Terça-feira, 17 de Novembro de 2009

Google wave

 

Google Wave está a desencadear uma onda de entusiasmo entre os fãs das novas tecnologias. Alguns dos 100 mil acessos à versão experimental, que a Google colocou em Setembro à disposição de um grupo restrito de utilizadores, a que o Expresso teve acesso, chegaram ser leiloados no eBay acima dos 100 dólares. E durante alguns dias monopolizou, no início de Outubro, as discussões na rede social Twitter .

Mas até que ponto o Wave se mostra útil para quem já o testou? Um aluno do ensino secundário norte-americano conta em resposta a um inquérito do blogue Lifehacker, que até agora "os estudantes trocam por e-mail os apontamentos e a seguir cada um tem de compilar e verificar toda a informação". No futuro, "todas as contribuições poderão convergir num único documento, editado por todos mas que cada um poderá consultar sempre que precise".

À mesma pergunta, um repórter do "The Arizona Republic" garantiu que seria "muito útil para apoiar a investigação e escrever artigos em parceria com outros jornalistas".

FUNCIONALIDADES
  • O Google Wave organiza as mensagens de forma dinâmica e centralizada

  • É uma rede social que oferece controlo mais rigoroso dos participantes numa 'conversa'

  • Permite recapitular todas as contribuições de uma 'conversa' pela ordem de ocorrência

  • Além de texto, permite partilhar conteúdos multimédia (vídeos, fotos, música e mapas)
Muito mais do que email

Se num primeiro momento a Google garantia que se o correio electrónico tivesse sido inventado hoje seria igual ao Wave, Kasia Chmielinski, membro da equipa de desenvolvimento, disse agora ao Expresso que "é muito mais do que uma aplicação de e-mail".

"É um local onde as pessoas podem comunicar e trabalhar em grupo, podendo usar texto formatado, fotos, vídeos, mapas e até conteúdos de outros sítios na Web. Na aplicação podemos criar um wave (onda em inglês mas que em português significará conversa ou debate) e adicionar os participantes, sendo que qualquer um pode editar tudo o que está a ser dito em tempo real", explica Kasia Chmielinski.

Toda a conversa num único sítio

A estrutura do ecrã inicial da aplicação assemelha-se a um tradicional programa de correio electrónico como, por exemplo, o Outlook da Microsoft. À esquerda em cima, o menu navegação e por baixo a janela com os contactos. Ao centro surgem listadas as 'conversas' e à direita o seu conteúdo. Mas as semelhanças com o popular sistema de gestão de correio electrónico ficam por aqui.

O Wave propõe-se concentrar num único espaço a conversa interminável que tomou de assalto o actual ecossistema da Web 2.0 , a rede colaborativa onde todos podem ter o seu púlpito. Mas tem muito pouco que ver com uma cadeia de e-mails onde o que é dito fica cristalizado à medida que o tempo passa. Aqui, uma afirmação proferida no início de uma 'conversa' pode ser alterada ou comentada por qualquer interlocutor em qualquer altura.

À primeira vista, o Wave vale sobretudo pela capacidade de organizar e sistematizar estes diálogos mais ou menos intermináveis. A conversação decorre em tempo real, sendo possível, por exemplo, ver o que outra pessoa está a escrever no exacto momento em que o faz.

A aplicação permite ainda recapitular uma conversa, relendo cada contribuição no momento em que foi feita.

Ainda sem data de lançamento para a primeira versão, a Google revelou no início de Novembro que qualquer empresa poderá hospedar e gerir sistemas de comunicação baseados no Wave. Entretanto, alguns grandes actores do mercado de software profissional, como a SAP e Novell, já estão a desenvolver ferramentas que tiram partido do Google Wave.

Via Expresso

 



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

DEOLINDA - Novo disco ac...

Orq. Gulbenkian & Orq. Ge...

UHF no Cineteatro Munici...

Bar ACERT - Café-Concerto...

Tsunamiz - I Don't Buy It

Biruta - DATAS em JULHO -...

Itinerário do Sal - ópera...

Junho traz concerto de Pe...

Sarah Nery edita EP homón...

Candeio apresentam novo s...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados