Sexta-feira, 18.12.09

O simplex .... pois, isso existe?

 

 António Guterres proclamou um dia que "as pessoas não são números". A frase do candidato a primeiro-ministro em 1995 pretendia mostrar o rosto humano do socialismo democrático do PS em contraste com o que seria o economicismo dos governos do PSD de Cavaco Silva. Sou testemunha de que 14 anos depois as pessoas continuam a ser números em Portugal. Posso acrescentar, com alívio, que fui à Segurança Social e consegui sobreviver. 


Precisava de um documento "para efeitos de abate" do velho carro que me transportou até agora. Crente na inovação tecnológica tão propagandeada pelo primeiro-ministro José Sócrates, comecei por me inscrever na Segurança Social Directa através da internet. Pedi a palavra--chave e seis dias depois recebi o respectivo envelope em casa com as indicações necessárias. 

Voltei ao teclado do computador e informaram-me de que o papel - uma "declaração de situação contributiva" que deveria provar que não tenho dívidas à Segurança Social - estaria disponível no prazo máximo de dez dias. "Úteis", claro, que a internet ao serviço do Estado descansa aos feriados e fins-de--semana. Assim foi. Esperei e alcancei, mas a notícia não era boa: segundo o documento oficial devia seis meses de contribuições sociais no ano de 2006. Poderia pagar tudo através de meios electrónicos. 

Desconfiei da oferta e resolvi tirar a limpo o tamanho da suposta dívida. No dia seguinte dirigi-me à repartição da Segurança Social na Av. Manuel da Maia, em Lisboa. Tirei a senha por volta das 9h30 e fui atendido já depois do meio-dia por uma senhora muito simpática. Menos mal. A minha disposição melhorou quando fui informado de que afinal só tinha um mês em dívida e teria de pagar dez vezes menos do que a Segurança Social Directa notificara. 

O pagamento não podia, porém, ser feito naquela repartição. Assim como a declaração pretendida. Para tratar do assunto teria de me deslocar "à secção do Saldanha". 

Obediente, pus-me a caminho. Quando cheguei retirei logo duas senhas - uma para pagar na tesouraria o que devia e outra para resgatar o documento. 

Cerca de sessenta pessoas depois, fui atendido na tesouraria, mais rápida que o único senhor que recebia, sozinho, os pedidos de declarações contributivas. Fiquei a saber que os computadores dos pagamentos e das declarações não estavam "ligados" e por isso teria de ir primeiro "ali ao lado" buscar o comprovativo da dívida - para só então lá voltar. 

Enfim, atalhando, quatro horas depois fui recebido pelo tal funcionário solitário, que resumiu toda a situação: "Simplex, simplex, ainda acredita nisso? Deve estar a brincar comigo. Simplex só se for para o senhor lá de cima, o primeiro-ministro." 

Sim, as pessoas continuam a ser números em Portugal. Números de contribuintes. Números de desempregados. Números da Segurança Social. Simplex como o destino de ser português.

Editor do Zoom

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 14:49 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

O simplex..... isso exist...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...