Quinta-feira, 03.09.15

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 07.05.15

Sarah Nery edita EP homónimo

 

O EP de estreia de Sarah Nery, homónimo, tem edição marcada para o próximo dia 11 de maio. “No time to waste”, o single de apresentação, permite desvendar um pouco daquilo que será o primeiro trabalho da cantora e compositora, que terá o selo da Music In My Soul.

 

Sarah Nery nasceu a 27 de Julho de 1988, em Cabo Verde, onde teve o seu primeiro contacto com a música Gospel, no coro da igreja que frequentava habitualmente.


Aos 18 anos viajou para Portugal, para continuar os seus estudos. E foi no nosso país que se apaixonou pela música e descobriu a sua vocação para escrever, compor e cantar. Após muito esforço e dedicação, Sarah conseguiu lançar a sua primeira música, "Heaven", e mais tarde o tema “Tchap tchara”.


O seu estilo musical varia entre Pop, House e R&B e, embora tenha escrito as suas primeiras músicas em inglês, começa também a ponderar lançar algumas em português e em crioulo.


Sarah Nery tem grandes influências de uma ampla variedade de artistas, nos quais se destacam Craig David, Michael Jackson, Rihanna, Usher, Beyonce, Justin Timberlake, Bruno Mars, Pink, Coldplay, Muse, Jessie J, Kylie Minogue, Avril Lavigne, Ivete Sangalo, Nelson Freitas, Susana Lubrano, Beto Dias, Anselmo Ralph e David Fonseca.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 20:13 | link do post | comentar

Sábado, 18.10.14

Prado

 

 

Prado é um trio instrumental de Lisboa formado por Nuno Damião na guitarra, Francisco Artur no contrabaixo e Flávio Pena na bateria em 2013. Apresenta um rock orgânico, textural e por vezes improvisado.      

 

Em Abril de 2014 fez as primeiras gravações com captação, mistura e masterização de André Pinheiro. Para a imagem e design contou com a colaboração da fotógrafa Inês Dias 

 

Em Setembro de 2014 surge o convite para participar no CD October Sampler 2014 da editora norte-americana Custom Made Music com o tema 'Lada' . A Custom Made Music é uma editora do estado de Virginia especializada em Shoegaze, Indie, Pós-Punk, editou discos de Peter Hook and the Light, Modern Man. Last Remaining Pinnacle, etc.

 

Site:

https://www.facebook.com/pradolx

 

  

Formação:

Nuno Damião – guitarra, teclados

Francisco Artur – contrabaixo

Flávio Pena – bateria

 

Fotos de Inês Dias - http://www.lomography.com.br/homes/saidseni

Contacto :  prado.em.lisboa@gmail.com

 

 

‘Lada’ é o tema dedicado ao automóvel de origem russa. O ‘vídeo loop’ está aqui:

 

 

‘Rupu’ foi o primeiro tema que apresentamos e está aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=gS8syP--8Ec

 

Download gratuito em

https://pradomusic.bandcamp.com



publicado por olhar para o mundo às 21:33 | link do post | comentar

Quinta-feira, 18.09.14

SAM SMITH  Esgota concertos no Reino Unido em minutos

 

SAM SMITH

Esgota concertos no Reino Unido em minutos

"In The Lonely Hour" já vendeu dois milhões de cópias

O álbum de estreia de Sam Smith, "In The Lonely Hour", chegou recentemente à marca de dois milhões de cópias vendidas em todo o mundo. Esta fasquia é ultrapassada no momento em que o britânico se prepara para dar uma série de concertos esgotados nos Estados Unidos.

 Ao mesmo tempo, o autor de "Stay With Me" anunciou já alguns concertos para a primavera de 2015, com as datas agendadas para o Reino Unido a esgotarem em poucos minutos. Glasgow, Manchester, Wolverhampton e Londres, com três datas na mítica 02 Academy, em Brixton, receberão o músico em março do próximo ano. Todos os concertos estão já esgotados. 

Nos últimos dias Sam Smith viu o seu álbum de estreia voltar ao número um de discos mais vendidos no Reino Unido, coincidindo com a edição do novo single "I’m Not the Only One". 

O músico, de 22 anos, deu recentemente em Portugal um concerto marcante na edição deste ano do NOS Alive, momento que o consolidou junto do público nacional. 

 “In the Lonely Hour", o seu trabalho de estreia, é um disco composto por dez faixas. O álbum saiu depois de Sam Smith ter estado nos tops da BBC e de ter vencido o BRIT Critics Choice Award. Foi recentemente nomeado para os Q Awards nas categorias de Best New Act e Best Track. 

 No decorrer das gravações do disco, Sam Smith colaborou com outros artistas: Fraser T Smith, Two Inch Punch, Eg White, Disclosure, Zane Lowe, Tourist e Jimmy Napes, o seu parceiro de composição de longa-data, foram alguns dos parceiros musicais recentes do britânico.

Lançado em maio, "In The Lonely Hour" teve como primeiro single o tema "Money on My Mind". Sam Smith é também conhecido por dar voz a "Latch", um dos temas mais populares dos Disclosure e a "La La La" de Naughty Boy.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 20:14 | link do post | comentar

Terça-feira, 08.07.14
PLAZA no Festival Meo Marés Vivas
Os Plaza regressam a Vila Nova de Gaia, no dia 18 de Julho para se estrearem no Festival Marés Vivas.
Na edição 2014 do Festival, a banda ocupa o cartaz do palco Santa Casa, ao lado de nomes emergentes da nova música portuguesa: João Só, Capitão Fausto, Black Mamba, entre outros.
Os Plaza continuam a promover o seu segundo disco de originais, editado em Fevereiro deste ano. E nas palavras de Valter Hugo Mãe, "O pop português nunca esteve tão deliciado, nunca foi tão enamorado,  não podia ser melhor indicado para ouvintes cuja preocupação maior seja o prazer, sim, em seus absolutos sentidos."
Local - Vila Nova de Gaia | Palco Santa Casa

Data - Dia 18 de Julho de 2014

Hora - 19:15 horas

Info em 
http://maresvivas.meo.pt
Vídeo de All Togheter

 



publicado por olhar para o mundo às 21:41 | link do post | comentar

Sábado, 29.03.14

 

 

Letra

 

O despertador a tocar
Mais um dia de trabalho são horas de levantar
Olho para as horas, afinal estou adiantado
Ainda bem assim fico mais um pouco deitado
Acordo a princesa ao meu lado
Penso em pecado
Debaixo dos lençois começo o dia cansado
O bem eu tento seguir
Deram chuva para hoje
Mas vejo o sol a sorrir
Não apanho trânsito
O carro rola na boa
Nem parece que estou a conduzir em plena Lisboa
Oiço um som dos que eu gosto a passar numa FM
Ponho o rádio mais alto
E o bólide quase que treme
Quando chego ao job para arrumar é uma ganda canseira
Mas hoje nao sei como estacionei á primeira
Vou ao café para comer uma bola de berlim
Ainda bem que há dias assim...

Refrão:
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vibe e nada me corre mal
Ainda bem que há dias assim...
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vybe e nada me corre mal
Devia haver mais dias assim...

Sinto-me inspirado
Hoje é um daqueles dias
Vou pôr em prática todas a minhas teorias
A letra que fiz ontem
Hoje parece ek soa melhor
Ouvi-a tantas vezes quaze ja a sei de cor
Estou no job a "jobbar"
Nem sinto o tempo a passar
Até o Gutto dizer que ja são horas d'almoçar
Frango no churrasco está pronto a sair
Sim, mando vir traga pão e manteiga para abrir
Sinto a cola a deslizar bem fresquinha
Dou os meus parabéns a quem estiver na cozinha
Para fechar mousse de chocolate é sobremesa
De repente na porta vejo entrar uma beleza
Senta-se á minha frente e começa a rir á toa
Enquanto o AC pensa (esta dama é muita boa)
Levanto-me e ela sempre a sorrir para mim
Ainda bem que há dias assim...

Refrão:
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vybe e nada me corre mal
Ainda bem que há dias assim...
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vybe e nada me corre mal
Devia haver mais dias assim...

A noite caíu
Vou-me embora já são 7
Vou passar no Colombo
P'ra ver se compro uma sweat
40 euros, promoção compro o que era quase 100
Experimento, a empregada diz que fica muito bem
Obrigado, para além de bonita és simpática
Gostei da tua táctica
Vejo que já tens prática
Vou ao video-clube alugar um filme de rir
Sabes dalguma comédia que me possas sugerir?
Levo comida chinesa p'ró jantar
Gelado para acompanhar, agora só quero chegar
Saio do carro, uma agradável visão
Estendo a mão, apanho uma nota de 10 que estava no chão
Acontece...
Depois do jantar, da louça lavada
Pus o vídeo no play foi rir á gargalhada
Só fomos dormir quando o filme chegou ao fim
Devia haver mais dias assim...

Refrão:
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vybe e nada me corre mal
Ainda bem que há dias assim...
Ainda bem...
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vybe e nada me corre mal
Devia haver mais dias assim...
Assim...
Dias assim...
Dias assim...
Dias assim...
Devia haver mais dias assim...
Dias assim...
Dias assim...
Dias assim...
Ainda bem que há dias assim...
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vybe e nada me corre mal
Ainda bem que há dias assim...
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vybe e nada me corre mal
Devia haver mais dias assim...
Assim...




publicado por olhar para o mundo às 17:18 | link do post | comentar

Terça-feira, 25.03.14

 

 

Letra

 

