Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

13
Mar10

Protecção a mais afecta o cérebro das crianças

olhar para o mundo

Protecção a mais afecta cérebro das crianças

 

Os pais excessivamente protectores não limitam apenas a liberdade dos filhos. As consequências do excesso de zelo do pai podem ser o desenvolvimento do cérebro em áreas associadas à doença mental. Segundo um estudo realizado pela Universidade de Gunma, no Japão, as crianças que têm pais demasiado protectores - ou, no outro extremo, negligentes - são mais susceptíveis a desenvolver perturbação psiquiátricas associadas a deficiências no córtex pré-frontal. As mães não têm a mesma influência negativa. 


Os investigadores estudaram os cérebros de 50 pessoas na casa dos 20 anos e pediram-lhes que preenchessem um questionário sobre a relação que cada uma teve com o pai até à adolescência. Os resultados mostram que aqueles que tiveram pais demasiado protectores apresentavam menos massa cinzenta numa área particular do córtex pré-frontal que aqueles que viveram relações equilibradas. Um pai negligente está na origem de irregularidades como as que se verificam nos casos de esquizofrenia e de outras doenças mentais. Segundo os investigadores da universidade japonesa, a razão é a libertação excessiva da hormona cortisol - quer por negligência quer por demasiada atenção - e uma produção reduzida de dopamina.

Para Anthony Harris, director da Unidade de Perturbações Clínicas no Hospital Westmead, em Sydney, na Austrália, o estudo é importante para elucidar as pessoas sobre o efeito do comportamento dos pais, a longo prazo, na vida das crianças. Sara Sanz Pinto

 

Via Ionline

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D