Sábado, 15.12.12
Sexo a três relatos de um casal

Foto: Eyecandy Images/Corbis

 

Conforme a intimidade aumenta, mais forte fica nos parceiros a vontade de realizar aquelasfantasias guardadas a sete chaves. Com jeitinho e muita conversa, é possível concretizar os mais variados fetiches e torná-los até mais prazerosos do que a nossa mente podia imaginar.

 

E um dos desejos que povoa a mente de alguns casais é o sexo a três. A ideia de dividir a parceira ou o parceiro com um desconhecido pode parecer inconcebível para uns, mas não para Fernando, 48 anos, e Fátima de 42, conhecidos como Casal Pimenta. Casados há 14 anos, sem filhos, eles provaram o ménage depois de uma conversa que durou quase um ano. O resultado foi bom e agora eles tornam prática corriqueira.

 

"Era uma fantasia minha. Queria vê-la com outro homem, ver tudo o que não conseguia quando estava com ela, afinal ninguém transa de olhos totalmente abertos ou vê as reações do parceiro cem por cento", conta Fernando. Ele lembra que o anúncio do desejo causou muita estranheza e surpresa em Fátima, mas, com o tempo, ele foi percebendo que esse passou a ser da esposa também.

 

"Conversávamos sobre o assunto enquanto fazíamos sexo, normalmente imaginando a presença de outro homem conosco e o que poderia acontecer. Percebia que ela se excitava muito e ia se soltando em relação ao meu pedido", lembra. Após procurar uma terceira pessoa pela internet, o ato se consumou e o casal saiu muito satisfeito. Fernando garante que a relação na cama melhorou e muito com a experiência. A rotina não existe mais e as partes se conhecem melhor sexualmente.

 

Depois disso, Fernando e Fátima foram conhecer um clube de swing e gostaram. Passaram a frequentá-lo mensalmente, depois quinzenalmente e logo semanalmente. Em menos de um ano participaram e ganharam um concurso de festas liberais. Atualmente promovem festas em alguns clubes liberais do Rio. "Fazemos festas semanalmente no Pimentas Clube e mensalmente um encontro privê no Motel Shalimar", divulga o marido.

 

Fernando pensa que o sexo a três foi praticado sem traumas posteriores porque ele e Fátima desfrutam de um relacionamento bem estável. "Swing e ménage não combinam com casais em crise. Tem que haver uma segurança muito grande por trás disso para não se correr o risco de o casamento arruinar depois", afirma. "Nós nos amávamos acima de tudo e estávamos cientes de que haveria um caminho de volta, caso a experiência fosse desastrosa.", completa.

 

Quando o assunto é traição, Fernando declara: com essa abertura no casamento dele com Fátima não há necessidade disso, uma vez que eles podem sempre fazer juntos o que grande parte dos casais fazem escondidos dos parceiros. "Se você e seu companheiro têm a liberdade de variar de vez em quando com o outro sabendo, porque fazer escondido? Não há razões para ser infiel", afirma, "Mas é preciso muita cumplicidade e confiança entre o casal, para a fantasia não virar neurose ou motivo de perseguição."

 

Fernando comenta ainda que a prática do sexo a três envolve três etapas: a curiosidade, a vontade e a coragem. A vontade dá e passa e transformá-la em realidade requer diálogo para estabelecer confiança e limites do que pode ou não ser feito. "A coragem surgirá quando o casal tiver bem claro que isso é apenas uma ‘pimenta’ na relação, que não dependem disso para serem felizes ou se amarem", lembra. E finaliza: "Se entenderem que a questão não é ter mais prazer, mas sim de dar mais prazer para seu parceiro, aí então será perfeito."

 

Retirado de Terra



publicado por olhar para o mundo às 22:46 | link do post | comentar

Quarta-feira, 21.12.11
Muitas vezes os homens não contam o que querem na cama. Foto: Getty Images

Muitas vezes os homens não contam o que querem na cama

 

Há algumas coisas que os homens desejam para se satisfazerem na cama, mas que simplesmente não pedem. Todavia, a revista norte-americanaCosmopolitan listou dez desejos sexuais deles e te conta todos os segredos.

 

Embora cada homem tenha uma necessidade diferente, "há alguns movimentos e atitudes universais que a maioria deles não sabe como pedir", explicou o terapeuta sexual Sandor Gardos, do site MyPleasure. Assim, corra para a lista e descubra o que eles querem.

 

Garotas que consigam se excitar sozinhas: as mulheres precisam de tempo para entrarem no clima. Embora os homens curtam excitar a parceira, eles também não se importariam se, de vez em quando, ela já chegasse excitada o suficiente para o sexo. A terapeuta sexual Gloria Brame, sugeriu que as mulheres usem a imaginação, como fazem quando vão se masturbar, para chegar ao encontro já "no ponto".

 

Sexo divertido: a vida sexual não acontece como nos filmes. As posições nem sempre funcional e alguns barulhinhos podem surgir no meio da transa e se você encanar com isso, vai perder o humor e estragar o momento. Sexo não precisa ser sério ou sensual o tempo todo. Saiba encontrar leveza e diversão mesmo nos momentos bizarros e veja como tudo só tende a melhorar.

 

Dicas de como agir: nem sempre eles sabem como te agradar da maneira que você gosta. "Ao sugerir o que quer que ele faça, diga o quanto gosta daquilo e o quanto ele está acertando", sugeriu Gloria Brame, terapeuta sexual.

 

Espiar: para os homens, o que eles veem é quase tão bom quanto o que eles conseguem, então permita que ele espie você se masturbar ou mesmo invista em espelhos durante o ato sexual. Os terapeutas sexuais também sugeriram não se despir completamente, mantendo alguma peça de lingerie para instigar a imaginação do moço.

 

Safada: muitas mulheres têm medo de parecer "ousada demais" para o namorado e estragar o relacionamento, mas acredite, eles não se importam com uma dosesinha de safadeza. Tente dizer algo mais apimentado na hora do sexo, tome a iniciativa e deixe a imaginação agir.

 

Ele quer ter experiências novas: para se distinguir das ex dele, você deve ter algum plus que o faça não pensar em outra coisa no dia seguinte. Não precisa ser contorcionista para conseguir esse efeito, basta se dedicar com afinco a algo que já faça bem, surpreendendo-o com novas sensações.

 

Variedade: o tédio nas relações pode desgastar o casal. Tente variar em pressão, posição e velocidade para tornar o sexo mais prazeroso. E o rapaz também vai ficar sempre na expectativa do que virá depois.

 

Surpresas: eles gostam de ser surpreendidos com um convite inesperado para o sexo, em especial em locais públicos ou menos convencionais. Experimente, quem sabe também não gosta?

 

Caça: o sonho de muitos homens é dominar a mulher, mostrar seu lado caçador. Instigue-o com beijos ardentes e diga que se rende a ele para que faça o que quiser e o sonho estará realizado.

 

Às vezes ele não quer fazer nada: ser dominado também é um desejo recorrente. Experimente apenas dar prazer para ver como eles enlouquecem.

 

Via Terra



publicado por olhar para o mundo às 08:50 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sábado, 11.12.10

Sexo, os desejos secretos das mulheres

 

Sexo sem fantasia é normal, mas será que é bom? Variar de vez em quanto, ainda mais em relacionamentos longos, é mais do que gostoso: é necessário. As mulheres costumam ser mais tímidas do que os homens na hora de revelar seus desejos mais secretos. Por isso, o iG Estilo pediu que elas contassem as suas taras mais comunos. Quem sabe, você não se anima a tentá-las com a sua parceira.

Dominação
Sem muita violência, Bruna, de 26 anos, diz que gostaria de ser dominada pelo namorado, mas não tem coragem de pedir isso. “Ele é muito certinho na cama. Tenho vergonha de dizer, mas gostaria que ele me amarrasse e me ‘obrigasse’ a fazer o que ele quisesse, mas sem me machucar.” 

A três
Camila, de 28, não tem certeza se colocará em prática essa fantasia, mas morre de vontade. “Talvez com um casinho, não um namorado. Mas o difícil é propor isso a uma pessoa”. Ela explica que quando é um relacionamento sério, tem medo de tocar no assunto e estragar a relação. Quando não é, não tem liberdade para tocar no assunto. “Podia ser com dois homens ou com mais uma mulher. Não tenho coragem de convidar, mas se me propuser, eu topo.”

Traição

Sexo a três é um pouco demais para Carolina, de 33 anos. Mas ela gosta de imaginar-se transando com outro parceiro ou sendo traída. “Fico imaginando eu o traindo ou ele a mim (inclusive diante do outro)”. Mas ela deixa claro que é uma fantasia. “Não quero colocar em prática”. Nem Carolina entende, mas pensar em traição, para ela, é excitante. “Quando eu desconfio do meu marido ou vejo ele olhando para alguma mulher, fico brava, pois sou ciumenta. Por outro lado, isso me excita. Estranho, não é?”

Muito romantismo
Karina, de 25 anos, diz que a fantasia perfeita para ela é apenas ser tratada como uma princesa. “Eu adoraria que um homem preparasse um quarto cheio de pétalas de rosas, velas, essências, incensos, foundue de chocolate, vinho e música suave...”, resume. Por mais que pareça simples, ela diz ser difícil de realizar. “Os homens não se preocupam com isso. Meu namorado já acendeu umas velinhas e abriu um vinho, mas, depois, falou que acha isso brega”, reclama. 

Na casa de outra pessoa
Sempre que vai a uma festinha na casa de amigos ou comer uma pizza com parentes, Luciana, 31 anos, pensa que seria ótimo invadir um quarto ou o banheiro para uma rapidinha. “Tenho receio de ser pega, por isso nunca rolou. Mas várias vezes eu já deixei o clima esquentar bem nessas situações. Fiquei passando a mão e falando besteiras no ouvido do meu namorado.”

Em público
Uma vez, Flávia, de 29 anos, transou com o namorado no estacionamento de uma boate. “Ninguém estava vendo, mas algumas pessoas passavam e percebiam. Isso me deixou excitada e despertou uma vontade de transar com as pessoas olhando de verdade”. Mas uma casa de swing não é uma boa ideia, segundo ela. “Não quero que ninguém me toque ou no meu namorado. Quero apenas que vejam.”

Com outro
Uma que procura realizar as fantasias que tem é Mariana, de 31 anos. “Sempre falo para o meu namorado de caras que eu acho interessantes. Isso não significa que eu queira outro homem. Sou fiel e não o trairia”, explica. Porém, na hora da transa, ela provoca o namorado falando que fica imaginando se fosse outro naquela situação. “Falo de amigos dele, do porteiro do prédio, um colega de trabalho. Até troco o nome dele... Ele adora e eu também.”

Fonte: Vladimir Maluf - iG Estilo

 

Retirado de aqui



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Sexo a três

Dez desejos sexuais mascu...

Sexo, os desejos secretos...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados