Quarta-feira, 22 de Setembro de 2010

Uma mulher que tem orgasmos múltiplos, possui mais prazer que uma mulher que nunca experimentou essa sensação? Quem acredita nessa hipósete põe o dedo aqui....

 

A mulher e os orgasmos

 

...que o trem vai passar, e muita informação vai rolar.

 

Galera, temos que definir duas coisas!

 

Primeiro: o sexo não é feito do orgasmo tem a parte das preliminares, do desejo pelo parceiro e N's motivos para se querer chegar a esse ponto.

 

Segundo: o que o faz pensar que não ejacular "ter um orgasmo", te fará menos satisfeita do que qualquer mulher?

A ejaculação feminina é produzida pelas chamadas "glândulas de Skene", essas glândulas produzem o líquido precioso que toda mulher quer por pra fora.

Mas quer saber um fato curioso?

Quando estamos em formação dentro da barriga de nossas mães, digamos... nos descobrindo. Se por obra do destino escolhermos ser menino então desenvolvemos a próstata, mas se escolhermos ser menina desenvolvemos a Glândula de Skene. Se você pensar que o mesmo líquido viscoso que sai da próstata do homem assemelha-se com o que sairá de você, tenho certeza que vai se preocupar mais em curtir o momento do que tentar chegar ao ponto máximo da relação.

A primeira regra pra um relacionamento feliz na cama e descobrir seu corpo, saber o que mais lhe agrada e o que faz seu parceiro feliz. De nada adianta ficar tentando, e tentando fazer algo se a outra pessoa se sente incomodado, ou não, sente aquela sensação gostosa de desejo, calor, fogo ardente (eita, novela mexicana faz isso com a pessoa influência até na escrita).

Saber o que seu parceiro mais gosta o que o deixa ele maluco, fará com que o tão sonhado momento chegue é simples, a regra é curtir o momento.

A busca frénetica pela satisfação não fará de você uma pessoa satisfeita na cama, apenas neurótica e isso atrapalhará e MUITO! Tenha certeza, tudo que se torna exagerado se torna cansativo.

Deixo com vocês algumas dicas para atingir o PONTO P com maior facilidade, mas não se esqueçam, a satisfação deve ser mútua e ser geral, contar desde o primeiro minuto até o último segundo.

as partes sexuais femeninas

Dicas para atingir o orgasmo com mais facilidade

 

- Converse com o seu parceiro

- Não se prenda só ao orgasmo, aproveite as preliminares

- Toque seu próprio corpo

- Fale o que você deseja na hora do sexo

- Esqueça os problemas e aproveite o momento

 

Como reconhecer que você teve um orgasmo

 

- Podem acontecer contrações involuntárias da plataforma orgástica (parte externa da vagina)


- O clitóris fica ereto e sensível ao toque

 

- Os lábios vaginais ficam inchados e podem ficar mais escuros

 

- A respiração, a pressão sanguínea e os batimentos cardíacos aumentam

 

- Perde-se o controle muscular voluntário, podendo ocorrer diversas contrações de músculos, do rosto, braços e pernas

 

- Segundos depois do orgasmo, pode aparecer uma sensação de relaxamento e tranquilidade

 

Via Café com Mulheres



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Não. Claro que não. Até porque no dia seguinte a anunciar uma medida deste género o Palácio de Belém ia parecer um stand da Ford, com tanta carrinha Transit estacionada. Mas atenção aos perigosos sinais que estão a ser dados.

 

O que mais estranheza causou na medida xenófoba deste petit president, um ser bizarro com tiques Napoleónicos e aparentemente uma asa de extrema-direita, foi a aparente passividade com que os ciganos abandonaram de facto o país. Que Sarkozy era má rés não restavam grandes dúvidas. Que a Alemanha vai aproveitar a deixa e fazer o mesmo, poucas restam. Agora o que raio se passa com os ciganos?

Quando li pela primeira vez que o Presidente Francês tinha esta intenção pensei que jamais passaria disso mesmo. Não que a vontade deste viesse a mudar. Julguei apenas que seria forçado a mudá-la. Isto porque na minha cabeça imaginei o que aconteceria se passasse pela cabeça do Presidente português (com o apoio do Governo obviamente, dado que em França o poder é partilhado) ter a mesma atitude, tomando as mesmas medidas. Caos.

Coitado. No dia a seguir tinha os ciganos todos do país estacionados nos jardins do Palácio de Belém. Porque digam o que quiserem mas não conheço povo mais solidário do que este. Um vai para o hospital, o clã segue-lhe o rastro. Montam o acampamento à porta e só de lá saem quando o doente recuperar. Já os vi acampados numa rotunda, sentados em mesas de plástico a grelharem febras em assadores e a estender a roupa num outdoor do Paulo Portas.

Ao segundo dia Cavaco Silva faria uma declaração ao país da parte de trás de uma Transit no meio de uma montanha de edredões e jogos de cama a dizer que tudo não tinha passado de uma brincadeira.

Na revolta unem-se, não costumam perdoar, emudecer ou fraquejar. Normalmente com resultados violentos. Daí o espanto com que assisti ao desenrolar dos acontecimentos em França. A aparente passividade do acto. A revolta calada. Uma resignação ensurdecedora.

Os ciganos, muitas vezes acusados de falta de civismo e desordem, tiveram um comportamento em França que só consigo equiparar ao que vejo em documentários sobre a II Guerra Mundial, quando milhões de Judeus, e no meio deles milhares de ciganos, foram deportados, contra sua vontade, desesperados mas em fila, revoltados mas ordenados até acabarem amontoados num vagão sujo e frio a caminho da tortura e morte. Só por serem Judeus. Só por serem ciganos. Tudo isto aconteceu. E parece não ter servido de lição. Outros tempos. Métodos diferentes. Politicas com outros nomes. Comportamentos assustadoramente semelhantes.

Enquanto escrevia estas palavras votava-se no parlamento português um protesto contra as medidas tomadas por Sarkozy. Toda a direita e o PS (de quem já ninguém espera nada), salvo raras e honrosas excepções, votaram contra. Preferiram esperar e andar a reboque da UE e das suas deliberações, como lacaios sem vontade e identidade própria, sem orgulho ou humanidade, a terem a coragem de repudiar a atitude do chefe de Estado francês em relação ao povo cigano.

Senti vergonha de ser português. Senti vergonha de ter no meu país um Governo e uma classe política que na sua grande maioria agiu de uma forma profundamente cobarde e serviçal. E se para ser europeu é preciso ser isto, prefiro ser só português.

 

Via Sem Reféns



publicado por olhar para o mundo às 19:01 | link do post | comentar

Letra
Sei que sabes que sim
E que para mim
És o mundo lá fora
Não há nada a fazer
Nem nada a dizer
Aqui e agora

Deixa à volta o mundo
Vai ser o que o tempo entender
Nem tu tens de o dizer
Só tens de o sentir
Se Sabes que Sim
e que para mim
És o mundo lá fora

Olha para mim
Se estiveres a fim
Falamos depois
A qualquer hora

Olha para mim
Tudo tem um fim
Vemo-nos depois

Sei que és parte de mim
Estarás sempre aqui
Sei que não demoras
Não há nada a fazer
Nem nada a dizer
Aqui e agora

Deixa à volta o mundo
Vai ser o que o tempo entender
Nem tu tens de o dizer
Só tens de o sentir
Se Sabes que Sim
e que para mim
És o mundo lá fora

Olha para mim
Se estiveres a fim
Falamos depois
A qualquer hora

Olha para mim
Tudo tem um fim
Vemo-nos depois

Olha para mim
Se estiveres a fim
Falamos depois
A qualquer hora

Olha para mim
Tudo tem um fim
Vemo-nos depois
Vemo-nos depois



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Imagem: Lyle Ashton Harris


O projecto Africa.cont e a Câmara Municipal de Lisboa apresentam a exposição de fotografia «AFRICA: SEE YOU, SEE ME!», a partir de 1 de Outubro no Museu da Cidade, em Lisboa.

 

O Africa.cont apresenta a exposição que retrata a história da fotografia africana. A mostra aborda a influência da auto-representação dos africanos e da diáspora nas formas contemporâneas de fotografar África.

De acordo com o curador da exposição, Awam Amkpa, o nome da exposição «AFRICA: SEE YOU, SEE ME!» «foi retirado de um trabalho artístico de um ‘Mammy Wagon’ que vi numa estrada nigeriana há muitos anos atrás». «O camião pretendia que todos os que viajávamos nas perigosas estradas nigerianas tivéssemos consciência da presença uns dos outros, e brindássemos à audácia mútua de seguir em frente», acrescentou Awam Amkpa.

A exposição, que vai abrir no dia 1 de Outubro (com entrada gratuita) e poderá ser visitada até 28 de Novembro, no Pavilhão Preto do Museu da Cidade, em Lisboa, está organizada em três partes distintas. A primeira secção é composta por retratos de africanos que procuram inscrever-se nas paisagens urbanas para as quais migraram.

A segunda secção é uma mostra dos primeiros retratos etnográficos que imaginavam África como terra bravia povoada pelos primeiros «outros» dos europeus. Por fim, a terceira secção, realça fotografias contemporâneas de África, por fotógrafos não-africanos que partilham uma relação de diálogo com os artistas africanos.

O Africa.cont pretende ser uma plataforma privilegiada de visibilidade e lançamento de diversas manifestações culturais (teatro, dança, música ou artes plásticas) com ligações ao continente africano, entenda-se não exclusivamente lusófono. Será instalado numa zona privilegiada da cidade de Lisboa entre a Rua das Janelas Verdes e a Avenida 24 de Julho.

 

Via Disto e daquilo



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 21 de Setembro de 2010

Não sei o que é o orgasmo

 

Foi bom para você? Cerca de 30% das brasileiras, se forem sinceras, irão responder: "não". Elas sofrem de uma disfunção marcada pela ausência do orgasmo. O Eva foi em busca de informações sobre o problema, responsável pelo fim de relacionamentos e também pela queda da autoestima de muitas mulheres.

 

Um prazer fingido que acelera os batimentos cardíacos, deixa a respiração ofegante, corta o fôlego e tira a razão por alguns segundos. As sensações corporais são tão intensas que provocam gritos, gemidos e outras reações que não podem ser aqui descritas. É o clímax de uma breve história sexual que termina, geralmente, com final conhecido: o sono.

 

O orgasmo é uma ambição que faz parte do imaginário do sexo. Há quem duvide de sua existência e acredite ser uma lenda. Porém, a ciência comprova: o orgasmo feminino existe! Contudo, nem todas as mulheres com vida sexual ativa são afortunadas com essa resposta.

 

Tanto que o Projeto de Sexualidade do Hospital das Clínicas de São Paulo (Prosex) concluiu, em 2003, depois de pesquisa realizada com mulheres de todo o Brasil, que aproximadamente 30% delas nunca tiveram uma experiência orgástica.

 

Isso não significa que os 70% restantes dessa população feminina esteja completamente satisfeita. Ao contrário, nesse universo, encontram-se mulheres que já tiveram orgasmos, e deixaram de ter, e outras que só sentem prazer por meio do sexo oral ou pela masturbação.

 

A pedagoga Luana (nome fictício), de 34 anos, encaixa-se no perfil da maioria de mulheres que busca esse prazer máximo, mas, dificilmente consegue alcançá-lo. A frase que dá título a esta matéria foi pronunciada por ela, durante uma conversa entre amigas.

 

"A primeira vez que conversei sobre orgasmo tinha 30 anos e achei muito estranho porque não sentia metade do que ouvia minhas amigas contarem", revela. As reações físicas, o torpor momentâneo não fazem parte de seu repertório de vivências sexuais.

 

Essa realidade é a mesma enfrentada por um grande número de mulheres, o que faz da anorgasmia (ausência do orgasmo), ao lado da diminuição da libido, o principal problema que leva mulheres de diferentes idades aos consultórios de psicólogos e sexólogos.

 

Segundo Luana, ela só teve prazer intensamente - o que acredita ser o orgasmo - uma vez, aos 23 anos. E como a experiência não se repetiu, tornou-se uma vaga lembrança em sua trajetória sexual.

 

"Sinto prazer mais com o toque do que com o ato, acho que a falta de sensibilidade do parceiro é a causa. Quando o sexo foi bom para mim, acabo me sentindo mais bonita, porém não é sempre", explica.

 

Homens

 

Entre todos os relacionamentos que teve, a pedagoga apenas encontrou dois homens dispostos a ajudá-la. "Por serem mais velhos, demonstraram interesse. Um tinha 49 anos, e o outro, 57. Os demais se sentiram diminuídos". A sexóloga cearense Margareth Fichera explica que muitos homens passam anos tendo relações sexuais com uma mulher sem saber que ela não sente orgasmo.

 

Quando descobrem, avalia a sexóloga, sentem-se culpados, frustrados e responsáveis, mas há aqueles que não se incomodam (veja depoimento no box à direita de uma cearense de 46 anos). Para esses, o problema pertence unicamente à mulher, pois, em relações anteriores, nunca vivenciaram situações dessa natureza.

 

Tal comportamento acaba por confundir a parceira que, muitas vezes, não sabe os motivos que desencadeiam o problema e a falta de apoio do companheiro a deixa fragilizada e mais culpada, daí porque muitas fingem sentir orgasmos.

 

Luana garante que não finge. "Meu olhar, a expressão do meu rosto passam se eu gostei ou não. Concentrada na procura pelo homem certo, ela não foi atrás de aconselhamento profissional. "Até já comentei com a ginecologista, e ela me indicou uma sexóloga, contudo não fui. Minhas amigas dizem que tenho que me tocar para descobrir os pontos que me dão prazer", conta.

 

Até sentir o orgasmo dos seus sonhos, a pedagoga vai tentando. As expectativas são boas. "A pessoa com quem estou no momento me faz sentir nas nuvens só com toques e beijo na nuca. Fico paralisada, em êxtase", ela revela.

 

Anorgasmia

 

ESTÁGIO PRIMÁRIO: Quando a mulher nunca experimentou orgasmo, seja com o ato sexual ou a masturbação. Causas: crenças religiosas, pode ter crescido num ambiente repressor em relação ao sexo; não conhece sua sensibilidade porque nunca se masturbou; tem imagem ruim do homem por conta de relação negativa com o pai, o que a faz não confiar nos homens, ou pode ter tido mãe autoritária

 

FASE SecundáriA: Quando a mulher já experimentou o orgasmo com normalidade e, por certos motivos, deixou de tê-los de modo sistemático. Causas: Desemprego, situação financeira ruim, conflitos conjugais e familiares

 

Situacional: Quando a mulher sente orgasmos apenas em determinadas situações, como a masturbação e sexo oral, ou com um determinado parceiro ou parceira. Causas: Pode ser uma pessoa tensa, desconfiada, que não confia no homem ou em outra mulher, não se entrega, não tem um passado positivo em relação aos homens (imagem negativa do pai) ou mulheres (mãe controladora)

 

As causas fisiológicas da disfunção orgástica são mais raras, contudo, existem. Lesões cirúrgicas da medula ou do sistema nervoso periférico podem inibir o orgasmo feminino, assim como o uso excessivo de álcool e drogas

 

Fonte: Sexóloga Carla Cecarello e Prosex

 

DEPOIMENTO

"Meu marido não me entendeu"

 

" Sou casada há 22 anos. Minha primeira relação sexual somente aconteceu após o casamento, mas tive algumas intimidades durante o namoro. Numa dessas intimidades, cheguei, pela primeira vez, ao orgasmo. Foi maravilhoso! A partir desse momento, imaginei, então, que após o casamento, minha vida sexual seria perfeita. Não havia razão para pensar o contrário. E, assim, idealizei que viveria "feliz para sempre" com o homem que amava.

 

No entanto, as coisas não aconteceram dessa maneira. O sexo sempre era rápido. Quase que por obrigação. As preliminares não demoravam tanto quanto as carícias da época em que namorávamos e, mesmo gostando de estar com ele, não conseguia mais chegar ao orgasmo. Embora me esforçasse muito para isso acontecer.

 

Aguentei por algum tempo a situação. Até que um dia resolvi falar para o meu marido sobre a minha dificuldade sexual, mas ele não me entendeu. Pelo contrário, desconversou.

 

Esse seu comportamento me desanimou e não falei mais no assunto. Minha atitude teve efeito contrário do que imaginava. Nosso relacionamento deixou, definitivamente, de ser caloroso. As carícias diminuiram muito e o sexo tornou-se ainda mais frio.

 

Há dois anos, conheci um homem bem mais velho, porém muito gentil e carinhoso. Saímos de vez em quando e nos falamos por telefone quase todo dia. Apesar disso, continuo casada. Com o outro, no entanto, voltei a sentir o entusiasmo do tempo do namoro.

 

Com esse novo relacionamento, sinto-me novamente jovem. O desejo sexual hoje faz parte da minha vida. Tenho sonhos eróticos. Mas, mesmo assim, ainda não cheguei ao orgasmo. Porém, tenho uma certeza dentro de mim: acredito que isso não venha a acontecer com meu marido, mas com o outro, sim!

 

Clara (nome fictício), 46 anos

 

NAIANA RODRIGUES

 

Via Alagoas 24



publicado por olhar para o mundo às 20:50 | link do post | comentar

Letra

É tão difícil ser normal
Eu perco a fé em ler o jornal

 

Vida normal, é tão ideal

 

Apanhar sol e conversar

Até o corpo se queimar

 

Vida normal, é tão ideal

 

Ficar a ver Tele Jornais
Todos os dias são iguais

 

Isto é o paraíso eu quero a
Vida normal, sonhar não é
Preciso se é para ficar tudo igual (x2)

 

Sou duma classe social
Tenho de escolher um canal

 

Vida normal, é tão ideal

 

Voltar para casa dos pais
Por receber cartas a mais


A luz, a PT, o gás, EDP
A luz, a PT, o gás, EDP
O lixo é TV mais não sei o quê

 

Mas se continuar assim
Fico por cá até ao fim

Isto é o paraíso eu quero a
Vida normal, sonhar não é
Preciso se é para ficar tudo igual (x2)

 

Paraíso à beira-mar


Passo os dias a sonhar


Paraíso à beira-mar


O meu sonho era ficar

Isto é o paraíso eu quero a
Vida normal, sonhar não é
Preciso se é para ficar tudo igual (x3)



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Vem aí o MetroBus

 

O MetroBus, um metro rodoviário de superfície que ligará o centro comercial Dolce Vita e o metropolitano de Lisboa, deve entrar emfuncionamento dentro de um ano, anunciou hoje a Câmara da Amadora.

A primeira fase do MetroBus, um metro de superfície que em vez de circular sobre carris tem pneus, fará a ligação entre o futuro interface da CP/Metropolitano da Reboleira e o Dolce Vita Tejo, sendo que o seu traçado atravessará as freguesias da Venda Nova, Falagueira (estação de metro Amadora-Este), Mina, São Brás e Brandoa, numa extensão de cerca de sete quilómetros.

O vereador dos transportes da Câmara da Amadora, Gabriel Oliveira, avançou que são esperadas entre 5 000 a 10 000 pessoas diariamente no transporte.

"O objetivo é que o MetroBus funcione como um transporte normal, não que encha o Dolce Vita, já que não é uma linha para o Centro Comercial. É para toda a gente, que o possa a vir usar para o trabalho, para a escola e até para chegar a Lisboa", disse Gabriel Oliveira.

O vereador disse ainda que o "Dolce Vita pode ser transformado num interface de transportes, já que, com os 9 000 lugares de estacionamento gratuitos, as pessoas vão poder deixar os seus carros no shopping e usar o transporte público até Lisboa"

A solução nasce de um protocolo da Câmara da Amadora com a CP, o Metropolitano de Lisboa, da Autoridade Metropolitana de Transportes e do Dolce Vita Tejo.

Nesta primeira fase, a infraestrutura viária foi elaborada pela Câmara da Amadora e o investimento, de cerca de cinco milhões de euros, ficará praticamente ao cargo da Chamartín, já que a empresa que detém o shopping vai financiar 4,45 milhões de euros da obra.

Gabriel Oliveira negou que a participação da empresa estivesse relacionada com contrapartidas pela construção do shopping, justificando a parceria apenas com a "necessidade de fazer chegar mais pessoas ao Dolce Vita".

Já a aquisição do material circundante será decidida através de concurso público, já que "a autarquia não quer explorar a circulação", disse o vereador.

O financiamento ficará a cargo da Câmara e de fundos comunitários.

Gabriel Oliveira afirmou que em "sete, oito meses" as obras avançam e que no início de 2013 o MetroBus iniciará a circulação.

Numa segunda fase do MetroBus, está prevista um segundo troço fazendo a ligação entre o Dolce Vita Tejo e Odivelas, num investimento estimado de cerca de 12 milhões de euros, que, segundo o vereador da Amadora, "necessitará do apoio do Governo".

O projeto é apresentado publicamente na terça feira, pelas 11:00, no Dolce Vita Tejo.

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Segunda-feira, 20 de Setembro de 2010

Efeito placebo melhora disposição sexual

 

Mulheres com impulsos sexuais baixos relataram uma melhora na satisfação sexual depois de tomarem um placebo.

A conclusão é de um estudo realizado na Universidade do Texas e na Faculdade de Medicina Baylor, ambos nos Estados Unidos, por Cindy Meston e Andrea Bradford.

As pesquisadoras descobriram que a abertura de uma linha de comunicação sobre o sexo pode ter um efeito positivo em muitas mulheres com libido baixa.

O estudo acompanhou 200 mulheres durante um período de 12 semanas. Cinquenta dessas mulheres, com idades entre 35 e 55 anos, foram escolhidas aleatoriamente para receber um placebo, em vez de um tratamento medicamentoso para a baixa excitação sexual. Nenhuma das participantes sabia qual tratamento estava recebendo.

Problemas sexuais

Para medir o efeito do tratamento, as mulheres deram notas a sintomas de disfunção sexual, como o baixo desejo sexual, excitação sexual baixa e dificuldades de atingir o orgasmo.

Os resultados, publicados online no Journal of Sexual Medicine, mostram que, em média, um em cada três mulheres que tomaram placebo demonstraram uma melhora global.

Os maiores benefícios ocorreram durante as primeiras quatro semanas. As mudanças nos sintomas foram medidas pela frequência dos encontros sexuais satisfatórios que as mulheres relataram durante o tratamento.

Todas as mulheres que tomaram o placebo conversaram com um profissional de saúde sobre suas dificuldades e monitoraram seu comportamento sexual e seus sentimentos regularmente.

Placebo sexual

Muitas das mulheres relataram ter recebido mais estimulação durante a atividade sexual enquanto participavam do experimento, mesmo que seus parceiros não tivessem recebido quaisquer instruções especiais.

"Os resultados de nosso estudo mostram como as expectativas de uma mulher para melhorar sexualmente podem ter um efeito positivo considerável sobre seu bem-estar sexual, sem qualquer tratamento medicamentoso real," diz Meston.

"A expectativa de melhorar e tentar encontrar uma solução para um problema sexual através da participação em um estudo parece fazer os casais se sentirem mais próximos, comunicarem-se mais e até mesmo agirem de forma diferente em relação uns aos outros durante os encontros sexuais," conclui a pesquisadora.

Via Diário da Saúde



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Letra
É agora que isto muda 
É agora que a mola salta 
Saia a sensação da vida 
O prazer que nada falta 
Sai todo o teu calor 
Sai todo teu amor 

É hoje que eu me faço à noite 
Com toda a certeza 
Quero encontrar te nua na cama 
Vais ser a minha sobremesa 
Quero explodir nos teus braços 
Sem poder me aleijar 
Quero ouvir as tuas vozes 
Que me deixam sonhar 

Sai todo o teu calor 
Sai todo o teu amor 

Noites quentes fazem calor 
Noites quentes fazem calor 
Noites quentes fazem calor 
Noites quentes fazem calor 

Noites quentes fazem calor 

Qual será o teu sabor 

Vou me afogar na cerveja 
Vou me enrolar no mar 
Quero ouvir as tuas vozes 
Que me deixam a sonhar 

Sai todo o teu calor 
Sai todo o teu amor 


Noites quentes fazem calor 
Noites quentes fazem calor 
Noites quentes fazem calor 
Noites quentes fazem calor



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Um professor de educação física colocado no Centro Educativo dos Olivais, em Coimbra, foi impedido de usar "piercings" nas aulas pela direção deste estabelecimento da Direcção-Geral de Reinserção Social, uma decisão que vai contestar em tribunal.

Uma fonte do Sindicato dos Professores da Região Centro (SPRC) disse hoje à agência Lusa que o docente visado "está a ser acompanhado pelos serviços jurídicos" da organização sindical com sede em Coimbra.

"Tudo indica que há aqui um ato de discriminação ilegal e absurda", adiantou o sindicalista João Louceiro, coordenador da direção distrital de Coimbra do SPRC.

O professor em causa, de 31 anos, usa diariamente numa orelha "uma pequena argola e mais dois adornos de tamanho reduzido", tendo sido intimado pela diretora do Centro Educativo, Ângela Portugal, para remover as peças durante as actividades escolares.

Docente alegou "promessa de ordem pessoal"

 

A Lusa apurou que a direção ter-se-á baseado no regulamento interno da instituição dos Olivais, que proíbe aos jovens ali acolhidos o uso de piercings, regra que entendeu dever aplicar também aos docentes, apoiada nas orientações da Direcção-Geral.

O professor visado, que se escusa a falar do assunto, comunicou inicialmente à diretora que não pretendia retirar ospiercings, justificando o seu uso com "uma promessa de ordem pessoal feita há dois anos".

Na segunda feira, ao apresentar-se no Centro Educativo para lecionar, foi-lhe reiterado na portaria que não poderia aceder às instalações escolares com os adornos, devendo ali aguardar por Ângela Portugal, que de imediato lhe confirmou a decisão tomada na semana passada.

O docente, após ter conversado com a direção do Agrupamento de Escolas Martins de Freitas, a que pertence, ainda faltou dois dias às aulas.

Sindicato considera "ilegal"

 

Aconselhado pelos serviços jurídicos do SPRC, acatou depois a ordem da superiora hierárquica, retirou os piercings e regressou esta quinta feira ao Centro Educativo, onde foi apresentado às turmas na companhia da diretora.

João Louceiro admitiu que a ordem da diretora para que o professor, ali colocado com outra colega de educação física, ambos adstritos ao Agrupamento Martins de Freitas, "até poderia ter justificação se fosse por motivos de segurança". "Mas tudo indica que não é isso que está em causa", sublinhou.

Um advogado do SPRC está a preparar uma contestação ao ato da instituição, que o sindicato considera ilegal.

Diretora recusa falar

 

A agência Lusa tentou obter desde sexta feira uma reação da diretora do Centro Educativo dos Olivais.

Ângela Portugal remeteu o assunto para o secretariado da Direcção-Geral de Reinserção Social, escusando-se a falar, mas todas as diligências se revelaram infrutíferas.

A Lusa insistiu também junto das relações públicas do Ministério da Justiça, mas igualmente sem resultado.

 

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Domingo, 19 de Setembro de 2010

A dificuldade de alcançar o orgasmo não é uma triste realidade apenas das mulheres. Pode ocorrer com homens de qualquer idade. A ansiedade e o nervosismo são os principais motivos para o desencadeamento da disfunção

 

Considerada uma realidade ligada apenas ao universo feminino, problemas para atingir o prazer estão, entretanto, presentes no mundo de uma boa parcela dos homens. A anorgasmia consiste na incapacidade humana de obter resposta orgásmica à estimulação sexual. Diferentemente das disfunção eréteis e de ejaculação, o problema impede que o homem chegue ao auge do prazer sexual mesmo com ereção e excitação regulares. Ele pode se apresentar em eventos isolados durante a vida ou até de forma permanente. Estima-se que um em cada três homens vão ter problemas com a falta de orgasmos pelo menos uma vez durante a vida - com disfunção prolongada, 8%. O índice entre as mulheres é três vezes maior: cerca de 24% sofrem com o problema.

Segundo o urologista Rogério Vitiver, os principais vilões na hora do sexo são a ansiedade e o estresse pelo qual o homem passa antes e durante a relação. "A falta de orgasmo acomete homens de qualquer idade e sem doenças relacionadas preexistentes. Na maioriados casos, o que vai influenciar de forma negativa no sexo é o fator psicológico", explica o médico. O orgasmo é desencadeado após uma série de estímulos prévios e pela excitação durante a relação sexual (veja infografia). Quando o homem fica muito ansioso ou apresenta um nível alto de estresse por tempo prolongado, o orgasmo pode ficar comprometido. Isso ocorre porque uma série de substâncias vasoconstritoras, como a fosfodiesterase 5, são liberadas na corrente sanguínea no momento de estresse, dizendo ao sistema reprodutor que interrompa a ereção.

"Esse é um processo natural do organismo para proteção do pênis, que não deve ficar muito tempo ereto. Mas quando a preocupação com o desempenho sexual é maior do que a excitação, por exemplo, essas substâncias vão ser suficientes para impedir que o orgasmo chegue", explica Rogério Vitiver. O homem consegue ter ereção e excitação normais. No entanto, o clímax da relação não é alcançado. "Aos poucos, porém, ele começa a perder a ereção, ao ponto de confirmar que oorgasmo não vai mesmo acontecer".

Sem culpa - O tratamento mais indicado para a anorgasmia é o acompanhamento psicoterápico. "Por se tratar de um transtorno essencialmente psicológico, é indicado que o paciente com anorgasmia diagnosticada procure um terapeuta especialista em sexualidade", indica Rogério Vitiver. Ele explica que, para a maioria dos casos, mesmo os prolongados, após 20 sessões terápicas a chance de reversão do quadro é de 80%.

A sexóloga Cláudia Lemos explica que o maior desafio para o homem que tem uma disfunção relacionada ao sexo é assumir o problema sem culpa. "Os homens, em sua maioria, querem justificar o problema de forma racional e prática. Eles se perguntam qual o defeito deles, por que não conseguem manter a excitação pela mulher - mesmo que seja linda e perfeita. Eles também se cobram a responsabilidade sobre a relação sexual. Afinal, quando a mulher não goza, é normal. Mas eles acreditam que se o homem não gozar, a relação não acontece de forma plena", explica Cláudia. 

O excessode cobrança tende a aumentar a ansiedade na hora da relação sexual. Cláudia Lemos explica que o homem que tem mais de um episódio de falta de orgasmo vai entrar em novas experiências menos relaxado. "Isso reforça a possibilidade de não dar certo. Manter a excitação e sentir prazer com preocupações na cabeça é impossível para qualquer ser humano".

O segredo é relaxar. O tratamento psicoterápico tem como objetivo encontrar o motivo do estresse e ajudar o homem a reagir. Excesso de trabalho e de responsabilidades influenciam de forma negativa na vida sexual. "O importante é criar formas de liberar essa sobrecarga em atividades relaxantes. Estar bem é o melhor remédio para a falta de orgasmo, tanto para o homem quanto para a mulher", explica a sexóloga. O apoio da parceira também é fundamental para a recuperação do paciente. "O casal sofre com as disfunções sexuais junto e deve ser tratado da mesma forma. É fundamental que a companheira participe do tratamento e apoie o namorado ou marido que está passando pelo estresse. Cobrança não ajuda nesse momento".

Para evitar lesões

A fosfodiesterase 5 funciona como um regulador da ereção. Ela é liberada para evitar que o pênis sofra lesões por passar muito tempo ereto. Ela induz o pênis a voltar ao estado de flacidez. "É uma espécie de enzima broxante", explica Rogério Vitiver.

Dicas de especialista

- Diálogo: converse com sua parceira sobre qualquer dificuldade na relação sexual - seja ela permanente ou provisória, é importante que a sua companheira conheça suas limitações e necessidades. Isso vai ajudar a diminuir o estresse da cobrança e da obrigação com o desempenho sexual.

- Pratique exercícios físicos regulares e atividades que tragam prazer, como hobbies e esportes. Isso vai trazer mais tranquilidade e será uma forma de liberar o estresse.

- Evite aumentar a carga de trabalho além do necessário.

 

Via Diário de Pernambuco



publicado por olhar para o mundo às 20:56 | link do post | comentar

 

Letra
When the night has come
And the land is dark
And the moon is the only light we see
No, I won't be afraid
No, I won't be afraid
Just as long as you stand, stand by me

And darling, darling, stand by me
Oh, now, now, stand by me
Stand by me, stand by me

If the sky that we look upon
Should tumble and fall
And the mountain should crumble to the sea
I won't cry, I won't cry
No, I won't shed a tear
Just as long as you stand, stand by me

And darling, darling stand by me
Oh, stand by me, stand by me
Stand by me, stand by me, yeah

Whenever you're in trouble
Won't you stand by me?
Oh, now, now, stand by me
Oh, stand by me, stand by me, stand by me

Darling, darling, stand by me
Stand by me, oh, stand by me
Stand by me, stand by me


 



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Esforços para proteger capa de ozono estão a funcionar

 

camada de ozono estabilizou ao longo dos últimos dez anos. Um relatório do Programa da ONU para o Ambiente e da Organização Mundial de Meteorologia sobre o escudo que protege a Terra dos raios ultravioleta revela que os esforços acordados no Protocolo de Montreal, em 1987, estão a funcionar. Mas apesar da diminuição nas emissões de partículas nocivas, estas preservam-se na atmosfera durante largos anos, e os seus efeitos vão continuar a sentir-se.

O relatório divulgado hoje contou com a participação de 300 cientistas, e a sua publicação coincide com o Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozono. O documento sublinha que, uma vez que as partículas que desgastam o ozono são também potentes gases com efeitos de estufa, o protocolo de Montreal também tem vindo a reduzir as alterações climáticas. O relatório adianta que na última década, o ozono a nível global mas também nas zonas polares deixou de estar a diminuir, tendo estabilizado. Prevê-se que nas regiões polares seja possível recuperar a protecção que existia antes de 1980 até 2050. Nas latitudes médias, as radiações ultravioleta a superfície mantiveram-se constantes ao longo das últimas décadas.

Já o buraco de ozono na Antárctida é uma preocupação maior, e já está a ter impactos visíveis na temperatura e nos ventos registados à superfície. O relatório destaca que foi possível eliminar quase por completo aquele foi sempre apontado como o principal inimigo da camada de ozono: os clorofluorcarbonetos. O alerta surge contudo para os hidroclorofluorocarbonetos, e sobretudo para o HCFC-22, usado ao longo dos últimos 40 anos em sistemas de aquecimento e refrigeração. Em 2007/2008, esta substância aumentou 50% mais depressa na atmosfera do que no biénio 2003/2004.

"A lacuna entre a realidade científica e a nossa ambição está estimada em cerca de 4,7 giga toneladas de CO2, algo que precisa de ser resolvido urgentemente na próxima década se queremos que a temperatura aumente menos de 2ºC."

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 10:27 | link do post | comentar

Sábado, 18 de Setembro de 2010

 

Mulheres são mais infiéis no dia a seguir ao dia dos namorados

Claudio R. S. Pucci

 

Não deu atenção à sua mulher no Dia das Mães? Esqueceu de comprar um presente bonito para ela e a única coisa que ela ganhou foi um desenho que filhinho fez na escola e a obrigação de fazer o almoço de família? Pois bem, nas imortais palavras do personagem Patolino: "isso significa guerra".


Pelo menos foi o que constatou o Ashleymadison.com, um site de relacionamentos americano para pessoas casadas (sim, você leu certo, ele promove encontros extraconjugais).

Segundo o site Momlogic, na segunda-feira após o Dia das Mães, 31.427 mulheres se cadastraram em busca de alguém que lhe a atenção necessária (a média são de 2,5 a 3 mil por dia). É o segundo dia mais procurado por mulheres infelizes, perdendo apenas para o dia seguinte ao Dia dos Namorados. E mais, 67% dessas moças fica em casa e não trabalha, a idade média é de 36 anos e 1/3 delas já considerava pular a cerca antes da data festiva.

Segundo o fundador do Ashley Madison, Noel Biderman, o fenômeno ocorre já que essas mulheres esperam ser celebradas no Dia das Mães e acabam negligenciadas pelos maridos. E todos sabem que enquanto homens buscam relacionamentos fora do casamento por sexo, a maioria das garotas o faz para ter a atenção de alguém.

Noel diz que administrar um site que lida com traição acabou mudando sua vida, pois como marido e pai sabe o quanto é importante fazer a mulher feliz. "Eu sempre vejo o Dia das Mães como uma oportunidade incrível para celebrar a dinâmica familiar, a dedicação da minha mulher e nosso relacionamento interpessoal. Eu me esforço para fazer minha mulher sorrir do momento em que ela acorda mais tarde que nos outros dias, aliás à hora em que ela vai para a cama comigo!", complementou o bom marido. E você achando que não se faziam mais homens como antigamente, não é.

 

 

Via Mulher



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Letra
When the night has come
And the land is dark
And the moon is the only light we'll see
No I won't be afraid, No I won't be afraid
Just as long as you stand, stand by me

Refrão:
So darling, darling
Stand by me, oh, stand by me
Oh stand, stand by me,
Stand by me

If the sky that we look upon
Should tumble and fall
Or the mountains should crumble to the sea
I won't cry, I won't cry
No I won't shed a tear
Just as long as you stand, stand by me

Refrão

Whenever you're in trouble, won't you stand by me
Oh stand by me, 
oh won't you stand now?
stand by me



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Hard Club agora no porto

 

Habituado nos últimos tempos a ver fugir para a outra margem do Douro algumas referências da cultura da região, o Porto conquistou a Gaia uma das melhores salas de concertos do país. Após avanços e recuos, que alimentaram atrasos, atravessou o rio e abriu as portas no coração do centro histórico portuense. No Ferreira Borges, o mercado que nunca o chegou a ser efectivamente, (re)nasce um novo Hard Club.

É uma nova casa que traz consigo um novo conceito. A música que lhe deu o nome aqui e lá fora, por onde passaram milhares de nomes da música nacional e internacional, continua lá, intacta, e até com sons mais variados. O rock, o hip hop, o heavy metal, o trash metal, o drum''n''bass, o house, o pop, continuam todos lá e alguns já se apresentam nos quatro dias de inauguração que se prolongam até domingo e que tem nos portugueses Moonspell o grande cabeça de cartaz. Essa é a matriz do Hard Club e vai continuar a ser, explica ao i Paulo Ponte, um dos promotores do projecto. Mas não será a única a partir de hoje.

Sem esquecer a sua missão e sem perder a sua identidade, o Hard Club deixou de ser apenas uma sala de espectáculos para passar a ser uma sala para toda a cidade, com as portas do Ferreira Borges abertas todos os dias às nove da manhã, ao contrário do que acontecia em Gaia. Não fazia por isso sentido que "não houvesse uma programação mais diversificada virada para vários tipos de público".

No novo Hard Club, onde foram investidos 2 milhões de euros, já não entram só os adultos. As crianças também têm via verde. "Queremos que os pais venham cá tomar um café ou o pequeno-almoço e que tragam os filhos, que podem ser ocupados com programas infantis ligados ao cinema, ao teatro, à música e à arte digital."

A enorme sala de concertos será também uma sala de recepção da cidade, o ponto de partida e o porto de chegada de uma viagem dos milhares de turistas que todos os anos enchem o Porto. Ali poderão começar por ver um filme sobre o Porto, partir à descoberta da cidade e depois regressar para almoçar no varandim exterior com vista privilegiada para a Praça do Infante ou jantar no restaurante no piso superior, terminando ali o dia com um concerto, um ciclo de cinema ou uma peça de teatro.

Comparar o velho com o novo Hard é mesmo como comparar um vinil com um CD. Se em Gaia cabia nuns parcos 600 metros quadrados distribuídos por duas salas, no Porto a área total atinge mais do dobro: uma sala com capacidade para acolher mil pessoas e um auditório capaz de receber 120 pessoas sentadas (ou 300 de pé), divididos por um enorme corredor, onde se pode beber um copo, conversar ou ocupar os olhos com uma exposição. E ainda há salas de ensaio e de estúdio, com condições raras, que se encontram em poucos lados.

"Aqui uma banda vai poder ensaiar, gravar a sua actuação, fazer o trabalho de pós-produção e sair com uma ''master'' pronta a ser editada", explica Paulo Ponte.

No entanto, os espectáculos musicais continuarão a ser a imagem de marca do Hard Club. Foi ela, a música, que levou a Gaia entre 1997 e 2006 mais de 500 mil espectadores em 1300 espectáculos, num total de mais de 5 mil artistas vindos de 34 países, e cuja tradição, no Porto, quer manter. Com novos horizontes, novos públicos e uma ambição renovada.

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 10:00 | link do post | comentar

Sexta-feira, 17 de Setembro de 2010

Os porquês do sexo

 

O SEXO EMAGRECE? Num artigo publicado em 2003 pela revista canadiana "Homemakers Magazine" e citado pelas Selecções do Reader''s Digest, o urologista Dr. Jay Lee indica que uma mulher de 65 kg queima cerca de 90 calorias em 20 minutos de sexo, quase tanto como num jogo de ténis e mais do que num passeio de bicicleta. Já o médico Luís Gerk de Azevedo Quadros, doutorado em Ginecologia em São Paulo, referiu em 2004 na revista "Isto é Gente" que um acto sexual intenso durante 15 minutos pode queimar até 300 calorias e que o esforço físico despendido no acto sexual ajuda a fortalecer as pernas, os glúteos e o abdómen. No entanto o médico coloca um travão nos mais impetuosos, ressalvando que o sexo pelo sexo pode ser prejudicial até em termos físicos. 

