Terça-feira, 09.10.12

6 certezas sobre sexo que deve esquecer

Deixe as suas certezas sobre sexo para trás e aumente a temperatura na cama

Por vezes agarramo-nos a determinadas certezas, apesar destas serem antiquadas. Nunca dá por si a pensar que chegou a altura de pensar em algo novo? 

1ª certeza sobre sexo: Sexo bom dura horas e horas 
Correcção: Relações sexuais boas duram o tempo que queremos que durem. 

Pode ser uma “rapidinha” quando está à espera dos sogros e a adrenalina começa a correr nas veias. Permita que os desejos urgentes do seu parceiro, de possuí-la naquele preciso momento, a entusiasmem. Pode também ser uma maratona sexual no Domingo de manhã, na qual descobre zonas erógenas esquecidas e tenta todas as posições que conhece, e talvez até inventa umas novas. 

2ª certeza sobre sexo: o homem toma sempre a iniciativa
Correcção: Mulheres, assumam o controlo!

Normalmente, a iniciativa é sempre do mesmo parceiro. Na maioria dos casos, este parceiro é o homem, independentemente de quão emancipada ou excitada está a mulher. Os homens adoram que as mulheres assumam o controlo – sentem-se mais desejados e você sente-se mais confiante, o que vai, sem sombra de dúvida, elevar a temperatura no quarto (ou no WC, sofá, balcão da cozinha...).

3ª certeza sobre sexo: cada um dos parceiros investe 50% de esforço na elação sexual
Correcção: Isto deve aplicar-se ao balanço anual, mas cada pessoa deve investir aquilo que lhe apetece nesse momento.

Isto significa que se o seu parceiro está cansado, deixe-o descansar e render-se ao prazer, enquanto o mima. Quem sabe se essa razão 20-80% não aumenta o seu prazer para 150%.

4ª certeza sobre sexo: Relação sexual é o coito
Correcção: Relação sexual pode ser tudo.

Quando chegamos ao coito, a “verdadeira relação sexual”, sentimos que o prazer que obtemos num simples beijo ou carícias é só para “principiantes”. Ainda se lembra de como gostou de se conhecer, em termos sexuais? Talvez deva aprender algo com os “principiantes”: esteja completamente presente em cada beijo, em cada toque, quando estiver a saboreá-los, sem se apressar para o derradeiro objectivo – o orgasmo.

5ª certeza sobre sexo: as fantasias são privadas
Correcção: Também pode contar as suas fantasias ao seu companheiro. Podem partilhar fantasias ou realizá-las juntos.

Partilhar fantasias vai estimular o vosso desejo sexual e criar sentimentos ainda mais fortes de confiança e proximidade. Ver um filme erótico ou ler literatura erótica juntos pode ser um bom começo, e depois podem criar os vossos próprios guiões eróticos.

6ª certeza sobre sexo: quando se conhece bem o parceiro, sabe-se “em que botões carregar” 
Correcção: A menos que tenha uma relação com um robot, tudo pode mudar.

Mesmo que pense que conhece o seu parceiro por dentro e por fora, continue a explorar as zonas erógenas do seu corpo e as mudanças nos seus desejos, à medida que os anos passam. Descubram-se novamente e os vossos laços serão fortificados – mesmo fora do quarto.

 

Noticia do Sapo Mulher



publicado por olhar para o mundo às 08:44 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 08.10.12

Não finja que está a gostar!

 

Pode sair-lhe caro

 

Se fingir que fica excitada com algo que não a excita durante a relação sexual, em breve o sexo vai transformar-se num pesadelo. Exprima os seus desejos! 

Tem de revelar os seus desejos ao seu parceiro

 

O objectivo do bom sexo é deixar-se levar e ter em conta os desejos do seu parceiro, sendo que o seu parceiro tem também em conta os seus desejos e faz tudo o que a excita. É por isso que não é boa ideia ficar em silêncio e pensar que o seu parceiro vai achar que os seus desejos são estranhos ou que a vai julgar. As mulheres costumam ter mais problemas com este tipo de situações. 

Têm medo que os homens passem a vê-las como prostitutas, o que implica que não as vejam como futuras esposas. Esta situação é naturalmente indesejável porque as priva de ter prazer e faz com que passem a sentir que falta sempre algo no sexo. Por outro lado, os homens têm medo que as suas parceiras digam que não, que achem que os seus desejos são depravados ou que reajam mal. 

É sempre importante falar sobre estas questões e é por isso que aconselhamos que mostre, assim que possível, e de forma amável e agradável, o que quer, o que gostava de experimentar, o que acha que falta fazer e quais são as suas fantasias. Mesmo que a reacção inicial seja algo turbulenta, não desista e continue a explicar, ou então espere por uma ocasião mais apropriada, encarando a partilha dos seus desejos de forma diferente. 

Os preconceitos devem ser deixados à porta do quarto

 

A maioria dos preconceitos são completamente desnecessários e provavelmente vão rir-se deles mais tarde. São apenas fruto da sua imaginação e deixarão de existir se falar honestamente sobre eles com o seu parceiro. As mulheres são normalmente preconceituosas em relação ao sexo anal, esperma, garganta funda, sexo mais brusco e alguma dominação marota, por exemplo. 

Os homens não sabem como exprimir estes desejos adequadamente e por isso não os revelam, tornando-se muitas vezes infelizes e insatisfeitos com a sua vida sexual. Caros senhores, um dos maiores erros que podem cometer é trair a vossa parceira só por estarem convencidos que ela não gostaria de experimentar certas coisas. Deve perguntar-se primeiro se chegou alguma vez a dizer-lhe o que quer fazer. 

Se já o fez, analise a forma como lhe perguntou. Foi suficientemente persistente, fez as coisas certas sem a forçar a nada? Uma palavra gentil resulta sempre bem, só tem de ser paciente, especialmente se a sua parceira não for muito experiente neste tipo de assuntos ou um pouco conservadora. 

Tácticas para realizar os seus desejos mais secretos

 

Comece com uma abordagem astuta e assim não vai insultar a sua parceira, para que ela não ache que está insatisfeito com a sua vida sexual e que só consegue satisfazer-se através das suas fantasias. Também aconselhamos as mulheres a não seguirem essas linhas de raciocínio para não ficarem com a sensação que os seus parceiros já não têm interesse no sexo normal e que só ficam excitados com as coisas que ainda não fizeram com eles. 

Caras senhoras, não se trata disso; o conceito é semelhante ao da sobremesa, um ingrediente adicional para apimentar o sexo. Estas são coisas que os vossos parceiros gostam e que as querem fazer ocasionalmente. O mesmo também se aplica a si. Deve falar ao seu parceiro sobre os seus desejos e não tenha medo que ele a passe a olhar para si da forma errada. Por exemplo, diga-lhe que quer que lhe faça mais sexo oral, estendendo-o ao ânus, que gostava de experimentar sexo em público e muito mais. Não tenha vergonha dos seus desejos. 

Não os reprima e comece a fantasiar com outra pessoa. O seu parceiro só pode realizar os seus desejos se os revelar. Como já dissemos anteriormente, revelar os seus desejos exige paciência e uma abordagem e experimentação gradual. É melhor deixar que as coisas aconteçam espontaneamente e no calor da paixão. 


Retirado de Sapo Mulher



publicado por olhar para o mundo às 18:53 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.09.12
como evitar seis erros que estragam o sexo

Veja dicas de como melhorar sua vida a dois

As mulheres devem ficar alertas quando o sexo não vai bem. Elas não devem culpar sempre o parceiro se estiverem com dificuldades para atingir o orgasmo e, sim, assumir a responsabilidade. Segundo o site Your Tango, as pessoas fazem sexo por várias razões e não todas são físicas, no entanto, o objetivo de atingir o orgasmo é o que motiva querer fazer mais e mais sexo.

 

Mas para que a relação fique melhor, mais quente e tenha melhores orgasmos, você precisa prestar mais atenção às preliminares e à comunicação, além de aprender a assumir a liderança.

