Segunda-feira, 10.01.11

Gravidez, como cuidar do seu peito

Os cuidados que deve ter durante o período de gestação



Durante a gestação ou quando há um aumento de peso significativo, os cuidados com a pele e, nesta caso concreto, com o decote e peito, devem ser redobrados, com o recurso a cremes antiestrias.

«Contudo, na gravidez, as mulheres devem usar cremes específicos para grávidas», refere Manuela Cochito, dermatologista.

«As versões normais de alguns desses produtos refimantes, antiestrias e até hidratantes contêm substâncias que não podem ser usadas durante esse período dado o risco de prejudicarem o fetop», alerta a especialista. Um dos ingredientes a evitar nesta fase é o retinol ou vitamina A.

Durante a gravidez também é importante «não engordar muito, evitando assim mais um factor que contribui para aumentar desmesuradamente o peito». «O uso de soutien também é importante, especialmente quando se faz desporto ou se verifica um crescimento brusco da mama, como acontece durante a gravidez e a amamentação, de forma a não deixar que o tecido de sustentação quebre», explica.

Por fim, deve-se ainda evitar dietas drásticas com o famoso efeito «iô-iô»: «O peito é uma das zonas do corpo onde é mais visível o efeito dessas dietas, porque fica descaído quando aumenta de volume e depois quando se emagrece assemelha-se a um saco vazio», alerta a dermatologista.

Texto: Rita Caetano com Manuela Conchita (dermatologista)

 

Via Família, Guia de Pais



publicado por olhar para o mundo às 10:07 | link do post | comentar

Terça-feira, 04.01.11

Dá à luz gémeos  filhos de pais diferentes

Um dos bebés é filho do marido, o outro do amante. Este é o sétimo caso de gémeos com pais diferentes que chega à comunicação social.

 

 

Uma mulher deu à luz dois gémeos de pais diferentes. O estranho fenómeno aconteceu na Polónia e é o sétimo caso registado em todo o mundo.

De acordo com a estação de televisão polaca TVN 24, a mãe dos gémeos acabou por engravidar do marido e do amante, com quem mantinha relações sexuais na mesma época.

Depois dos gémeos - um casal - nascerem, a mulher pediu testes de paternidade para comprovar que as crianças eram filhas do amante e não do marido. O resultado foi surpreendente: O marido era o pai do menino e o amante era o progenitor da menina.

Embora à partida possam parecer raras, estas gravidezes podem acontecer caso a mulher tenha ovulado dois óvulos e mantido relações sexuais com dois homens nesse mesmo período.

 

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 17.11.10

A situação não é para brincadeiras. O Pai Natal também está falido e tornou-se mendigo.

Ainda assim o Natal não deixa de ser uma época especial em que nos lembramos de quem mais amamos e é por isso que, mesmo com as dificuldades que se avizinham, não podemos deixar de o passar em harmonia com todos aqueles que nos são mais queridos.

Nem o Pai Natal vai conseguir fugir à crise
Nem o Pai Natal vai conseguir fugir à crise

Se o Pai Natal está na miséria, vamos ajudá-lo.

Cinco sugestões para poupar (e muito) na quadra


1º Junte-se com os seus e peça a cada um que traga alguma coisa que se coma;

2º Não gaste um cêntimo com as decorações. Procure na arrecadação os enfeites de Natal dos outros anos e volte a utilizá-los;

3º Certamente que tem algumas velas novas nas gavetas. Ou então acenda as que já foram usadas. Não vai precisar de comprar mais apenas por uma noite;

4º Não vá para aquelas filas intermináveis dos hipermercados na época de Natal. Procure a mercearia lá do bairro ou da terra da sua mãe e compre exclusivamente o essencial;

5º PRENDAS? Poupar aqui é o mais fácil: Estabelece desde de logo um lema para toda a família respeitar. Por exemplo: "Dar as prendas mais originais sem gastar dinheiro";

Seis exemplos de prendas de borla...


1º Não tem lá para casa uma colecção de CDs que já não ouve? Então despache-os e ofereça-a ao primo, tio ou outro membro da família que sempre os cobiçou. Aproveite e junte esta mensagem original: "Disseste-me uma vez que adoravas esta colecção, é com todo o carinho que me lembrei de ti";

2º Porque não recorda o croché e o põe em prática umas semaninhas antes do Natal, fazendo uns cachecóis para as suas primas? E depois diga com aquele ar feliz e contente: "Fui eu que fiz";

3º Se houver crianças, porque é que não combina com as outras mães e fazem-nas trocar brinquedos entre si? O que era do outro, o seu filho ia adorar certamente. As crianças gostam e cobiçam sempre aquilo que é do outro e que não têm. (Os adultos também, mas isso é outra história);

 

4º Se há quem tenha cães, ofereçe um cartão, criado por si, com contactos úteis de hotéis e outros serviços de norte a sul do país para os amiguinhos de quatro patas;

 

5º Se for um cibernauta habitual, versátil a navegar e a descobrir coisas naInternet, pode sempre criar uma prenda muito especial: Dedicar umblogue a alguém muito querido. Com fotos, vídeos e mensagens únicas. Depois de o oferecer, pode sugerir que a pessoa continue a alimentar esse blogue;

 

6º Se for versátil com tecnologia e edição de imagem surpreenda toda a família com um vídeo feito por si. Uma produção que contenha fotos e vídeos antigos, que todos vão adorar recordar. Faça cópias em CD ou DVD e ofereça a todos os membros da família.

..mais um, mas imaterial


Você gostaria tanto de oferecer uns bilhetes para uma peça de teatro à sua mãe ou avó mas, infelizmente, o teatro nem sempre é acessível a todas as carteiras, principalmente no período de crise que atravessamos.

É por isso que aqui lhe deixo outra alternativa. Esta certamente que toda a família vai adorar ter na noite da consoada.

Junte alguns elementos da família e preparem vocês mesmo diversos números para apresentarem uns aos outros, como se de uma peça de teatro se tratasse. Vai ver que os vizinhos ainda lhe batem à porta para querer assistir.

Como fazer então esse show de variedades?

- Uns podem cantar;

- Outros podem dançar;

- Há sempre aqueles que sabem contar anedotas (atenção, só são válidas as de bom gosto e sem brejeirices);

- Outros pode muito bem declamar poemas ao som músicas bonitas que um outro elemento da família toque;

- Depois não se esqueça que há ainda a possibilidade de alguém poder preparar um número especial com o cão ou o gato da casa. Já pensou como era divertido?

Seria um espectáculo digno de uma noite em família em que você mesmo poderia brilhar, mostrando os seus dotes e incentivando os seus cunhados, irmãos, primos e tios a fazerem o mesmo. Pense nisso;

A melhor prendas de todas


Nos dias que correm há certamente uma prenda que todos nós gostaríamos de receber das pessoas que amamos:Um voucher de tempo. Sim, leu bem: o tempo é actualmente é um dos bens mais preciosos do mundo, já que praticamente ninguém o tem.

Faça da seguinte maneira: Escreva num cartão elaborado por si a frase:  "Voucher de 24 horas do meu tempo só para ti".  Com disponibilidade e marcação prévia. Verá que a pessoa que o receber vai ficar imensamente feliz. Mas lembre-se: essas 24 horas são para passar realmente dedicadas a quem as ofereceu, sem telemóveis, computadores ou o que quer que seja que roube um segundo dessa prenda que deu quem ama.

Recuperar o (verdadeiro) espírito natalício


Já viu agora quantas soluções existem para passar um Natal sem gastar praticamente um cêntimo?

Lembre-se que poupar dinheiro é a melhor atitude que podemos ter para este Natal, mesmo que estejamos bem empregados e tenhamos um bom subsídio de Natal.  Até porque 2011 vai ser bem penoso e convém começar já a poupar.

Posto isto, embora ainda seja um bocadinho cedo, resta-me deixar este vídeo e desejar a todos um FELIZ NATAL!

Santa Claus Singing Jingle Bells, His Favorite Christmas Song

 


 

Via A vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 08:03 | link do post | comentar

Sábado, 13.11.10

Teatro do Campo Alegre
Rua das Estrelas, s/n, Porto
Tel. 226 063 000
Pássaros O Campo Alegre estreia "Vento & Pássaros", um espetáculo de leitura coreografada criado a partir do livro "A Verdadeira História dos Pássaros" de valter hugo mãe. A peça, onde a voz, o corpo, o canto e a dança se ligam, é uma história sobre o poder da amizade e da imaginação, cujo personagem principal é o vento que não suporta a solidão. Nos dias 13 e 14 de novembro às 16h (para escolas, nos dias 15 e 16 às 10h30 e 15h. Ver mais informações em http://seducativo-tca.blogspot.com .

 

Teatro de Belomonte
Rua de Belomonte, 57, Porto
Tel. 222 083 341 e 222 089 175
Óscar O Teatro de Marionetas do Porto apresenta no Teatro de Belomonte o espetáculo "Óscar", concebido para crianças a partir dos três anos de idade. Óscar é um menino que tem o seu lugar de brincadeira preferido num jardim onde constrói os seus mundos imaginários. Relaciona-se com os animais, as plantas e o Jardineiro Joaquim. Os amigos do Óscar são o Porco Cambalhota, o Ouriço Ribeiro, a Vaca Radical, a Laranjeira, o Capitão Iglo, as Flores, o Gigante e a Galinha Chocapic. O espetáculo estrutura-se ao longo das quatro estações e as histórias, a música, as cores, as palavras, os cheiros vão tomando a forma das sensações que caracterizam o jardim durante as diferentes fases do ano. Até ao dia 28 de novembro, aos sábados e domingos às 16h (para escolas, de terça a sexta às 10h30 e 15h, mediante marcação prévia). Ver mais informações emwww.marionetasdoporto.pt .

 

Fundação de Serralves
Rua D. João de Castro, 210, Porto
Tel. 226 156 500
Percurso O Serviço Educativo, no âmbito do programa Famílias em Serralves 2010, oferece a o percurso "Arquitectar".Através de diálogos e jogos de exploração do espaço revela-se o processo de trabalho do arquiteto Álvaro Siza. Com base na planta do Museu de Serralves levantam-se paredes e reconfiguram-se lugares de exposição. No dia 14 de novembro, às 11h. (acesso gratuito, levantar senha na receção do museu a partir das 10h). Ver mais informações em www.serralves.pt .

 

Teatro d'Avenida
Avenida da República, 1435, Vila Nova de Gaia
Tel. 915 063 072
Patins A companhia Palco Partilhado apresenta o espetáculo "Cinderela - Musical em Patins", com um elenco composto por patinadores e atores profissionais. A peça, sobre a donzela que era tratada como escrava pela sua detestável madrasta e duas mesquinhas meias-irmãs, mas que conquista o coração do príncipe herdeiro, leva o público a um mundo onde o sonho se transforma em realidade. Nos dias 13 e 14 de novembro às 18h30, no dia 19 às 21h e nos dias 20 e 21 às 18h30 (para escolas, nos dias 18 e 19 de novembro às 10h30 e 14h30, mediante marcação prévia). Ver mais informações em www.palcopartilhado.pt .

 

Museu Nacional da Imprensa
Estrada Nacional 108, nº 206, Porto
Tel. 225 304 966 e 225 300 648
Oficinas O museu oferece aos mais novos várias oficinas permanentes e outras atividades, das quais destacamos duas que decorrem no mesmo horário. Uma delas é "Viagem ao Mundo do Papel", para crianças a partir dos 4 anos, onde os participantes reciclam manualmente papel velho, adicionando-lhe pétalas, folhas secas e outros materiais, transformando-o de novo em papel utilizável, sendo aconselhável, para uma produção personalizada, que cada um traga de casa desperdícios reutilizáveis. A outra, são as "Oficinas Gutenberg", para crianças dos 4 aos 12 anos, onde os participantes são levados a fazer uma viagem no tempo até à Europa do século XV, onde terão a oportunidade de escolher entre a construção de um livro, através das antigas técnicas de impressão e encadernação, ou a construção de um tipo móvel, reinventando a imprensa. Até 31 de dezembro, todos os dias à tarde (inclusive domingos e feriados) das 15h às 20h, e pela manhã de terça a sexta das 10h30 às 12h30. Estas atividades exigem marcação prévia. Ver mais informações em www.museudaimprensa.pt .

 

Centro Multimeios de Espinho
Avenida 24, 800, Espinho
Tel. 227 331 190
Planetário O Planetário de Espinho propõe quatro interessantes sessões às crianças e às suas famílias até ao mês de dezembro. "O Mistério da Bola de Fogo", aos sábados, domingos e feriados às 15h, para maiores de 4 anos. "Viagem a um Buraco Negro", aos sábados, domingos e feriados às 16h, para maiores de 12 anos. "Acampar com as Estrelas", aos sábados às 17h, para maiores de 10 anos. E "Dois Pequenos Pedaços de Vidro", aos domingos e feriados às 17h, para maiores de 10 anos. E o Observatório Astronómico oferece a sessão "Observação do Sol", aos sábados às 15h30 e 16h30, sempre que as condições atmosféricas existentes não sejam adversas. Ver mais informações sobre as sessões em www.multimeios.pt .

 

Parque Temático Molinológico
Ponte da Igreja, Ul, Oliveira de Azeméis
Tel. 256 664 043 e 256 683 170
Moinhos Ao visitar o parque, as crianças poderão assistir à moagem de diferentes tipos de cereais em moinhos de água e à confeção do pão tradicional de Ul e ver os materiais expostos no Núcleo Museológico do Moinho e do Pão. De terça a sexta, das 10h às 12h30 e das 14h às 17h30, e aos sábados e domingos, das 15h às 19h (encerrado às segundas e feriados). Para visitar todos os núcleos, é aconselhável fazer marcação prévia. Ver mais informações em www.moinhosdeazemeis.com .

 

Museu da Ciência - Laboratório Chimico
Largo Marquês de Pombal, s/n, Coimbra
Tel. 239 854 350
Ateliês O Museu da Ciência oferece aos mais novos vários ateliês no âmbito do programa Sábados no Museu. Um deles, "SETI - Surpreendentes Extraterrestres Imaginários", pergunta: Será que existem extraterrestres? E se existirem, como serão? Afinal, o Projeto SETI busca extraterrestres usando radiotelescópios, mas aqui neste ateliê os jovens são convidados a soltar a imaginação e inventar um ET adaptado às características de um planeta à escolha de cada um. No dia 13 de novembro, das 15h às 16h30, para crianças a partir dos 6 anos. Um outro, "Mal Me Quer Ou Bem Me Quer?", conta a história de uma flor chamada Maria Papoila. Neste ateliê será possível conhecer a sua história e perceber porque é que as flores e as abelhas são tão amigas há milhares de anos. No dia 20 de novembro, às 15h, para crianças dos 3 aos 5 anos. Além disso, com o programa Aniversário no Chimico, o museu convida os jovens a vir fazer a festa de anos, durante três horas, nas suas instalações, aos sábados, das 10h às 13h, ou aos domingos, das 10h às 13h e das 15h às 18h. Estas atividades exigem marcação prévia. Ver mais informações em www.museudaciencia.pt .

 

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 12:43 | link do post | comentar

O Castelo de São Jorge, em Lisboa, apresenta o conto/ópera "O Polegarzinho", enquanto o Teatro do Campo Alegre, no Porto, propõe a leitura coreografada "Vento & Pássaros". Além destas, o Expresso apresenta aqui outras sugestões sobre locais onde poderá ir com as suas crianças para passarem bons momentos juntos.

 

 

PÁSSAROS
O Teatro do Campo Alegre apresenta um espetáculo de leitura coreografada "Vento & Pássaros", criado por Filipa Francisco a partir do livro "A Verdadeira História dos Pássaros" de valter hugo mãe sobre o poder da amizade e da imaginação. A personagem principal é o vento, que não suporta a solidão, neste trabalho coreográfico em que a voz, o corpo, o canto e a dança se ligam e misturam para contar a história. (ver roteiro Norte e Centro)

 

LISBOA E SUL

 

Castelo de São Jorge
Rua de Santa Cruz, s/n, Lisboa
Tel. 218 800 620
Ópera O programa Domingos em Família apresenta, numa produção da Companhia de Ópera do Castelo, pela primeira vez em Portugal, o conto/ópera "O Polegarzinho" de Isabelle Aboulker, a partir do conto de Charles Perrault. O espetáculo conta a história do pequeno filho de um lenhador que enfrenta um ogre, salva os irmãos de serem devorados e consegue fugir com as botas de sete-léguas do monstro. No dia 14 de novembro às 11h30. Ver mais informações em www.castelodesaojorge.pt .

 

Palácio Foz
Praça dos Restauradores, s/n, Lisboa
Tel. 213 462 157 e 213 476 129
Cinema Sábados em Família, o programa de sessões de cinema da Cinemateca Júnior, exibe o filme de animação "Anastasia". Exemplo de animação moderna, baseia-se no mito da sobrevivência de um membro da família imperial russa após a revolução de 1917. O filme acompanha as aventuras da jovem princesa Anastasia na sua luta pela vida, misturando humor, música e drama. No dia 13 de novembro às 15h. Ver mais informações emwww.cinemateca.pt/programacao.asp .

