Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

15
Dez10

Como poupar 218 euros por ano em electricidade

olhar para o mundo

Como poupar na electricidade

 

Uma família portuguesa típica, com um consumo mensal de eletricidade de 3,45 kVA, pode poupar até 218 euros anuais passando a lavar roupa e louça depois das 22:00, desligando a TV e a box do cabo e usando lâmpadas economizadoras.

Os cálculos são da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), que define uma família típica como sendo um agregado familiar com um filho e um consumo de 3,45 kVA (Quilovoltamperes), o que se traduz em 37 euros (preços de 2011) quando esta se encontra na tarifa simples.

Caso opte pela tarifa bi-horária, estima a ERSE, a poupança traduz-se logo em cerca de 4 euros por mês. Se a mesma família passar três ciclos de lavagem de roupa e três de louça por semana para depois das 22:00, ou seja 10 por cento do seu consumo para o período noturno, a redução total por mês será de 6 euros.

O regulador especifica que passar cinco ciclos de secagem de roupa por semana para depois das 22:00 equivale a uma poupança anual de 45 euros, enquanto passar os mesmos cinco ciclos mas na lavagem da roupa equivale a uma poupança de 36 euros/ano.

Já lavar a louça sete dias por semana depois das 22:00 corresponde a um corte de 50 euros na fatura anual.

A maior poupança pode vir, no entanto, de desligar a televisão e a caixa associada aos canais por cabo. Evitar que estes dois aparelhos fiquem no stand-by resulta em 55 euros na fatura anual de eletricidade. Por outro lado, trocar cinco lâmpadas incandescentes de 60 watts por lâmpadas economizadoras resulta numa poupança de 32 euros.

A ERSE anunciou hoje um aumento de 3,8 por cento nas tarifas da eletricidade para os domésticos, que no caso desta família típica corresponde a um aumento anual de 18 euros.

Uma fatura mensal média de 36,66 euros inclui mais de 21 euros em custos associados aos custos de decisão política, especialmente as energias renováveis e a co-geração, bem como o custo das redes de transporte de energia.

O regulador também comparou os preços da eletricidade em Portugal com a média da União Europeia, com a média da Zona Euro e com Espanha.

No primeiro semestre de 2010, de acordo com dados do Eurostat, os clientes domésticos em Portugal pagavam 8,7 por cento abaixo do preço em Espanha, 2,6 por cento menos que a média europeia e 8,2 por cento menos que a média da zona euro.

Já a indústria portuguesa, refere a ERSE em relação ao mesmo período mas sem considerar o IVA, pagava 14,5 por cento abaixo do que pagam as indústrias espanholas, menos 7,4 por cento que a média da UE e menos 10,9 por cento que a média da zona euro.

 

Via Ionline

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D