Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um olhar sobre o Mundo

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Porque há muito para ver... e claro, muito para contar

Um olhar sobre o Mundo

01
Mar11

Sexo na ponta da língua

olhar para o mundo
Sexo na ponta da língua

Carolina Diniz

 

Ela tem apenas 23 anos e um tema fácil na ponta da língua: sexo. Carolina Diniz é uma dessas apaixonadas pelo que faz que transformou o desejo de escrever em profissão.

 

Literalmente. Além de blogueira, à frente do site "Sexo na ponta da língua", ela dá cursos, workshops e palestras sobre relacionamento, conquista, traição
 

Em conversa com o Vila Dois, essa paulistana contou que criou o blog para unir o útil ao agradável, juntando a paixão pelo texto à possibilidade de discutir temas que todo mundo quer saber e muitas vezes não tem coragem de falar ou perguntar.

, sedução, auto-estima... e por aí vai.

Para escrever sobre esses assuntos quentes e delicados, ela lê, estuda, conversa. Tudo para produzir o melhor conteúdo para os leitores. E a fórmula está funcionando. Tanto que o blog vai de vento em polpa e os comentários provam que Carol está mesmo no caminho certo.

Ela dá dicas sobre relacionamentos - mas é uma dessas solteiras convictas. E, como é estudante de psicologia, o aconselhamento é parte da rotina, independente do estado civil dela. "Sou super a favor dos relacionamentos. Acho muito bom conhecer pessoas novas. Sou do tipo que sonha em um dia casar, ter filhos, morar em uma casa bem grande e ter muitos cachorros, mas não faço disso um objetivo. A hora que tiver que ser, será", afirma. Tanto acredita no relacionamento que, além do site sobre o assunto, Carol mantém outro blog, o "Eu sou pra casar", que já está no ar com o objetivo de unir pessoas solteiras.

A mesma sensatez com que (não) planeja os dias que ainda estão por vir pode ser encontrada nos posts que Carol escreve no site. Ela trata de assuntos velados, como sexo oral e masturbação, com a mesma facilidade com que cuida dos cachorros que adora. Mas como nem toda mulher é assim, ela diz que percebe um enorme tabu envolvendo (ainda) a sensualidade feminina. "Isso tem mudado nos últimos anos, a procura por cursos voltados para a sensualidade e a sexualidade tem crescido muito, mas ainda vejo muita mulher infeliz sexualmente", comenta.

Considerada uma celebridade virtual, seguida no Twitter (@carolinadiniz) e, claro, no blog, ela acha que a Internet abriu um pouco mais as portas para esse tipo de discussão, virando um canal aberto. Isso porque, anonimamente, parece que fica mais fácil perguntar e procurar informação sobre sexo.

Modesta, a menina que fala sobre assunto de gente grande acha que as pessoas gostam do que escreve porque ela faz com muito amor. "Dedico muito do meu tempo a esse tipo de coisa. O sucesso vem como uma consequência".

E essa dedicação toda pode até virar livro. Ela pensa em publicar as dicas que já escreve no blog, mas agora está se dedicando a um projeto sobre os homens e as mulheres, como um vê o outro. "Esse livro é sobre o porquê dos conflitos nos relacionamentos e as razões de sempre procurarem no outro aquilo que não encontram em si".

 

A gente fica esperando ele chegar às livrarias. Ficou com vontade de saber mais sobre o que Carol tem a dizer? É só clicar www.sexonapontadalingua.com

 

Via Vila Dois

01
Mar11

Carro do ano 2011

olhar para o mundo
Novo Ford C-Max

O monovolume compacto da Ford mereceu a preferência da maioria dos 18 jornalistas da especialidade que compõem o coletivo de jurados do Carro do Ano/Troféu Essilor Volante de Cristal e que representam alguns dos mais relevantes órgãos de comunicação social de Portugal. Para esta eleição foram determinantes qualidades como funcionalidade, ergonomia, rigor de construção, comportamento dinâmico e preço competitivo, fatores que o demarcaram dos restantes 20 candidatos, numa das mais concorridas edições deste prestigiado prémio organizado pelas revistas Autosport e Volante. 

Este ano estiveram a concurso 21 gamas de automóveis, um novo recorde de inscrições que demonstra a forte dinâmica de produto da indústria automóvel. Após o período de ensaios dinâmicos, o Júri elegeu os seis finalistas, apurados para o round final de votação: Citroën C3, Dacia Duster, Ford C-Max, Mitsubishi ASX, Nissan Juke e Opel Meriva foram assim as gamas que se distinguiram, numa votação muito equilibrada, dada a qualidade das propostas a concurso. 

Na votação final acabou por ser o Ford C-Max a destacar-se graças a uma gama forte e competitiva e os atributos muito homogéneos, como funcionalidade, habitabilidade, qualidade de construção, comportamento em estrada e preços competitivos. Para esta vitória não terá também sido alheia a vasta oferta de motorizações - económicas e modernas. 



Além do Ford C-Max, o Júri atribuiu ainda prémios para as melhores propostas em cada Classe do Carro do Ano. Os vencedores destas classes foram:

 

Utilitário do Ano - Citroën DS3 
O Citroën DS3 HDI 110 sport chic conquistou a classe de Utilitário do Ano contra Chevrolet Spark 1.2 LT, Citroën C3 1.4 HDI 70 Seduction, Kia Venga 1.4 CRDi EX 77 cv e Suzuki Swift 1.2 5p VVT GLX. 


Familiar do Ano - Skoda Yeti 
O Skoda Yeti 1.6 TDI Experience é o vencedor da classe de Familiar do Ano, impondo-se a modelos como o Hyundai ix35 136 cv, o Kia Sorento 2.0 CRDI, o MINI Countryman Cooper D e o Nissan Juke 1.5 dCi. 


Carrinha do Ano -  BMW 520d Touring
 
O BMW 520d touring superiorizou-se ao SEAT Ibiza ST 1.6 TDI 105 cv na classe da Carrinha do Ano. 


Monovolume do Ano - SEAT Alhambra
 
O SEAT Alhambra 2.0 tdi triunfou na categoria do Monovolume do Ano perante três adversários: Ford Grand C-MAX 1.6 TDCi, Opel Meriva 1.3 CDTI Ecoflex e Volkswagen Sharan 2.0 TDI. 


Executivo do Ano - BMW 520d 
O BMW 520d venceu a classe de Executivo do Ano contra o Volvo S60 D3 Momentum. 


Todo-o-Terreno do Ano - BMW X3 
O BMW X3 2.0d venceu a classe de Todo-o-Terreno do Ano contra o Dacia Duster 4x4 1.5 dCi, o Hyundai ix35 e o Mitsubishi ASX 1.8 Di-D 4x4. 


Desportivo do Ano - Peugeot RCZ 
O Peugeot RCZ 1.6 THP 200 cv venceu a classe de Desportivo do Ano perante rivais de luxo, como o Honda CR-Z, o Renault Mégane RS 2.0T, o Subaru Impreza WRX STI 2.5 e o Volkswagen Scirocco R. 


Volante Verde - Nissan Leaf 
Depois do Toyota Prius ter ganho este galardão em 2010, este ano a escolha recaiu sobre o Nissan Leaf, o automóvel elétrico que também foi eleito Carro do Ano Internacional. 


Personalidade do Ano 
Volkswagen Autoeuropa 
A Volkswagen Autoeuropa é hoje responsável por uma importante quota das exportações nacionais e é também um exemplo em inovação e gestão, sabendo fazer o compromisso entre produtividade e flexibilidade nas negociações laborais. Razões que levaram a Comissão Executiva do Carro do Ano a atribuir o prémio Personalidade do Ano à Volkswagen Autoeuropa.

 

Via Autoguia

 

01
Mar11

Líbia, um cheiro a liberdade na capital rebelde

olhar para o mundo
Líbia um cheirinho a liberdade
 
O pequeno Muhammad tem apenas três anos e meio mas talvez guarde, quando for mais velho, o momento em que o pai o pôs no patamar do principal quartel de Benghazi e o fotografou fazendo o «v» de vitória com os dedos.

Atrás do pequeno Muhammad está o quartel, ou 'khatyba', centro das forças especiais do líder líbio Mohammar Kadhafi na segunda cidade do país, agora apenas um monte de ruínas incendiadas.

Corre água suja em cima da fuligem, das janelas estilhaçadas e das paredes demolidas da 'khatyba'. Há um odor forte a queimado.

Há um outro perfume no ar, contudo, que atrai em romaria a população de Benghazi, segunda cidade líbia e capital da rebelião contra Muhammar Khadafi.

 

«Cheira a vitória», diz com orgulho Atia El-Mansouri, um antigo piloto da Força Aérea Líbia que foi «prisioneiro político» entre 1975 e 1988 por ter participado numa tentativa de golpe de estado para derrubar Kadhafi.

O golpe foi debelado pela cúpula de militares fiéis a Kadhafi e os conjurados, como Atia El-Mansouri, foram encarcerados na prisão de Abu Slim, de má memória para todos os opositores do regime e denunciada pelas organizações de defesa de direitos humanos como local de torturas sistemáticas e vários massacres.

Na escadaria onde passeiam famílias de Benghazi, alguém escreveu a vermelho, em árabe, 'Casa do trafulha'. Outros escritos anunciam que o enorme destroço da base militar está 'à venda'.

«É espantoso. Há uma sensação estranha de. liberdade!», diz um dos jovens que se passeia pelas celas do piso inferior fotografando e filmando tudo com o seu telemóvel.

Na capital dos rebeldes, um Conselho Nacional Independente coordena desde domingo a gestão corrente, procurando ocupar o vazio deixado pela administração anterior.

Os bancos abriram, assegurando o pagamento dos salários de Fevereiro, «mas apenas em cerca de metade ou dois terços, consoante o que a pessoa ganha?», afirmou um professor ocupado com o seu «dia de pagamento».

O comércio e serviços, pelo contrário, foram afectados pelo êxodo de milhares de egípcios, que dominavam sectores como a restauração em Benghazi.

Se a situação é calma nas zonas rebeldes, uma crise humanitária acentua-se na fronteira oeste com a Tunísia, por onde cerca de mil pessoas por hora formam um êxodo que preocupa as agências especializadas em migrações.

Sobre o desfecho da situação, há dois comentários recorrentes nas zonas libertadas. Um de esperança no derrube de Kadhafi e de euforia revolucionária. Outro de expectativa: «Ele é louco. Tudo pode acontecer».

 

Via Sol

 

01
Mar11

El Speed Dating

olhar para o mundo

 

El Speed dating

 

Antes para conocer a gente se ponían anuncios, había agencias matrimoniales, discotecas, se organizaban comidas, el programa Su media naranja, y sobre todo... ¡el destino! Hoy en días, los solteros han decidido tomar las riendas del asunto y dejar de perder el tiempo: participan en grandes reuniones con otra gente con el objetivo de encontrar, sólo en algunos minutos, el alma gemela, en el mejor de los casos, y pasar un rato de locura, en el peor de ellos. Estas reuniones son losSpeed dating. ¿Te parece eficaz? ¡Es tu turno!

 

¿Qué es exactamente el Speed dating?
Es un término que proviene del inglés y que se podría traducir como “cita exprés” o “encuentro rápido”. Nació en la década de 1990 de la mano de un rabino americano que tuvo la idea de organizar veladas de encuentros entre solteros judíos que no se conocían para favorecer las uniones intracomunitarias. Hay un episodio de Sexo en Nueva York, de la sexta temporada, en el que Charlotte, recientemente convertida al judaísmo, acude a una de dichas veladas.
A esta primera idea le salieron imitadores hasta traspasar confesiones y fronteras. En España desembarcó en 2002 para ayudar a los solteros a conocerse en un tiempo récord.

¿En qué consiste?
>El concepto: En su versión moderna el Speed dating son veladas de encuentros organizadas, durante las cuales los participantes disponen de un tiempo limitado (normalmente unos 7 minutos que, según los especialistas, es el tiempo que necesitamos para saber si una persona puede gustarnos o no) para seducir o ser seducidos por la persona que está sentada enfrente de nosotros.
>La inscripción: Suele hacerse por Internet y el coste varía en función de quién la organice pero de media son unos 30 €, normalmente con consumición incluida. 
La organización suele hacer una criba entre los candidatos para reunir gente de edades similares, categorías socioculturales parecidas, etc.
>El gran día: Hombres y mujeres se encuentran, por parejas, y se sientan uno delante del otro, con su consumición, preparados para iniciar un acercamiento deseducción rápido. Se hacen preguntas, se presentan y conversan un poco. 
¡Atención! Está totalmente prohibido darse los datos personales y decirse si se tiene la intención de volverse a ver. El suspense está en el aire...
Cuando es hora de finalizar el primer encuentro se oye una pequeña señal que indica que hay que cambiar de compañero. Los participantes (normalmente los hombre) pasan a la siguiente silla y se instalan enfrente de una nueva soltera. ¡Es como el juego de las sillas en versión amor!
Al final de la velada, todos los participantes entregan al organizador una ficha que deben rellenar a medida que se van sucediendo los encuentros. En ella se indican los números (nombres o apodos) de las personas a las que al participante le gustaría volver a ver. A partir de ahí el anfitrión de la velada los pondrá en contacto si ambos participantes están de acuerdo.

Ventajas e inconvenientes del Speed dating
>Ventajas
-Es un modo rápido de encontrar a un soltero que responda a los criterios de selección del juego.
-No hay ambigüedad: todos los participantes saben a lo que van.
-En cuanto al aspecto social: se descubren nuevos lugares y rostros.
-Es una ocasión para probar tu lado más seductor.
-Es un bueno modo de aprender a hablar de uno mismo, a presentarse, y de aprovecharlo para otras ocasiones.

>Inconvenientes 
-El lado exprés de los encuentros no da cabida a la magia del destino y saca el lado más superficial y formal del juego de la seducción. 
-El tiempo limitado para conocerse. ¡A veces falta tiempo pero otras también sobra!
-El tráfico que hay que gestionar: a veces se tiene la impresión de ser un producto expuesto al que se compara con otros productos. 
-El ego puede salir tocado si nadie te apunta en su ficha.
-Una selección que no siempre está a la altura de las expectativas de los participantes: perdedores, depredadores que sólo asisten para alargar la lista de sus cazas, graciosillos, etc.

¿Y el Speed dating aún está de moda? 
Como sucede con todos los fenómenos sociales, este nuevo sistema de encuentros se inspira un poco en la forma tradicional de ligar.
Por eso se le han dado nuevas y sutiles formas:
-El wine-dating: un curso de enología entre solteros en el que casi sin querer se conoce a otras personas entre elixires de amor. 
-El cook-dating: se aprende a cocinar y al mismo tiempo puedes acercarte al guapetón que sabe ligar una mayonesa.

¿Sabías que…?
• El término Speed dating es una marca francesa establecida por Select & Perfect que ha llegado a introducirse en el lenguaje corriente.
• Hay listillos que han aprovechado la tendencia y han organizado este tipo de reuniones para encontrar en un tiempo récord a trabajadores, inquilinos, compradores, etc.
• En la televisión digital se emite la versión española del programa NEXT, un reality basado en la forma despiadada del Speed dating.

¿Dónde inscribirse?
• La gran cita: www.lagrancita.com 
• Cata de vinos para solteros: madrid.ludicum.com/a/cata-de-vinos  
• Cursos de cocina para solteros: www.elmundodelsingle.com

 

Via Enfemenino.com

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D