 

Museu do Oriente
Avenida de Brasília, s/n, Lisboa
Tel. 213 585 299 e 213 585 200
Tapeçaria O museu, no âmbito do programa Domingos em Família, oferece às famílias com crianças a partir dos 4 anos a oficina "Tapeçaria Mágica", que brinca com um episódio sobre o herói Ulisses na "Odisseia" de Homero. Enquanto Ulisses tardava em chegar, Penélope protegia-se do assédio de diversos pretendentes, afirmando que só casaria quando a sua tapeçaria estivesse concluída. e como só com Ulisses queria casar, tecia durante o dia e desfazia a tapeçaria de noite.. No dia 21 de novembro, das 11h às 12h30 (é necessário fazer marcação prévia até ao dia 15 de novembro). Ver mais informações em www.museudooriente.pt .

 

Auditório do Espaço Monsanto
Parque Florestal de Monsanto, Lisboa
Tel. 218 460 738 e 967 525 460
Espetáculos A companhia Trupilariante de teatro-circo apresenta três espetáculos neste fim de semana. "As Luzes de Natal" é um espetáculo de teatro e fantoches onde dois jovens têm de descobrir quem roubou a música de natal, já que não é possível haver alegria natalícia sem ouvirmos os sininhos a tocar. No dia 13, de novembro às 11h. "Desafio à Gravidade" é um espetáculo de teatro-circo com monociclos, magia, malabarismo e dança acrobática. No dia 13 de Novembro às 15h. E "O Aviador Tresloucado" é um espetáculo de 'teatro físico' onde um piloto corre o mundo tentando convencer tudo e todos à não utilização de veículos poluentes. No dia 14 de novembro às 15h. Ver mais informações em www.trupilariante.com .

 

Auditório Municipal Eunice Muñoz
Rua Mestre de Avis, s/n, Oeiras
Tel. 960 272 519 e 932 025 651
Dragão A peça infantil "Era Uma Vez um Dragão!" conta a história de quatro leais amigos que têm como lema 'um por todos e todos por um'. Mas como irão reagir se os seus medos se tornarem realidade, perante a ameaça do 'dragão' que um afirma que viu? A autoconfiança e a coragem serão as mesmas? De 13 de novembro até 12 de dezembro, aos sábados às 16h e aos domingos às 11 h com sessões especiais nos feriados de 1 e 8 de dezembro às 11h e 16h. Ver mais informações em http://dramaxproducoes.wordpress.com .

 

Teatro da Trindade
Largo da Trindade, 7A, Lisboa
Tel. 213 420 000 e 927 982 834
Aventuras O Teatro da Comuna e o Teatro da Trindade apresentam a peça "As Aventuras de João Sem Medo", encenada a partir da obra homónima de José Gomes Ferreira. O jovem João Sem Medo, que despreza os tiranos e os poderosos e inventa monstros para os destruir e vencer, é um rapaz dotado da verdadeira coragem, a força do coração. Até ao dia 18 de dezembro, aos sábados às 16h (para escolas e grupos, de quarta a sexta às 11h, mediante marcação prévia). Ver mais informações em www.comunateatropesquisa.pt .

 

Teatro Tivoli
Avenida da Liberdade, 182, Lisboa
Tel. 213 304 152
Abelha A peça "Bzz, Bzz, Bzz - A União Faz a Força" conta uma divertida e colorida história sobre a importância do trabalho em grupo e o valor da amizade. As abelhas e os beija-flores há muito tempo viviam em rivalidade até ao dia em que Bela, uma jovem abelha, conhece Bento, um jovem beija-flor, e alheios ao antigo desentendimento que afastava as suas famílias, iniciam uma verdadeira amizade que levará à reconciliação das espécies. Até ao dia 30 de janeiro, sempre aos sábados às 16h (para escolas, de segunda a sexta às 11h e 14h30, mediante marcação prévia). Ver mais informações em www.plano6.pt .

 

Auditório do Espaço Monsanto
Parque Florestal de Monsanto, Lisboa
Tel. 218 460 738 e 967 525 460
Fantoches A companhia Trupilariante de teatro-circo apresenta o espetáculo de teatro e fantoches "As Luzes de Natal", cheio de muita interatividade com o público. Nesta época natalícia em que todas as estrelas brilham, as árvores de natal enchem o ar com o seu cheiro a verde e natureza e a música nos alegra o dia-a-dia, Rodolfo e Rosita são confrontados com um problema gravíssimo: alguém roubou a música de natal e não é possível haver alegria natalícia sem ouvirmos os sininhos a tocar. Muito preocupados os dois jovens, com a ajuda do público, vão partir numa grande aventura para tentar resolver este mistério antes que chegue o dia de Natal. Nos dias 13, 20 e 27 de novembro e 4 de dezembro às 11h (durante a semana, disponível para escolas e grupos às 11h e 15h, mediante marcação prévia). Ver mais informações em www.trupilariante.com .

 

Auditório do Espaço Monsanto
Parque Florestal de Monsanto, Lisboa
Tel. 218 460 738 e 966 004.227
Aviador A companhia Trupilariante de teatro-circo apresenta o espetáculo de 'teatro físico' "O Aviador Tresloucado". Na sua avioneta 100% elétrica, o aviador tresloucado corre o mundo tentando convencer tudo e todos à não utilização de veículos poluentes. Enquanto está a passear pelos céus azuis encontra uma bela donzela que viaja no seu AvionKar. O piloto se apaixona pela bela aviadora e, com grandes acrobacias aéreas, faz de tudo para a impressionar. Mas tem um rival de peso, o aviador poluente, que também está interessado na esbelta donzela e faz ousadas acrobacias. Quem será que vai conquistar o coração da jovem? Nos dias 14 de novembro, 15, 16, 22, 23, 29 e 30 de janeiro e 5, 6, 12, 13, 19, 20,26 e 27 de fevereiro, sempre às 15h (para escolas e grupos, durante a semana às 11h e 15h, mediante marcação prévia). Ver mais informações em www.trupilariante.com .

 

Teatro Bocage
Rua Manuel Soares Guedes, 13-A, Lisboa
Tel. 214 788 120 e 912 449 909
Felicidade A peça "Eu Sou Alegre e Sei Bem o Que Quero!" mostra o valor da felicidade para dois amigos. Maria é super bem-disposta e muito amiga de Luís Miguel, está sempre alegre e sempre a sorrir. Luís Miguel, por seu lado, adora animais e sabe bem o que quer: ser tratador de animais quando crescer. Mas a Maria não tem a mínima ideia do que quer ser quando for grande e por isso pede ajuda ao amigo Luís Miguel. Esta é uma história muito doce, que apela à importância de sermos alegres e felizes. Nos dias 14 de novembro e 5, 12 e 19 de dezembro, sempre às 11h. Ver mais informações em www.teatrobocage.com .

 

Teatro Bocage
Rua Manuel Soares Guedes, 13-A, Lisboa
Tel. 214 788 120 e 912 449 909
Coragembullying e a violência escolar é o tema da peça "Vasco das Forças", sobre um menino chamado Vasco, pequenote e franzino, que era gozado no recreio pelos seus colegas mais altos e mais fortes. Inspirado na coragem e valentia do seu trisavô, a quem chamavam Saraiva das Forças, Vasco resolve enfrentar os colegas: sem recurso à violência e sem andar à pancada, utiliza a sua inteligência e rapidez de pensamento e ação para a sua própria defesa e a defesa dos mais fracos, passando a ser conhecido como Vasco das Forças. Nos dias 14 de novembro e 5, 12 e 19 de Dezembro, sempre às 16h. Ver mais informações em www.teatrobocage.com .

 

Teatro Armando Cortez - Casa do Artista
Estrada da Pontinha, 7, Lisboa
Tel. 218 860 503 e 217 154 057
Musical O Teatro Infantil de Lisboa apresenta no Armando Cortez o espetáculo de teatro musical "O Quebra-Nozes e o Rei dos Camundongos". A peça, criada a partir da música para bailado de Tchaikovsky, decorre na noite de Natal em São Petersburgo, no século XIX. Os jovens heróis, Clara e o seu Quebra-Nozes, vão enfrentar o terrível rei dos Camundongos, numa fantasiosa aventura onde também vão conhecer a Fada da Neve, três pinguins, o rei Bom-Bom, a rainha Boa-Boa, a princesa Açucarada, o príncipe Chocolate e. finalmente, o príncipe encantado. Até ao dia 22 de junho de 2011 aos sábados, domingos e feriados às 15h (para escolas e grupos, terças às 11h e de quarta a sexta às 11h e 15h, mediante marcação prévia). Ver mais informações em www.til-tl.com .

 

Centro Cultural Malaposta
Rua Angola, s/n, Olival Basto, Odivelas
Tel. 219 383 100
Musical "A Ilha Encantada" é uma fantasia musical onde não falta a magia, o divertimento e o estímulo à imaginação. O espetáculo é contado e cantado em forma de lenda, que narra acontecimentos fantásticos. O público é convidado a entrar numa ilha misteriosa onde se destaca um castelo, um barco e o seu mais velho habitante, um simpático contador de histórias que, além de receber os visitantes, os convida a participar no jogo teatral do faz de conta. O mundo da ilha encantada tem, além do contador de histórias, outros habitantes como uma princesa, um dragão e uma viúva e o seu jovem e alegre filho, que vivem num barco e sonham com um futuro melhor. Até junho de 2011, aos sábados às 16h e aos domingos às 11h (durante a semana, disponível para escolas e grupos de terça a sexta às 11h e 15h, mediante marcação prévia). Ver mais informações em www.malaposta.pt .

 

Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva
Alameda dos Oceanos, 2, Lisboa
Tel. 218 917 100
Sexualidade O que é estar apaixonado? Qual a diferença entre um beijo explosivo e um beijo distraído? O que acontece ao corpo dos rapazes e das raparigas quando chegam à idade do armário? Para que servem os espermatozoides? Será que dar as mãos é fazer sexo? E podemos obrigar alguém a gostar de nós? "Sexo... e Então?!" é uma exposição rigorosa, atrativa e sem tabus que explica o amor e a sexualidade de uma forma clara e divertida ao público pré-adolescente (dos 9 aos 14 anos) e às suas famílias. Associada à mostra decorrerão atividades complementares como debates, palestras e ateliês. Até ao dia 28 de agosto de 2011, de terça a sexta das 10h às 18h e ao fim de semana e feriados das 11h às 19h (encerra às segundas e nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro). Ver mais informações em www.pavconhecimento.pt .

 

Jardim Zoológico de Lisboa
Estrada de Benfica, 160, Lisboa
Tel. 217 232 960
Animais O Centro Pedagógico do Zoo oferece, até ao dia 30 de novembro, três novidades na área dos programas de animação para os mais novos. Um deles, "Sábados Selvagens", para famílias (crianças a partir dos 4 anos acompanhadas por adultos), permite aprender in loco, pela mão dos tratadores, treinadores e profissionais do Zoo um pouco mais sobre a vida animal (todos os sábados a partir das 10h). Um outro é o ateliê "Quando os Animais Saem dos Contos..." para crianças entre os 4 e os 10 anos, onde será contada uma história em que as personagens principais são espécies de animais que os pequenos poderão conhecer ao vivo no Zoo (todos os sábados e domingos das 10h às 13h). Quanto a "Safari no Zoo!", para crianças dos 6 aos 12 anos, inclui várias atividades como a ajuda na manutenção de alguns animais, o auxílio aos treinadores na preparação da apresentação de aves em voo livre e a visita aos bastidores da Baía dos Golfinhos (todos os sábados das 10h às 18h). Além disto, as crianças a partir dos 6 anos de idade podem fazer a festa de aniversário no Zoo, que oferece nove programas base de atividades variadas para os jovens, suas famílias e convidados. Estas atividades exigem marcação prévia. Ver mais informações em www.zoo.pt .

 

Núcleo Arqueológico do Millennium bcp
Rua Augusta, 84, Lisboa
Tel. 211 131 004
Ossos A Fundação Millennium bcp, realizadora da exposição "Ossos que Contam História", decidiu prolongá-la até ao fim do ano. Esta mostra exibe vestígios arqueológicos de animais vertebrados que coexistiram e coexistem ainda com a espécie humana. A exposição apresenta, de forma pedagógica, fragmentos da história do Homem e dos animais 'contada' através dos ossos de animais recuperados no decurso das escavações realizadas no espaço atualmente ocupado pelo Núcleo Arqueológico, próximo do Arco da Rua Augusta. Tudo isto é apresentado sob a forma de jogos em que cada jovem assume o papel de arquezoólogo. A entrada é gratuita e a mostra vai estar patente até 31 de dezembro, de segunda a sábado das 10h às 13h e das 14h às 17h. Ver mais informações emwww.millenniumbcp.pt .

 

Museu de Ciência da Universidade de Lisboa
Rua da Escola Politécnica, 56, Lisboa
Tel. 213 921 808 e 213 921 679
Jogos O museu oferece aos jovens uma exposição onde é possível aprender a utilizar jogos matemáticos com mais de mil anos! "Jogos Matemáticos Através dos Tempos" apresenta e interpreta 11 réplicas de elevadíssima qualidade dos jogos de tabuleiro mais antigos que se conhecem. Alguns desses jogos só existem em manuscritos antigos e foram construídos pela primeira vez para esta mostra. São individualmente explicados, quer do ponto de vista de regras, quer no que respeita ao contexto histórico e social de cada jogo. Os jogos são: Pentalfa (séc. IV a.C.), Stomachion (séc. III a.C.), Ludus Regularis (séc. X), Rithmomachia (séc. XI), Ludus Astronomorum (séc. XIII), Ludus Globi (séc. XV), Metromachia (séc. XVI), Ouranomachia (séc. XVI), Icosiano, duas versões (séc. XIX) e Hex (séc. XX). Em complemento às réplicas históricas, a mostra possui um espaço em que os visitantes podem jogar (sobretudo a dois) e divertir-se. Exposição permanente, de terça a sexta das 10h às 17h e aos sábados e domingos das 11h às 18h (encerra às segundas e feriados). Ver mais informações em www.mc.ul.pt .

 

Museu Nacional de História Natural da Universidade de Lisboa
Rua da Escola Politécnica, 58, Lisboa
Tel. 213 921 808 / 213 921 883 / 213 921 679
Terra O museu apresenta a exposição "A Aventura da Terra: um Planeta em Evolução". A mostra interativa começa pela origem do próprio Universo e acompanha a evolução do planeta ao longo dos últimos 4.600 milhões de anos, com relevo para os primeiros sinais de vida na Terra e a sua posterior diversificação. Até dezembro de 2011, de terça a sexta das 10h às 17h e aos sábados e domingos das 11h às 18h (encerra às segundas e feriados). Ver mais informações em www.mnhn.ul.pt .

 

Museu Nacional de História Natural da Universidade de Lisboa
Rua da Escola Politécnica, 56/58, Lisboa
Tel. 213 921 808 / 213 921 883 / 213 921 679
Dinossáurio O museu apresenta "Allosaurus: Um Dinossáurio, Dois Continentes?", uma mostra que percorre os passos de uma investigação científica em curso até à descoberta de fósseis de Allosaurus fragilis em Portugal, com painéis informativos, fotografias, ilustrações científicas e 16 réplicas de esqueletos ou crânios de diversas espécies de dinossáurios. A exposição está patente até fevereiro de 2011, de terça a sexta das 10h às 17h e sábados e domingos das 11h às 18h (encerra às segundas e feriados). Ver mais informações em www.mnhn.ul.pt .

 

Chapitô
Costa do Castelo, 1/7, Lisboa
Tel. 218 855 550
Ateliês O Chapitô oferece dois tipos de ateliês para crianças entre os 4 e os 12 anos. Um deles é o "Mundo da Fantasia e do Circo", onde poderão praticar diversos exercícios ligados ao mundo circense, às segundas-feiras, das 17h30 às 18h30. E o outro é "Capoeira", onde poderão juntar-se à roda viva da dança-luta brasileira, às quintas-feiras, das 17h30 às 18h30. Ver mais informações em www.chapito.org .

 

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 12:40 | link do post | comentar

Sábado, 14.08.10

sexualidade feminina

 

O que pode uma mulher, no século XXI? Este é o tema comentado por Cláudia Riolfi, psicanalista e professora da Faculdade de Educação da USP. Segundo Riolfi, muitas mulheres estão no meio do caminho, perdidas.

 

Conseguiram realizar o feminino muito além do lar e ainda escorregam para soluções gastas dentro dele. Confundem a mulher com a mãe e viram enfermeiras de seus homens e de seus filhos. A conta costuma ser alta, para eles e para ela.

 

“Que pena! Existem outras maneiras de uma mulher viver sua sexualidade. Aquelas que insistem em encontrá-las injetam feminilidade nas veias do mundo. Graças a elas, assistimos ao nascimento de uma nova ética”. A psicanalista dá mais detalhes.

Por que as mulheres ainda confundem tanto o seu papel? Extrema exigência consigo mesma, mania de perfeição em tudo que fazem?

Com a globalização, não temos mais modelos de ser homem e de ser mulher. Vimos nascer uma cultura na qual as mulheres não precisam mais se ater às tarefas do lar e se satisfazer na maternidade e na enfermagem. As opções que se abrem a sua frente são múltiplas. Se, por um lado, isso é muito bom, por outro, gera indecisão. O que escolher? Privada do refúgio de uma identidade segura, uma mulher nunca sabe se está seguindo o caminho certo. Na tentativa de se garantir, corre ao guru da vez: as revistas femininas, os livros de auto-ajuda, as amigas. Procura por um conselho certeiro, um guia do bem fazer. Como nada disso funciona inteiramente, o risco é que recorra aos velhos modelos de ser mulher. Quer dar conta do presente sem abrir mão do passado. É muito para uma pessoa só. Trata-se de uma impossibilidade.

Quais as conseqüências?

As conseqüências são múltiplas. Isso atrapalha a todo mundo. Em primeiro lugar, ela está sempre insatisfeita consigo mesma, julga-se muito mal. Ela se sente sempre em falta para com aqueles a quem ama. Não importam os elogios, ela nunca se acha uma boa mãe, pensa que nunca fez o bastante. É um equívoco. Isso nasce da dificuldade de se deparar com os próprios desejos. Para se proteger de um desejo que julgam ser excessivo, escondem-se atrás de seus filhos. O tempo que dedicam ao trabalho lhes persegue. Julgam-se impedidas de sair, de passear, de dançar... Ora, quem não faz o que gosta torna-se amargo, ressente-se. As queixas se multiplicam e o ressentimento só cresce. A mulher de hoje está afogada em um copo de raiva. 

Que tabus ainda persistem quando se fala em sexualidade feminina?

Por parte das mulheres, ainda persiste o equívoco de que um homem está em melhores condições. Elas se iludem ao pensar que ser mulher é difícil enquanto ser homem é fácil. Não conseguem perceber que os homens estão tão ou mais perdidos do que elas. Assim, o encontro amoroso torna-se mais difícil ainda. É complicado se abrir ao prazer sexual quando a pessoa se sente explorada de algum modo. Aí está o germe da dificuldade que muitas mulheres encontram para obter prazer sexual.

De uma maneira geral, as mulheres ainda têm chances de ser feliz sexualmente falando, sem deixar de lado suas outras funções?

Gostaria de inverter esta pergunta. Proponho pensarmos que é justamente na medida em que ela consegue ser feliz sexualmente que conseguirá transferir o prazer que pode experimentar em seu corpo para suas outras funções. Uma mulher que está em paz com sua sexualidade é acolhedora, tem jogo de cintura, consegue inserir o feminino no mundo dos homens. Estávamos todos acostumados a viver em um mundo homossexual: os homens davam as regras e as mulheres ficavam fora da cultura. As primeiras feministas continuaram nesta lógica, reivindicando o direito de se tornarem iguais aos homens. O desafio agora é inventarmos um mundo onde haja lugar para os dois sexos.

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Letra
Mãe tenho ciúmes do pai
Quando se deita contigo Mãe
E te chupa as tetas
E te esborracha os seios
E se monta em ti
E se vem depois. Mãe
Mãe eu não suporto o pai
Mãe vou dar cabo do pai
Quando ele diz Mãe
Gosta de mim Mãe
Quando ele diz Mãe
Gosta de ti Mãe
Quando ele diz Mãe
Que nos ama aos dois

E depois bate sem fim

Eu vim cá para fora
Toda a gente chora
Toda a gente berra
Foste tu
Foste tu

Mãe
eu já matei o pai
Mãe
Foi uma morte sem dor
Agora sou só eu Mãe
Agora és só tu Mãe
Agora somos só dois
E depois, e depois
Mãe
Morreste também
Mãe
Traíste-me assim
Agora sou só eu Mãe
E procurei o fim Mãe

Eu vim cá para fora
Toda a gente chora
Toda a gente berra
Foste tu
Foste tu



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Sábado, 21.11.09

 O Joãozinho achou tão excitante o que tinha visto que não se conteve e correu para casa contar à mãe.


- Mãe! Mãe! Eu estava no pátio da escola, quando vi o carro do pai ir para o  bosque com a tia Lídia. Fui atrás para ver. O pai estava a dar um grande  beijo na tia Lídia. Depois ele ajudou-a a tirar a blusa, depois a tia Lídia  ajudou o pai a tirar as calças e depois a tia Lídia...
 
 Nesse ponto, a Mãe interrompeu-o e disse:
 
- Joãozinho, essa é uma história tão interessante, que vais guardá-la para  contar à hora do jantar!...
 
 Quero ver a cara do pai, quando lhe contares tudo isso, à noite.
 
 Ao jantar, a mãe pediu ao Joãozinho para contar a história.
 
- Eu estava a brincar no pátio da escola quando vi o carro do pai ir para o bosque com a tia Lídia. Corri para ver. Ele estava a dar um grande beijo à tia Lídia. Ajudou-a a tirar a blusa e a tia Lídia ajudou o pai a tirar as calças e depois a tia Lídia e o pai começaram a fazer as mesmas coisas que a mãe e o tio Jacinto faziam, quando o Pai estava na tropa!
   
A Mãe desmaiou!
 
Moral da história: Ás vezes, é preciso ouvir toda a história, antes de a interrompermos...

 

Via A alma da flor



publicado por olhar para o mundo às 14:08 | link do post | comentar

Quarta-feira, 14.10.09

 Mãe má

 

MÃE MÁ


O texto abaixo foi entregue pelo professor de Ética e Cidadania da escola Objectivo/Americana, Sr. Roberto Candelori, a todos os alunos da sala de aula, para que entregassem a seus pais.A única condição solicitada pelo mesmo foi de que cada aluno ficasse ao lado dos pais até que terminassem a leitura.

“Um dia quando os meus filhos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e mães, eu hei de dizer-lhes:
- Eu amei-vos o suficiente para ter perguntado aonde vão, com quem vão e a que horas regressarão.
- Eu amei-vos o suficiente para não ter ficado em silêncio e fazer com que vocês soubessem que aquele novo amigo não era boa companhia.
- Eu amei-vos o suficiente para vos fazer pagar os rebuçados que tiraram do supermercado ou revistas do jornaleiro, e vos fazer dizer ao dono: “Nós tirámos isto ontem e queríamos pagar”.
- Eu amei-vos o suficiente para vos deixar ver além do amor que eu sentia por vocês, o desapontamento e também as lágrimas nos meus olhos.
- Eu amei-vos o suficiente para ter ficado em pé, junto de vocês, duas horas, enquanto limpavam o vosso quarto, tarefa que eu teria feito em 15 minutos.
- Eu amei-vos o suficiente para vos deixar assumir a responsabilidade das vossas acções, mesmo quando as penalidades eram tão duras que me partiam o coração.
Mais do que tudo, eu amei-vos o suficiente para vos dizer NÃO, quando eu sabia que vocês poderiam me odiar por isso (e em alguns momentos até odiaram).
Estas eram as mais difíceis batalhas de todas. Estou contente, venci... Porque no final vocês venceram também! 
E qualquer dia, quando os meus netos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e mães; quando eles lhes perguntarem se a sua mãe era má, os meus filhos vão lhes dizer:“Sim, a nossa mãe era má. Era a mãe mais má do mundo...
As outras crianças comiam doces no café e nós só tinhamos que comer cereais, ovos, torradas. 
As outras crianças bebiam refrigerante e comiam batatas fritas e sorvetes ao almoço e nós tinhamos que comer arroz, feijão, carne, legumes e frutas. 
Tinha que saber quem eram os nossos amigos e o que nós fazíamos com eles.Insistia que lhe disséssemos com quem iamos sair, mesmo que demorássemos apenas uma hora ou menos.
 Ela insistia sempre connosco para que lhe disséssemos sempre a verdade e apenas a verdade.E quando éramos adolescentes, ela conseguia até ler os nossos pensamentos. 
A nossa vida era mesmo chata!Ela não deixava os nossos amigos tocarem a buzina para que saíssemos; tinham que subir, bater à porta, para ela os conhecer.
Enquanto todos podiam voltar tarde tarde da noite com 12 anos, tivemos que esperar pelos menos 16 para chegar um pouco mais tarde, e aquela chata levantava para saber se a festa foi boa (só para ver como estávamos ao voltar).
Por causa da nossa mãe, nós perdemos imensas experiências na adolescência.- Nenhum de nós esteve envolvido com drogas, em roubo, em actos de vandalismo, em violação de propriedade, nem fomos presos por nenhum crime.
FOI TUDO POR CAUSA DELA!”Agora que já somos adultos, honestos e educados, estamos a fazer o melhor para sermos “PAIS MAUS”, como a minha mãe foi.

EU ACHO QUE ESTE É UM DOS MALES DO MUNDO DE HOJE: NÃO HÁ SUFICIENTES MÃES MÁS!

 

Recebido por mail



publicado por olhar para o mundo às 15:07 | link do post | comentar

Sábado, 11.07.09

Vender a mãe, ...nua

 

Um jovem neozelandês tentou leiloar na Internet fotos da mãe em lingerie. A falta de dinheiro e uma discussão entre ambos foram os motivos apresentados por Michael, de 18 anos, para tal atitude.

"Cinco fotos da minha mãe nua". Foi este o título dado pelo jovem ao material que pôs em leilão no site "TradeMe" . Devido ao conteúdo "inadequado" das imagens, o site retirou o leilão mas o jovem voltou à carga e fez uma segunda tentativa, com as fotos da mãe em lingerie e poses provocantes.

Ao todo as imagens receberam onze mil acessos antes de voltarem a ser retiradas do ar.

A mãe do adolescente, identificada como Jennifer, 44 anos, revelou ao jornal "New Zealend Herald " que, no início, ficou "chocada e irritada", mas depois até acabou por "se divertir com a situação".

Segundo o jovem, o dinheiro conseguido com a venda das fotos iria ajudar o orçamento doméstico. "Não somos ricos", explica Michael. "Só queria um dinheiro extra".

 

Via expresso



publicado por olhar para o mundo às 18:18 | link do post | comentar

Domingo, 03.05.09

Uma rosa para as mães 

 

No mais fundo de ti, 
eu sei que traí, mãe 

Tudo porque já não sou 
o retrato adormecido 
no fundo dos teus olhos. 

Tudo porque tu ignoras 
que há leitos onde o frio não se demora 
e noites rumorosas de águas matinais. 

Por isso, às vezes, as palavras que te digo 
são duras, mãe, 
e o nosso amor é infeliz. 

Tudo porque perdi as rosas brancas 
que apertava junto ao coração 
no retrato da moldura. 

Se soubesses como ainda amo as rosas, 
talvez não enchesses as horas de pesadelos. 

Mas tu esqueceste muita coisa; 
esqueceste que as minhas pernas cresceram, 
que todo o meu corpo cresceu, 
e até o meu coração 
ficou enorme, mãe! 

Olha — queres ouvir-me? — 
às vezes ainda sou o menino 
que adormeceu nos teus olhos; 

ainda aperto contra o coração 
rosas tão brancas 
como as que tens na moldura; 

ainda oiço a tua voz: 
          Era uma vez uma princesa 
          no meio de um laranjal...
 

Mas — tu sabes — a noite é enorme, 
e todo o meu corpo cresceu. 
Eu saí da moldura, 
dei às aves os meus olhos a beber, 

Não me esqueci de nada, mãe. 
Guardo a tua voz dentro de mim. 
E deixo-te as rosas. 

Boa noite. Eu vou com as aves. 

Eugénio de Andrade, in "Os Amantes Sem Dinheiro"



publicado por olhar para o mundo às 22:09 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Gravidez, Como cuidar do ...

Mulher dá à luz gémeos de...

Como passar o Natal sem g...

Onde levar as suas crianç...

Onde Levar as suas crianç...

Sexualidade feminina

Música Portuguesa do dia ...

Ai as crianças.....

Mãe Má

Vender a mãe... nua!

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...