Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

11
Mar11

Quando a fantasia sexual vira traição?

olhar para o mundo
Quando a fantasia sexual vira traição


Tirar os pés do chão e pensar em outros homens - sejam eles celebridades ou amigos próximos - nem sempre é sinal de que a fidelidade ao seu parceiro está sendo deixada de lado.

 

Se analisarmos as fantasias pelo lado bom, ela ajuda a apimentar a relação e a melhorar o envolvimento com o parceiro.

 

Na verdade, as fantasias são mais comuns do que se imagina. "Pode ser algo até saudável. Quando a fantasia for esporádica não representa ameaça para a relação. O problema surge quando uma pessoa passa a querer realizar esse desejo com outra pessoa que não a parceria, o que muda totalmente o quadro", alerta o psicólogo e psicoterapeuta Marcelo Toniette.

Ter uma fantasia não significa necessariamente uma atração. A fantasia remete-se mais a um aspecto subjetivo, sendo que a atração já parte para algo mais físico, mais intenso. "Desse modo, fantasiar é imaginar, criar mentalmente situações que nos gerem sensações das mais diversas. Cada pessoa tem uma forma e intensidade própria de praticá-la. E utilizar este recurso pode fortalecer ainda mais a intimidade e a felicidade do casal", garante o psicoterapeuta.

 

E quando a mulher para de fantasiar e passa a sentir atração física por outro homem, já é indício de que algo não anda bem no relacionamento. Segundo o especialista, a traição, de certo modo, acontece antes mesmo de uma atração física por outra pessoa. "Muitas vezes essa atração surge quando a relação já está desgastada, ou mesmo atravessa um momento de crise, e os parceiros não se dão conta de que é longa a distância entre eles", comenta.

O psicólogo diz ainda que quando este distanciamento não é resolvido por ambos, um dos parceiros procura uma alternativa - entrega-se à atração por outra pessoa como meio de encontrar a satisfação - quebrando o contrato de fidelidade firmado no início do relacionamento.

 

"A atração sexual por outra pessoa mostra que já passou da hora de o casal procurar novas possibilidades que favoreçam a relação". E esclarece: "Quando se percebe um aumento na frequência e na intensidade da atração, o casal precisa tomar fôlego e lidar com a situação, a fim de encontrar formas de fortalecer a relação, caso este seja o desejo dos dois. Caso contrário, é preciso analisar se este não é momento certo de cada um trilhar caminhos distintos", orienta Toniette.

 

Via Vila Dois

09
Nov09

Atração sexual é explicada pela ciência: As mulheres são complicadas

olhar para o mundo

Atracção sexual, as mulheres são complicadas

 

 Muitos homens podem não entender muito bem as mulheres, mas a maior parte deles concorda com uma coisa: as mulheres são complicadas. E, para a atração facial de um possível parceiro, isso é um fato, de acordo com uma pesquisa realizada na Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

A pesquisa encontrou as características buscadas pelas mulheres ao analisar e sentir atração por um rosto. “Descobrimos que as mulheres avaliam a beleza facial em dois níveis” afirma Robert Franklin, estudante de psicologia que participou do estudo. “Primeiro elas analisam em um nível sexual, baseado em características faciais como o maxilar e os lábios, e depois em um nível assexuado, baseado na estética geral”, diz Franklin, que completa: “Em um nível sexual básico, a atração representa uma qualidade que deve aumentar o potencial de reprodução, como a fertilidade e a saúde”.

» Até a ciência concorda: mulheres são difíceis de entender

As características não sexuais, quando o cérebro julga a beleza com base na soma das características físicas e psicológicas, nunca tinham sido testadas, afirma Franklin. Para analisar como as mulheres determinam a atração facial, os psicólogos mostraram a 50 mulheres heterossexuais várias fotos de rostos femininos e masculinos. As participantes davam notas de 0 a 7 à beleza das pessoas, primeiro em uma base sexual, e depois em um nível estético, apenas. Nos testes, as participantes tinham que determinar a beleza dos rostos como se fossem seus parceiros ou colegas de laboratório.

A segunda fase do estudo foi feita mostrando para outro grupo de 50 estudantes as mesmas imagens, sendo que algumas estavam divididas horizontalmente, com as partes viradas. O mesmo processo de avaliação foi feito com esse grupo.
Modificando os rostos as mulheres passaram a levar mais em conta fatores específicos do rosto para determinar a atração. “A classificação dos rostos inteiros no segundo grupo se relacionou melhor com a avaliação não-sexual do colega do primeiro grupo”, afirma Franklin, e explica: com os rostos intactos, os participantes podiam avaliar os rostos de uma forma mais geral e assexuada.

“A avaliação dos rostos separados do segundo grupo também se relacionou com as avaliações assexuadas do primeiro grupo, quando as participantes olhavam para rostos femininos”, afirma. A mudança, diz o pesquisador, aconteceu quando as mulheres avaliaram rostos masculinos divididos ao meio. “Estas avaliações se pareceram mais com as do parceiro sexual do primeiro grupo”, diz.
A conclusão a que os cientistas chegaram é que, ao dividir os rostos ao meio, as mulheres passaram a depender de uma estratégia mais sexual para avaliar o rosto masculino. O estudo mostra que existem duas maneiras – sexual e não-sexual – que as mulheres avaliam a beleza facial, e que elas podem ser feitas separadamente. “Não sabemos se a atração é um fator cultural ou apenas um processo cerebral”, admite Franklin.

» 5 Coisas que os homens devem saber sobre as mulheres

Muitos cientistas acreditam que a atração sexual feminina é guiada a partir de hormônios como o estrogênio, ligado à reprodução. Já a atração estética seria guiada por outro hormônio, a progesterona. Por enquanto, não há certeza sobre o papel dos hormônios e da cultura sobre a forma que as mulheres enxergam um possível parceiro, e Franklin afirma ser uma questão complicada, com completa: “Estamos tentando descobrir qual é o papel do cérebro nesta questão”

Via Hsience

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D