Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

28
Fev11

Se uma mulher está semi-nua nós ficamos excitados. Você não fica?

olhar para o mundo

Não senhor presidente, não fico. E imagino que muitos homens também não. Afinal creio, e tenho quase a certeza, que muitos homens já conseguem ser minimamente civilizados.

O título, como facilmente devem antever, não é uma citação minha mas sim de Ramzan Kadyrov, presidente da Chechénia, que anunciou recentemente estar à procura da segunda esposa. Aos 34 anos de idade Ramzan Kadyrov governa o país com punho de ferro e segundo diretrizes da lei islâmica. Em declarações ao jornal Komsomolskaya Pravda, Kadyrov diz que procura uma "mulher decente" para a tornar sua segunda esposa, mas que ainda não encontrou uma que seja bonita suficiente (assim, num à parte de brincadeira, faz-me lembrar aquela anedota do homem que submete várias mulheres a testes de inteligência e honestidade para encontrar a perfeita e, no final, acaba por escolher a que tem o peito maior).

 

Poligamia para estimular a taxa de natalidade


No contexto muçulmano a que, infelizmente, já estamos habituados, as declarações de Kadyrov podiam passar despercebidas, contudo, há que relembrar que a poligamia é proibida por lei na Rússia. Nada que não seja facilmente ultrapassado. Alguns políticos russos, como o nacionalista e vice-presidente do Parlamento Vladimir Zhirinovsky, vieram a público pedir que a poligamia seja legalizada por forma a estimular as taxas de natalidade do país (gostava de fazer um comentário sobre isto mas, lamento, estou demasiado chocada).

 

Quando questionado sobre a posição da legítima esposa sobre a poligamia, Kadyrov defende-se alegando que não está a "enganar a mulher", que é "honesto" pois ela sabe que ele tem outra esposa e por isso - dada a extrema honestidade deste homem - a mulher não se incomoda. Pois.

 

A culpa é sempre da mulher, o homem apenas é homem


O rol de declarações contra os direitos das mulheres não se fica por aqui e por este aparente consenso na poligamia. Ramzan Kadyrov descreve as mulheres como propriedade dos seus maridos e que têm como único propósito dar-lhes filhos. Segundo o mesmo, desde que o homem seja capaz de prover as suas mulheres e filhos com casa, comida e boas condições de vida, nada o impede de ter várias famílias em simultâneo.

 

No entanto, para mim, o culminar de todas estas declarações está no título do presente texto. Mais do que colocar a mulher num patamar inferior e desumano, estas mesmas declarações colocam o próprio homem muitos séculos atrás na evolução da civilização.

 

No seguimento da repressão que algumas mulheres têm sofrido por se recusarem a vestir segundo o costume islâmico, Kadyrov diz que não impõe regras mas que as mesmas devem estar alertas quando estiverem insuficientemente vestidas nas ruas da Chechénia: "Os nativos do Cáucaso são homens quentes, se uma mulher está seminua, nós ficamos excitados. Você não fica?"


Não querendo levantar uma guerra religiosa, parece-me que este senhor poderia até dar-se bem com o padre ortodoxo que acha que 

Haja paciência para tanto auto-controlo masculino.

 

Mulheres de minissaia não se devem admirar se forem violadas .

 

Via A vida de Saltos altos

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D