer de guia em Madrid. Em 2003, o inglês jantou no restaurante Thai Garden, bebeu um copo no clube nocturno Ananda e acabou a noite no hotel de luxo Santa Mauro. A única diferença é que o seu companheiro(a) não vai sair de lá famoso, tal como aconteceu com a anfitriã do jogador, Rebecca Loos.

 

Presidente em apuros

Em 2004, o candidato presidencial americano John Edwards conheceu a realizadora Rielle Hunter no bar do Hotel Regency. E quase sem saber estava escrever uma página da história dos EUA: do encontro resultou um filho fora do casamento e um escândalo, que rebentou em 2010. Não só porque Edwards era casado, mas também porque, na altura, a sua mulher lutava contra um cancro da mama. O bar ainda lá está, é chegar e pedir.

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 21:04 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 14.06.10

e se metessem a vuvuzela  pelo .....

 

Via Henricartoon



publicado por olhar para o mundo às 09:50 | link do post | comentar

Sexta-feira, 26.03.10

Onde deixar os miúdos nas férias

 

Se os miúdos mandassem, os programas de férias não tinham actividades pedagógicas. Prefiriam ir a Los Angeles conhecer a Miley Cyrus, à Disney Paris, a Londres, ou simplesmente ao espaço. Como isso não é assim tão simples e não queremos provocar um ataque de nervos aos pais, escolhemos 15 actividades para ocupar as duas semanas de férias dos mais pequenos. De norte a sul do país ainda é possível encontrar vagas. Mas apresse-se a marcar.

Apesar de serem miúdos, já sabem bem o que querem. Assim, há férias para todos os gostos, até para quem gosta de tudo um pouco. Há aulas de surf e de caiaque para os mais audazes. Mas os pais não precisam de se preocupar, porque há sempre monitores atentos para amparar as quedas. Para acabar de vez com a ideia de que os vegetais nascem nas prateleiras dos supermercados, inscreva-os nos ateliers de jardinagem e horticultura. E se o seu filho tiver queda para salvar o ambiente e os animais, pode sempre levá-lo para a colónia de férias do Monte Selvagem, no Alentejo ou até ao Jardim Zoológico, para darem uma mãozinha aos tratadores. Quem tiver veia artística, não faltam opções por todo o país.

 

Indecisos

 

Fundação Serralves, Porto


Há brincadeiras para todos os gostos e idades. Dos 4 aos 12 anos, os miúdos podem ser protagonistas de umas férias criativas e diferentes, em Serralves. Desde oficinas de construção, de pintura e ciência, ao maravilhoso mundo dos insectos, passando pela decoração de T-shirts e confecção de guloseimas da Páscoa (quem é que nunca quis ter uns bigodes de chocolate?) e exercícios de expressão corporal, cheios de luzes, cores e ritmos, tal e qual como nos sonhos. 
Preço: entre €40 e €50 
Quando: 29 Março a 09 Abril
Contactos: 226156587

 

Oceanário de Lisboa


No maior aquário da capital, a Páscoa é feita de cinco dias temáticos: são quatro a descobrir os oceanos e um a fabricar super-heróis. Os miúdos dos 4 aos 12 anos vão explorar o Atlântico, Pacífico, Índico e os oceanos gelados, e todos os bichos que por lá habitam. Há pinguins, peixes de todas as cores, ursos polares e, cuidado, tubarões. Com viagens fantásticas entre submarinos e viagens de algas, qualquer um pode proteger o ambiente, basta pôr uma capa, reciclar e poupar água.
Preço: €40 por dia 
Quando: 29 Março a 09 Abril
Contactos: 218917002/06

 

Associação Académica da Universidade do Algarve


Em Faro a brincadeira fica por conta do “Campus em Férias”.
Basta ter entre 7 e 11 anos para poder passar uma Páscoa em grande. Para os mais intelectuais há a ciência, para os mais irrequietos há hipismo e todo o tipo de desporto. Para quem gosta de aprender, pode fazê-lo através dos vários workshops pensados especialmente para os mais novos. Os lanches e os almoços também não estão esquecidos, assim como um CD de fotografias, para mais tarde recordar.
Preço: €80 
Quando: 5 a 9 de Abril
Contactos:  289818606


Miúdos Radicais

Surf Camp de Matosinhos

Quem nunca se imaginou em cima de uma prancha de surf, é um ovo podre. Melhor do que imaginar, é fazer-se às ondas. Com a escola Onda Pura, na praia do Titan, os miúdos dos 7 aos 15 anos, podem tornar-se surfistas a sério e praticar toda a espécie de desportos: futvolei,  basquetebol, andar de patins em linha e de caiaque. 
Preço: entre €20 e €120 
Quando: 29 Março a 09 Abril
Contactos:  9121000 47

 

Campo de Férias Castor, Landeira

O nome do local já promete: Quinta Contente. Aqui, os miúdos dos 6 aos 17 anos podem ser verdadeiros heróis. Só precisam de coragem e determinação para o kartcross, canoagem, slide, tiro com arco e ponte de cordas que o campo oferece.
Preço: €197,05 
Quando: 5 a 11 de Abril
Contactos: 265913324

 

Ginásio C. Português, Lisboa


Depois destas férias os miúdos (dos 4 aos 12 anos) vão dormir que nem anjinhos. Durante duas semanas há um mundo de actividades para explorar, que vai desde a capoeira, ao jogo do pau, passando pelos trampolins.  
Preço: €180 
Quando: 29 Março a 09 Abril
Contactos: 213841580

 

Eco-Kids

Jardim Botânico da Ajuda
Aqui, os verdadeiros amantes da natureza, dos 4 aos 12 anos, podem aprender jardinagem, como funciona uma estufa, a fazer uma horta,  expressão plástica e jogos tradicionais, ao ar livre e rodeados de árvores e ar puro. Vão esquecer-se que estão em Lisboa.
Preço: varia entre €50 e €270  
Quando: 29 Março a 09 Abril
Contactos: 213622503

 

Parque Monte Selvagem

Para esta aventura em Montemor-o-Novo é preciso saco-cama, lanterna, chapéu, repelente e protector solar. Só com estas armas será possível sobreviver às maravilhas do mundo selvagem e da conservação do ambiente. Para miúdos dos 6 aos 12 anos. Cuidado, há crocodilos.  
Preço: €70
Quando: 5 a 11 de Abril
Contactos: 265894377

 

Jardim Zoológico, Lisboa


É uma espécie de safari sem sair da cidade e com animais mais dóceis. No Zoo, os miúdos podem fazer peddy-pappers e ajudar os tratadores e treinadores. Há percursos temáticos para saberem tudo sobre répteis e mamíferos. 
Preço: €40 (1 dia); €144 (4 dias) 
Quando: De 29 de Março a 4 de Abril
Contactos: 217 232 910

 

Putos Einstein

 

Museu de Ciência, Coimbra


Como é que uma espécie desaparece do planeta?_Evapora-se? Vai para a lua? O programa Férias no Chimico, em Coimbra, é dedicado à biodiversidade e vai encontrar resposta a esta e muitas outras perguntas. Os pequenos cientistas vão aprender o que é isso da extinção e que animais estão em risco. 
Preço: €25 (3 dias); 
€8,5 (1 dia)
Quando: De 30 de Março a 1 de Abril ou 6 a 8 de Abril
Contactos:  239 854 350

 

Visionarium, Sta. M. da Feira


É melhor que um teste psicotécnico. Nas oficinas de Páscoa, do Visionarium, em Santa Maria da Feira, os miúdos vão experimentar uma profissão por dia: geólogo, químico, matemático, biólogo e astrónomo. São cinco dias repletos de actividades, para crianças dos 6 aos 12.
Preço: € 25 (1 dia), €110 (4 dias) 
Quando: De 5 a 9 de Abril
Contactos: 256 370 607

 

Ciência Viva, Bragança


Plasticina caseira, batatas espumantes e balões aerostáticos. Estes são alguns dos novos brinquedos dos miúdos que se aventurem no Centro de Ciência Viva de Bragança. Nas oficinas de Páscoa vão ainda a observar ao microscópio a água do rio e analisar impressões digitais.
Preço: € 40 
Quando: De 29 de Março a 1 de Abril; 5 a 9 de Abril
Contactos: 273 313 169


Mini Picassos

Teatro Maria Matos, Lisboa
Se os adultos utilizam as revistas para ler, as crianças podem transformá-las em arte. A proposta da oficina de Páscoa do Maria Matos, para miúdos, entre os 6 e 8 anos, é criar um mapa com recortes de revistas, lápis de cera pastel. Para os mais velhos, recomenda-se uma actividade que mexe com todos os músculos: dança.  
Preço: € 20 
Quando: De 29 de Março 1 de Abril
Contactos: 218 438 800

 

CCB, Lisboa


Há estudos que garantem que a fofoca faz bem à saúde. Nada melhor do aprender desde cedo. Descanse. Do CCB_não vão sair paparazzis. A oficina é dedicada à representação e o tema é a bisbilhotice, cusquice, como lhe quiser chamar. “Há boas e más bisbilhotices?”
Preço: €115 
Quando: De 29 Março e 1 Abril ou 5 a 9 de Abril
Contactos: 213 612 400

Museu do Traje, Viana do Castelo


Não há Páscoa sem ovos pintalgados de cores. Se tem em casa um mini Picasso, inscreva-o no atelier de artes plásticas do Museu do Traje, onde há espaço para fazer ovos da Páscoa cubistas e ainda podem fazer os ramos da madrinha, com flores de papel.
Preço: €5 (por dia) 
Quando: De 29 de Março a 4 de Abril
Contactos: 258 809 300

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 24.03.10

Onde passar a Páscoa

 

 

Percorrer aos ziguezagues os caminhos da Serra da Estrela, por esta altura coberta com um manto branco, dormir com o mar aos pés na Costa Alentejana, acordar com os olhos postos nas vinhas doDouro alinhadas em socalcos, ou percorrer os trilhos do lobo e javali no Gerês. A Páscoa está à porta e é um óptimo pretexto para conhecer alguns dos pequenos paraísos escondidos em Portugal. De norte a sul, no interior e no litoral, eis as sete maravilhas que o i recomenda para uns dias de descanso (mesmo que o tempo não ajude: as previsões meteorológicas não são animadoras). Não é um plano para qualquer carteira. Mas acredite que não vai dar o seu dinheiro por mal empregue. Não é por acaso que em Portugal a procura de hotéis de charme tem crescido, tal como de pequenas casas de turismo rural integradas em quintas ou herdades tradicionais, que nos últimos anos apareceram em grande número. Fugir das cidades não significa tédio. E mesmo que assim fosse valeria a pena. Quantos vezes se quis dar à perguiça mas o telemóvel não deixou? Pois aqui o mais certo é nem ter rede. Aproveite as férias (se for caso disso). E desligue-se. Até porque nunca se sabe que está à escuta...

 

Relaxar no maior spa de Portugal

Romance: No Aquapura Douro Valley, os hóspedes são recebidos com uma toalha perfumada e um flute de champanhe, sem grandes papeladas para preencher. A fachada antiga desta casa senhorial contrasta com o interior moderno, onde está instalado o maior spa do país (tem 2200m2), e uma piscina interior. Inserido numa região classificada como património mundial pela UNESCO, o hotel dispõe ainda de 21 vilas, além dos 50 quartos. A paisagem é um verdejante vale esculpido pelos produtores de vinho do porto.

 

Onde? Quinta Vale de Abraão, Lamego
Tel: 254 66 06 00
Preço: 3 noites c/spa €570

Explorar uma aldeia histórica

Amigos: Entre a Beira e o Douro esconde-se um segredo bem guardado: a aldeia histórica deMarialva, onde existe uma das referências nas guesthouses nacionais. Quem olha para as seis Casas do Côro facilmente percebe que o tempo não passou por ali. Isso vê-se nas gentes desta terra hospitaleira e nas vielas do centro histórico que convidam à descoberta. O complexo combina edifícios históricos em granito com interiores sofisticados. Uma dica? Mesmo que chova, experimente mergulhar na piscina exterior (é aquecida).

 

Onde? Marialva (perto de Foz Coa)
Tel.  917552020
Preço: Casas de €120 a €410

Pelos trilhos do lobo e javali

Aventura: Por estes dias, com a chegada da Primavera, a serra do Gerês ganha novas cores e aromas. No Parque Natural Peneda, a Pousada de São Bento é o sítio ideal para assistir à transformação da natureza. Cascatas, vales e um verde que a vista não consegue abraçar são predicados irresistíveis para uma caminhada pelos trilhos de uma zona com 70 mil hectares de território protegido. Mas cuidado, não se esqueça que está num dos últimos refúgios de animais selvagens como o javali, a víbora de Seoane e o Lobo.

 

Onde? Caniçada, São Bento Tel. 253 649 150
Preço: €170/quarto

 

Acordar com o mar aos pés

Família: Na recepção da Herdade do Touril, bem perto da Zambujeira do Mar, há três relógios. Um deles está parado. Esta é uma imagem que o proprietário não se cansa de repetir: “Se algum dos nossos hóspedes perder a noção do tempo, ficamos satisfeitos.” Composta por cinco casas independentes –  com terraço e vista de mar –, na herdade respira-se um ambiente familiar. Às sete da manhã, o pão fresco é deixado na porta, tal como os jornais do dia. Para quem quiser passear, há bicicletas grátis. E muito para descobrir.

 

Onde? Zambujeira do Mar, Odemira
Tel. 282 950 080
Preço: €80 a €200

Algarve desconhecido

Segundas núpcias: Casas típicas, ambiente rural, conforto e modernidade. Podia definir-se assim oMonte da Vilarinha, um turismo de habitação na fronteira do alentejo e Algarve. O complexo alberga três casas, com terraços e alpendres exclusivos – algumas têm cama exterior, para quem quiser adormecer a contar as estrelas do céu alentejano. Três dias por semana, sob marcação, é possível receber massagens, depois de explorar os percursos sinalizados junto à costa e no interior.

 

Onde? Carrapteira, Aljezur
Tel. 919169448
Preço: €120 a €150

Termas, mini- golfe e ténis

Saúde: Para quem parte de Lisboa, as termas de Monte Real ficam a um pequeno passo. O resort, que inclui hotel, spa e complexo termal, foi inaugurado em 2009, aproveitando a fachada palaciana da unidade hoteleira que ali existiu até meados dos anos 90. Conhecidas há várias décadas em toda a Península Ibérica graças à qualidade das suas águas sulfurosas, as termas são um dos programas disponível neste espaço. Os 24 hectares da propriedade incluem ainda dois campos de ténis, mini-golfe, ginásio e percursos pedestres.


Onde? Rua de Leiria, Monte Real
Tel. 244 618 900
Preço: €289/3 dias c/spa

Cai neve no meu país

Desporto: Instalada a 1500 metros de altitude, com vista sobre a Manteigas, a Casa das Penhas Douradas proporciona daquelas imagens que pensamos existir apenas na nossa imaginação: tomar um banho de piscina, enquanto contemplamos a neve. Uma estadia ideal para desportistas de montanha, não fosse esta a única estância de Inverno com pistas de esqui em Portugal. O hotel tem cozinha de autor, com a consultadoria do Chefe Luís Baena, e uma ementa à base de produtos regionais confeccionados de forma muito própria..

 

Onde? Penhas Douradas, Serra da Estrela
Tel. 275 981 045
Preço: €100 a €200 por quarto

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 29.12.09

Viagens de fim de ano esgotadas

 

 Funchal, Madrid, Roma, Paris, Marrocos. Os programas que estão em destaque nas montras de uma das lojas da Halcon Viagens, situada no centro de Lisboa, mostra que são já pouco variados os lugares disponíveis para quem deseja viajar para longe neste final de ano, quando faltam apenas três dias para entrar em 2010.


Mas mesmo que a data do reveillon não estivesse tão próxima, o sentimento geral é de que as principais operações já se esgotaram há várias semanas. Duarte Borges, do departamento de vendas da Halcon Viagens, confirma essa impressão, ao indicar que outras opções como o Brasil, Cabo Verde ou mesmo a grande maioria dos programas para a Madeira já ficaram sem vagas há muito tempo, mas todavia está longe de festejar essa notícia e aponta para um desequilíbrio no mercado. "Este ano tem havido alguma procura, mas a oferta tem sido menor, porque temos mais dificuldade em conseguir disponibilidade [de lugares de transporte aéreo]", indicou ontem este responsável ao PÚBLICO. 

Com efeito, José Manuel Ferraz, director das Viagens Abreu, confirma que nesta época de fim de ano "houve um ajustamento da oferta" relativamente aos últimos dias do ano passado, o que sucedeu "em função da crise" que já nessa altura se fazia sentir no sector. Não fica no entanto insatisfeito ao constatar que "uma grande parte da oferta se esgotou com mais de um mês de antecedência", até porque na Viagens Abreu sentiram que "a procura [neste final de 2009] foi ligeiramente melhor do que no ano passado". 

Os programas para Cabo Verde (com charters especiais para as ilhas do Sal e da Boavista), Tunísia e Turquia e a oferta de cruzeiros no rio Douro (dois barcos contratados em exclusivo) são dois exemplos apontados por José Manuel Ferraz. Já em relação ao Brasil - para onde a Viagens Abreu realizou também dois charters, com destino ao Natal e à Baía - a oferta de lugares se esgotou mais tarde, "apenas entre 15 dias a uma semana antes do final do ano". 

Quanto à Madeira, que já é uma tradição de reveillon para os portugueses, este ano se houve diferença foi para melhor. A contrariar a tendência geral da diminuição de lugares disponíveis, que se fez sentir para outros destinos, neste caso houve até um aumento de vagas. O resultado, no caso da Viagens Abreu, foi que a procura acompanhou e deu-se uma subida de cerca de 20 por cento nas vendas. "Excedeu um pouco as expectativas, mas teve muito que ver com o crescimento da oferta", sublinha o mesmo responsável. 

Este aumento da oferta reflecte-se na operação da TAP, por exemplo. Nestas três semanas de época de fim de ano (entre meados de Dezembro e a primeira semana de Janeiro), dentro do que já é hábito, a companhia aérea realiza para o Funchal mais 77 voos de ida e volta do que é habitual no resto da operação de Inverno, indicou o porta-voz da transportadora, António Monteiro.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:54 | link do post | comentar

Sábado, 12.09.09

Férias em Setembro, barats e sem multidões

 

 Se é daquelas pessoas que preferem tirar férias em Julho e Agosto, então este texto é para si. Não sabe o que anda a perder: férias descansadas, sem multidões, preços mais baixos e pouco trânsito. Não acredita? Então continue a ler. O i foi à procura de pessoas que escolhem Setembro para fazer uma pausa e pelo caminho encontrou promoções para o último mês do Verão. Se está de férias no preciso instante em que folheia o jornal, este texto também é para si. Quem sabe não encontra novas possibilidades e lugares para ir? Por outro lado, pode sempre abanar a cabeça em jeito de concordância e comparar as suas experiências com as destes turistas que conhecem os segredo das melhores férias.

 

New York, New York Andreia Xavier tem 29 anos e é assistente de produção. Gosta de ter férias em Setembro - Agosto, nem pensar: "Odeio multidões além disso, é tudo caríssimo." 

 

Mas os preços não são tudo e a verdade é que nesta altura a vida é mais calma: "As praias têm menos gente, os restaurantes e esplanadas também. Nota- -se uma melhoria no serviço: em Agosto é impossível ir a um restaurante à beira da praia, os empregados andam a mil à hora, não dão atenção suficiente a ninguém. Agora o ambiente é melhor e até há mesas! É tudo muito mais tranquilo, não há filas para a praia, nem o stresse do trânsito do regresso das férias!"

 

Andreia vai entrar de férias dia 18, com uma viagem a Nova Iorque, numa promoção da US Airways, pesquisada com afinco no início do Verão: "Em Agosto o preço do voo para duas pessoas passava dos dois mil euros. Em Setembro pagámos 1100 euros pelos dois. Ao todo, com a estadia, ficou em 1600 euros." 

 

Sevilha, olé! Este é o primeiro ano em que Nuno Teixeira, um bancário de 28 anos, vai de férias em Setembro, mas as expectativas são as melhores: "Acho que nesta altura há mais sossego, mais atenção nos restaurantes e nos hotéis. Como há menos gente, os empregados não têm de se dividir tanto, proporcionando um atendimento mais personalizado. Não há multidões, não há trânsito, é muito melhor. "

 

Foi também com alguma satisfação e sensação de dever cumprido que percebeu que nesta altura os preços são bastante mais baixos, até no país vizinho: "Por cinco dias em Espanha - três em Sevilha e dois em Cádis - eu e a minha mulher pagámos 250 euros por estadia em dois hotéis, ambos de quatro estrelas e com pequeno almoço incluído, bem como dois bilhetes para o parque de diversões Isla Mágica. Em Julho, por exemplo, os mesmos hotéis pediam 190 euros por noite em Sevilha e 200 em Cádis. Em Setembro conseguimos por 69 euros por noite. É uma grande diferença."

 

Setembro, claro "Começou por ser uma cedência aos colegas que têm miúdos na escola e que por razões familiares preferem coordenar as férias em Agosto. Para nós, como não fazia diferença, acabavam por ficar apenas os dias de Setembro. A primeira vez foi em 2006 e desde então não falha." 

 

Pilar Luz, uma arquitecta de 33 anos, é fã inveterada desta altura do ano e explica porquê: "Em Agosto, as cidades ficam supercalmas, sem trânsito, posso ir a um restaurante da moda sem ter de fazer reserva ou ficar à espera; os dias de trabalho são mais calmos e dá para aproveitar para organizar coisas para as quais não há tempo noutras alturas. Tem também um sabor especial por poder aproveitar o Verão até ao fim enquanto o resto do pessoal já está de volta à rotina."

 

Pilar escolheu Biarritz e Madeira como destino de férias, a preços bem mais baixos: "O preço de alojamento em Biarritz desceu cerca de 15% na primeira semana de Setembro e nas semanas seguintes desceria ainda mais. A viagem para a Madeira custou 210 e em Agosto teria ficado por volta de 400 Euros, a não ser que se consiga planear e comprar com alguns meses de antecedência, o que nem sempre é possível."

 

Algarve, sempre Para Cláudio Delicado, jornalista, 28 anos, "trabalhar em Agosto é uma maravilha, porque há menos trânsito, não se paga portagem na ponte, está tudo mais relaxado e o telefone toca muito menos vezes". Como se não bastasse, "férias em Setembro são bastante mais baratas, além de, regra geral ainda estar um tempo óptimo".

 

Este ano, Cláudio vai de férias de 14 a 25 de Setembro e os primeiros dias vão ser passados em Tavira: "A estadia de uma semana no Algarve ficou por 300 euros para duas pessoas num aldeamento que custa cerca de 600 euros em Agosto e cerca de 450 a 500 em Julho. Já para não falar de algo que não tem preço: haver muito menos gente nestes locais." 

 

Além da temporada no Sul do país, está também pensada uma viagem a Itália e, apesar de não ter ainda bilhete de avião, não está preocupado: "A partir de Setembro, em especial de dia 15, há descontos muito bons, quer em voos, quer em hotéis."

 

5 promoções de Setembro

 

Costa Vicentina

Monte Novo, Odeceixe

Rume à costa alentejana, mesmo a chegar ao Algarve e ligue a José Gomes Almeida (917 762 466), o dono da casa. Quarto duplo, com pequeno-almoço: €100 fim-de-semana, €90 durante a semana.

www.casasbrancas.pt

 

Varadero

Hotel Playa Caleta

Cuba tem praias e cultura e salsa e mojitos e daiquiris e música e calor. Quer melhor argumento? Por 636 euros por pessoa, já com taxas incluídas e transfers, passe sete noites quentes em Cuba.

www.topatlantico.com

 

Hotel Memmo Baleeira, Sagres

Sítio da Baleeira, Sagres 

Este hotel de design tem uma promoção especial para Setembro: 100 euros por noite, por pessoa, com direito a pequeno-almoço buffet e uso ilimitado do memmo spa. Do que é que está à espera?

www.memmohotels.com

 

Praias do mar Vermelho, Egipto

Hotel Serenity Makadi Heights 

Por 830 euros (por pessoa com tudo incluído) pode finalmente ir ao Egipto, mas só de 15 de Setembro a 31 de Outubro. Durante seis dias nade no mar Vermelho e deite--se ao sol em África.

www.abreu.pt

 

Ilha do Sal, Cabo Verde

Hotel Belorizonte (4 estrelas)

Por 632 euros por pessoa (taxas e transfers incluídos) vai a Cabo-Verde, apanha sol e dança uma morna. Com um hotel mais modesto, de três estrelas, pode viajar com 532 euros. Mas só até Outubro.

www.netviagens.sapo.pt

 

 

Via Ionline

 



publicado por olhar para o mundo às 19:14 | link do post | comentar

Segunda-feira, 07.09.09

Topless com menos adeptas em portugal

 

 O direito ao tronco nu em locais públicos foi exigido recentemente por mulheres norte-americanas, devidamente despidas. Em Portugal, não há estudos nem polémicas e não há queixas. Mas nas praias há quem note menos adeptas do topless.

Enquanto o nudismo tem enquadramento legal nas praias portuguesas, o tronco nu das mulheres só tem consequências quando há queixas.

A Polícia Marítima (PM) explica que só intervém se existir uma queixa "alegando que a pessoa praticante de topless assume uma atitude de carácter exibicionista perante o queixoso".

 "No entanto, a prática de topless está de tal forma generalizada nas praias que não há registos [recentes] de queixas apresentadas em seu resultado", acrescenta a PM.

Para a socióloga Ana Cristina Santos, o vazio legal é "elucidativo e ilustra a falta de centralidade do tema, que não é considerado problemático".

Mas em alguns países gera controvérsia. No início do mês, a BBC noticiou reacções de feministas à proibição de topless nas praias artificiais de Paris.

O grupo Les Tumultueuses (As tumultuosas) distribuiu panfletos em manifestações com o slogan "Meu corpo, se eu quiser, quando eu quiser, assim como é".

A jornalista Regan Kramer, do grupo Les Chiennes de Garde (Cadelas de Guarda), considera que o topless está "demodé" devido às preocupações com a exposição ao sol, porque a sida foi um "balde de água fria na revolução sexual em geral" e porque a publicidade explora o "porno-chic".

"Fazer topless gradualmente tornou-se numa obrigação e, no fim, a perspectiva feminista passou de festejar uma liberdade recém-adquirida a rejeitar a pressão sem fim de exibir o 'corpo perfeito'", analisa.

O recente inquérito Les femmes et la nudité (as mulheres e a nudez), feito a mil francesas, referia que 31 por cento das mulheres entre os 18 e os 35 diziam-se desconfortáveis ao ver topless na praia e 20 por cento das mulheres com mais de 35 anos eram da mesma opinião.

Um dos autores do estudo lembrava, por outro lado, que as mulheres com mais de 50 anos são de uma geração que "favorece um liberalismo cultural".

Ana Cristina Santos lembra que em Portugal é "muito recente o debate da cidadania sexual, reprodutiva e íntima" mas o topless nunca foi um tema controverso e há uma "naturalização da prática".

Raquel, 35 anos, é filha de pais naturistas e mãe de duas filhas que usam todas as partes do fato de banho. Mas ela é adepta do topless "desde sempre".

Amamentar durante dois anos alterou-lhe o corpo, mas a certeza de que se sente bem fê-la continuar, ao contrário das amigas, que já não o praticam. "Sinto-me bem e se tenho as mamas descaídas, azar", diz, pragmática.

Dois nomes portugueses surgem numa petição do movimento sueco Bara Brost (Peitos à mostra), que tal como o movimento norte-americano Go Topless, defende o direito ao tronco nu feminino em locais públicos, do qual já usufruem os homens.

Uma das signatárias, Cláudia Borralho, 29 anos, explica que o movimento surgiu após a expulsão de uma piscina de duas raparigas que faziam topless.

"Os seios femininos são imediatamente associados à sexualidade. As mulheres que criaram esse movimento sabem que o direito a expor livremente as partes do corpo que os homens expõem são parte da conquista pela igualdade de género. A provocação está nos olhos de quem as observa como provocadoras e isso sim é perverso", argumenta.

Esta professora nota que, "estranhamente, as gerações mais novas têm aderido pouco ao topless" e entre o seu círculo de amigas "contam-se pelos dedos as que o fazem".

"A geração da minha mãe e da minha tia parece bem mais descomplexada no que toca aos limites da nudez e creio que este retrocesso não sucede só em Portugal", acredita.

 

Via DN

 



publicado por olhar para o mundo às 07:48 | link do post | comentar

Domingo, 12.07.09

Manual de sobrevivência para Lisboa

 

Primeiro, foram os óculos escuros: "bons e baratos", diz-me o vendedor de rua, de aspecto asiático. O sol de Julho está impiedoso, mas bastaria um olhar (des)atento para perceber que não preciso: acabei de comprar uns numa loja chinesa. E trago-os no rosto. Não são bons, mas são baratos. E servem perfeitamente o meu propósito: passar incógnito e vestir a pele de um turista em Lisboa. Antes de me virar as costas, o homem ainda investe num último negócio. "Haxixe? Good stuff, from Morroco. Do you want?" Bem-vindo a Lisboa.


É o grande lugar comum dos portugueses: se nos perguntam que tipo de povo somos, saltam-nos à boca frases feitas como "país de brandos costumes", ou "povo hospitaleiro". Os adjectivos são muitos, principalmente quando somos nós a enunciá-los. Mas será que correspondem à realidade? Encontrámos algumas respostas nos fóruns online sobre turismo, onde abundam dicas para quem quer visitar o nosso país. Portugal tem óptimos predicados para umas férias bem passadas. Mas tem também o outro lado, que leva os estrangeiros a fazerem fila à porta da esquadra de turismo, nos restauradores. O i seguiu o roteiro dos cuidados a ter em Lisboa.

Chico-espertos 10h30. Aeroporto da Portela. A esta hora não há muito movimento, por isso apanho o primeiro táxi da longa fila de tédio que consome os motoristas. Calha-me um homem diligente, que sai do carro assim que me vê, para abrir a bagageira. Tenho apenas uma pequena mochila às costas, insuflada por duas almofadas no interior. "Posso levá-la lá dentro?", pergunto num inglês trapalhão. "Pode levar onde quiser, mas aqui é melhor", responde em português, enquanto pisca o olho ao suplemento de €1,60 que se prepara para cobrar. "Hotel Roma, please."

O incidente da bagagem fica ultrapassado na rotunda do relógio, logo à saída. O motorista é simpático e esforçado. Não aprendeu inglês, mas consegue manter um diálogo. "O táxi é uma boa escola", brinca, enquanto acelera em direcção ao Areeiro, onde supostamente deveríamos virar à direita. Supostamente, porque não foi isso que aconteceu. Resultado: a corrida fica quase em 10 euros. E não ficámos à porta do hotel. "É só atravessar esta avenida, fica do outro lado", indica-nos. "Se quiser posso ir dar a volta lá à frente, mas fica-lhe mais caro." 

O dia de turista em Lisboa ainda mal começou, e é cedo para tirar conclusões. "O metro?", responde-me uma mulher, na casa dos 30, perante a minha desorientação, em plena Avenida de Roma. "Eu vou para a Baixa, se quiser venha comigo", convida-me, simpática, em inglês. Pode ter sido sorte de principiante, mas fiquei com a agradável sensação de que a hospitalidade apregoada aos sete ventos não é apenas um adjectivo vazio. Pelo caminho arrisquei uma conversa de circunstância: expliquei que era um Sérvio de férias em Portugal e que... "Sérvio?", interrompeu-me, com alguma condescendência. "Sim, Sérvio. Não faz parte da fauna da UE, eu sei. E sim, tivemos umas chatices com os americanos, mas isso já foi há mais de dez anos..."

 

 

Ler resto da noticia no ionline



publicado por olhar para o mundo às 16:47 | link do post | comentar

Quinta-feira, 18.06.09

 As mulheres brasileiras e o sexo nas férias

 

Os predicados do Brasil são mais que muitos e podiam ser enumerados por ordem alfabética sem saltar letras. Fiquemo-nos pelos mais óbvios: o clima, a beleza natural do país, as praias paradisíacas, ou a folia do carnaval. Mas se perguntarmos a um grupo de homens que se prepara para umas férias em terras brasileiras o que os levou a escolher aquele destino, a resposta é unânime: o sexo. Fácil e sem compromisso. 

Depois de seis meses a viver no Brasil, "Jorge" chegou a Portugal com a sensação de quem está deslocado. "Sinto que pertenço a Fortaleza, é como se fosse a minha cidade." A convicção era tal que, poucos dias depois da chegada, este advogado de 32 anos correu para um concerto do brasileiro Netinho, no Montijo. Resultado? Uma enorme desilusão. "Uma rapariga passou por mim e eu dei-lhe a mão. Virou-se e disse-me em voz alta: "Estás-te a passar?". Era portuguesa.

Quem beija mais? Os seis meses de vida brasileira já lá vão - está cá há mais de quatro anos - mas o país da Copacabana, das caipirinhas e do samba ficou-lhe no imaginário. Desde que regressou, Jorge já foi ao Brasil cinco vezes. "Sempre com amigos", conta. E quase sempre na altura do Carnaval. As férias não são baratas - "cada um gasta uma média de dois mil euros" - mas o investimento compensa: "É uma semana de diversão em que praticamente não vamos à cama, só praia, copos e miúdas."

Numa das noites de folia, os cinco amigos fizeram até um concurso para ver quem conseguia beijar mais mulheres. Houve quem chegasse às vinte. "Muitas vezes, trocam-se beijos sem sequer ouvir a voz das mulheres. É tudo muito liberal, posso andar aos beijos com várias pessoas, chegar ao fim da noite e ir embora com uma mulher que nem beijei", garante.

A mesma opinião tem "Pedro", que também viveu no Brasil. A disponibilidade da mulher brasileira ajuda, sobretudo quando se tratam de estrangeiros generosos e com hormonas em excesso. "Basta ir a um shopping que há flirt em quase toda a parte. Um dos meus amigos, um engenheiro português, foi comprar prendas para a família. Antes de ir embora, ficou com o número de telefone da lojista", recorda. O caso não teve grandes desenvolvimentos, mas é frequente os turistas, sobretudo italianos, arranjarem "namoradas" com quem vivem romances de férias. Nalguns casos, o amor de praia não fica enterrado na areia: depois de regressarem, alguns enviam dinheiro e bilhetes de avião para as receberem no seu país de origem. 

"Chamam-se pirguetes, são raparigas que só querem estrangeiros", conta. Não são prostitutas, apesar de muitas acompanharem um turista durante a estadia, receberem presentes, jantares em restaurantes finos e dormidas em hotéis de luxo.

"É uma forma de alimentar a fantasia de poder vir a mudar a sua realidade", explica Alfredo Hervías y Mendizábal. Para o escritor espanhol radicado no Brasil há três anos, é a discrição e facilidade em ter sexo que leva muitos portugueses a atravessar o Atlântico. "Não é sexo pago, mas há muita malandrice", afirma. No Brasil a prostituição abunda, mas "tem pouco a ver com o conceito de prostituição europeu: muitas vêm no gringo [nome dado ao turista ] uma oportunidade de sair do Brasil, para outras é um troféu". No fundo, "há muita gente a sobreviver do sexo". 

 

Ver resto da noticia aqui

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Sábado, 02.05.09

Dois padres resolveram fazer férias no Algarve.

No entanto decidiram que estas deveriam ser mesmo férias e portanto
nada deveria identificá-los como membros do clero.

Logo que o avião aterrou dirigiram-se a uma loja de surfistas e
compraram o último grito em calções, sandálias, t-shirts, óculos de
sol etc.


Na manhã seguinte, foram até à praia vestidos como verdadeiros turistas.
Estavam sentados nas suas cadeiras de praia a tomar uma caipirinha
enquanto aproveitavam o calor do sol, quando uma loura em topless, de
fazer qualquer um perder a cabeça, se dirigiu na sua direcção.

Os dois padres não conseguiram evitar segui-la com o olhar

Quando a jovem passou por eles, sorriu e individualmente cumprimentou-os

- "Bom dia Senhor Padre" ... "Bom dia Senhor Padre", com um ligeiro
aceno de cabeça e continuando no seu caminho.

Ficaram os dois siderados, como era possível que ela os reconhecesse
como padres?

No dia seguinte dirigiram-se de novo à loja de surfistas e compraram
roupas ainda mais berrantes.

De novo os dois padres se dirigiram para a praia para gozar o sol, as
vistas e uma caipirinha.

Eis senão quando, a mesma loura de fazer perder a cabeça, desta vez
numa tanguinha ultra reveladora, se aproximou deles e os cumprimentou;

- "Bom dia Senhor Padre" ... " Bom dia Senhor Padre", após o que se
dispunha seguir o seu caminho.

O padre mais velho não se conteve e chamou-a:

- "Um momento menina"...

- "Sim?" respondeu ela, com um sorriso nos lábios bem definidos e sensuais.

- "Nós de facto somos padres e temos orgulho em sê-lo, mas como
conseguiu descobrir isso?"

- "Senhor Padre, sou eu...!!! A Irmã Amélia!!!"

 

Via Trabalhos de Larose



publicado por olhar para o mundo às 14:36 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Celebre a república e esc...

Conheça cinco praias para...

Como não engordar nas fér...

Onde levar as suas crianç...

Onde levar as suas crianç...

O roteiro do pecado

E se metessem a vuvuzela ...

15 sítios para largar os ...

Os melhores sítios onde i...

Alguém ouviu falar da cri...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados
1 comentário