Quinta-feira, 13.01.11

A cerveja afinal não engorda, até pode emagrecer

 

"A barriga de cerveja é um mito." Pelo menos esta foi a conclusão de um estudo apresentado hoje sobre o consumo moderado da bebida, ou seja, entre dois a três copos por dia. A investigação levada a cabo pelo Hospital Clínic, a Universidade de Barcelona e o Instituto de Saúde Carlos III, adianta ainda que a cerveja, quando associada a uma dieta equilibrada e à prática regular de exercício físico, "não engorda" e reduz o risco de vir a sofrer diabeteshipertensão.

O estudo avaliou 1.249 pessoas, homens e mulheres com mais de 57 anos, altura da vida em que os problemas cardiovasculares são mais frequentes. Durante vários dias, alimentaram-se de acordo com a dieta mediterrânica e as refeições eram acompanhadas pela bebida (até meio litro por dia). Segundo os especialistas, as pessoas analisadas "não engordaram, como em alguns casos perderam peso".

A cerveja é uma bebida fermentada que recebe as propriedades nutricionais dos cereais com que é produzida. O mesmo acontece com o vinho e as uvas ou a sidra e as maçãs. Como explicou a Dr. Lamuela, uma das pessoas responsáveis pelo estudo, a bebida fornece ácido fólico, vitaminas, ferro e cálcio em maior quantidade do que muitas outras e causa um efeito "protector" sobre osistema cardiovascular. É por isso que, os consumidores de cerveja em quantidades "normais" apresentam uma menor incidência de diabetes e hipertensão e um menor índice de massa corporal.

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Sexta-feira, 17.09.10

Festa da cerveja em Munique

 

Oktoberfest (Festa da Cerveja) de Munique que atrai anualmente cerca de seis milhões de visitantes à capital da Baviera, é inaugurada no sábado com o habitual desfile de trajes regionais, à passagem dos seus 200 anos.

A “Wiesn” (prado), como dizem os bávaros, é sobretudo um grande evento comercial, “com grande projeção sobre a economia bávara”, que rende ao Estado livre cerca de 830 milhões de euros, segundo o ministro das finanças local, Martin Ziel.

Os principais beneficiários são os hoteleiros, o comércio local, e sobretudo as cervejeiras, que investem este ano 324 milhões de euros nas sua gigantescas tendas, aproveitando o facto de só se poder vender cerveja bávara na festa, com base num decreto promulgado há 20 anos.

Na realidade, porém, das seis marcas de cerveja bávaras, quatro já pertencem a grandes consórcios internacionais: a Lowenbrau e a Spaten pertencem à firma Anheuser-Busch, de capitais americanos e belgas, a Hacker-Pschorr e a Paulaner pertencem aos holandeses da Heineken.

Mas depois de beberem duas canecas de litro de cerveja, enfiados nos tradicionais calções de couro, os bávaros até se esquecem disso, se é que o sabem, comentava um jornal local.

O preço da caneca de litro de cerveja oscilará, este ano, entre os 8,30 e os 8,90 euros, apesar da crise, porque festa é festa, e nesta altura ninguém hesita em abrir os cordões à bolsa, muitos menos os turistas japoneses, italianos, ingleses e de outras partes do mundo.

Este ano, a novidade é uma cerveja para comemorar os 200 anos da Oktoberfest, ao preço de 8,80 euros o litro.

Além disso, para evocar a história do evento, haverá uma corrida de cavalos a puxar as tradicionais carroças engalanadas, como nos primórdios da festa.

Tudo começou em 1810, com o faustoso casamento do Rei Luís da Baviera com a Princesa Teresa Carlota Luísa da Saxónia-Hildburghausen, pretexto para uma grande festa em que nobres se misturaram com camponeses, e de uma corrida de cavalos “para animar as excelências e o homem comum”, como rezam as crónicas da época.

Outra novidade do jubileu é a entrada em vigor da proibição de fumar em recintos fechados, decidida este verão num referendo realizado na Baviera.

Para os donos das cervejarias, trata-se de um problema difícil de resolver, porque quem sair de uma das tendas superlotadas para fumar um cigarro, terá muitas dificuldades em regressar ao seu lugar, devido à grande afluência.

Além disso “não vai ser fácil, por exemplo, explicar a um australiano embriagado, que não conhece tais restrições no seu país, porque é que não pode fumar na tenda”, disse Manfred Newrzella, diretor da Associação das Cervejeiras de Munique.

Para superar este novo obstáculo, os organizadores da Oktoberfest 2010 contam com a proverbial descontração e capacidade de improvisação dos bávaros, considerados uma espécie de “ramo latino” entre os alemães.

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Segunda-feira, 02.08.10

Imperiais

 

"O copo seco e limpo. Um sistema de refrigeração revisto e actualizado. Não esquecer que tem de levar pelo menos um dedo de gravatinha: a espuma garante que o gás não desaparece ao primeiro gole e que a temperatura se mantém", diz Francisco José Viegas, o autor de "99 Cervejas + Uma ou Como Não Morrer de Sede no Inferno", explicando quais os truques para tirar uma boa imperial. Perguntámos-lhe onde se bebem as melhores de Lisboa. A resposta chega sem hesitações: "Nos bares irlandeses na zona do Cais do Sodré ou no English Bar. Depois, haja sorte nas cervejarias tradicionais. Eu gosto muito do Sem Palavras, uma cervejaria no Mercado de Alvalade, que recomendo pela comida e pela prontidão com que o Luís e o Paulo me colocam um copo na mão. O The Beer Hunter, em Oeiras, é uma referência para o Verão, uma vez que, além das pilsener habituais, tem algumas cervejas inglesas, amargas, que vão bem com a noite."

British Bar

Entrámos então no British Bar, o bar mais antigo de Lisboa, com 91 anos. Neste bar à inglesa com cheiro a maresia em pleno Cais do Sodré, Nuno Ribeiro, gerente, garante que existem mais de trinta cervejas diferentes. "Temos as imperiais nacionais à pressão Super Bock clássica e Stout, parecida com a Guiness irlandesa. Temos a cerveja de gengibre, a Guiness, uma belga Leffe e a Hoegaarden, que é uma cerveja branca de trigo. O segredo para tirar uma imperial? Depende da cerveja." 

Sem Palavras

Fernando Anacleto, sócio-gerente do Sem Palavras, acrescenta algumas palavras ao segredos das melhores imperiais. "Já tivemos Super Bock, mas a cerveja de cervejaria é Sagres. Apesar do mercado estar a mudar, o cliente está habituado a este sabor, são muitos anos a beber Sagres. Os nossos copos estão numa câmara frigorífica, a cerca de 4 graus." A vossa cerveja deixa os clientes sem palavras? "Às vezes, até ficam com palavras a mais."

The Beer Hunter

Do Mercado de Alvalade para Oeiras. Batemos à porta do The Beer Hunter, o carismático bar onde não se vem apenas à caça de cerveja, mas também da mesa de snooker, dos petiscos e da música. O empregado João Rodrigues é o porta-voz: "A imperial é uma cerveja exclusiva da casa, uma mistura de cerveja belga com Boehmia da Sagres. O copo tem que estar seco e uma boa imperial tem dois dedos de altura de espuma, o que mantém a cerveja viva." As pipocas salgadas, tremoços ou amendoins com sal são companheiros inseparáveis da imperial.

Ramiro

Na marisqueira tradicional Ramiro, na rua Almirante Reis, em Lisboa, ouvimos o gerente Pedro Gonçalves: "É um namoro de há muitos anos, talvez 40. Começámos a trabalhar com a Sagres e nunca mais mudámos. O cliente está habituado a ter este sabor de cerveja com esta comida." Por falar em comida, "a boa cerveja acompanha sempre com tremoços, mas de acordo com a vontade do cliente fica bem com gambas "al ajillo", o nosso famoso prego de lombo no pão ou umas amêijoas à Bulhão Pato". Os copos são secos e refrigerados. "Temos um frigorífico especial e a sua temperatura depende da altura do ano. Neste momento está na casa dos 7, 8 graus."

Para terminar, não se esqueça: a companhia é fundamental. "Uma cerveja solitária é bom, claro ? mas com companhia é outra coisa", afirma Francisco José Viegas. Vai mais uma rodada?

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.06.10

É búlgara, chama-se Bohza beer e foi criada só para aumentar os seios das mulheres. Porém, a ideia não é concorrer com o famoso silicone.

"Austrian Times" noticiou que o consumo da cerveja Bohza ajuda a aumentar o volume dos seios. De acordo com os seus produtores, a cerveja composta por farinha de trigo e levedura fermentada foi exclusivamente produzida com o objectivo de ajudar as mães recentes que tivessem dificuldades em amamentar o seu recém-nascido, sobretudo por terem um peito demasiado pequeno.

 

 

A empresa diz que centenas de mulheres garantiram ter aumentado o tamanho do peito depois de beberem a cerveja
A empresa diz que centenas de mulheres garantiram ter aumentado o tamanho do peito depois de beberem a cerveja
Kristian Gyosheve, porta-voz da empresa que produz a cerveja búlgara Bohza, confessou ao "Austrian Times" que centenas de mulheres, depois de terem tomado esta cerveja, contactaram a fábrica a assegurar que o volume dos seus seios tinha aumentado em um a dois tamanhos, o que torna os efeitos desta cerveja bastante reais.

 

O porta-voz da Bohza beer ainda garantiu que esta cerveja não vai ser comercializada com o objectivo de aumentar os seios femininos por razões estéticas, mas apenas para fins medicinais. A razão primordial é a saúde.

Algumas vantagens de trocar as cirurgias por canecas de cerveja

- Sairia mais em conta;

- Tornava-se mais divertido;

- Mais saudável;

- O peito aumenta naturalmente;

- Os maridos gostam desta ideia pela certa.

 

Pena é que, por enquanto, a comercialização desta cerveja "mágica" não está prevista. Quem sabe, um dia.

 

Via A vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 09.02.10

 

A cerveja faz bem aos ossosSegundo um estudo norte-americano publicado pela revista especializada "Journal of the Science of Food and Agriculture", a cerveja é uma fonte importante de silício, componente da dieta que contribui para melhorar a densidade óssea.

O estudo do Departamento de Ciência dos Alimentos da Universidade da Califórnia analisou cem marcas de cervejas comerciais e verificou que elas tinham uma quantidade de silício entre 6,4 miligramas por litro e 56,5 miligramas por litro.

Mas atenção: alguns nutricionistas advertem que os possíveis benefícios da cerveja podem ser cancelados pelo consumo excessivo de álcool, já que a ingestão de mais de duas doses de álcool por dia aumenta o risco de fractura dos ossos.

Segundo os cientistas da Universidade da Califórnia, o silício é encontrado no grão da cevada utilizado para a fabricação do malte da cerveja e também no lúpulo. O estudo indicou que as cervejas com as maiores quantidades de silício são as cervejas de fermentação a temperaturas mais altas claras e as com baixa fermentação ou fermentação a frio. As cervejas escuras e as feitas com trigo têm uma menor quantidade de silício.

Por outro lado, é de salientar que o estudo foi coordenado por Charles Bamforth, professor de ciências da cerveja na Universidade da Califórnia, num posto académico patrocinado pela fabricante de cervejas Anheuser-Busch.

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 01.12.09

 A cerveja mais forte do mundo vem da Escocia

 

Uma cervejeira escocesa, a BrewDog, conhecida por ter uma história controversa, acredita ter criado a cerveja mais forte do mundo, com 32% de álcool, resultado de um processo de produção que dura 16 meses.

A bebida, chamada “Tactical Nuclear Penguin”, é tão forte que se recomenda que seja bebida em pequenas quantidades, como em copos de shots.
A primeira dose produzida é muito limitada: apenas 500 garrafas de 33 cl. 
No passado mês de Julho, a BrewDog tinha criado aquela que foi considerada a cerve mais forte doReino Unido. A cerveja Tokyo, com 18,2% de álcool. Nessa altura foi muuito criticada por instituições de combate ao alcoolismo. A cervejeira respondeu defendendo que a cerveja Tokyo ia combater a cultura do consumo rápido de grandes quantidades de bebida.
Até agora, a cerveja mais forte do mundo era a alemã Schorschbraer, com 31% de álcool.

 Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 09:55 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Vamos lá às boas noticias...

A Festa da Cerveja em Mun...

Imperiais é em Lisboa

A cerveja que faz aumenta...

Eu sabia, A cerveja faz b...

a cerveja mais forte do m...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados