Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

15
Jul10

As vantagens de não ter um homem

olhar para o mundo

As vantagens de não ter um homem

 

Se se sente infelizdeprimida por estar sem homem, porque se separou ou porque ainda não encontrou a sua cara metade, então anime-se e veja o lado positivo da coisa, que não é pequeno.

 

As suas amigas são todas casadas e com filhos. Parecem estar bem. Você não tem actualmente com quem passear, partilhar o dia-a-dia ou namorar.

Por todas estas razões e mais algumas você tornou-se numa mulher infeliz e deprimida. Está com medo de acabar sozinha. Medo de deixar de fazer parte de um casal, medo por não saber viver como antes, quando estava só e sem preocupações.

Então minha cara, está na hora de erguer a cabeça e saber reconhecer as vantagens que existem em estar sozinha, e olhe que não são poucas. Aproveite-as bem, já que as mulheres casadas quase nunca o podem fazer.

Sou senhora e dona do meu nariz

 

Você é que manda em si e em tudo referente à sua casa.

Manda na despensa, manda no dinheiro, manda na organização da casa, manda nos horários e manda nos contratos. Manda em tudo.

Não tem que consultar o seu marido para nada. Não tem de dar satisfações a ninguém sobre o que quer que seja. Faz o que quer e o que bem lhe apetece às horas que quiser.

Aquelas frases típicas das mulheres casadas como: "O que achas disto?", "tenho que falar primeiro com ele e depois digo-te" ou "não me chateies" vão-se todas à vida.

Há uma liberdade total para tudo. Se quiser comer cereais com leite ao jantar todos os dias, ver as suas séries ou novelas favoritas pela noite dentro, ouvir Frank Sinatra bem alto enquanto toma banho e arruma a casa pode fazê-lo. O melhor? Ninguém a pode chatear por isso. Há liberdade total para se poder esquecer de um simples penso higiénico onde quer que seja. Liberdade total para arrumar a loiça só quando lhe apetecer.

Pense assim:

 

Posso sair sem ninguém me fazer perguntas ou cenas.

Se me apetecer gastar o meu ordenado inteirinho numa mala ou num relógio e comer pão e água o resto do mês, posso fazê-lo!

Haverá alguma coisa melhor do que não ter de dar satisfações a um homem?

E o tempo livre só para nós?

 

Posso passar o dia inteiro a cuidar de mim, sem horários. Posso estar com as minhas amigas três dias seguidossem ir a casa. Posso dormir o dia todo ao domingo se me apetecer.

Uma mulher sozinha tem todo o tempo de mundo para se dedicar à carreira, à família, à leitura, à  beleza, ao piano, ao desporto, ao rapel, aos bordados, aos blogues femininos, à Internet, aos museus, às viagens, à cultura e até às novelas se quiser.

Estou livre de aturar todas aquelas coisas típicas de homem

 

Banheira com pêlos, tampa da sanita para cima, meias pelo chão, camisas para lavar e engomar diariamente, jantar na mesa a horas, futebol ao fim de semana, noticiários a toda a hora, enrolar as resmas de meias deles, os jornais desportivos espalhados, as revistas de carros na casa-de-banho por arrumar, sapatos e ténis  por todo o lado, roupa interior usada no chão da casa de banho, Fórmula 1, filmes de guerra, condução desatada, música esquisita altíssima... Jogos chatos e infantis no computador, enfim, sossego sim, isso é que é o paraíso.

 

Viver sem stress é bem melhor

 

Temos que reconhecer que uma relação a dois torna-se, não raras vezes, muito desgastante e despendiosa. Telefonemas e mensagens constantemente. Mesmo no início da relação, há aqueles batimentos cardíacos e a loucura de estarmos sempre desconcentrados do nosso quotidiano a pensarmos naquela pessoa. Parecendo que não, é altamente desgastante toda esta tensão à volta de um sentimento ou de uma pessoa.

Perguntas típicas de quem tem alguém como: "onde estás?", "já chegaste?" ou "o que estás a fazer?" acabam por nos pôr em stress constante. Ter de abdicar de coisas pessoais para fazer o outro feliz, ter a preocupação permantente perante o bem estar do outro são tudo momentos de grande tensão.

Por outro lado, o dinheiro que se poupa por não ter de fazer essas chamadas e mensagens de rotina é suficiente para se poder dar ao luxo de viajar um fim de semana por mês.

Também vale a pena estar só

 

Como vê, há imensas vantagens em não ter um namorado ou um marido.

Se for este o seu caso, aproveite muito bem tudo o que você pode fazer, pois se amanhã se apaixonar estas regalias desaparecem de uma vez só.

Se for das que está acompanhada e feliz. Parabéns, você é uma mulher cheia de sorte. Sobretudo porque está feliz.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D