"DÓI-ME A CABEÇA" É UMA DESCULPA VÁLIDA? Segundo o artigo da "Homemakers Magazine", não. A peça cita um estudo realizado no Illinois em que 11 das 34 mulheres sujeitas a análise sentiram um alívio total ou parcial das enxaquecas depois de atingirem o orgasmo. No mesmo artigo, o Dr. Lee refere que o aumento de endorfinas libertadas durante o sexo prolonga-se até três horas. Uma opinião que vai ao encontro da publicada por Luís Quadros em 2004, quando sublinhou na "Isto é Gente" que a relação sexual favorece a produção de endorfina, serotonina e dopamina, substâncias antidepressivas. Já Stuart Brody, da Universidade de Paisley (www.uws.ac.uk) na Escócia, realizou em conjunto com o investigador Rui Miguel Costa um estudo cujos resultados foram publicados no "Archives of Sexual Behavior" e sugeriram que o sexo pode ser um elemento importante na prevenção da depressão e na melhoria da saúde mental.

EXISTEM MESMO PREDADORAS SEXUAIS? Alegadamente há várias, mas nem todas terão justificação clínica. A britânica Donna Glover foi notícia recentemente no "News of the World" devido à sua ânsia constante por sexo, consequência de uma doença que atinge uma em cada seis milhões de pessoas. Trata-se da síndrome de Kleine-Levin, também denominada síndrome da Bela Adormecida, caracterizada por uma necessidade excessiva de sono e uma elevada desinibição sexual. Ao jornal inglês, Donna relata uma vez quando um homem que a observava no supermercado a abordou e se apresentou. Poucos minutos depois estavam num parque a fazer sexo rápido. A britânica afirma que nestes episódios é invadida por um desejo tremendo de sexo, o que a leva a procurar parceiros na internet, levando o seu histórico de parceiros sexuais para mais de 150 segundo a própria. Os tratamentos mais radicais para esta patologia passam pelo recurso a anfetaminas e lítio. 

EMPREGADAS "BOAZONAS" RECEBEM MELHORES GORJETAS? Parece um comportamento básico e primário, mas a julgar pelo estudo do Professor Michael Lynn, da Universidade de Cornell (www.cornell.edu) em Nova Iorque, parece ser verdade. Lynn realizou uma pesquisa com 374 mulheres que trabalharam como empregadas de mesa em Nova Iorque e concluiu que factores relacionados com a aparência, como o tamanho do peito e a cor do cabelo, são preponderantes na gorjeta oferecida pelos clientes. Nesta pesquisa, mulheres na casa dos 30 anos, com peitos generosos, cabelos loiros e corpos esguios receberam maiores gorjetas que as restantes empregadas. Conclusões que não surpreendem quem leu no "Journal of Experimental Social Psychology" o estudo realizado pela Universidade de Radboud (www.ru.nl) na Holanda, que revelou que a presença de mulheres bonitas afecta a capacidade cognitiva dos homens.

AGORA (MAIS) A SÉRIO... Com mais ou menos credibilidade, estudos como estes contribuem para mistificar ainda mais as questões relacionadas com a sexualidade feminina. Para contrariar todos os mitos e sublinhar todas as verdades, a Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Lisboa receberá amanhã a conferência "Sexualidade Feminina, Mitos e Verdades". Olhando para o painel de convidados, sobressai a diversidade de competências dos oradores, a contrariar qualquer pensamento mais leviano em relação a uma iniciativa deste género. Radmila Jovanovic, ginecologista; o cirurgião plástico João Anacleto; Laira Ramos, fisioterapeuta; a sexóloga Erika Morbeck; Marília Pereira, enfermeira especializada em Saúde Materna e Obstetrícia; Paula Ferreira, especialista em medicina tradicional chinesa; a terapeuta corporal Paula Salgado e o mestre de ioga tântrico Swami Mahalayananda Saraswati compõem um elenco multidisciplinar, preparado para esclarecer todas as dúvidas que sempre teve e nunca ganhou coragem para partilhar. 

Conferência "Sexualidade Feminina, Mitos e Verdades"; Amanhã, 14h00; Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Lisboa; Bilhetes: 30€, à venda na Ticketline (www.ticketline.pt); Site: sexualidadefeminina-mitoseverdades.blogspot.com

 

Via iOnline



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Dei pouca importância às imagens das vestimentas extravagantes de Lady Gaga.

Sei que gosta de chocar com actos e roupas e que vai influenciando jovens com as suas taras e manias excêntricas.

Não me tinha apercebido do estranho vestido de carne fresca.

Nojo. Causa-me nojo, só em olhar. Quanto mais pensar em usar.

Li agora que já virou moda os desfiles de vestidos de presunto.

GENTE. OH GENTE.

HÁ POR AÍ GENTE A MORRER DE FOME.

E BRINCA-SE COM ALIMENTOS...

APENAS PORQUE SIM?!

 

-“Eu não sou um pedaço de carne” – frase dela

- És quilos de carne. E não é só tua. Também de outros animais. Era bom que alguém mais doido que tu, te deixasse só os ossos – comentário meu

 

Tomara as moscas invadam os roupeiros a carne apodreça e as larvas vos percorram os neurónios (desabafo)

Imagem da internet (eu não fui ao talho)

 

Não gosto. E como diz o meu amigo – PONTO FINAL

 

 

Via A Alma da Flor



publicado por olhar para o mundo às 14:17 | link do post | comentar

Letra

Este é o nosso triste fado
Do vamos andando e do pobre coitado
Velha canção em que a culpa é do estado
Por ser o espelho do reinado

 

A história por mais do que uma vez
Foi mais cruel que a de Pedro e Inês
Levou-nos o que tanta falta nos fez
Sem deixar razoes ou porquês

 

Temos fuga ao fisco estradas de alto risco
Temos valiosos costumes e tradições
Que eu não percebo se nos maldizemos
Quais as razoes

 

Temos Chico espertos burlas e protestos
Temos tantos motivos para sorrir
Que eu nem imagino qual será a desculpa
Que vem a seguir

 

Gosto tanto deste país
Só não entendo o que o faz feliz
Se é rir da miséria de outros quando a vemos
Ou chorar da nossa própria quando a temos

 

Gosto tanto deste país
Só não entendo quando ele se diz
Senhor do futuro maduro duro mas seguro
E eu juro que ainda não o vi

 

Os queixumes, sei-os de cor
Endereçados a nosso senhor
Intercalados com suspiro ou dor
De um bom sofredor

 

Dentro de momentos seguem-se os lamentos
Não há dinheiro para os medicamentos
Não há dinheiro para tanto sustento
Tão longe vão outros tempos

 

Gosto tanto deste país
Só não entendo o que o faz feliz
Se é rir da miséria de outros quando a vemos
Ou chorar da nossa própria quando a temos

 

Gosto tanto deste país
Só não entendo quando ele se diz
Senhor do futuro maduro duro mas seguro
Eu juro que ainda não o vi



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

 

Anuncio de gelado com freiras

 

 

 

A imagem de uma campanha publicitária da marca inglesa, com nome italiano, Antonio Federici, mostra uma freira grávida a comer um gelado da marca, numa igreja, acompanhado com o slogan: "Concebido Imaculadamente".

Esta imagem foi divulgada em algumas publicações e, como é óbvio, no que trata a assuntos de religião as queixas não demoraram a aparecer. As revistas "The Lady" e "Grazia" receberam queixas dos seus leitores mas, aparentemente, foram poucas e não serão suficientes para retirar a publicidade porque apenas foram feitas... oito queixas.

No entanto, a ASA (Autoridade de Normas Publicitárias), que é a entidade reguladora para a publicidade do Reino Unido, já censurou a divulgação da imagem por esta sugerir o pecado, o que ofende os crentes católicos. Apesar da imagem já ter sido publicada há algum tempo, apenas ontem, coincidindo com a visita de Bento XVI, surgiu a notícia da ASA que proíbe a sua divulgação.

Mas a Antonio Federici não se importa com a polémica à volta da religião. Aliás, enfurecer os cristãos ingleses, ou pelo menos alguns dos membros da ASA, enquanto mostram as "tentações italianas proibidas", parece ser a sua campanha de marketing.

 

Campanhas com o mesmo tema

 

 

Anuncio de gelado com padres

Já antes as suas campanhas se focavam no mesmo tema: a sexualidade dentro da igreja. No ano passado, a marca inglesa mostrou num dos seus anúncios uma freira, com o gelado na mão, numa pose sedutora com um padre de tronco nu, acompanhados pelo texto "Cede à tentação". A polémica que envolveu esta imagem levou a que o anúncio fosse retirado.

 

 

Este ano a campanha da marca mostra, para além da freira "Concebida Imaculadamente", um outro anúncio com dois padres, um com o gelado na mão, o outro com a colher, e no texto lê-se "Acreditamos na Salivação". Sobre esta segunda imagem a ASA ainda está a investigar.

Reagir à decisão

 

Agora, e para aproveitar a visita de Bento XVI ao Reino Unido, os responsáveis pela campanha de marketing resolveram criar uma manobra de relações públicas de resposta à decisão da agência reguladora.

Pretendem alugar os espaços mais próximos da igreja de Westminster, onde o Papa irá celebrar uma missa, assim como os outdoors ao longo das avenidas que Bento XVI vai percorrer em Londres nestes dias e mostrar um novo anúncio, que apesar de não revelarem, acredita-se que não deverá desviar do tema do anúncio censurado.

Um porta-voz da marca inglesa revelou que a publicidadade que mostra a freira grávida, "não foi feita para coincidir com a visita do Papa. A ASA é que decidiu banir a imagem um dia antes da sua chegada. Não contribuímos para situação - a responsabilidade é toda da ASA "

 

Melhor Gelado do Mundo

 

A companhia de gelados Antonio Federici foi criada por três irmãos ingleses que, sabendo da sua herança italiana, pegaram numa receita familiar de 1896 para começar o seu negócio.

O sucesso foi reconhecido e, o ano passado, venceram o prémio de Melhor Gelado do Mundo.

Ámen.



publicado por olhar para o mundo às 10:00 | link do post | comentar

Festa da cerveja em Munique

 

Oktoberfest (Festa da Cerveja) de Munique que atrai anualmente cerca de seis milhões de visitantes à capital da Baviera, é inaugurada no sábado com o habitual desfile de trajes regionais, à passagem dos seus 200 anos.

A “Wiesn” (prado), como dizem os bávaros, é sobretudo um grande evento comercial, “com grande projeção sobre a economia bávara”, que rende ao Estado livre cerca de 830 milhões de euros, segundo o ministro das finanças local, Martin Ziel.

Os principais beneficiários são os hoteleiros, o comércio local, e sobretudo as cervejeiras, que investem este ano 324 milhões de euros nas sua gigantescas tendas, aproveitando o facto de só se poder vender cerveja bávara na festa, com base num decreto promulgado há 20 anos.

Na realidade, porém, das seis marcas de cerveja bávaras, quatro já pertencem a grandes consórcios internacionais: a Lowenbrau e a Spaten pertencem à firma Anheuser-Busch, de capitais americanos e belgas, a Hacker-Pschorr e a Paulaner pertencem aos holandeses da Heineken.

Mas depois de beberem duas canecas de litro de cerveja, enfiados nos tradicionais calções de couro, os bávaros até se esquecem disso, se é que o sabem, comentava um jornal local.

O preço da caneca de litro de cerveja oscilará, este ano, entre os 8,30 e os 8,90 euros, apesar da crise, porque festa é festa, e nesta altura ninguém hesita em abrir os cordões à bolsa, muitos menos os turistas japoneses, italianos, ingleses e de outras partes do mundo.

Este ano, a novidade é uma cerveja para comemorar os 200 anos da Oktoberfest, ao preço de 8,80 euros o litro.

Além disso, para evocar a história do evento, haverá uma corrida de cavalos a puxar as tradicionais carroças engalanadas, como nos primórdios da festa.

Tudo começou em 1810, com o faustoso casamento do Rei Luís da Baviera com a Princesa Teresa Carlota Luísa da Saxónia-Hildburghausen, pretexto para uma grande festa em que nobres se misturaram com camponeses, e de uma corrida de cavalos “para animar as excelências e o homem comum”, como rezam as crónicas da época.

Outra novidade do jubileu é a entrada em vigor da proibição de fumar em recintos fechados, decidida este verão num referendo realizado na Baviera.

Para os donos das cervejarias, trata-se de um problema difícil de resolver, porque quem sair de uma das tendas superlotadas para fumar um cigarro, terá muitas dificuldades em regressar ao seu lugar, devido à grande afluência.

Além disso “não vai ser fácil, por exemplo, explicar a um australiano embriagado, que não conhece tais restrições no seu país, porque é que não pode fumar na tenda”, disse Manfred Newrzella, diretor da Associação das Cervejeiras de Munique.

Para superar este novo obstáculo, os organizadores da Oktoberfest 2010 contam com a proverbial descontração e capacidade de improvisação dos bávaros, considerados uma espécie de “ramo latino” entre os alemães.

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Quinta-feira, 16 de Setembro de 2010

Letra
basta-me um segundo
saio porta fora
quando o tribunal
acordar a senhora

(e) vou ser eu quem conta
tudo ao Sr. polícia
a acordar a esquadra
a trazer a milícia

a porta fechou-se
e ninguém lhe bateu
o senhor ladrão
nem sequer apareceu

abriu-se a janela
veio o jardineiro
agarrou-se a ela
não sei que lhe deu

- ah mas onde é que estão
as aldeias todas?
não veio o ladrão,
já não há pessoas?

a porta fechou-se
e ninguém lhe bateu
o senhor ladrão
nem sequer apareceu

oh Sr. Sinistro,
tenha lá cuidado
que o melhor do mundo
é não ser enganado...

- ah, mas onde é que estão
as aldeias todas
não veio o ladrão
já não há pessoas?

http://www.vagalume.com.br/madredeus/o-ladrao.html#ixzz0zdeRV63L



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Lisboa candidata a melhor destino turistico

Lisboa foi nomeada para os prémios de turismo "World Travel Awards" em três categorias.

 

A cidade de Lisboa está nomeada para os prémios de turismo "World Travel Awards (WTA) 2010 " na categoria de Melhor Destino do Mundo, Melhor Destino de Cruzeiro e Melhor Porto de Cruzeiro, anunciou hoje o Turismo de Lisboa.

A par da capital portuguesa, também concorrem para a categoria de Melhor Destino do Mundo outras 17 cidades, entre as quais Londres, Maldivas, Miami, Nova Iorque, Rio de Janeiro e Sidney.

Para Melhor Destino Cruzeiro do Mundo concorrem ainda as Bahamas, Copenhaga, Istambul, Miami, Xangai, Estocolmo, entre outras.

Na categoria de Melhor Porto de Cruzeiros do Mundo, Lisboa concorre com o porto da Cidade do Cabo, Copenhaga, Istambul, Miami, Port Victoria, Rio de Janeiro e Sharm el Sheikh.

 

Gala marcada para novembro em Londres

 

As cidades eleitas da 17ª edição da gala de prémios de turismo serão conhecidas a 7 de novembro, em Londres.

A iniciativa, também conhecida como "Óscares do Turismo", resulta de uma seleção criteriosa dos melhores equipamentos e destinos turísticos do mundo, através de votação online por milhares de profissionais do setor à escala mundial.

Criados em 1993, os "World Travel Awards" pretendem estimular a competitividade e a qualidade do turismo, promovendo, à escala global, os melhores destinos e serviços prestados.

Em 2009, Lisboa destacou-se nas três categorias nomeadas, arrecadando os prémios de "Melhor Destino Europeu", "Melhor Destino City-Break Europeu" e "Melhor Destino de Cruzeiro Europeu".

 

 

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 15 de Setembro de 2010

Orgasmo sem complicações

 

O orgasmo não tem como único benefício o clímax sexual e o prazer.

De acordo com o urologista e terapeuta sexual, Luiz Mauro Coelho Nascimento, o orgasmo contribui também para melhorar a qualidade do sono, a circulação sanguínea e a pele, além de reduzir cólicas femininas e o estresse.

Segundo ele, os instantes de um intenso prazer são seguidos de uma sensação gostosa de alívio e relaxamento. Mas quando a pessoa termina o sexo sem atingir o orgasmo, sente uma sensação de insatisfação, irritabilidade e estresse.

É isso que vem acontecendo com pelo menos a metade das mulheres. Conforme estudos do Projeto de Sexualidade da Universidade de São Paulo (USP), 50% das brasileiras têm dificuldades para chegar ao orgasmo e os homens é que poderiam ser mais empenhados.

Em entrevista com cerca de três mil homens, em cinco capitais brasileiras, apenas 33,9% afirmaram que o prazer da mulher é a prioridade deles no sexo. “Mulheres com esta dificuldade deveriam procurar um especialista em sexualidade para que este possa investigar dois aspectos: o biológico e o emocional. O tratamento quando realizado em conjunto com o parceiro tende a ter resultados muito melhores”, disse Luiz Mauro.

Os médicos nunca encontraram diferenças físicas entre as mulheres que têm muitos orgasmos e as que não conseguem chegar lá. O que varia entre elas, portanto, é o fator emocional. Uma mulher preocupada tem mais dificuldade para atingir o clímax. Elas precisam de mais concentração do que os homens.

Portanto, se elas tiverem que se preocupar com os filhos ou os pais escutando tudo no quarto ao lado e também na quantidade de trabalho que ela tem para fazer, isso acaba só prejudicando durante a relação. Para Cláudia Guerra, mestre em História e palestrante sobre a sexualidade humana, além da tripla jornada de trabalho feminina, o que impacta também na sexualidade é a ditadura da beleza. “Vivemos na cultura do hiper: hiper bunda, hiper tesão, hiper peito, um culto excessivo à imagem”, disse Cláudia Guerra.

Além da insegurança, para o terapeuta sexual Luiz Mauro, a mulher que vai para a cama com a obrigação de chegar lá, corre o risco ainda maior de se frustrar. “Orgasmo é descoberta e aprendizado. Por isso é preciso perceber onde tem mais prazer, onde a excitação é mais intensa e aprender a estimular estes pontos”, disse o médico.

Dicas

. Seja uma eterna aprendiz do seu corpo, ele a conduzirá ao prazer.
. Procure ambientes tranqüilos, imagine cenas, fantasias, use de criatividade...
. Um vídeo erótico pode ser uma boa opção, principalmente aqueles que têm um clima de sedução.
. Concentre-se em seus sentimentos e percepções, não se preocupe com o orgasmo, ele virá.
. Posteriormente você deverá incluir seu parceiro nestes jogos sexuais, sempre trocando impressões, preferências, carícias, fantasias; transformando o encontro sexual em momentos de alegria, prazer e integração humana.

 

 

Via Jornal Web



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

Se o senhor Presidente não se incomodasse eu gostaria de lhe dirigir umas palavras, adiantando já que serão palavras educadíssimas, mesmo quando me limitar a narrar factos, o que às vezes pode traduzir-se numa linguagem dura, vá, directa, sim, mas no meu dicionário isso nada tem de pouco educado.

Por outro lado, gostava de brindar o senhor Presidente com a alegria de se saber um político, imagine, e por isso sujeito a elogios e a críticas, o que me leva a requerer que não tome qualquer crítica minha como falta de chá, ódio ou mesmo resultado de um problema psicológico.

Eu percebo que seja mais agradável assistir todos os dias aos ataques feitos a essa coisa que se chama "o outro", mas, imagine, senhor Presidente, que estando V. Exªa a ocupar esse cargo, eleito pelo povo, sem o meu voto, é certo, mas ainda assim jurando defender a Constituição, que é de todos e a todos representando, eu pedia-lhe que pusesse os pés na terra e que descobrisse a alegria de pertencer ao mundo dos vivos, no seu caso particular, ao mundo dos titulares de cargos políticos, no seu caso particular logo o de PR, ora já viu que maçada nós que o elegemos termos o direito de nos expressarmos acerca da forma como exerce o seu mandato?

É isto, é esta coisa maçadora para si, chama-se democracia. Eu reparei, quando promulgou a lei que consagrou o CPMS, por exemplo, que estava muito desagradado com o facto de a maioria parlamentar, que tinha posto a dita lei no respectivo programa de governo, não ter aprovado a proposta da oposição, sim, reparei, tomei nota da angústia que a democracia causa no senhor Presidente. De resto, recordo-me de si quando era PM, quando não se enganava ou não tinha dúvidas ou lá o que era. Recordo-me de como achava dispensável ir à AR, aquele órgão muito chato, eleito por todos nós, que tem representadas as principais correntes políticas presentes na sociedade. Era fastidioso para si, claro, estava-se tão bem em São Bento, a decidir tudo por decreto, para quê ir aturar vozes, plural, vozes, que cansativo, e São Bento tão agradável, já outro senhor que percebia de finanças não diria melhor.

Agora teve o senhor Presidente de aturar uma cartaescrita a pensar nas presidenciais onde a histérica da Deputada europeia sem educação Edite Estrela se atreve, imagine-se, a tecer considerações políticas sobre si que é um político, ups, isso, um político. Que deu à senhora? Então veio dizer que o Rei Absoluto, perdão, que o Presidente "nunca perdeu uma oportunidade de se demarcar do governo, de dificultar, aberta ou dissimuladamente, a sua acção, e até de obstruir deliberadamente muitas medidas constantes do programa eleitoral sufragado pelo povo português"? Mais disse que "durante o seu mandato, foram frequentes as quezílias, intrigas e até campanhas, dirigidas por assessores da sua confiança, destinadas a atingir a idoneidade do governo e do primeiro-ministro"? Olha! Exprimiu uma opinião política sobre a actuação de Vexa!

Claro que as pessoas queriam era saber o que teria o PR a dizer sobre isto, mas o PR não comenta porque diz ser bem educado e diz que respeita os outros.

O Senhor Presidente desculpe, mas eu estou assim que a modos que baralhada. Se eu lhe explicar que o seu mandato tem sido mau a todos os níveis e alguém lhe pedir para responder às minhas críticas, vou ouvir de si que não responde porque é bem educadinho? Mas pode explicar assim às pessoas menos letradas que Vexa. em que é que a Drª Edita Estrela foi mal educada ou em que é que o Senhor seria ordinário se soubesse, democraticamente, responder a uma crítica política?Ou o seu problema é que de facto não sabe responder, que é como quem diz não sabe viver em democracia, como tão bem mostrava nos seus tempos de maioria absoluta?

Quer que lhe diga? O senhor obstaculizou o Governo sempre que foi possível, sim: o senhor inventou o drama do Estatuto dos Açores para criar um facto político, quando aquilo era uma questão de interpretação jurídica simples, arrastando o drama em vetos políticos por razões jurídicas, em fraude à constituição, e no final nem foi o Senhor que enviou o diploma para o TC. Por quê? Porque se estava nas tintas. Queria era a barulheira que já estava criada. ; o senhor é campeão dos pedidos de fiscalização de constitucionalidade, o que pode fazer, sim, mas eu posso analisar o feito, e perde os processos que nem um maluco, experimente olhar para o mandato do Dr. Sampaio e aprenda, pode ser?; o senhor é responsável pela inventona de Belém, eu tive vergonha da sua declaração ao país, das mudanças sem responsabilidades nos seus assessores, o senhor tinha um projecto para acabar com o Executivo como jamais vi; o senhor dirige-se directamente às pessoas como um demagogo, esquecendo a AR, órgão ao qual se deve dirigir, mas prefere essa relação directa com o eleitorado por causa da dramatização, da criação de um poder pessoal e que sobressaia; o Senhor tem uma péssima relação com a verdade e com a coerência, o caso da inventona de Belém é paradigmático, mas quando promulga uma lei também se vê a sua horrível pele oleada; o Senhor atreve-se a estar calado sobre o CPMS durante a sua campanha, quando a sua posição lhe foi perguntada, e no momento da promulgação faz-se de virgem ofendida e lamenta não terem sido aprovadas soluções como a francesa - que tem uma lei de facto igual à que o senhor tinha vetado no ano anterior - e outras que prevêem a adopção; o Senhor faz o pedido de fiscalização da LCPMS mais cobarde da história, deixando de lado o artigo da adopção.

Eu podia continuar, porque o Senhor merece de mim uma convicção profunda: o Senhor representa tudo aquilo que nunca terá o meu voto. Fico por aqui. Sou muito educada.

 

Via Pegadas



publicado por olhar para o mundo às 14:28 | link do post | comentar

Letra
Malucos de todos os gostos
De todos os tipos
Dispostos a enfrentar e rir na cara do perigo
Frustrados foras da lei
Chulos e chibos
É que o maluco não tem amigos 
Só tem conhecidos

Malucos com menos na mente
Na cintura o armamento
Não és tu deles são
Não tente fazer-lhes frente
Desprezo
Dão que te fuga de casula
Fazem isso na surra
Em casa ou na rua e continua tudo na boa

Malucos sem nada a perder 
tão se a passar 
A vida não foi boa então vão se vingar
A mãe gosta da pinga
O pai pôs-se a andar
Não sabem quem é culpado
Mas alguém tem de pagar

Tantos
É só malucos
Tantos 
É só malucos
Vida ?
É só malucos
tão louca
É só malucos
(2x)
Malucos e Malucos e meio sem medo
Rápido
No dedo que sem hesitar puxam o gatilho
Viciados no estrilho sem receio
Seguem em frente
Porque as ruas afinal são seu porto de abrigo

Malucos que provam o seu próprio produto
Começam na sala de estar 
Acabam na sala de chuto
Malucos tradicionais
Malucos na Internet
Malucos pelos jornais 
Acabam sempre em manchete

Maluco da esquina no seu expediente
Agora tá quente à espera de atender mais um cliente
Sei que sentes motidade e atenção aos agentes 
Que não nos larga do pé 
E aparecem de repente

Refrão:
Tantos
É só malucos
Tantos 
É só malucos
Vida ?
É só malucos
?tão louca
É só malucos
É só malucos
(2x)
Malucos na estrada com altas taxas de álcool no
sangue
Aqueles que se juntam à noite para as corridas na
ponte
Malucos que matam inocentes como se nada fosse
escondem os corpos ninguém sabe onde
Para que ninguém os encontre 
Também há muitos de colarinhos branco com altos cargos
Apitos dourados
Só que nunca são apanhados
Investem no roubo, na burla
E também na matança 
Pois sofrem daquela doença 
Chamada ganância

Malucos organizados para atacar campos de milho
Malucos que abusam e mal tratam os próprios filhos
Podem viver em barracas ou passear em Iates
Está tão na moda ser doido que tornou-se uma arte
Malucos com bomba na cintura pronto a explodir
Quem te levar com ele 
E tu não tens como fugir 
Julga que tem 70 virgens à espera no além 
Queres te livrar dos malucos?
Fica maluco também

Refrão:
Tantos
É só malucos
Tantos 
É só malucos
Vida ?
É só malucos
?tão louca
É só malucos
É só malucos
(4x)



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

925 milhões de pessoas com fome no mundo

 

O número global de pessoas com fome crónica ascende a 925 milhões, segundo estimativas do FAO, que responsabiliza as boas colheitas e a descida do preço dos alimentos pela redução da marca dos mil milhões de famintos, ou seja, o número de pessoas subnutridas no mundo teve a primeira queda em 15 anos, no ano passado.

Segundo dados do Fundo das Nações Unidas para a Agricultura (FAO), divulgados hoje em Roma, o número estimado de subnutridos em todo o mundo passou num ano de 1.02 mil milhões de pessoas para 925 milhões, localizados maioritariamente na Ásia e na África.

Ainda assim, o número é considerado "inaceitavelmente alto" e muito acima dos objetivos dasNações Unidas, de reduzir "dramaticamente" o número de pessoas com fome no planeta, segundo o FAO.

Segundo a FAO, a estimativa mais baixa deste ano reflete principalmente os efeitos de progressos feitos pela China e pela Índia para alimentar as respetivas populações.

Mais de 40 por cento dos subnutridos do mundo vivem na China e na Índia. Globalmente, dois terços dos famintos crónicos vivem naqueles dois países, no Bangladesh, Indonésia, Paquistão, República Democrática do Congo e Etiópia, revela o relatório.

O relatório concluiu também que estas pessoas continuam subnutridas, apesar dos objetivos estipulados pelas Nações Unidas nos encontros de doadores, que revelam "um profundo problema estrutural que ameaça a capacidade de atingir acordos internacionais sobre os objetivos de redução da fome".

Responsáveis das Nações Unidas tentam mobilizar os países para atingir um maior progresso no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio de reduzir a proporção de pessoas com fome nos países em desenvolvimento de 20 por cento, em 1990-92 para 10 por cento, em 2015.

Se as estimativas de 2010 se mantiverem, a proporção de famintos em 2015 será de 16 por cento.

O crescimento económico nos países em vias de desenvolvimento está a contribuir para melhorar o número de pessoas com fome, refere o relatório, que destaca ainda a ajuda da natureza.

"O preço interno e externo dos cereais caiu dos picos atingidos em 2008, refletindo dois anos consecutivos de produções recorde", refere o relatório.

"Apesar da produção estimada para 2010 ser mais baixa, a situação global é considerada adequada", acrescenta o texto.

No início do mês, um perito das Nações Unidas em direitos humanos apelou aos governos para que cortem no preço dos alimentos, evitando a todo o custo a especulação.

O FAO, baseado em Roma, marcou uma reunião para 24 de setembro para discutir o aumento do preço dos alimentos.

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 14 de Setembro de 2010

Sexo e papas...

 

 

São mais de 300 páginas com centenas de histórias pouco santas sobre a vida sexual dos Papas da Igreja Católica. O livro do jornalista peruano Eric Frattini, recém-chegado às livrarias portuguesas e editado pela Bertrand, percorre, ao longo dos séculos, a intimidade secreta de papas e antipapas, mas não pretende causar "escândalo". Apenas "promover uma reflexão sobre a necessária reforma da Igreja ao longo dos tempos". 

O escritor admite, aliás, que alguns dos relatos possam ter sido inventados, nas diferentes épocas, por inimigos políticos dos sumos pontífices. Lendas ou verdades consumadas, no livro "Os Papas e o sexo" há de tudo. Desde Papas violadoreszoofílicosPapas homossexuais efetichistas, além de Santos Padres incestuosospedófilos ou sádicos, passando por Papas filhos de PapasPapas filhos de padres.

Alguns morreram assassinados pelos maridos das amantes em pleno acto sexual. Outros foram depostos do cargojulgados pelas suas bizarrias sexuais e banidos da história da Igreja. Outros morreram com sífilis, como o Papa Júlio II, eleito em 1503, que ficou na história por ter inventado o primeiro bordel gay de que há memória. 

Bonifácio IX deixou 34 filhos, a que chamava, carinhosamente, de "adoráveis sobrinhos".Martinho V encomendava contos eróticos, que gostava de ler no recolhimento do seu quarto. 

Paulo II era homossexual e Listo IV, que cometeu incesto com os sobrinhos, bissexual. Inocêncio VIII reconheceu todos os filhos que fez e levou-os para a Santa Sé. Um deles tornou-se violador. João XI (931-936) cometeu incesto com a própria mãe, violava fiéis e organizava orgias com rapazes. 

Sérgio III teve o infortúnio de se apaixonar por mãe e filha e não esteve com meias medidas: rendeu-se à prática da ménage à troisBento V só esteve no Governo da Igreja 29 dias, por terdesonrado uma rapariga de 14 anos durante a confissão. Depois de ser considerado culpado, fugiu e levou boa parte do tesouro papal consigo. 

João XIII era servido por um batalhão de virgens, desonrou a concubina do pai e uma sobrinha e comia em pratos de ouro enquanto assistia a danças de bailarinas orientais. Os bailes acabaram quando foi assassinado pelo marido de uma amante em pleno acto sexual. Silvestre II fez um pacto com o diabo. Era ateu convicto e praticava magia. Acabou envenenado. 

Dâmaso I, que a Igreja canonizou, promovia homens no ciclo eclesiástico, sendo a moeda de troca poder dormir com as respectivas mulheres. Já o Papa Anastácio, que tinha escravas, teve um filho com uma nobre romana, que se viria a tornar no Papa Inocêncio I (famoso pelo seu séquito de raparigas jovens). Pai e filho acabaram canonizados. 

Leão I era convidado para as orgias do Imperador, mas sempre se defendeu, dizendo que ficava só a assistir. Mesmo assim, engravidou uma rapariga de 14 anos, que mandou encerrar num convento para o resto da vida. Bento VIII morreu com sífilisBento IX era zoófiloUrbano II criou uma lei que permitia aos padres terem amantes, desde que pagassem um imposto. 

Alexandre III fazia sexo com as fiéis a troco de perdões e deixou 62 filhos. Foi expulso, mas a Igreja teve de lhe conceder uma pensão vitalícia, para poder sustentar a criançada. 

Gregório I gostava de punir as mulheres pecadoras, despindo-as e dando-lhes açoites.Bonifácio VI rezava missas privadas só para mulheres e João XI violou, durante quatro dias, uma mãe e duas filhas. Ao mesmo tempo.

 

1. João Paulo II
Acusado de ter um filha secreta

 

Em 1995, o norte-americano Leon Hayblum escrevia um livro polémico, em que dizia ser pai da neta de João Paulo II. Durante a oupação nazi da Polónia, Wojtyla terá casado, secretamente, com uma  judia. Do enlace nasceu uma rapariga, que o próprio pai entregou, com seis semanas, a um convento local. No seu pontificado especulou-se muito sobre as namoradas que teve antes do sacerdócio. O Papa admitiu algumas, mas garantiu nunca ter tido sexo. No Vaticano, fazia-se acompanhar por uma filósofa norte-americana, Anna Teresa Tymieniecka, com quem escreveu a sua maior obra filósofica. Acabaram zangados, supostamente por ciúmes.

 

2. Paulo VI
Homossexual?

 

Assim que chegou ao Vaticano, Paulo VI mostrou-se muito conservador em relação às matérias ligadas à sexualidade. Em 1976, indignado com as declarações homofóbicas de Paulo VI, um historiador e diplomata francês, Roger Peyrefitte, contou ao mundo que, afinal, o Papa era homossexual e manteve uma relação com um actor conhecido. O escândalo foi tremendo: Paulo VI negou tudo e o Vaticano chegou a pedir orações ao fiéis do mundo inteiro pelas injúrias proferidas contra o Papa. Paulo VI morreu em 1978, aos 81 anos, depois de 15 pontificado, vítima de um edema pulmonar causado, em boa parte parte, pelos dois maços de cigarros que fumava por dia.

 

3. Inocêncio X
Amante da cunhada

 

Eleito no conclave de 1644, Inocêncio X manteve uma relação com Olímpia Maidalchini, viúva do seu irmão mais velho - facto que lhe rendeu o escárnio das cortes da Europa. Inocêncio X não era, aliás, grande defensor do celibato. Olímpia exercia grande influência na Santa Sé e chegou a assinar decretos papais. A dada altura, o Papa apaixonou-se por outra nobre, Cornélia, o que enfureceu Olímpia. Mesmo assim, foi a cunhada quem lhe valeu na hora da morte e quem assegurou o funcionamento do Vaticano quando Inocêncio estava moribundo. Quando morreu, em 1655, Olímpia levou tudo o que pôde da Santa Sé para o seu palácio em Roma, com medo de que o novo Papa não a deixasse ficar com nada.

 

4. Leão X
Morreu de sífilis

 

Foi de maca para a própria coroação, por causa dos seus excessos sexuais. Depois de Júlio II ter morrido de sífilis, em 1513 chega a Papa Leão X, que gostava de organizar bailes, onde os convidados eram somente cardeais e onde jovens de ambos os sexos apareciam com a cara coberta e o corpo despido. O Papa gostava de rapazes novos, às vezes vestia-se de mulher e adorava álcool. "Quando foi eleito tinha dificuldade em sentar-se no trono, devido às graves úlceras anais de que sofria, após longos anos de sodomia", escreve Frattini. 

 


5. Alexandre VI
O Insaciável

 

Gostava de orgias e obrigou um jovem de 15 anos a ter sexo com ele sete vezes no espaço de uma hora, até o rapaz morrer de cansaço. Teve vários filhos, que nomeou cardeais. Assim que chegou ao Papado, em 1431, trocou a amante por uma mais nova, Giulia. Ela tinha 15 anos, ele 58. Foi Alexandre VI quem criou a célebre “Competição das Rameiras”. No concurso, o Papa oferecia um prémio em moedas de ouro ao participante que conseguisse ter o maior número de relações sexuais com prostitutas numa só noite. Depois de morrer, o Vaticano ordenou que o nome de Alexandre VI fosse banido da história da Igreja e os seus aposentos no Vaticano foram selados até meados do século XIX.

 

6. João XXIII
Violou irmãs e 300 freiras

 

Não aparece na lista oficial de Papas e acabou preso em 1415. O antipapa conseguia dinheiro a recomendar virgens de famílias abastadas a conventos importantes. Mas violava-as antes de irem. Tinha um séquito de 200 mulheres, muitas delas freiras. Criou um imposto especial para as prostitutasde Bolonha. Tinha sexo com duas das suas irmãs. Defendia-se, dizendo que não as penetrava na vagina e que por isso não cometia nenhum pecado. Foi julgado, acusado de 70 crimes de pirataria, assassinato, violação, sodomia e incesto. Entre outros factos, o tribunal deu como provado que o Papa teve sexo com 300 freiras e violou três das suas irmãs. Foi deposto do cargo e preso. Voltou ao Vaticano, anos mais tarde, como cardeal.

 

7. Bento IX
Sodomizava animais

 

Chegou a Papa em 1032 com 11 anos. Bissexual, sodomizava animais e foi acusado de feitiçaria, satanismo e violações. Invocava espíritos malignos e sacrificava virgens. Tinha um harém e praticava sexo com a irmã de 15 anos. Gostava, aliás, de a ver na cama com outros homens. “Gostava de a observar quando praticava sexo com até nove companheiros, enquanto abençoava a união”, escreve Eric Frattini. Convidava nobres, soldados e vagabundos para orgias. Dante Alighieri considerou que o pontificado de Bento IX foi a época em que o papado atingiu o nível mais baixo de degradação. Bento IX cansou-se de tanta missa e renunciou ao cargo para casar com uma prima - que o abandonaria mais tarde.

 

8. Clemente VI
Comprou bordel

 

Em 1342, com Clemente VI chega também à Igreja Joana de Nápoles, a sua amante favorita. O Papa comprou um “bordel respeitável” só para os membros da cúria – um negócio, segundo os documentos da época, feito “por bem de Nosso Senhor Jesus Cristo”. Tornou-se proxeneta das prostitutas de Avinhão (a quem cobrava um imposto especial) e teve a ideia de conceder, duas vezes por semana, audiências exclusivamente a mulheres. Recebia as amantes numa sala a poucos metros dos espaços em que os verdugos da Inquisição faziam o seu trabalho. No seu funeral, em Avinhão, foi distribuído um panfleto em que o diabo em pessoa agradecia ao Papa Clemente VI porque, com o seu mau exemplo, “povoara o inferno de almas”.

 

9. Xisto III
Violou freira e foi canonizado

 

Obcecado por mulheres mais novas, foi acusado de violar uma freira numa visita a um convento próximo de Roma. Enquanto orava na capela, o Papa, eleito em 432, pediu assistência a duas noviças. Violou uma, mas a segunda escapou e denunciou-o. Em tribunal, Xisto III defendeu-se, recordando a história bíblica da mulher que foi apanhada em adultério. Perante isso, os altos membros eclesiásticos reunidos para condenar o Papa-violador não se atreveram a “atirar a primeira pedra” e o assunto foi encerrado. Xisto III foi, aliás, canonizado depois de morrer. Seguiu-se-lhe Leão I, que também gostava de mulheres mais novas e que mandou encarcerar uma rapariga de 14 anos num convento, depois de a engravidar.

 

 

10. João XII
Morto pelo marido da amante

 

Nos conventos rezava-se para que morresse. João XII era bissexual e obrigava jovens a ter sexo à frente de toda a gente. Gozava ao ver cães e burros atacar jovens prostitutas. Organizou um bordel e cometeu incesto com a meia-irmã de 14 anos. Raptava peregrinas no caminho para lugares sagrados e ordenou um bispo num estábulo. Quando um cardeal o recriminou, mandou-o castrar. Um grupo de prelados italianos, alemães e franceses julgaram-no por sodomia com a própria mãe e por ter um pacto com o diabo para ser seu representante na Terra. Foi considerado culpado de incesto e adultério e deposto do cargo, em 964. Foi assassinado - esfaqueado e à martelada - em pleno acto sexual pelo marido de uma das suas várias amantes

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Berrem bem alto, estrebuchem com muita espuma, façam voodoo ao Laurentino, boicotem os jogos fora, desistam da taça da liga, matem os árbitros, incendeiem autocarros, soltem os cães, batam em pessoas nos aeroportos, cuspam na olivedesportos, rezem a Jesus, façam peregrinações, convoquem os seis milhões, mas, por favor:NÃO TIREM O ROBERTO DA BALIZA.

 

Via Pobo do Norte



publicado por olhar para o mundo às 14:56 | link do post | comentar | ver comentários (1)

 

 

Letra

 

Foi como entrar
Foi como arder
Para ti nem foi viver
Foi mudar o mundo
Sem pensar em mim
Mas o tempo até passou
E és o que ele me ensinou
Uma chaga pra lembrar que há um fim

 

Diz sem querer poupar meu corpo
Eu já não sei quem te abraçou
Diz que eu não senti teu corpo sobre o meu
Quando eu cair
Eu espero ao menos que olhes para trás
Diz que não te afastas de algo que é também teu
Não vai haver um novo amor
Tão capaz e tão maior
Para mim será melhor assim
Vê como eu quero
E vou tentar
Sem matar o nosso amor
Não achar que o mundo é feito para nós

 

Foi como entrar
Foi como arder
Para ti nem foi viver
Foi mudar o mundo
Sem pensar em mim
Mas o tempo até passou
E és o que ele me ensinou
Uma chaga pra lembrar que há um fim

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

DEOLINDA - Novo disco ac...

Orq. Gulbenkian & Orq. Ge...

UHF no Cineteatro Munici...

Bar ACERT - Café-Concerto...

Tsunamiz - I Don't Buy It

Biruta - DATAS em JULHO -...

Itinerário do Sal - ópera...

Junho traz concerto de Pe...

Sarah Nery edita EP homón...

Candeio apresentam novo s...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados