Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

27
Fev12

A atleta mais sexy do mundo é uma lançadora (e despe-se...)

olhar para o mundo
Para além de duas saltadoras que fazem furor no campeonato sexy, há Leryn Franco: lançadora que é top model e foi ao Miss Universo (foto D.R.)


Yelena Isinbayeva parecia morta e enterrada, mas afinal não. Nos Jogos Olímpicos de Pequim ainda cumpriu o seu destino, ganhou. Depois disso, em Berlim-2009 e em Daegu-2011 estrondosos fiascos impediram-na de fazer o que já fizera em Helsínquia-2005 e Osaka-2007: levar a medalha de ouro dos Campeonatos do Mundo – e de ambas as vezes saiu da pista amachucada em lágrimas. (Pelo meio, passara por um ano sabático – para recompor o corpo e a cabeça, disse ela, não bastou...) 

Descoberta de Ronaldo no Mónaco e a nova vida onde a ginástica a escorraçou
Por essa altura, vivia no Mónaco – e treinava-se em Fórmia com Vitaly Petrov, o mago que construíra o mito que Sergey Bubka é. Ao chegar lá descobriu a paixão pelo futebol – e logo encontrou o seu ídolo: Cristiano Ronaldo. A desilusão fê-la dar volta à vida. Há menos de um ano largou Petrov, regressou a Volgogrado e a Yevgeny Trofimov, treinador que lhe abriu caminho ao paraíso quando a escorraçaram da ginástica olímpica por ser alta de mais – e quinta-feira em Estocolmo saltou 5,01 metros, recorde mundial em pista coberta, o 28º da sua carreira...

(Darya Klishina) A saltar sem vara, a mais bela russa desde Anna Kournikova
Não, Isinbayeva não precisava de tanto para se tornar no que já deve ser: a maior atleta mundial de toda a história. E legião de fãs mais acirrados ainda lhe juntam outro ponto: ser a saltadora mais sexy do Planeta. Isso é que provavelmente não é...

E provavelmente não é porque nos saltos há Darya Klishina. Que em Paris-2011 roubou a Naide Gomes a medalha de ouro nos Europeus de pista coberta – quando já era vice-recordista mundial de juniores no comprimento e dela já se falava como a mais bela atleta russa mais bela desde Anna Kournikova. 

Se a Mattel fizesse Barbie atleta teria a cara e o corpo de Darya Klishina 
Quando ela explodiu a mais de sete metros, cronista escreveu no The Telegraph: «Se a Mattel quisesse criar versão atlética da sua Barbie teria, certamente, a cara e o corpo de Darya». Ah! Isinbayeva nunca aceitou sequer negociar proposta para posar nua (chegou a correr rumor de que a Playboy poderia dar-lhe um milhão de dólares para a estrelar nas suas páginas, mas que o seu agente lhes cortou cerce a hipótese) e o ensaio mais artístico que fez só o fez porque foi desafiada por um ícone da fotografia, o alemão Thomas Buchwalder. 

Fez ensaio nua só com véu e juntou-se a Sharapova, Woods e Nadal... 
Estudante de marketing na Universidade de Moscovo, fechou a licenciatura com tese cujo título não deixava nenhuma margem de dúvida: A Atleta Profissional como um Produto de Propaganda no exemplo de Darya Klishina. Estudou-se a ela própria, concluiu que a sensualidade também pode ser forma de rendimento – e fez fotos em lingerie para revista russa e também arrastou esse seu à Sport Illustrated em fato de banho. (E mal passou os sete metros, entregou a gestão da sua carreira à IMG, a empresa americana que trata da carteira de alguns principais desportistas mundiais (e não só), de Boris Becker a Rafael Nadal, de André Agassi a Roger Federer, de Anna Kournikova a Maria Sharapova, de Ian Thorpe a Tiger Woods, de Justin Timberlake a Tyra Banks.)

(Allison Stokke) O fenómeno que nasceu de foto no blog de um amigo 
Claro, pelas imagens lá de baixo vê por que Isinbayeva não pode ser a saltadora mais sexy do mundo. E vê-se mais, vê-se que provavelmente nem sequer é a saltadora à vara mais sexy do Mundo porque no salto à vara há Allison Stokke – que está a meio metro dela em marca. 

Até meados de 2007, era uma discreta esperança de um colégio de Newport, na Califórnia – apesar de já ter conseguido o melhor resultado americano sub-16. (Dois anos antes, numa competição falhara o colchão – e ao cair, desamparada, sobre o cimento do rebordo da pista, fraturou uma perna. Mas nem isso a afastara do sonho...) Um amigo tinha um blog – e pôs lá foto dela a preparar um salto, ajeitando o cabelo, sorrindo. Virou fenómeno – num abrir e fechar de olhos. 

Ameaça do pai com medo do assédio, não a fotos sensuais (e nua então...)
Tinha 17 anos e não gostou de ver a imagem dela a passar, viral, por uma imensidão de sites e blogs, a sua conta no My Space invadida por gente em desvario – pedindo-a até em casamento: «É incrível, trabalho tanto para ter sucesso no atletismo, ninguém nota... Olham para uma fotografia minha e é uma loucura...» (OK, mas foi por causa disso, que, logo depois, recebeu bolsa de estudo para Berkeley, para a famosa California University – e foi, feliz e ontente, tirar sociologia.)

Sem perca de tempo, o pai, advogado, ameaçou sites e blogs mais ousados na apreciação da filha, e deixou claro o aviso: «Se, por causa das imagens de Allison que espalharem notarmos qualquer espécie de assédio ou perseguição, são todos processados» - e alguns retiraram de pronto as fotos dela. Era inevitável: de várias revistas saltaram convites para ensaios sexies – e ela a nenhum deu resposta, continua a não dar... (E nua, então, que ninguém se atreva, parece bradou o pai a sete ventos.)

(Leryn Franco) Afinal há outra, é top model e dividiu com Irina a Sports Illustrated
Pois, é verdade: já não nos saltos, mas nos... lançamentos ainda há Leryn Franco. Tem 30 anos, representou o Paraguai nos JO de Atenas e de Pequim (onde saltou para a ribalta por causa da notícia de um fugaz romance com o sérvio Novak Djokovic, o tenista que jogara torneio com uma camisola do... Benfica, lembram-se?) – e vai a caminho dos de Londres.

Em 2006, três anos depois de se estrear numa grande competição internacional, os Mundiais de Paris, participou no concurso Miss Universo – e lançou calendário em poses sensuais que arrasou o mercado nacional. 

A Ask Men colocou-a entre as 99 Mulheres Mais Desejadas do planeta, ganhou ainda mais fama como modelo de lingerie – e em 2100 a Bleacher Report pô-la em primeiro lugar na lista das 100 Atletas Mais Quentes de Todos os Tempos. Meses depois, a SI abriu-lhe as páginas da edição de fatos de banho em que a capa foi... Irina Shayk, namorada de Cristiano Ronaldo.

 

Retirado de A Bola

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D