Nananananaaa... (Repeat)
[Refrao :]
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando algum transmite a paz e o amor
boa vibe, boa vibe ( boa vibe)
Sente a boa vibe (ya)
O feeling positivo a pairar no ar
Quando algum transmite a paz e o amor
boa vibe, (Esta para ti) boa vibe
[Boss AC]
Yo, senti a tua vibe, acho que podes sentir a minha
Vim falar contigo, porque te vi aqui sozinha
'Tas em linha? Espero que 'teja tudo bem contigo
Sera que ha espaco para mais um amigo?
Nao 'tou aqui para engatar, apenas falar
'Tar contigo a chillar, podemos conversar
Se nao quiseres, no stress, normal
Deves ouvir tanto coro, quase nenhum original
Esquece isso, conta coisas, fala-me de ti
Como que te chamas? Eu sou o AC
Acredita, gosto de uma boa conversa
Nao penses que a minha mente perversa (Ta bem...)
Posso saber quantos anos tens ou indelicado?
Nao me pecas para adivinhar, porque bato sempre ao lado
A empatia mutua e a vibe natural
O teu sorriso bom sinal... boa vibe
[Refrao]
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando algum transmite a paz e o amor
boa vibe, boa vibe ( boa vibe)
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando algum transmite a paz e o amor
boa vibe, boa vibe
[Boss AC]
Acreditas no destino, tudo pode mudar num momento
Sabes o que queres ou segues ao sabor do vento
Tens tempo ou tens algum compromisso?
Ainda vives com os teus pais ou nem por isso?
O que que fazes? Estudas? Trabalhas?
Preferes saltos altos ou calces e sandalias?
Quando sais noite, vais aonde? Onde que paras?
Saia muitas vezes, mas agora sao raras
Acreditas nos signos, no Zodiaco
Qual para ti o maior afrodisiaco?
Sinto o teu style, o teu look
Deixas-me tonto sem me tocar, qual o truque?
boa vibe...
[Refrao]
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando algum transmite a paz e o amor
boa vibe, boa vibe ( boa vibe)
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando algum transmite a paz e o amor
boa vibe, boa vibe
[Boss AC]
Ainda bem que nao fumas, eu tambm nao
Gostas mais de comdias ou filmes de accao
Fica com o meu numero, gostava de te ver outra vez
Estar contigo outra vez, o que que preves? Talvez? (Ok...)
(...) se tiver de ser, tem de ser
Sem forcar, deixar a vibe acontecer
bom saber que temos coisas em comum
Espero nao ser, apenas mais um
engracado, sinto-me tao bem ao p de ti
Queres ir dar uma volta e andar por ai?
Parece que ja te conheco bu, nem sei porque
A vibe qualquer coisa que se sente mas nao se ve
Mesmo sem querer, tu seduzes
Posso dar-te boleia ou conduzes?
Queres comer qualquer coisa, 'tas com fome?
O meu mail, manda-me uma fotografia
Espero que nao te esquecas deste dia
Vou ficar espera do teu telefonema
Liga para irmos ao cinema, um dia destes e quem sabe... (Quem sabe...)
[Refrao]
Sente a boa vibe (ya)
O feeling positivo a pairar no ar ( boa vibe, ya)
Quando algum transmite a paz e o amor
boa vibe, boa vibe ( boa vibe)
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando algum transmite a paz e o amor
boa vibe, boa vibe
Yo, nao preciso falar para sentir a boa vibe
Olhos nos olhos e sentes a boa vibe, ya
boa vibe
Yo, liga-te cidade e sente a boa vibe
Cidade FM, sente a boa vibe...
[Refrao]
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando algum transmite a paz e o amor
boa vibe, boa vibe
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando algum transmite a paz e o amor
boa vibe, boa vibe



publicado por olhar para o mundo às 21:16 | link do post | comentar

Segunda-feira, 24.03.14

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 17:24 | link do post | comentar

Terça-feira, 18.03.14

 

 

Letra

 

A contas com o bem que tu me fazes 
A contas com o mal por que passei 
Com tantas guerras que travei 
Já não sei fazer as pazes 

São flores aos milhões entre ruínas 
Meu peito feito campo de batalha 
Cada alvorada que me ensinas 
Oiro em pó que o vento espalha 

Cá dentro inquietação, inquietação 
É só inquietação, inquietação 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei ainda 

Há sempre qualquer coisa que está pra acontecer 
Qualquer coisa que eu devia perceber 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei ainda 

Ensinas-me fazer tantas perguntas 
Na volta das respostas que eu trazia 
Quantas promessas eu faria 
Se as cumprisse todas juntas 

Não largues esta mão no torvelinho 
Pois falta sempre pouco para chegar 
Eu não meti o barco ao mar 
Pra ficar pelo caminho 

Cá dentro inqueitação, inquietação 
É só inquietação, inquietação 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei ainda 

Há sempre qualquer coisa que está pra acontecer 
Qualquer coisa que eu devia perceber 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei ainda 

Cá dentro inqueitação, inquietação 
É só inquietação, inquietação 
Porquê, não sei 
Mas sei 
É que não sei ainda 

Há sempre qualquer coisa que eu tenho que fazer 
Qualquer coisa que eu devia resolver 
Porquê, não sei 
Mas sei 
Que essa coisa é que é linda




publicado por olhar para o mundo às 22:07 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11.05.11
França põe bolinha vermelha em Rihanna e Enrique Iglesias [com vídeos]
O órgão regulador para a comunicação social francesa proibiu a exibição antes das 22h dos mais recentes vídeos de Enrique Iglesias e Rihanna, devido à pesada carga erótica das películas.

Segundo a imprensa francesa, que cita o Conselho Superior do Audiovisual, os videoclipes do cantor romântico espanhol Enrique Iglesias e da cantora pop de Barbados Rihanna «podem ferir a sensibilidade do público mais jovem» e são por isso comparados a «anúncios de linhas eróticas».

 

O órgão regulador deliberou que os vídeos S&M de Rihanna e Tonight  de Iglesias só podem ser exibidos depois das 22h, mesmo nos canais exclusivamente dedicados a música, como o MCM.

 

No primeiro vídeo, igualmente censurado em 11 países, que serve como suporte a uma canção já de si carregada de referências sexuais, Rihanna é vista a simular o uso de brinquedos eróticos. No segundo, Iglesias participa numa orgia simulada enquanto canta o tema Tonight, cuja letra contém obscenidades na versão não censurada.

 

 

Rihanna - S&M - versão +18

 

 

 

Enrique Iglesias - Tonight (I'm Loving You) - versão editada

 

Via SOL

 

 



publicado por olhar para o mundo às 09:38 | link do post | comentar

Sexta-feira, 08.04.11

"Mas estamos a brincar com o povo português?". A dúvida é de José Gomes Ferreira neste pequeno vídeo e provavelmente um reflexo do sentimento da grande maioria dos cidadãos nos tempos que correm. A única diferença é que este homem, com uma intervenção na SIC que quanto a mim foi a todos os níveis brilhante, é especialista em Economia e não teve papas na língua. Cortou a direito. Acabou educadamente com um: "peço desculpa...entusiasmei-me".


Pois meu caro José por mim pode continuar assim.De desculpas e mentiras estamos nós fartos. Entusiasme-se homem! Pode crer que o seu entusiasmo será o de muitos que o ouvem, e que certamente gostariam de falar mas infelizmente não podem ou não têm como. A sua voz tem e terá sempre um eco forte, descanse. Mais analistas houvesse como o senhor, descomprometidos, sem paninhos quentes e a conversa habitual da treta, do chove e não molha, palavras gastas, inócuas e bolorentas para boi dormir. Se todos denunciassem o que vêem, que lhes entra pelos olhos, que sabem mas que não ousam apontar talvez fossemos um país diferente. O seu dedo tocou na ferida.Estou farto de politólogos, historiadores, filósofos e sociólogos a falarem de Economia em prime-time. É como ouvir o Zé Cabra a cantar Sinatra ou um jardineiro a falar de geopolítica. Um desespero.

 

Na mouche caro José. Os meus sinceros parabéns.

 

 


publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.03.11

 

consumo de droga alterou-lhes não só o rosto mas também a vida. Muitos acabaram por morrer. Conheça aqui algumas das caras levadas às escolas norte-americanas num programa de prevenção à toxicodependência.

Às vezes, é uma questão de anos. Noutros casos, acontece em poucos meses. Rostos comuns transformam-se totalmente, num sinal demasiado visível da destruição levada a cabo pela entrada no mundo da toxicodependência.

Estas profundas alterações corporais não passaram despercebidas a King Bret, oficial da polícia do condado de Multnomah, no estado norte-americano de Oregon. Depois de anos a entrevistar toxicodependentes acabados de ser detidos, o agente foi arquivando as suas fotos e observando as drásticas transformações na sua aparência.

Há seis anos criou o projeto "Faces of Meth ", baseado em fotografias de dependentes de metanfetaminas, para alertar os adolescentes de mais de 500 escolas sobre os perigos do consumo de droga. O "programa educacional" ganhou forma e o impacto gerado levou à criação do projeto "From Drugs to Mugs ", um documentário agora com imagens de consumidores das mais diversas drogas, desde a heroína, à marijuana, cocaína e álcool 

"Não se trata de usar o medo como ferramenta educacional. Todos sabemos que os adolescentes ligam muito à sua aparência e estas imagens são uma forma positiva de os chocar", explicou Bret King ao Expresso. "Muitos ficam em silêncio, introspetivos. Outros dizem-me: 'Nunca mais volto a usar drogas. Não quero acabar assim'".

Impacto que as pessoas retratadas não têm capacidade para sentir: "Quando lhes mostro as fotos eles não estão a ver nada de novo. Sabem perfeitamente o que a droga lhes faz, mas estão num estado tão alterado que o que menos lhes interessa é a sua imagem corporal".

Muitos dos rostos destas fotos "acabaram por morrer", conta Bret King. Os que sobreviveram, ou estão presos ou em recuperação. "Recuperação essa que é um processo para toda a vida", remata Bret King. 

 

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 08:01 | link do post | comentar

Domingo, 20.03.11
Produtora australiana estreia filme através de BitTorrent

 

 

Uma produtora australiana resolveu distribuir um dos seus próximos filmes de forma gratuita através de BitTorrent. Veja o vídeo

A ideia partiu da produtora Distracted Media que pretende estrear «The Tunnel», um filme de terror cujo cenário é um conjunto de túneis abandonados que existem na realidade em Sidney, através deste sistema de partilha de ficheiros, numa edição gratuita, refere o portal TorrentFreak.

O lançamento do filme, que também vai contar com uma versão paga em DVD, distribuída pela Paramount, está previsto para dentro de dois meses e é visto como a primeira vez que um filme estreia através do sistema BitTorrent, bastante associado à pirataria de conteúdos.

Em declarações ao portal TorrentFreak o produtor Enzo Tedeschi afirma que «desde o primeiro dia que defendemos que The Tunnel não apoia ou condena a pirataria, mas antes tenta incorporar a utilização legítima do peer-to-peer na nossa estratégia de distribuição internacional».

A estreia de «The Tunnel» está marcada para o próximo dia 19 de Maio, num computador e não numa sala de cinema.

 

 

Via Sol


publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 04.03.11

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 13:27 | link do post | comentar

Domingo, 20.02.11

 

 

Letra
Dès les premières lueurs
Oh je sombre

Il me parait bien loin l'été
Je n'l'ai pas oublié
Mais j'ai perdu la raison
Et le temps peut bien s'arrêter
Peut bien me confisquer
Toute notion de saison

Dès les premières lueures d'Octobre
En tout bien tout honneur
Oh je sombre

Je sens comme une odeur de lis
Mes muscles se retissent
Et j'attends la floraison
Mais qu'a-t-il pu bien arriver
Entre septembre et mai
J'en ai oublié mon nom

Dès les premières lueurs d'Octobre
En tout bien tout honneur

Oh je sombre

Oh le temps a tourné je compte les pousses 
Des autres fleurs de saison

Je ne sortirai pas encore de la mousse
Pas plus qu'une autre fleur de saison

Pas plus qu'une autre fleur de saison
Ouuu-oouu-ouu-ouu(x4)

Il me parai bien loin l'été
Mes feuilles désséchées 
Ne font plus la connection
Mais qu'a t il pu bien arriver 
Entre septembre et mai
Je n'fais plus la distinction

Dès les premières lueurs d'Octobre
En tout bien tout honeur
Oh je sombre

Oh le temps a tourné je compte les pousses
Des autres fleurs de saison

Je ne sortirai pas encore de la mousse
Pas plus qu'une autre fleur de saison

Pas plus qu'une autre fleur de saison
Oouu-ouu-ouu-ouu
Pas plus qu'une autre fleur de saison ouu-ouu-ouu-ouu
Aaaaaaaaaaaa-aaa
Ouu-ouuuu-aaaaaaaaaa

Dès les premières lueurs
Oh je sombre

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:01 | link do post | comentar

Sábado, 19.02.11

 

Letra

Oh mon amour, mon âme soeur 
Je compte les jours je compte les heures 
Je voudrais te dessiner dans un désert 
Le désert de mon coeur 

Oh mon amour, ton grain de voix 
Fait mon bonheur à chaque pas 
Laisse-moi te dessiner dans un désert 
Le désert de mon coeur 

Dans la nuit parfois, le nez à la fenêtre 
Je t'attends et je sombre 
Dans un désert, dans mon désert, voilà 

Oh mon amour, mon coeur est lourd 
Je compte les heures je compte les jours 
Je voudrais te dessiner dans un désert 
Le désert de mon coeur 

Oh mon amour, je passe mon tour 
J'ai déserté les alentours 
Je te quitte, voilà c'est tout 

Dans la nuit parfois, le nez à la fenêtre 
J'attendais et je sombre 
Jetez au vent mes tristes cendres, voilà

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:05 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Domingo, 06.02.11

 

 

 

Letra

 

Baby, look at me, and tell me what you see. 
You ain't seen the best of me yet. 
Give me time I'll make you forget the rest. 
I got more in me, and you can set it free. 
I can catch the moon in my hand. Don't you know who I 
am? 
Remember my name [FAME] 

I'm gonna live forever. I'm gonna learn how to fly. 
[HIGH] 
I feel it comin' together. People will see me and 
cry. [FAME] 
I'm gonna make it to heaven. Light up the sky like a 
flame. [FAME] 
I'm gonna live forever. Baby, Remember my name. 

[REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, 
REMEMBER, REMEMBER] 

Baby, hold me tight, 'cause you can make it right. 
You can shoot me straight to the top. 
Give me love and take all I got to give. 
Baby, I'll be tough. Too much is not enough. 
I can ride your heart till it breaks. Ooh, I got what 
it takes. [FAME] 

I'm gonna live forever. I'm gonna learn how to fly. 
[HIGH] 
I feel it comin' together. People will see me and 
cry. [FAME] 
I'm gonna make it to heaven. Light up the sky like a 
flame. [FAME] 
I'm gonna live forever. Baby, Remember my name. 

[REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, 
REMEMBER] 

FAME!... 

 

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Sábado, 05.02.11

 

 

Letra

 

Baby, look at me, and tell me what you see.

You ain't seen the best of me yet.

Give me time I'll make you forget the rest.

I got more in me, and you can set it free.

I can catch the moon in my hand. Don't you know who I am?

Remember my name [FAME]



I'm gonna live forever. I'm gonna learn how to fly. [HIGH]

I feel it comin' together. People will see me and cry. [FAME]

I'm gonna make it to heaven. Light up the sky like a flame. [FLAME]

I'm gonna live forever. Baby, Remember my name.



[REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER]



Baby, hold me tight, 'cause you can make it right.

You can shoot me straight to the top.

Give me love and take all I got to give.

Baby, I'll be tough. Too much is not enough.

I can ride your heart till it breaks. Ooh, I got what it takes. [FAME]



I'm gonna live forever. I'm gonna learn how to fly. [HIGH]

I feel it comin' together. People will see me and cry. [FAME]

I'm gonna make it to heaven. Light up the sky like a flame. [FLAME]

I'm gonna live forever. Baby, Remember my name.



[REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER, REMEMBER]



FAME!...

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 04.02.11

 

 

Letra

 

Entrei numa casa fria
De portadas entreabertas
Espretei a ver se te via
As ruas estavam desertas

 

Os amores já terminados
São ausência, fazem mal
Não me esqueço do recado
Nem de um gesto ocasional

 

Ao notares que estou mais velho
Passa por mim devagar
Quando / e se te olhares a um espelho
Também tu irás notar

 

Lembra-te de mim...

 

Os rostos p´ra quem os viu
Já não são como dantes
Percorro as margens de um rio
Há já séculos, há instantes

 

Vivo de vagas memórias
Onde te espero encontrar
São derrotas, são vitórias
Quero agora descansar... *

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Quinta-feira, 03.02.11

 

 

Letra
Teimoso subi 
Ao cimo de mim 
E no alto rasgei 
As voltas que dei 

Sombra de mil sóis em glória 
Cobrem todo o vale ao fundo 
Dorme meu pequeno mundo 

Como um barco vazio 
P'las margens do rio 
Desce o denso véu lilás 
Desce em silêncio e paz 
Manso e macio 

Deixa que te leve 
assim tão leve 
Leve e que te beije meu anjo triste 
Deixo-te o meu canto canção tão breve 
Brando como tu amor pediste 

Não fales calei 
Assim fiquei 
Sombra de mil sóis cansados 
Crescendo como dedos finos 
A embalar nossos destinos 

Deixa que te leve 
assim tão leve 
Leve e que te beije meu anjo triste 
Deixo-te o meu canto canção tão breve 
Brando como tu amor pediste 

(Solo) 

Deixa que te leve 
assim tão leve 
Leve e que te beije meu anjo triste 
Deixo-te o meu canto canção tão breve 
Brando como tu amor pediste

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 01.02.11

 

Os homens também chora, ou, quando as vitimas são eles

Quem me conhece sabe que sou acérrima defensora dos direitos do Homem e que me indigno sempre que leio ou vejo mais uma notícia sobre a violência dos homens contra as mulheres. No outro dia falava sobre isso com um amigo meu e prometi-lhe escrever sobre o outro lado do espelho, mostrando que eles também sofrem.

 

Se por uma lado é desprezível que, em pleno século XXI, as mulheres continuem a ser vítimas de violência doméstica, hediondo é também o facto de, cada vez mais, se assistir à violência da mulher contra o homem, muitas vezes - se não na maior parte delas - através da pressão psicológica, manipulação e intrépidos joguetes familiares.

Do alto da sua masculinidade, eles ainda têm vergonha em afirmar que são violentados, alvo de perseguição e que esta violência não se mede em equimoses, mas em nódoas negras emocionais, que ferem o corpo, mas sobretudo a alma. E quando existem filhos, estes servem de desculpa para uma violência que não é física mas é psicologicamente atroz.

Palavra de homem

 

Quis falar com alguém para que as palavras não fossem apenas estatística e com o João troquei sentimentos e desabafos de uma vítima no masculino. Divorciado, com 40 anos e pai de dois filhos, de 4 e 6 anos.

Do testemunho fica algum pudor e até vergonha em falar a verdade mas, acima de tudo, a força de quem leva a vida em frente e desabafa: "Uma mulher consegue levar um homem à loucura na pressão incansável que faz sobre a sua família, a sua mãe, os seus amigos, as suas ações mais inofensivas. Em maior ou menor escala, praticamente todas o fazem. A constante insatisfação de uma mulher face ao que considera ser o homem ideal, incinera autoestimas dos seus companheiros diariamente. E, naturalmente, pode levar a questões muito mais graves".

É violência quando homem ou mulher privam o cônjuge de estar com filhos


Apesar da revolta diz que sempre esteve na linha da frente, no que respeita à defesa das mulheres, mas cansado de viver com o inimigo desabafou: "Se mudares o género verás que o crime é o mesmo e existe na mesma proporção, só que tem menos estatística por duas simples razões: os homens ainda têm vergonha de o denunciar; os homens perdem em tribunal se a mulher disser que é tudo mentira. Pior, se uma mulher for colocada perante um juiz e disser que é vítima destes crimes, o homem é culpado até prova do contrário. Se for o homem a denunciar, a mulher é inocente até prova do contrário. Como vês a violência contra os homens também toma várias formas, tanto pode ser física, como psicológica, emocional, verbal, económica e sexual. O objectivo da pessoa que agride é sempre o de controlar a vítima, isolá-la, torná-la frágil e insegura. O agressor é frequentemente a mulher, a companheira ou a namorada, mas também pode ser a ex-mulher, a ex-companheira, ex-namorada, mãe, irmã e filha".

 

"A coragem vê-se em quem defende minorias, não maiorias"


Perante este testemunho senti a obrigação de mostrá-lo aos homens, não para desculpá-los mas para lhes mostrar que a violência existe e que não devem temer denunciá-la, porque sempre que se calam tornam-se coniventes com uma situação inaceitável, quer seja no masculino quer no feminino.

"É violência quando homem ou mulher privam o cônjuge de estar com filhos. Após a separação é uma prática criminosa hedionda e nojenta aceite como algo normal entre as mulheres. Nunca vi ou tive conhecimento de uma amiga que tentasse demover outra de privar o marido de ver os filhos após a separação. Pelo contrário. Que espécie de ser joga com o que de mais sagrado há para um progenitor? Desculpa o desabafo, mas cada vez tenho menos esperança de ver uma mulher a escrever sem medo sobre o que as mulheres são capazes de fazer (e fazem) aos homens dentro e fora das quatro paredes. Não desprezo e jamais desprezaria a violência contra mulheres. Desprezo sim as análises que continuam a dar o enfoque nessa tónica, simplesmente porque há menos dados públicos do contrário. A coragem vê-se em quem defende minorias, não maiorias".

Tomei a liberdade de escrever. Não podia deixar um amigo silenciado na dor, se antes lhe tinha pedido para se colocar na linha da frente. A violência contra os homens existe, assim como contra as mulheres, como tal deve ser denunciada, as vítimas protegidas e os transgressores condenados.

 

Relembre a reportagem - Violência doméstica: Quando as vítimas são eles

 

Via A Vida de Saltos Altos



publicado por olhar para o mundo às 19:13 | link do post | comentar | ver comentários (4)

 

 

Letra
Às vezes é no meio do silêncio
Que descubro o amor em teu olhar
É uma pedra
Ou um grito
Que nasce em qualquer lugar

Às vezes é no meio de tanta gente
Que descubro afinal aquilo que sou
Sou um grito
Ou sou uma pedra
De um lugar onde não estou

Às vezes sou também
O tempo que tarda em passar
E aquilo em que ninguém quer acreditar

Às vezes sou também
Um sim alegre
Ou um triste não
E troco a minha vida por um dia de ilusão
E troco a minha vida por um dia de ilusão

Às vezes é no meio do silêncio
Que descubro as palavras por dizer
É uma pedra
Ou um grito
De um amor por acontecer

Às vezes é no meio de tanta gente
Que descubro afinal p'ra onde vou
E esta pedra
E este grito
São a história d'aquilo que sou

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Segunda-feira, 31.01.11

 

 

Só para afastar esta tristeza
para iluminar meu coração
falta-me bem mais tenho a certeza,
do que este piano e uma canção.

 

Falta me soltar na noite acesa
o nome que no peito me sufoca,
e queima a minha dor.

 

Falta-me solta-lo aos quatro ventos
para depois segui-lo por onde for,
ou entao dize-lo assim baixinho
embalando com carinho,
o teu nome, meu amor.

 

Porque todo ele é poesia,
corre pelo peito como um rio
devolve aos meus olhos a alegria
deixa no meu corpo um arrepio,
porque todo ele é melodia
porque todo ele é perfeição.


É na luz que vem.

Falta-me dize-lo lentamente
falta soletra-lo devagar,
ou então bebe-lo como um vinho,
que dá força pro caminho
quando a força faltar.

 

Falta-me solta-lo aos quatro ventos
para depois segui-lo por onde for,
ou então dize-lo assim baixinho
embalando com carinho,
o teu nome, meu amor.

 

Porque todo ele é melodia
e porque todo ele é perfeição.
É na luz que vem.

 

Falta-me solta-lo aos quatro ventos
para depois segui-lo por onde for,
ou então dize-lo assim baixinho
embalando com carinho,
o teu nome, meu amor.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Domingo, 30.01.11

 

 

 

 

Letra

Danser, du regard et des mains apprivoiser
Une proposition, un pourparler, une invitation à tout oublier

Tanguer, comme les radeaux dérivent, les canoës
Comme le vin enivre, se griser, comme un tango, tanguer, se renverser

Tomber, comme l'oiseau porté par les grands vents
Comme le bateau au fond de l'océan, comme on choisit de vivre le néant

Aime-moi {ou ou} aime-moi {ou ou ou ou}
Aime-moi {ou ou yeah} aime-moi {ou ou}

Danser, fermer les yeux ne surtout plus penser
Du bout des doigts te toucher, te troubler
Dire que je danse, mais t'apprivoiser

Tomber, dans cet orage, mourir foudroyé
Dans ce volcan, me perdre et m'y brûler
Mourir d'amour et en ressusciter

{ Aime-moi }
Comme une parenthèse, une pose une trêve, un vide ou je me noie
{ Aime-moi }
Comme l'amour en rêve sans interdit, sans règle, ne plus penser qu'à ça
{ Aime-moi }
Et comme un sacrilège assouvir le cortège de mes désirs de toi
{ Aime-moi }
Et j'arrête le temps, respire à contre-temps, ne respire presque pas

Aime-moi
{ Je trace le chemin de la bouche et des mains, te dessine la voie }
Aime-moi
{ Et c'est moi qui décide, qui t'emmène et te guide et dispose de toi }
Aime-moi
{ Te manger comme une pomme qu'on croque et abandonne, te prendre comme un homme }
Aime-moi
{ Je connais la manière et comment il faut faire pour trouver la lumière }

Aime-moi {ou ou} aime-moi {ou ou ou ou}
Aime-moi {ou ou yeah} aime-moi {ou ou}
Aime-moi {ou ou} aime-moi {ou ou ou ou}
Aime-moi {ou ou yeah} aime-moi {ou ou}

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Sábado, 29.01.11

 

 

Letra
Lui :
Monaco,
28 degrés à l'ombre
C'est fou, c'est trop
On est tout seuls au monde
Tout est bleu, tout est beau.
Tu fermes un peu les yeux, le soleil est si haut.
Je caresse tes jambes, mes mains brûlent ta peau.

Elle :
Ne dis rien,
Embrasse-moi quand tu voudras
Je suis bien,
L'amour est à côté de [D] toi.

Lui :
On est bien

Lui :
Monaco,
28 degrés à l'ombre
Tu ne dis plus un mot
J'éteins ma cigarette, il fait encore plus chaud
Tes lèvres ont le goût d'un fruit sauvage
Et voilà,
Comme une vague blonde
Tu m'emportes déjà.

Elle :
Ne dis rien,
L'amour est au-dessus de moi.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Sexta-feira, 28.01.11

 

 

Letra

 

Primeiro a serra semeada terra a terra 
Nas vertentes da promessa 
Nas vertentes da promessa 
Depois o verde que se ganha ou que se perde 
Quando a chuva cai depressa 
Quando a chuva cai depressa

E nasce o fruto quantas vezes diminuto 
Como as uvas da alegria
Como as uvas da alegria
E na vindima vão as cestas até cima 
Com o pão de cada dia
Com o pão de cada dia 

Suor do rosto pra pisar e ver o mosto 
Nos lagares do bom caminho
Nos lagares do bom caminho 
Assim cuidado faz-se o sonho e fermentado 
Generoso como o vinho
Generoso como o vinho

E pelo rio vai dourado o nosso brio 
Nos rabelos duma vida
Nos rabelos duma vida 
E para o mundo vão garrafas cá do fundo 
De uma gente envaidecida
De uma gente envaidecida

Vinho do Porto 
Vinho de Portugal 
E vai à nossa 
À nossa beira mar 
À beira Porto 
À vinho Porto mar 
Há-de haver Porto 
Para o nosso mar 

Vinho do Porto
Vinho de Portugal 
E vai à nossa 
À nossa beira mar 
À beira Porto 
À vinho Porto mar 
Há-de haver Porto 
Para o desconforto 
Para o que anda torto 
Neste navegar 

Por isso há festa não há gente como esta 
Quando a vida nos empresta uns foguetes de ilusão 
Vem a fanfarra e os míudos, a algazarra 
Vai-se o povo que se agarra pra passar a procissão 
E são atletas, corredores de bicicletas 
E palavras indiscretas na boca de algum rapaz 
E as barracas mais os cortes nas casacas 
Os conjuntos, as ressacas e outro brinde que se faz 

Vinho do Porto vou servi-lo neste cálice 
Alicerce da amizade em Portugal 
É o conforto de um amor tomado aos tragos 
Que trazemos por vontade em Portugal 

Se nós quisermos entornar a pequenez 
Se nós soubermos ser amigos desta vez 
Não há champanhe que nos ganhe 
Nem ninguém que nos apanhe 
Porque o vinho é português

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quinta-feira, 27.01.11

 

 

Letra

Primeiro a serra semeada terra a terra 
Nas vertentes da promessa 
Nas vertentes da promessa 
Depois o verde que se ganha ou que se perde 
Quando a chuva cai depressa 
Quando a chuva cai depressa

E nasce o fruto quantas vezes diminuto 
Como as uvas da alegria
Como as uvas da alegria
E na vindima vão as cestas até cima 
Com o pão de cada dia
Com o pão de cada dia 

Suor do rosto pra pisar e ver o mosto 
Nos lagares do bom caminho
Nos lagares do bom caminho 
Assim cuidado faz-se o sonho e fermentado 
Generoso como o vinho
Generoso como o vinho 

E pelo rio vai dourado o nosso brio 
Nos rabelos duma vida
Nos rabelos duma vida 
E para o mundo vão garrafas cá do fundo 
De uma gente envaidecida
De uma gente envaidecida 

Vinho do Porto 
Vinho de Portugal 
E vai à nossa 
À nossa beira mar 
À beira Porto 
À vinho Porto mar 
Há-de haver Porto 
Para o nosso mar 

Vinho do Porto
Vinho de Portugal 
E vai à nossa 
À nossa beira mar 
À beira Porto 
À vinho Porto mar 
Há-de haver Porto 
Para o desconforto 
Para o que anda torto 
Neste navegar 

Por isso há festa não há gente como esta 
Quando a vida nos empresta uns foguetes de ilusão 
Vem a fanfarra e os míudos, a algazarra 
Vai-se o povo que se agarra pra passar a procissão 
E são atletas, corredores de bicicletas 
E palavras indiscretas na boca de algum rapaz 
E as barracas mais os cortes nas casacas 
Os conjuntos, as ressacas e outro brinde que se faz 

Vinho do Porto vou servi-lo neste cálice 
Alicerce da amizade em Portugal 
É o conforto de um amor tomado aos tragos 
Que trazemos por vontade em Portugal 

Se nós quisermos entornar a pequenez 
Se nós soubermos ser amigos desta vez 
Não há champanhe que nos ganhe 
Nem ninguém que nos apanhe 
Porque o vinho é português

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.01.11

 

 

Letra
Pó de Arroz,
Na face das pequenas
Será beleza apenas, só
Uma corzinha com

Pó de arroz
Rosa é, mulher o pôs
E o homem vai nas cenas
Eva e Adão outra vez

É como enfeitar um embrulho
Arroz com gorgulho talvez



REFRÃO: Pó de arroz
Do teu arrozal
Esse pó que é fatal
És a tal que se encanta com

Pó de Arroz
Não faz nenhum mal
É de arroz integral
Infernal, quando chegas com
Todo o teu arroz (bis)



Pó de Arroz
Tens hoje só pra mim
Pós de perlimpimpim
És um arroz doce sim

Pode ser
Um canto de sereia
Serei a tua teia
E tu serás meu algoz

Mas quando te vais alindar
Alindada vens dar no arroz

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Terça-feira, 25.01.11

 

 

Letra

 

Pó de Arroz
Tens hoje só pra mim
Pós de perlimpimpim
És um arroz doce sim

Pode ser
Um canto de sereia
Serei a tua teia
E tu serás meu algoz

Mas quando te vais alindar
Alindada vens dar-me o arroz

Pó de arroz
Do teu arrozal
Esse pó que é fatal
És a tal que me encanta com

Pó de Arroz
Não faz nenhum mal
É de arroz integral
Infernal, quando chegas com
Todo o teu arroz



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Segunda-feira, 24.01.11

 

 

Letra

 

 

A vida é distante 
No tempo suspenso 
A vida é distante 
No nosso presente 
É quente o que vejo 
Mas frio o que sinto 
É mentira o que tenho 
Mas sei o que vejo 
No meu labirinto

 

A vida é distante 
De tempo intenso 
A vida é distante 
No fumo imenso 
É quente o pó 
É cego o nó 
É mentira o que vem 
Mas vejo o que sinto 
No meu labirinto

 

No meu labirinto 
Há gente que cai 
Depois de perder há gente que cai

 

Vê quem parou

Olha o que dói.

 

A vida é distante 
E o tempo foge 
A vida é distante 
E o tempo urge 
Está quente o Sol 
Mas frio o chão 
Tudo é ilusão!!! 
Não vês o que sinto 
No meu labirinto?

 

Que enquanto se compra 
Enquanto se quer 
Enquanto se tira 
O mundo suspira 
Enquanto se mata 
O mundo dispara 
E vamos caindo... 
É isto que sinto no meu labirinto

 

No meu labirinto 
Há gente que cai 
Depois de perder há gente que cai

 

Vê quem parou

Olha o que dói.

 

Quando chuva cai 
Vê que não sai 
Quando chuva cai 
Vê que não sai

 

Entro no túnel para ver a luz

 

Quando chuva cai 
Vê que não sai. 
Quando chuva cai 
Vê que não sai, não sai, não sai

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Tsunamiz - I Don't Buy It

Sarah Nery edita EP homón...

Novos grupos - Prado

SAM SMITH - Esgota concer...

PLAZA no Festival Meo Mar...

Boss Ac - Dias Assim (Ain...

Boss AC - Boa Vibe feat. ...

Cantigas do Baú - Doba Do...

A Naifa - Inquietação [20...

França põe bolinha vermel...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados