Segunda-feira, 15 de Novembro de 2010

Conhecer a Batalha de Aljubarrota

 

É possível visitar o campo onde há 625 anos se travou a Batalha de Aljubarrota: no Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota conhecemos o terreno onde se deu a vitória que consolidou a independência de Portugal e impulsionou o país para os Descobrimentos.

Estávamos feitos. Eram 40 mil homens contra sete mil nossos. O poderoso exército castelhano preparava-se para pôr os pontos nos ii depois de termos violado o Tratado de Salvaterra de Magos.

Segundo este acordo, com a morte do rei D. Fernando em 1383, a Coroa de Portugal deveria passar para o espanhol D. Juan I, já que este casara com a única filha legítima do 'Inconsciente' rei português.

 

Mas para a patriótica população lisboeta, que por nada aceitaria que a capital passasse para Toledo, as coisas não podiam ficar assim e proclamaram D. João, Mestre de Avis, meio-irmão do falecido D. Fernando, «regedor, governador e defensor do reino», como atestam documentos da época. Título a que as Cortes de Coimbra retiraram os eufemismos ao elegerem-no, em 1385, como Rei de Portugal.

 

À rebeldia lusa, o rei de Castela e Leão respondeu com uma invasão a partir da vila de Almeida, na Guarda, chegando com o seu batalhão até Leiria. O que aí sucedeu ficou conhecido como um dos momentos mais decisivos da História de Portugal: a Batalha de Aljubarrota.

A imprevisível vitória da humilde milícia portuguesa sobre a superior (numérica e militarmente) cavalariça castelhana foi de tal modo sublime e inspiradora que a vemos ganhar contornos épicos numa curta-metragem com a participação de Ana Padrão e Gonçalo Waddington, a que assistimos.

Estamos no auditório do Centro de Interpretação de Aljubarrota (CIBA), em Porto de Mós, criado há dois anos pela Fundação Aljubarrota. Iniciativa de António Champalimaud, esta instituição permitiu a valorização de seis campos de batalhas ocorridas durante a Guerra da Independência (1383 a 1432) e a Guerra da Restauração (1640 a 1668). Entre eles encontra-se o Campo Militar de S. Jorge, correspondente à Batalha de Aljubarrota, possível de visitar através do CIBA.

Testemunha viva de uma das mais impressionantes batalhas campais da Idade Média, é no próprio campo que encontramos a resposta para a curiosa vitória portuguesa. Foram as características naturais da paisagem que permitiram que D. Nuno Álvares Pereira aplicasse a 'táctica do quadrado', não só encurralando os castelhanos como fazendo-os tropeçar em fossos camuflados.

Para explicar a vitória em detalhe, o CIBA tem um núcleo onde vemos documentadas as campanhas arqueológicas que colocaram a descoberto o sistema defensivo de inspiração anglo-saxónica, ossos de alguns combatentes, as principais fontes iconográficas e documentais e réplicas do armamento utilizado.

Para os mais novos há ainda o Exploratorium, um laboratório de brincadeiras para pais e filhos descobrirem a Idade Média e, junto ao Parque das Merendas, um parque com jogos e engenhos em madeira prontos a serem accionados. Do escolar ao científico, o serviço educativo organiza visitas guiadas para todos os tipos de público.

aisha.rahim@sol.pt

CENTRO DE INTERPRETAÇÃO DA BATALHA DE ALJUBARROTA

AV. D. NUNO ÁLVARES PEREIRA, 45
CALVARIA DE CIMA - PORTO DE MÓS

TEL. 244 482 087

WWW.FUNDACAO-ALJUBARROTA.PT

 

Via Sol

 



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

DEOLINDA - Novo disco ac...

Orq. Gulbenkian & Orq. Ge...

UHF no Cineteatro Munici...

Bar ACERT - Café-Concerto...

Tsunamiz - I Don't Buy It

Biruta - DATAS em JULHO -...

Itinerário do Sal - ópera...

Junho traz concerto de Pe...

Sarah Nery edita EP homón...

Candeio apresentam novo s...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados