Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

07
Jan11

Insólito: E se o sol tiver uma dona.. espanhola??!!!!!

olhar para o mundo

Uma espanhola diz ser dona do sol

 

Vários funcionários de um cartório espanhol ficaram estupefactos quando Angeles Durán se lhes dirigiu para se registar como a proprietária, não de um veículos muito menos de uma propriedade. Angeles Durán quer ser a proprietária do sol. Este Sol é mesmo o astro solar, para que não haja dúvidas.

Segundo o jornal "La Voz de Galicia ", o notário riu-se depois das primeiras palavras saírem da boca desta espanhol. Depois recompôs-se, a tempo de ouvir Angeles Durán insistir: "Sou proprietária do Sol, estrela de tipo espetral G2, que se encontra no centro do sistema solar, situada a uma distância média da Terra de aproximadamente 149.600.000 quilómetros". Desconhece-se se o notário voltou a sorrir ou não.

Ao jornal espanhol esta mulher disse existir "um acordo internacional que impede qualquer país de ser o dono de planetas", mas esse acordo não se refere aos cidadãos. "Há um americano que é detentor de quase todos os planetas e da Lua, mas não do Sol".

Negócio solidário

 

Angeles Durán afirmou já se ter reunido com o Ministério da Indústria espanhol, a quem explicou querer cobrar uma taxa pelo uso da energia solar... a nível mundial.

"Se se paga pelos rios, porque não?", pergunta Angeles Durán, que já tem estabelecida a distribuição dos lucros de um eventual negócio à custa do Sol: 50% das receitas serão entregues para o Orçamento do Estado, 20% destinam-se às pensões mínimas, 10% para pesquisa e saúde, 10% para erradicar a fome e os restantes 10% vão para o seu bolso.

Só que há um problema legislativo na lógica deste negócio (decerto que haverá mais problemas noutras categorias diversas). Para esta espanhola, que mora em Salvaterra de Miño, junto à fronteira portuguesa, a dois quilómetros do concelho nortenho de Monção, se tornar a nova proprietária do nosso Sol, Angeles Durán tem de ver o seu pedido aprovado pelo Conservatório de Registo de Propriedade espanhol que, por acaso, não calha ter competências sobre o sistema solar.

Ao ler o artigo do jornal espanhol também se fica a saber que o despacho do pedido de Angeles Durán, entretanto aprovado pelo senhor que se riu dela, está agora na localidade de O Porriño, numa urbanização com o nome "El Sol".

Se alguém ficar ofendido com o absurdo da ideia desta mulher, ou apenas pelo facto de não ter tido esta ideia primeiro, e caso Angeles Durán se torne, de facto, na proprietária do Sol, será sempre de considerar a hipótese de lhe mover um processo na eventualidade de um escaldão ou uma insolação...

 

Via Expresso

20
Jan10

Solar Impulse: O avião "empurrado" pelo Sol

olhar para o mundo

Solar Impulse

 

O "Solar Impulse" é o primeiro avião tripulado que voa com energia solar como combustível. Desde 2003 que uma equipa de 70 colaboradores trabalha neste projecto inovador que permite fazer o impossível, como explica André Borschberg, engenheiro e piloto de caças e um dos pilotos desta aeronave: "Pensávamos que era impossível voar dia e noite e, naturalmente, à noite é mais difícil por isso durante o dia subimos para armazenar energia com a altitude e ao anoitecer começamos a descer e usamos a energia armazenada nas baterias."

Leve como... um carro

Esta aeronave pesa o equivalente a um automóvel. As asas são comparáveis às do Airbus A380, medem cerca de 63 metros e estão revestidas por 12 mil células fotovoltaicas, que transformam a energia solar em fonte de alimentação do avião. Os materiais utilizados no Solar Impulse são plásticos ultraleves e até mesmo as baterias de lítio, que representam um quarto do peso do avião, são consideravelmente mais leves do que as convencionais.

Apesar de ultraleve, viajar no Solar Impulse é como dar uma volta de motorizada. "Claro que este avião não vai voar à mesma velocidade que faz um jacto supersónico, mas tem uma tremenda vantagem, a de não consumir uma única gota de combustível fóssil e de não provocar um único micrograma de poluição", reforça Mário Branco, Director de Comunicação e Relações Internacionais da Solvay.

Até ao momento o Solar Impulse voou apenas em ambiente virtual mas já está em condições de dar os primeiros passos nos céus. Em todo o caso, só em 2011 é que esta aeronave se vai estrear oficialmente numa volta ao mundo em 25 dias. "São 24 mil quilómetros, a 70 quilómetros por hora e com paragens. Cada piloto fará no máximo quatro a cinco dias ininterruptos de voo e terá que atravessar os oceanos", explica Mário Branco.

Para já não há objectivos comerciais e a circum-navegação contará apenas com um tripulante de cada vez. O Solar Impulse é um projecto tecnológico inovador que utiliza energias alternativas para reduzir o impacto ambiental causado pelas energias fosseis, uma realidade que levou a Comissão Europeia a considerar este projecto um símbolo para o desenvolvimento sustentável.

 

Via Expresso

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D