Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

18
Dez09

O simplex..... isso existe?

olhar para o mundo

O simplex .... pois, isso existe?

 

 António Guterres proclamou um dia que "as pessoas não são números". A frase do candidato a primeiro-ministro em 1995 pretendia mostrar o rosto humano do socialismo democrático do PS em contraste com o que seria o economicismo dos governos do PSD de Cavaco Silva. Sou testemunha de que 14 anos depois as pessoas continuam a ser números em Portugal. Posso acrescentar, com alívio, que fui à Segurança Social e consegui sobreviver. 


Precisava de um documento "para efeitos de abate" do velho carro que me transportou até agora. Crente na inovação tecnológica tão propagandeada pelo primeiro-ministro José Sócrates, comecei por me inscrever na Segurança Social Directa através da internet. Pedi a palavra--chave e seis dias depois recebi o respectivo envelope em casa com as indicações necessárias. 

Voltei ao teclado do computador e informaram-me de que o papel - uma "declaração de situação contributiva" que deveria provar que não tenho dívidas à Segurança Social - estaria disponível no prazo máximo de dez dias. "Úteis", claro, que a internet ao serviço do Estado descansa aos feriados e fins-de--semana. Assim foi. Esperei e alcancei, mas a notícia não era boa: segundo o documento oficial devia seis meses de contribuições sociais no ano de 2006. Poderia pagar tudo através de meios electrónicos. 

Desconfiei da oferta e resolvi tirar a limpo o tamanho da suposta dívida. No dia seguinte dirigi-me à repartição da Segurança Social na Av. Manuel da Maia, em Lisboa. Tirei a senha por volta das 9h30 e fui atendido já depois do meio-dia por uma senhora muito simpática. Menos mal. A minha disposição melhorou quando fui informado de que afinal só tinha um mês em dívida e teria de pagar dez vezes menos do que a Segurança Social Directa notificara. 

O pagamento não podia, porém, ser feito naquela repartição. Assim como a declaração pretendida. Para tratar do assunto teria de me deslocar "à secção do Saldanha". 

Obediente, pus-me a caminho. Quando cheguei retirei logo duas senhas - uma para pagar na tesouraria o que devia e outra para resgatar o documento. 

Cerca de sessenta pessoas depois, fui atendido na tesouraria, mais rápida que o único senhor que recebia, sozinho, os pedidos de declarações contributivas. Fiquei a saber que os computadores dos pagamentos e das declarações não estavam "ligados" e por isso teria de ir primeiro "ali ao lado" buscar o comprovativo da dívida - para só então lá voltar. 

Enfim, atalhando, quatro horas depois fui recebido pelo tal funcionário solitário, que resumiu toda a situação: "Simplex, simplex, ainda acredita nisso? Deve estar a brincar comigo. Simplex só se for para o senhor lá de cima, o primeiro-ministro." 

Sim, as pessoas continuam a ser números em Portugal. Números de contribuintes. Números de desempregados. Números da Segurança Social. Simplex como o destino de ser português.

Editor do Zoom

 

Via ionline

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D