Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

26
Jun10

Sexo, mentiras e video

olhar para o mundo

Agora, é mais um escândalo político-sexual. A candidata a Governadora do Estado norte-americano nega tudo. “Nunca aconteceu. Nunca. Em 13 anos de casamento, sempre fui fiel ao meu marido”.

Reage com acutilância: “Há três meses, eu era a Nikki quem? Mas agora que vou à frente nas sondagens, já estou rodeada de lixo. É o lado repugnante da política. Estão a procurar protagonismo à minha custa”. Nikki Haley foi, entretanto, uma das vencedoras da primeira volta das eleições, na passada terça-feira.

Ora tudo começou quando Will Folks, ex-conselheiro político do Governador demissionário, divulgou que manteve uma relação extraconjugal com Haley “há alguns anos”, através do seu blogue. Para fundamentar a revelação, Folks disponibilizou uma lista de alegadas 700 chamadas telefónicas trocadas entre ambos.

Nikki Haley nega tudo. “Foram contactos estritamente profissionais”, disse.

A trama complicou-se mais ainda quando, na véspera do último debate eleitoral, Larry Marchant, conhecido membro do “lobby” do Estado, decidiu também tornar pública uma “relação física” de uma única noite com a candidata a Governadora.

Nikki Haley nega tudo, uma vez mais. “Os consultores políticos trabalham para quem lhes paga”, disse.

Contando com o apoio do Tea Party de Sarah Palin, na noite eleitoral, Halley ficou a um ponto percentual de evitar a segunda volta, que acontece no final do mês. Reuniu 49% dos votos.

Ironia (ou talvez não), Will Folks e Nikki Haley eram fortes aliados políticos de Mark Sanford, que chorou na televisão nacional ao confessar o adultério.

Caso nenhum dos casos de adultério venha a comprovar-se, Nikki Haley será uma Governadora, de 38 anos, filha de imigrantes indianos, que foram para os EUA à procura do sonho americano.

Na realidade, a candidata chama-se Nimrata Randhawa, nome difícil para vingar numa campanha da Carolina do Sul, onde a campanha política é já agressiva quanto baste por si só.

Colaborou com a mãe numa cadeia de lojas de roupa até envolver-se na política, desde há seis anos. Pelo caminho, casou com um metodista norte-americano, Michael Haley, com quem teve dois filhos, Rena e Nalin.

E agora?

 

Via Jornal de Noticias

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D