 

Veja abaixo seis razões que podem estar estragando suas noites e o que fazer para reverter esta situação:

 

1 - Você está pulando as preliminares: a parte mais quente e mais explosiva do sexo acontece quando os dois estão totalmente conectados, excitados e focados na vontade do casal e, a única maneira de chegar lá, é com as preliminares. Ela aumenta a excitação e a probabilidade de atingir o orgasmo. Incorporar brincadeiras mais longas às suas transas, dá mais tempo do corpo se preparar para o evento principal. Você pode não perceber, mas a vagina passa realmente por um processo fisiológico de mudança durante as preliminares. O útero contrai um pouco e as paredes da vagina se expandem, o que torna a penetração mais agradável.

 

2 - Você não está construindo antecipação suficiente: ter tempo para se excitar e deixar o parceiro “louco” incrementa o sexo de várias maneiras, por isso uma das coisas mais importantes das preliminares é que você tenha tempo de construir a antecipação. A antecipação e a tensão é como uma brasa que vai se acender depois. Afinal, se você sabe exatamente o que vai acontecer e quando, não há pelo que ficar animado. É a necessidade, a construção e a sensação de que você não seria capaz de esperar mais que faz o sexo ser quente.

 

3 - Você não está falando o que deve: você não está deixando claro o que quer, fale do que gosta. Seu parceiro quer agradá-la, mas pode não saber como. Alguns são mais perspicazes que outros, no entanto, muitos homens e mulheres se preocupam e acham que as perguntas e conversas podem acabar com o clima. Apesar do ditado que diz não existir perguntas estúpidas, algumas definitivamente são mais sexy do que outras. Você pode resolver este problemas, falando quais são verdadeiros desejos. Se quiser alguma coisa específica, deixe claro. Se precisar desacelerar o ritmo para aumentar seu prazer, tente tomar o controle. Não tenha medo de dar um passo atrás, parar a ação e mudar seu curso.

 

4 - Você não está ajudando: a crítica não é sexy, então use os comentários positivos para conseguir o que quer durante o sexo. Dizer coisas como: "eu amo quando você me toca lá", "amo quando você usa sua boca" e "adoro quando você vai devagar, me faz querer ainda mais", são excelentes maneiras de conseguir o que deseja e manter a tensão erótica entre você e seu parceiro.

 

5 - Você vai de carona quando se trata do seu prazer: muitas mulheres têm a convicção de que seus parceiros irão dar todo o prazer e incríveis orgasmos à elas e, por causa disso, relutam em ter mais ação na criação do prazer durante o sexo. Não importa o quanto seu amante seja incrível, ele ou ela não pode ler sua mente. Seu parceiro deve estar atento às suas necessidades, é claro, além de ter habilidades sexuais e empatia para agradá-lo, mas não pode lhe "dar" um orgasmo sem sua participação. Sexo é algo feito junto e seu orgasmo é responsabilidade dos dois, por isso escolher as posições lhe permite acessar áreas mais sensíveis do seu corpo. Aproveite para falar sobre o que está gostando e o que não está dando certo.

 

6 - Você não considera todas as opções: há no mercado várias opções de pequenos vibradores que podem ser usados durante o sexo com seu parceiro. Encontre um que goste e não fique envergonhada. Explique ao seu amante que o vibrador irá melhorar a experiência e ajudá-la a chegar lá com menos esforço. Estes brinquedinhos diminuem a pressão e permitem que você relaxe e perca o medo e a preocupação se vai ou não ter um orgasmo. Usar um vibrador dirá ainda que você é liberal e leva a sério sua vida sexual e não há nada de errado nisso. 

 

Retirado de Terra



publicado por olhar para o mundo às 21:34 | link do post | comentar

Quinta-feira, 17.05.12

Workshop dá dicas de engate e sexo em espaços públicos

 

Como posso engatar ou ser engatado? E ultrapassada essa questão: como ter uma aventura sexual num espaço público sem ser visto? A estas e outras questões promete dar respostas o primeiro workshop sobre engate e sexo em Portugal, esta segunda-feira à noite, em Lisboa, inserido no movimento 'Primavera Global'.

 

"Fazer cidades democráticas também é preservar os espaços de engate e de sexo em locais públicos, mas discretos. E você, quer vir hoje ao parque?". O convite partiu de uma filósofa, Anabela Rocha, e de um sociólogo, Fernando André Rosa, do coletivo 'Panteras Rosa', que decidiram associar ao protesto global que decorre em 250 cidades mundiais - sete das quais portuguesas - tal formação.

 

A dupla promete fazer desfilar os formandos, a partir das 21 horas e gratuitamente, pelas zonas de circulação e arborizadas do Parque Eduardo VII, em Lisboa, habitualmente usadas para aventuras sexuais. E, ali, entre um arbusto e outro ou atrás de uma árvore, fora da visibilidade pública, ensinar não só técnicas de abordagem e prática sexual em locais públicos, como alertar para casos de violência que tem ocorrido sobre os adeptos destas práticas.

 

Segundo Anabela Rocha, este singular workshop surge como forma de preservar a história deste local como "zona de excelência de engate e de fantasias eróticas, especificamente urbanas, de interação com um estranho".

 

"É necessário refundar as cidades numa perspetiva mais democrática. Este é o nosso contributo nesse sentido. Há aqui uma herança 'queer' (identidades sexuais não normativas) que é necessário não ficar estigmatizada mas antes obter visibilidade e impor-se no mapa da cidade", refere.

 

"A prática de engate 'queer' nos parques favorece as interações sem necessidade de consumir, sem barreiras linguísticas ou de classe", acrescenta.

 

"Occupar o engate" - assim se chama a formação - parte junto à acampada dos elementos que ali se fixaram no sábado à tarde, após a marcha pela Avenida da Liberdade, contra as medidas de austeridade.

 

Além de engatados e quem já engatou, o workshop conta ainda com o contributo do geógrafo Paulo Jorge Vieira, cuja área de investigação incide nesta temática.

 

Retirado do DN



publicado por olhar para o mundo às 21:10 | link do post | comentar

Segunda-feira, 07.05.12
Invista em algumas descobertas sexuais e surpreenda seu parceiro. Foto: Getty Images

Invista em algumas descobertas sexuais e surpreenda seu parceiro

 

Você já fez sexo no primeiro encontro? Costuma ver filmes eróticos? Já tentou usar algemas para ter uma noite diferente com seu namorado? Se você respondeu não para essas perguntas, talvez seja hora de arriscar algumas descobertas sexuais.

 

Por isso, o site Glamour reuniu uma lista com 30 dicas que todas as mulheres com mais de 30 anos devem colocar em prática. Confira a seguir e veja o que falta para você fazer.

 

Se toque e chegue lá
Para sentir prazer, nem sempre é preciso estar acompanhada. Com masturbação, você vai conhecer seu corpo e ter orgasmos sem precisar do seu namorado.

 

Faça sexo num lugar proibido 
"Seja em seu antigo quarto na casa de seus pais ou em cima da mesa após o trabalho, escolher um lugar proibido vai deixar o clima mais quente", indica a especialista em sexo Lora Somoza.

 

Faça sexo no primeiro encontro
Pelo menos por um momento, esqueça a ideia de viverem felizes para sempre. Às vezes tudo o que uma mulher precisa é sentir prazer. Escolha o homem mais atraente do bar e divirta-se com ele.

 

Use o dedo com o parceiro
Alguns homens ficam tímidos e preferem não tentar, mas deixar a mulher estimular novas áreas com os dedos pode ser muito prazeroso (para os dois!).

 

Crie personagens
A ideia pode parecer um pouco esquisita, mas interpretar personagens pode fazer com que o clima esquente entre vocês. Se faltar criatividade, o site dá a dica: "imagine que ele é um estrangeiro sexy sentado ao seu lado no bar do aeroporto".

 

Assista a filmes eróticos
Assistir a vídeos pornôs não é exclusividade dos homens. Às vezes, mulheres também precisam de inspiração extra na hora de sentir prazer. Você pode ver sozinha ou, se preferir, assistir com ele e ter ideias para colocar em prática em seguida.

 

Conte para ele o que te agrada
Homens não têm como adivinhar, por isso, você precisa avisar se quiser que ele mova a língua mais rapidamente ou vá mais para a esquerda. Acredite, ele vai agradecer a sua ajuda.

 

Use algemas
Todo mundo gosta de assumir o controle total em alguns momentos. Por isso, ele vai se sentir seguro e poderoso se você deixar que ele prenda seus braços com algemas. "Permita que seu parceiro desfrute de seu corpo enquanto você descansa e sente prazer. Vai ser uma experiência incrível", diz Somoza.

 

Dê uma rapidinha
Nem sempre e o sexo precisa ser demorado. Pouco antes de sair para trabalhar, aproveite alguns minutos para fazer sexo com ele. Desse jeito, os dois vão sentir ainda mais vontade de voltar para casa no final do dia.

 

Fique com homens mais velhos
Não tenha medo de descobertas. "Você não gostaria de ver um homem com mais dez anos de experiência sexual que você na cama?", sugere Samoza.

 

Observe ele se masturbando e vice-versa
Ver um homem se masturbando pode ser um jeito de aprender alguns truques. Observe o tipo de toque, a velocidade e as preferências dele para saber como fazer mais tarde.

 

Envie uma foto sexy para ele
Você não precisa estar sem roupa, mas tire uma foto sensual e envie para o seu namorado. Escolha uma lingerie e deixe que ele fique ansioso para o próximo encontro.

 

Tome a iniciativa
Quem disse que eles sempre precisam dar o primeiro passo? Seu namorado também gosta quando você toma iniciativa na hora de começar uma relação sexual.

 

Faça sexo no carro
Caso você não tenha feito isso quando mais jovem, pare o carro em um lugar seguro, como um estacionamento vazio, e convide-o para aproveitar o momento no banco de trás.

 

Faça sexo ao ar livre
Sua cama pode ser mais confortável, mas fazer sexo na varanda pode ser uma experiência estimulante. Isso também vale para lugares desertos, como uma praia tranquila durante a noite.

 

Faça sexo com alguém que adora seu corpo
Ficar com um homem que elogia seu corpo o tempo todo faz com que você se sinta mais confiante e se solte durante o sexo. Além disso, claro, quem não gosta de receber elogios?

 

Fique com um estrangeiro
Você não precisa entender completamente o que ele está dizendo para se sentir atraída. Fazer sexo com um estangeiro vai fazer com que vocês troquem culturas e experiências diferentes.

 

Faça sexo silencioso
Já tentou fazer sexo com alguma outra pessoa por perto? "Um dos meus ex-namorados tinha um companheiro de quarto e tinhamos que ficar quietos enquanto ele estava em casa. Ter que segurar alguns gemidos deixava nossa relação mais quente", diz Erin, de 28 anos.

 

Troque experiências
Não importa quão bom você é na cama, sempre é tempo de aprender. Troque experiências com amigos e pesquise mais sobre novos truques de sedução.

 

Solte a imaginação
Seu melhor amigo? Seu ex? Ryan Gosling? Para se sentir estimulada, sinta-se livre e imagine que você está dormindo com o homem dos seus sonhos.

 

Dance para ele
Sabe quantos homens não se sentem excitados quando uma mulher dança para ele? Nenhum!

 

Use um brinquedo sexual
Não tenha medo de trazer o seu vibrador para a cama. Um orgasmo é um orgasmo e, se você se sente mais empolgada para chegar lá dessa forma, por que não?

 

Faça sexo com mais de um homem
Nem todas as mulheres precisam aceitar essa ideia, mas se você tiver vontade e um pouquinho de coragem, vale a pena passar uma noite com dois homens.

 

Compre um livro de massagens para casais
Não há nada mais gostoso que receber uma massagem antes do sexo. Para não deixá-lo com sono, compre um livro específico e faça massagem para casais que estimula e dá prazer.

 

Use sua lingerie preferida
Vista uma lingerie bem sexy, com cinta-liga, salto e renda. Além de aumentar sua autoestima, ele vai te achar irresistível.

 

Ligue para um cara que você acha atraente
Pesquise na sua agenda de telefones e ligue para um homem que você acha interessante. Tudo bem, você até pode preferir os inteligentes e simpáticos, mas pelo menos uma vez, fique com um homem que você acha atraente.

 

Faça sexo de madrugada
Quando você acorda no meio da noite para fazer sexo, começa o dia seguinte com bom humor.

 

Sussurre palavras quentes
Se você estiver totalmente confortável com seu parceiro, arrisque dizer palavras quentes durante o sexo. Vai deixar o clima ainda mais gostoso.

 

Faça amor
Você até pode provar todas as loucuras do sexo, mas não há nada mais gostoso que fazer amor com quem você realmente gosta.

 

Retirado de Terra



publicado por olhar para o mundo às 21:11 | link do post | comentar

Sexta-feira, 27.04.12

Aqueça a sua vida sexual em sete diasAqueça a sua vida sexual em sete dias

 

O tempo é capaz de esfriar o erotismo de qualquer relação. Por isso, um menu muito picante, com uma semana de duração, é o indicado para que a temperatura volte a subir.

 

“Quando iniciei a minha relação com o Mário, a nossa vida sexual era maravilhosa. Parecia que o desejo nunca acabava e que estávamos sempre disponíveis um para o outro. Com o passar do tempo, e sem que nos apercebêssemos numa primeira fase, os momentos de intimidade tornaram-se cada vez mais espaçados, até que um dia reparei que não fazíamos amor há semanas!”

 

    Da paixão à monotonia

Por certo que muitas de nós nos reconhecemos  na história de Catarina L., 35 anos. Desde o romantismo do boy meets girl até aos imperativos reais do nosso dia-a-dia complicado, o desejo sexual parece ser o primeiro a desaparecer debaixo da avalancha de obrigações e afazeres. Como refere a psicóloga Marta Crawford, “a fase em que um casal se conhece e se apaixona corresponde à de maior actividade sexual: é a altura da descoberta dos corpos um do outro, da paixão, e tudo funciona de forma muito ‘natural’; quando a relação se torna mais estável e o casal passa a viver junto e tem filhos, por vezes passa por uma situação de desinvestimento sexual”.

Ora, a questão é: como reverter o processo? “É preciso alimentar a relação”, salienta a psicóloga. Reservar tempo para a vida a dois, dar espaço e cultivar a intimidade, mostrar disponibilidade para novas experiências são algumas das chaves. Nós reunimo-las num ‘menu’ de sete dias, capaz de varrer a monotonia sexual da sua vida!

 

   SEGUNDA-FEIRA

Próxima paragem: motel

A clandestinidade pode ser muito excitante enquanto motor do desejo sexual. Porém, é muito normal pensar que, quando se trata do companheiro ‘legítimo’, se torna completamente desnecessária. Mas como erotismo é, acima de tudo, muita imaginação e capacidade para fantasiar sobre situações e cenários sensuais, podem, de vez em quando, comportar-se como se fossem amantes e combinarem um encontro amoroso à hora de almoço. Vá ter com ele a um sítio público, onde podem passar despercebidos no meio da multidão (um parque de estacionamento de um centro comercial, por exemplo). Ele estaciona ao seu lado, você entra para o automóvel e vão até um motel. Sim, um daqueles locais especificamente pensados para encontros sexuais. Passam pela portaria e seguem directamente para uma garagem privada, com acesso ao quarto. E aí tem direito a cama redonda, espelhos no tecto e até um varão, caso queira improvisar uma dança (sabia que pode ter lições?). Só têm de apreciar o momento, estimulados pela ideia que todos os minutos estão contados!

Contactos: www.requinte.com.pt; www.dliriusazuis.com; www.habanamotel.com.

 

Dança do varão: Círculo de Dança de Lisboa, R. Adelaide Cabete, 6 – Carnide; tel.: 21 712 06 00; e-mail: info@circulodedancadelisboa.com; www.circulodedancadelisboa.com.

 

TERÇA-FEIRA

     Sessão privada de cinema

Fiquem em casa para um serão caseiro. A diferença é o filme que vai passar no vosso DVD! Para começar, e caso ache o tradicional filme pornográfico ‘muita areia para a sua camioneta’, podem alugar ou comprar um erótico. As nossas sugestões? Bem, desde a clássica série ‘Emanuelle’ ao estético ‘De Olhos Bem Fechados’ ou ao estridente ‘Shortbus’, sem esquecer os revisitados ‘Nove Semanas e Meia’, o ‘Último Tango em Paris’ e ‘O Império dos Sentidos’, as escolhas são muitas.

 

E agora está a pensar: “sim, mas o que é que isso pode fazer pela minha vida sexual”? Bem, muito, ou não houvesse um voyeur dentro de cada um de nós, mesmo que não gostemos de o admitir. Observar o prazer dos outros é uma forma de chegar ao nosso próprio prazer. Por isso, sentem-se bem juntinhos no sofá e carreguem no play. E, quando a vontade chegar, só têm de esquecer o filme...

Contactos: alugue na internet, em www.blueplanetdvd.com.

 

QUARTA-FEIRA

     ‘Amigos’ novos  na cama

Sim, é verdade: não vão sozinhos para a cama. Mas não se tratam de amigos de carne e osso, mas de todos os acessórios que podem ajudar a criar um clima de maior erotismo. Falamos da tradicional venda, das algemas, dos vibradores, das bolinhas chinesas, que se adquirem em sex shops. Bem, não se assuste! Não tem de os levar todos ao mesmo tempo, além de que só o deve fazer caso se sinta confortável e sempre com o pressuposto de que vai experimentar: se não gostar, pára de imediato. E não parta do princípio que os brinquedos sexuais podem substituir a relação física entre si e o seu companheiro – eles constituem mais uma forma de explorar o vosso prazer  – ou que estão associados a qualquer tipo de ‘desvio’ – os estudos comprovam que são as pessoas com relações estáveis que mais recorrem a eles.

  

QUINTA-FEIRA

Tudo… menos isso

Chama-se ‘estimulação sensorial’ e os praticantes do tantra ioga fazem-no como parte do ‘treino’. Como explica a psicóloga Marta Crawford, “são colocadas algumas restrições, como, por exemplo, não existir uma relação coital. Isso dá espaço ao casal para (re)descobrir outras formas de sexua-lidade, como as carícias, os beijos, reforçando a confiança, a liberdade, a sensação de segurança na relação e o desejo sexual, de uma forma harmoniosa, sem pressão, sem medo, sem agressividade”. Esta noite, é isso mesmo que vão fazer: tudo, menos penetração! Lembre-se que o prazer tem que ver com todos os sentidos.

 

   SEXTA-FEIRA

Soltar a língua

Sabia que as palavras têm um enorme potencial erótico? Quantas vezes experimenta o desejo de se libertar e dizer certas ‘coisas’ ao seu parceiro, mas inibe-se, pois tem medo de soar ridícula? Pois bem, este é o dia destinado a falarem ‘mal’. Se está nervosa, aqui ficam algumas dicas:

• Esqueça aquilo que aprendeu. É verdade que na vida quotidiana é feio dizer palavrões, mas na cama essa máxima não se aplica.

• Pratique quando estiver sozinha: imagine-se a ter relações com o seu companheiro. Quais as palavras que a podiam excitar caso as ouvisse? E a ele, o que tem vontade de dizer?

• Comece devagar. Não é do dia para a noite que se vai conseguir libertar por completo, mas agora vai dar os primeiros passos.

• Encontre o tom de voz: pode sussurrar, gritar, falar mais depressa ou mais devagar. O fundamental é que se sinta confortável.

  

SÁBADO

O último dos tabus


 

DOMINGO

Jogo de cama


Os miúdos podem passar o dia em casa dos avós e, como vocês até têm de se deitar cedo porque amanhã é segunda-feira, aproveitem a tarde para fazer um pequeno jogo: chama-se strip poker. As regras são simples: trata-se de uma variação do jogo de póquer só que, em vez de se perder dinheiro, perdem-se peças de roupa. Quando já não há peças de roupa a tirar, quem está a perder tem de executar um ‘castigo’ escolhido por quem está a ganhar… Se quiser, experimente também o Kamasutra Play, um jogo de cartas destinado a dar a conhecer novas e arrojadas posições (E29,95), ou o Paradice, em que há dois dados, um dos quais indica a posição e o outro o local da casa onde a devem ‘executar’ (E4,95).


Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 13:53 | link do post | comentar

Quarta-feira, 21.03.12

Sexo e prazer sem pudores

Tem dúvidas sobre um dos maiores prazeres da vida? Nós respondemos a algumas perguntas "proibidas"

 

Que mulher não tem uma série de dúvidas sobre sexo e alguma vergonha de perguntar? Isso é normal. Mas estas interrogações não podem significar um obstáculo ao prazer. “Quanto mais a mulher conhecer o seu corpo, mais fácil será explorar a sua própria sexualidade”, diz a psiquiatra Carla Gil.

 

1. Sou muito tímida para pedir o que quero na cama. Como encontrar a forma certa de o dizer?

A melhor maneira de expressar os seus desejos é a subtileza. “Em vez de dizer ao parceiro que quer ser beijada no pescoço, por exemplo, ofereça-lhe o pescoço! Quando ele começar, incentive-o a continuar”, sugere Nelma Penteado, professora de artes sensuais.

 

2. É normal as mulheres se masturbarem?

Completamente normal. “A masturbação é importante para a mulher descobrir em que partes do seu corpo sente mais prazer”, explica o sexólogo Carlos Borges.A masturbação não tem de incluir a penetração de objectos, como um vibrador, ou do dedo. Basta dar prazer à mulher.

 

3. Sinto dor nas relações. O meu médico diz que não tenho nada fisicamente. Porque me dói?

Pode ter vaginismo, uma contracção da musculatura da vagina, que impede a entrada do pénis. Ao forçar a penetração, o homem provoca a dor. Também pode ser falta de lubrificação, por causas físicas (problema hormonal) ou psicológicas.

 

4. As grávidas podem fazer sexo normalmente?

Desde que não seja uma gravidez considerada de risco, a mulher pode fazer sexo normalmente. Caso a futura mamã sinta contracções no final da gravidez, é melhor evitar o ato sexual. No entanto, se ela e o bebé estão de perfeita saúde e o médico autorizar, é possível ter sexo.

 

5. O meu parceiro ejacula rapidamente. Como faço para prolongar esse tempo?

Quando o homem ejacula antes dos cinco minutos de penetração e não consegue controlar esse impulso, é possível que ele tenha ejaculação precoce. Geralmente, isso é causado por factores psicológicos como ansiedade ou trauma sexual na infância e deve ser tratado por psicólogos especializados.

6. Que doenças da terceira idade podem prejudicar a minha vida sexual?


De acordo com Anne Hooper alguns distúrbios nessa faixa etária podem comprometer a relação sexual. Entre eles, estão a artrite, que ataca as articulações e prejudica a mobilidade durante a relação sexual. Outros inimigos  são as diabetes, que podem provocar infecções vagina e vulva, caso não seja tratado adequadamente. Nos homens, as diabetes podem causar impotência.

 

7. Quais são as fantasias que as mulheres querem realizar

Um estudo realizado pela terapeuta sexual americana Gina Ogden mostrou quais são as fantasias que as mulheres mais desejam realizar. Elas são:

1 Fazer sexo com um ator, cantor ou outro homem lindo e famoso.

2 Ser dominada pelo parceiro durante o ato sexual.

3 Ser amarrada pelo parceiro durante a relação.

4 Sexo com alguém proibido, como o cunhado ou o vizinho.

5 Sexo com algum professor ou com um aluno.

6 Cenários românticos, como sexo numa praia ao luar.

7 Experimentar o acto sexual com outras mulheres.

8 Fazer sexo com sentimentos profundos envolvidos.

9 Sexo em locais perigosos, que aumentam a emoção.

10 Usar brinquedos sexuais, como vibradores.

 

8. Costumo pensar noutros homens para ter um orgasmo. Depois sinto culpa. Fantasiar é igual a trair?

Fantasias ajudam o casal a não cair na rotina. Mas, se as encara como traição, isso indica que se sente insatisfeita na relação.

 

9. Devo fingir orgasmo para satisfazer o meu marido?

Esse é um conflito comum para muitas mulheres. Elas preferem fingir um orgasmo a admitir que não tiveram prazer. Uma solução é parar de fingir e pedir ao parceiro carícias que facilitem o seu orgasmo.

 

10. Em que lugar da vagina a mulher sente maior prazer?

É no famoso ponto G, aquele tal que promete orgasmos intensos e maravilhosos. Ele fica atrás do osso púbico, dentro da parede da vagina. Pode encontrá-lo explorando a vagina com o dedo ou com toques do parceiro.

 

11. Porque é que a vagina faz uns barulhos estranhos?

Porque o movimento do pénis faz entrar e sair ar da vagina. Isso é normal, mas, se o barulho for escandaloso, opte pelo bom humor. Se quiser evitar esse ruído estranho, faça sexo na posição de concha.

 

12. O que fazer se o meu parceiro falhar na cama?

Seja carinhosa. “Trate a situação com naturalidade”, ensina Carla Gil. Beije-o, abrace-o, puxe outro assunto. A excitação voltará naturalmente e podem recomeçar a folia com mais fôlego.

 

13. Sinto mais prazer nos preliminares do que no acto. É normal?

É sim. Nos preliminares, o casal descobre os pontos sensíveis um do outro. “As pessoas acham que a penetração é a parte mais importante, mas é só mais uma etapa”, explica Carla Gil.

 

14. Há problema em fazer sexo menstruada?

A menstruação não  deve atrapalhar em nada. “A maioria dos homens não sente nojo. A mulher é que acha anti-higiénico”, afirma Carla Gil. Agora, se o seu parceiro se sente desconfortável com o facto, que tal convidá-lo para uma sessão de prazer debaixo do chuveiro?

 

15. Tenho vergonha de receber e fazer sexo oral, mas queria experimentar. Como?

Que tal começar por brincar? Pode ser com chantily (ou mel), por exemplo. Passe-o nas partes do seu corpo em que gostaria de ser excitada e deixe a língua do seu parceiro fazer o resto. Vá só até onde quiser.

 

16. Invejo uma amiga que diz sentir muito prazer com o sexo anal. Como obter esse prazer?

É uma questão de exercício. A região anal proporciona prazer, porque é uma zona erógena. Mas como não tem lubrificação natural, alguns vasos da entrada do ânus podem romper com a penetração e provocar sangramento e dor. Para evitar isso, use lubrificantes e relaxe durante a penetração.

 

17. Adoro sexo com o meu parceiro, mas só chego ao orgasmo quando me masturbo. Como mudar isso?

Algumas mulheres não atingem o orgasmo com a penetração. “Isso acontece porque o clitóris fica afastado  da entrada da vagina, não permitindo a sua estimulação pelo pénis”. Neste caso, o parceiro deve estimulá-lo com a mão. Mas isso também pode ser um bloqueio emocional. Há mulheres que não conseguem entregar-se de corpo e alma ao acto sexual.

 

18. Tenho vontade de experimentar o sexo oral simultâneo, mas não sei se o meu marido quer. Como sugerir-lhe isso?

Não sugira. A cama não é uma área para travar debates, e sim um local de prazer onde, em princípio, deve acontecer tudo o que o casal desejar. Se  está com vontade de experimentar um 69,  dê o primeiro passo e deixar as coisas acontecerem.

 

Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 22:41 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 30.06.11

 

Ideias eróticas para o impressionar

 

Um bom presente não deve ser necessariamente algo material. Um sexo diferente agrada aos homens mais que qualquer outra coisa nesse mundo. Selecionamos dicas que irão transformar todas as datas em momentos pra lá de especiais.

- Despertar erótico

 


Chegou o dia tão esperado e você tem duas alternativas para começá-lo bem: o acorda completamente nua ou aproveita para fazer massagens em suas partes "mais sensíveis". Não tenha dúvidas que ele irá entender de imediato o que deseja.

- Banho de relaxamento


Depois de uma dose de ação logo pela manhã, nada melhor que um banho. Mas para que não seja apenas mais um, é aconselhável que você prepare o terreno antes. Use óleos para massagens, muita espuma e uma esponja bem macia.

- Café da manhã caliente


Enquanto ele se arruma para o trabalho, prepare um rico e energizante café da manhã. Sente-se bem diante dele apenas com uma camisola sensual. Se insinue enquanto ele come. Pode ter certeza que ele ficará excitado.

- Um atraso justificado


Com tanta provocação, não será difícil fazê-lo se atrasar um pouquinho para seus compromissos. Ele estará com tanto tesão que não pensará nem um segundo sobre o que fazer. Aproveite, afinal, um sexo apaixonante atrás da porta de sua casa não se tem todos os dias.

- Mensagens safadas


Assim que a tarde chegar, escreva de forma discreta ou descaradamente mensagens onde você explica o que pretende fazer com ele quando reencontrá-lo. 

- Transa de luxo


Uma escapadinha para o motel não faz mal a ninguém, ainda mais em uma data especial. E não espere que ele tome a iniciativa. Surpreenda. Faça você o convite. Prefira os quartos que tenham decoração temática, assim é ainda mais fácil fugir da rotina.

- Rapidinha de impacto


Se você não tem tempo ou falta dinheiro para passar algumas horas no motel, pode optar por uma rapidinha improvisada no primeiro lugar que passar na cabeça de vocês. O banheiro de algum restaurante, o carro estacionado em um local escuro, dentro de um closet. Enfim, qualquer lugar é ideal para matar a sua sede por sexo.

- Jantar afrodisíaco


Já em casa, prepare um jantar afrodisíaco. Mas cuidado para não escolher uma comida muito pesada. E, além da refeição, brinque com ele o tempo todo. Use seus pés para fazer carinhos por baixo da mesa, solte olhares sugestivos e, logo depois da sobremesa, retire-o para dançar. Apague as luzes, acenda uma vela, sussurre no ouvido dele o que deseja e o resto é por conta dele.

- Surpresa erótica


Para fechar o dia com chave de ouro, realize uma de suas fantasias sexuais. Vale tudo, desde que o objetivo principal seja o prazer. Fazer sexo no telhado, fingir que são desconhecidos, brincar de professor e aluna... Use a sua imaginação e realize os desejos do parceiro. Esse tipo de atitude será, com certeza, o melhor presente da vida dele.

 

Via Terra



publicado por olhar para o mundo às 23:24 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Domingo, 19.06.11

12 Segredos para melhores orgasmos femininos

 

Muitas andam tristes, pois acham que tem problemas para atingir o orgasmo. Algumas até sentemobrigadas a fingir na cama. Mas isso pode ser apenas questão de deixar as pressões de lado e utilizar a técnica certa. Aprenda aqui algumas infalíveis, sem injeções no ponto G ou implantar um chip, que envolvem conhecer os músculos, treinar o corpo facilmente, etc. Mas lembre-se, se você é brasileira, já é um bom começo

Tratamento faz mulher ter orgasmos por horas

1. Acerte os pontos quentes

Uma posição de fricção pode ajudar você a chegar ao orgasmo durante a relação. A mulher deve ficar acima para que o clitóris toque o osso pubiano do parceiro. Ou ela deve deitar-se de costas com um travesseiro sobre as nádegas. Elas podem até tentar utilizar um vibrador durante a relação, diz a Ph.D Laura Berman, professora de obstetrícia da Northwestern University (EUA).

- 9 Surpreendentes razões pelas quais você não tem feito sexo

2. Diga como se faz

“Os homens querem instruções”, disse Laura. Ela deve dizer se ele está no caminho certo, seja falando que está ótimo ou gemendo.

3. Aprenda sobre si

Você não pode dizer como se faz se você não sabe o que a excita. “Para fazer um treinamento corporal para ser orgástica, você deve masturbar-se”, disse Danielle Cavallucci, uma treinadora sexual da empresa de informações sexuais Sexuality Source.

4. Exercite a musculatura do orgasmo

“Os exercícios de Kegel são os clássicos para as mulheres que querem transformar orgasmos fracos em fabulosos”, disse a educadora sexual Dorian Solot. Para localizar esta musculatura na pélvis você deve parar, durante o ato de urinar, nomeio do caminho. Então os exercite enrijecendo-os e soltando (quando você não estiver urinando). Faça isso todos os dias, várias vezes ao dia. Não se esqueça de continuar respirando enquanto aperta a musculatura.

6 Maneiras de melhorar a vida sexual da mulher

5. Se arrisque

Pesquisas mostram que assumir comportamentos que busquem “adrenalina” juntos (seja escalar paredões ou apenas assistir um filme assustador) estimulam a dopamina no cérebro, o que faz com que seus fluídos circulem.

 

6. Atrase o prazer

“Quanto mais longo o período de excitação, maior a explosão”, disse Dorian. Chegue próxima do orgasmo e então retorne ao “banho Maria”. Repita isso algumas vezes antes do clímax.

7. Respirar em uníssono

Sexo tantra pode soar meio new age, mas seu princípio principal — focado na respiração — pode aumentar seu prazer. Parceiros que respiram simultaneamente podem frear a pressa do orgasmo e criar uma maior expectativa, o que pode intensificar o prazer.

8. Filmes eróticos

Pornografia é exclusivamente sobre grandes pênis e gargantas profundas. No entanto os livros e filmes eróticos podem ter bom gosto e ser excitantes, e quanto mais excitada, melhores as chances de orgasmo. Dê preferência para os filmes que tenham uma trama e cenas quentes.

9. Tente preliminares criativas

Se seu (a) parceiro leva mais tempo para “esquentar” adiante-se ao enviar e-mails ou mensagens de texto sensuais (mas não muito gráficas, pois os e-mails não são necessariamente privativos).

10.Verifique seus medicamentos

As mulheres tem maiores chances de tomarem antidepressivos, que podem atingir a vida sexual. Se estiver tendo problemas converse com seu médico sobre seus medicamentos.

11. Procure ajuda cedo

Se você não tem orgasmos, conselhos de um (a) profissional podem ajudar. Danos em nervos ou baixa testosterona podem ser o problema. Apenas “seu médico (a) pode fazer uma análise médica”, disse Laura, “ou pense em fatores da relação” e procure um terapeuta sexual.

12. Relaxe

Em um estudo recente feito na França com mais de 500 mulheres, 70% disse que estresse no trabalho comprometia a libido. E baixa libido, obviamente, leva a menores chances de orgasmo. Portanto deixe as distrações da vida na porta do seu quarto.

 

Via HypScience



publicado por olhar para o mundo às 21:47 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 25.05.11

Conheça o poder da lingerie sensual

 

Mulheres em geral adoram a beleza e sofisticação de lingeries sensuais. Peças em renda, com cortes minúsculos, detalhes em veludo, cetim, estampas provocativas são alguns dos detalhes que fazem parte deste importante aliado patra sedução.

 

Mais do que despertar os desejos do seu parceiro, a lingerie sensual tem um papel importante na auto-estima da mulher. Usando uma lingerie bonita a mulher se sente mais solta e ainda mais mulher, tornando a relação com seu parceiro ainda mais prazerosa.

 

Na hora de escolher uma lingerie o mais importante é que você goste dela e se sinta bem usando-a. As cores são variadas mas as mais encontradas são a branca, preta e vermelha.

 

Se você estiver um pouco acima do peso não se sinta inibida na hora de usar lingerie. Ela embeleza todo tipo de mulher e com certeza fará muito bem para você.

 

Um outro quesito importante e torna-se um ótimo aliado à lingerie sensual é o cenário. Capriche e decore o ambiente com velas, rosas, aromatizantes e deixe sua noite ainda mais sensual e romântica.

 

Via Dicas de Mulher



publicado por olhar para o mundo às 16:40 | link do post | comentar

Terça-feira, 03.05.11

sexo e fantasias

 

São desejos ou impulsos exteriorizados inicialmente através da imaginação onde muita coisa é permitida e pouquíssima censura faz parte desse enredo. Algumas até não poderiam passar pelas fronteiras da imaginação pois seria quase um absurdo e um abuso colocá-las em prática. Quem sabe a medida normalmente é o dono de tal fantasia e o senso crítico consigo e com o outro em experimentar nova alternativa. 

Assim, muitas delas são transformadas em realidade e outras tantas servem de estimulo para o relacionamento sexual ou porque a relação está morna ou porque tem-se vontade de incrementar um pouquinho mais. 

Dessa forma, sua função principal nada mais é do que permitir que certos desejos sexuais de difícil satisfação para a realidade, possam se realizar. 

Muitas das fantasias são ousadas do jeito que são pois ignora os limites que ela encontraria do outro lado de qualquer cabeça: a aids e seu risco, a mulher do melhor amigo, normas, moral, censuras... Tudo isso vai pro espaço! 

Por isso mesmo, talvez seja tão perigoso e arriscado colocar todas as fantasias em prática. Querer nem sempre é poder e às vezes mais saudável é quem percebe essa barreira e não se machuca ultrapassando os limites do que acha que seja válido dentro de uma relação. 

Ou seja, pense antes de agir. Use o senso crítico e avalie as conseqüências. Caso surja sinais de alerta, contenha-se pois pode ser melhor que a fantasia continue no imaginário pessoal. Se o sinal estiver verde, pode seguir em frente e libere-se para por em prática o que antes fazia parte do virtual. 

Imaginação e responsabilidade, duas palavras que combinam perfeitamente em qualquer contexto.

Retirado de Spiner



publicado por olhar para o mundo às 18:55 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.03.11
Métodos efectivos para llegar al orgasmo

 

A muchas mujeres les cuesta tener un orgasmo si no están enamoradas de su pareja, mientras que para otras es simplemente una cuestión de práctica.

Conseguir un orgasmo en la cama depende de muchos factores: tu grado de experiencia, el de tu pareja, el conocimiento de tu cuerpo, tu capacidad para disfrutar del sexo y, por supuesto, tus bloqueos mentales y complejos.

A muchas mujeres les cuesta tener un orgasmo si no están enamoradas de su pareja, mientras que para otras es simplemente una cuestión de práctica. Aunque es cierto que el sexo se disfruta más si hay amor, toda mujer debería poder tener un orgasmo aunque sólo se trate de sexo.

¿O es que ellos no lo hacen? Se trata, simplemente, de encontrar y mecanizar las prácticas o pasos que nos ayudan a conseguirlo. 

Para darte algunas ideas, le hemos preguntado a diez mujeres cómo llegan ellas al orgasmo. Como a casi todas les daba pena hablar de esto, les pedimos que nos escribieran de forma anónima sus trucos y secretos.

Esto es lo que nos contaron:

1. 'Masturbándome yo' (34 años).- 'Cuando era jovencita me costaba muchísimo llegar al orgasmo con mis parejas, hasta que descubrí el poder de la masturbación. 

Primero empecé en privado y sentí un gran alivio al comprobar que podía tener un orgasmo sin ningún problema y en pocos minutos. Como seguí sin poder tenerlos con ellos, decidí ayudarme un poco estimulándome yo misma el clítoris mientras hacía el amor con alguien.

Con el tiempo, y después de tres años casada, normalmente llego al clímax sin problemas. Pero cuando veo que no lo voy a conseguir recurro a mi truco y ya está'. 

2. 'Masturbándome él' (29 años).- 'Aunque me encanta la penetración con mi pareja, como realmente consigo llegar al orgasmo es cuando practicamos la masturbación mutua.

No falla, si él me acaricia el clítoris con suavidad y me da besos por la zona, llego sin problemas. Lo importante es que él sea delicado y sepa cómo acariciarte sin irritarte la zona. Cuando cambio de pareja lo primero que hago es enseñarle cómo me gusta que me masturbe. 

Una vez que yo he llegado al orgasmo no me importa pasar a la penetración para que lo consiga él, pero no puede ser después porque entonces me disperso mucho. Realmente es algo infalible para mi" 

 

3. "Sexo oral, por favor" (32 años). "El gran descubrimiento de mi vida sexual fue el sexo oral. Nunca había tenido problemas para llegar al

 

 

¡Cómprate un consolador!

 

Via Bella.com



publicado por olhar para o mundo às 03:30 | link do post | comentar

Quarta-feira, 09.03.11

Fantasias sexuais

 

Tenho fantasias sexuais e me excito quando penso nelas. Também já sonhei que estava transando com meu namorado e cheguei ao orgasmo. No entanto, quando estamos na cama de verdade, não fico excitada, nem tenho um orgasmo. O que pode estar acontecendo comigo? - Carla Aghengui, São Paulo

 

Nosso estímulo ao sexo passa basicamente por três fases: a do desejo que vem quando pensamos na possibilidade de uma relação sexual, a do o preparo do ambiente e/ou dos acessórios que serão usados, e a de imaginar as fantasias sexuais sobre o ato que será vivenciado. Geralmente, aprendemos que as fantasias sexuais são secretas e servem apenas para estimular a atividade sexual, sem necessariamente ser essa atividade em si. Falar sobre elas ainda é um tabu social. O que devemos entender é que ela pode, sim, ser utilizada na hora do sexo, ajudando mais facilmente na manutenção do desejo e na chegada ao orgasmo.

 

 

 

Uma explicação possível para seu caso seria a de quevocê não acredita que suas fantasias possam ser vivenciadas junto de seu parceiro. Você já tentou levar para a cama suas fantasias? Existe alguma possibilidade de conversar com seu parceiro sobre suas necessidades? Muitas vezes basta este pedido para que a fantasia passe a fazer parte da vida sexual de vocês, sendo um facilitador do seu orgasmo.


Há um livro muito bom sobre isso chamado “No Jardim do Desejo”, dos autores americanos Wendy Maltz e Suzie Boss. A história fala sobre as diversas possibilidades de pensarmos e fantasiarmos sobre nossos desejos sexuais, com o objetivo de buscar e obter o máximo de prazer possível na hora da relação. É uma boa leitura sobre o assunto.

 

Diferentemente do que a sociedade, em geral, nos leva a pensar, a fantasia sexual não é uma espécie de traição a seu parceiro, mas sim uma maneira de nos reconhecermos enquanto mulheres e aprendermos sobre nossas necessidades. Cuide das suas e traga para sua relação a dois. Se acreditar que seu parceiro pode ouvir, conte a ele. Se achar que ele não pode ou não deve ouvir, guarde para você. O que passa e acontece dentro da sua cabeça ninguém poderá controlar, é um mundo apenas seu. Lembre-se que vale a pena ser feliz sexualmente e buscar qualidade de vida sexual junto do seu parceiro.

 

Via Marie Claire



publicado por olhar para o mundo às 21:02 | link do post | comentar

Quarta-feira, 02.02.11

Como hacer um streptesase

 

 

 

 

¿Qué mejor que un striptease para excitar a tu pareja y disparar su líbido? Aquí tienes nuestros consejos y otras técnicas para ser una experta en el arte del striptease con toda sensualidad.

Un baile erótico
Practicado en los clubs de noche, el striptease proviene del inglés strip (desvestir) y tease(excitar). ¡Es un espectáculo de baile erótico, en el que la mujer (¡o el hombre!) se desviste lentamente, retirando una por una sus prendas al ritmo de una música sensual. Cuanto más ropa lleve la bailarina, más durará el striptease. Porque el striptease es un preámbulo excelente para los mimos, y no hay que ser profesional para practicarlo: tú también puedes "encender" a tu hombre en la intimidad.

Las reglas de oro

> La preparación
-
Ensaya delante del espejo, trabaja tu contoneo y tu sensualidad con tus gestos.
- Siéntete como nueva: debes mostrarte como en tu mejor momento, por lo que debes estar perfecta de los pies a la cabeza. Una pequeña exfoliación te dejará la piel suave y satinada. Evidentemente, la depilación es obligatoria (axilas, piernas e ingles). A continuación, hidrata tu cuerpo con una leche nutritiva, o mejor aún, con un aceite brillante.
Ponte ropa interior atractiva: opta por un conjunto bonito de lencería de encaje o de seda, preferentemente negro o rojo. Por supuesto, es indispensable la parte inferior y un liguero a juego, los hombres se vuelven locos.
Opta por algo muy sexy y fácil de quitar: falda con cremallera, escarpines y blusa (indispensable para desbotonar con languidez). Las más fantasiosas también pueden optar por un look más original para la ocasión, en función a las fantasías de su hombre: bata de enfermera, uniforme de colegiala, de azafata...
Escoge una música de ambiente: el ritmo debe ser lento, los acordes sensuales. Un ineludible: You can leave your hat de Joe Cocker, la canción con la que Kim Basinger hizo su famoso striptease en la película Nueve semanas y media.
Tamiza la luz: crea una atmósfera sexy y disimula tus pequeños defectos.
Instala a tu espectador en un sillón: puedes esposarlo para amenizar el espectáculo.

> La técnica
- Durante el baile, mira a los ojos de tu espectador. No debes perderle la mirada. Aprovecha para lanzarle miradas ardientes al ritmo de la música. Atención, nada de encender la pista de baile, tus movimientos deben ser lentos y precisos.
Juega con tus manos, acaricia las partes de tu cuerpo sobre las que quieras centrar su atención.
- Tras bailar un minuto, empieza a desnudarte. Siempre se empieza quitando la parte de arriba. Quítate la camisa, muy lentamente, desabrochando un botón tras otro, para jugar sobre la frustración y prolongar el placer. Luego, deslízala sobre el suelo.
Juega con la ropa que te quitas: pasa tu cinturón alrededor de su cuello, tírale el sujetador rojo...
- A medida que te vayas desnudando, acércate a tu espectador y despierta su deseo rozándolo. Pero ten cuidado, ¡él no puede tocarte a ti!
- No dudes en utilizar accesorios para la puesta en escena: una silla (para posturas sugestivas), un sombrero, un fular... ¡Da rienda suelta a tu imaginación!

Para perfeccionarte
¿Todavía no te sientes cómoda? ¿Te gustaría sorprender a tu pareja para su cumpleaños? Debes saber que ahora se dan clases de striptease. Los clubes modernos proponen lecciones de pole dance (alrededor de una barra de hierro) y delap dance (con una silla).

 

 

Via EnFemenino.com



publicado por olhar para o mundo às 03:03 | link do post | comentar

Domingo, 30.01.11

Dicas para apimentar o sexo

 

Quatro garotas de programa contam o que os homens costumam pedir na cama. Aproveite essas experiências e apimente sua vida sexual

Se você perguntar para uma mulher que vende sexo a razão pela qual os homens a procuram, ela provavelmente dirá: "Ora, faço o que esposas e namoradas não ousam". Mas qual será, afinal, a tática? Yasmin, uma morena de 21 anos; Marcela, loira de 23; Ana, 29 anos e 1,75m; e Grazieli, de apenas 18 anos e 59 kg revelam seus segredos para enlouquecer o rapaz. Confira:

 

Preliminares
"Um bom jeito de iniciar uma transa é fazer uma massagem com óleo, começando nas costas e passando pelo corpo inteiro", aconselha Ana Paula. "Eles gostam bastante de strip-tease e massagem tailandesa (carícia que a mulher faz passando a vulva pelo corpo do homem)", diz Yasmim. Já Marcela aposta que falar bastante sacanagem é a melhor maneira de excitá-los. "Eles adoram ouvir besteira. O que não vale é falar de trabalho e de problemas." E todas as garotas concordam: os locais que eles mais gostam de ser acariciados são o bico do peito, entre o saco e o ânus e, claro, o pênis. Aí vale tudo: mãos, língua, boca... Aliás, o sexo oral é um dos mais pedidos. Como fazer um "profissional"? Tem de ser no pênis inteiro, ensinam elas.

 

Posições
Essas moças são cheias de energia. Juram que em uma relação trocam até quatro vezes de posição. As mais pedidas: de quatro, de lado, de pé e o famoso 69 (quando os dois fazem sexo oral ao mesmo tempo). O tal papai-e-mamãe não costuma agradar muito. "Eles preferem coisas mais salvagens", afirma Marcela.

 

Fantasias
Se investigarmos com os homens qual a principal fantasia deles, a maioria responderá: transar com duas mulheres ao mesmo tempo. No entanto, nossas entrevistadas revelaram outras predileções que os moços não topam partilhar com a esposa ou a namorada. Ana conta que é muito comum seus clientes pedirem para ela se vestir de homem e usar um vibrador ou o dedo para estimular a região anal deles. Grazieli diz que às vezes o próprio cliente leva o consolo. Marcela vai além: muitos adoram levar umas boas palmadas. Mas seja cuidadosa caso decida abordar seu parceiro sobre esses temas tão delicados. Eles costumam ficar envergonhados ou mesmo agressivos, pois temem que esses desejos afetem sua masculinidade.

 

O que eles mais querem
Unanimidade: todas as "consultoras" afirmaram que nove de cada dez homens que as procuram querem fazer sexo anal. "Acho que as mulheres deles não topam por causa do tabu", explica Ana. "Alguns nem querem saber de sexo vaginal, pedem para chegar logo nisso." O assunto é polêmico. A ala feminina alega sentir dor e não ter prazer nenhuma com tal prática. A dica das profissionais é usar muito lubrificante e começar bem devagar (a mulher deve assumir o controle da situação a fim de não correr o risco de se machucar). Se mesmo assim não gostar, tudo bem. Entre duas pessoas que se querem, vale o que faz bem aos dois.

 

Via Sexo More Info



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Sábado, 29.01.11

Sexo e gravidez, a sexualidade

 

A barriga cresce, o desejo flutua e as dúvidas da mulher – e do seu parceiro – na cama começam a se multiplicar. Tudo absolutamente normal. O importante é saber que essa mudança radical não é um empecilho para o prazer debaixo dos lençóis. Veja como manter essa chama acesa ao longo da gestação.

 

Sexo na gravidez. Muita coisa muda. Não é só a mamãe que fica confusa com tanta sensação nova. O papai também tem dificuldade para lidar com essas novas informações que acontecem nessa etapa da vida do casal.

 

As transformações acontecem desde o início da gravidez, tanto no corpo como na mente. Os hormônios jogados no corpo da mulher a deixam com sensações que podem diminuir a libido e a vontade de fazer sexo. É comum ela sentir náuseas, vômitos, cansaço e seios doloridos. A mais nova mamãe pode achar que fazer sexo pode prejudicar o bebê ou mesmo ocasionar um aborto.

 

Já o papai pode ter a sensação de ser o "protetor", olhando a sua mulher como mãe e não mais como amante, se afastando sexualmente dela para protegê-la e não prejudicar o bebê. Agora, se com o papai está tudo bem em fazer sexo com sua mulher grávida, mas ela ainda não quer, saiba que carinho, atenção, paciência e diálogo são fundamentais nesse período.

 

Corpo em ebulição - Já no segundo trimestre da gestação, as sensações incômodas que aconteciam no início cessam e a libido da mulher volta ao normal ou mesmo pode aumentar ainda mais, como relatam algumas mulheres. A região da vagina está sensível por causa da maior vascularização da região e é um dos motivos do apetite sexual aumentar.

 

Se o papai ainda tem algumas dúvidas em relação ao sexo, a mamãe pode tentar aos poucos mostrar para ele que o sexo na gravidez é bom e não prejudica o bebê.

 

Se o papai não tinha "neuras" e agüentou pacientemente os enjôos e vômitos da mamãe passarem, a hora é agora para aproveitar o aumento da libido da mulher e ficar "nas nuvens" com os novos peitos da sua amada que estão maiores. Só cuidado com eles, pois a sensibilidade está maior e pode doer mais facilmente.

 

Gangorra - A libido pode voltar a diminuir no último trimestre da gravidez; a barriga já está grande e incômoda, o cansaço volta, as dores da coluna aumentam e a mulher pode não estar satisfeita com o seu corpo e peso, achando que seu companheiro não a acha mais atraente.

A preocupação em machucar o bebê na penetração volta e o medo do orgasmo em ocasionar um parto prematuro também são motivos para evitar o sexo. Sexo não prejudica o bebê e não acarreta parto prematuro.

 

Muitos homens acham que sua mulher grávida é uma das coisas mais atraentes que existe. Outros têm medo de que seu pênis machuque o bebê na penetração. Outros não sabem que posição fazer sexo com aquele barrigão da sua mulher.

 

Sexo é muito bom durante toda a gravidez. Fortalece os músculos do períneo que ajudam na hora do parto, deixa a mamãe feliz e relaxada, e o bebê sente tudo o que a mamãe sente. Se a mamãe está feliz, o bebê está bem. A cumplicidade do casal pode aumentar.

 

Dicas


Conversa é tudo. Homem e mulher devem colocar o que sentem para que tudo caminhe com cumplicidade e entendimento com os sentimentos do outro.

 

Sexo é bom desde que não seja uma obrigação. Às vezes, um beijo ou um simples carinho vale mais que tudo.

A penetração não prejudica o bebê que está protegido por uma bolsa de água que amortece qualquer contato.

 

 

Via Sexo More Info

 



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

 

Acordo ortográfico

 

Em relação ao acordo ortográfico, não vi referências específicas sobre: 1. Connoscoem Portugal, que os brasileiros escrevem com um "n" (conosco). 2. Húmido (e derivados) que no Brasil são escritos sem "h" vão perder ou não o "h"? (aplica-se o ponto 1 ou 2 da Base II do acordo?)
Pierre Filipe (Brasil)


O Acordo Ortográfico não é explícito relativamente à questão colocada, mas permite-nos verificar que, neste e em outros casos, as diferenças ortográficas entre o português europeu e o português do Brasil não vão desaparecer com a aplicação deste acordo.

Em relação às formas connosco/conosco, mas também em relação a outros contextos análogos, como comummente/comumente, não há no Acordo Ortográfico de 1990, nomeadamente na Base IV, que diz respeito às sequências consonânticas, qualquer indicação sobre este contexto consonântico, o que permite manter as tradições ortográficas de Portugal (ex.: connosco, comummente) e do Brasil (ex.: conosco, comumente).

Relativamente ao uso do h inicial, a Base II do Acordo Ortográfico preconiza, na alínea a) do ponto 1, que o h inicial se emprega "por força da etimologia: haver, hélice, hera, hoje, hora, homem, humor", o que justifica o uso de húmido com agá (válido na norma europeia do português) ou sem agá (válido na norma brasileira do português), uma vez que este pode derivar do adjectivo latino humidus que tem também uma varianteumidus.
Por outro lado, a alínea a) do ponto 2 da mesma base indica que o h inicial se suprime "quando, apesar da etimologia, a sua supressão está inteiramente consagrada pelo uso: erva, em vez de herva; e, portanto, ervaçal, ervanário, ervoso (em contraste comherbáceo, herbanário, herboso, formas de origem erudita)", o que justifica o uso deúmido sem agá (válido na norma brasileira do português), mesmo que não houvesse o adjectivo latino umidus.
Se compararmos a Base II do Acordo de 1990 com a correspondente Base III do Acordo de 1945 (para o português de Portugal) ou com o ponto III do Formulário Ortográfico de 1943 (para o português do Brasil), verificamos que não há nenhuma alteração pertinente nas prescrições ortográficas, mas antes que húmido ou úmido são justificáveis segundo os critérios explicitados, apesar de as tradições ortográficas das duas normas consagrarem apenas uma das formas em cada norma.

 

 

Via Flip



publicado por olhar para o mundo às 14:02 | link do post | comentar

Domingo, 23.01.11

5 dicas masculinas para arrasar na cama

 

Intimidade é bom mas nem sempre tudo corre as mil maravilhas. A visão masculina do sexo é menos afetiva do que a feminina. E é aí que as coisas se complicam: o desentendimento e a insegurança surgem e podem prejudicar o encontro amoroso. 

Como existem diferenças entre as expectativas da mulher e do homem em relação ao sexo, o melhor é cada um tentar compreender as necessidades do parceiro. Nesta hora, o melhor é conversar mesmo que apesar de anos de relacionamento haja uma barreira quando o assunto é sexo. 

"Homens têm mais facilidade em separar sexo de afetividade. Isso não é um defeito e não deveria ser visto como um problema. Pelo contrário, a objetividade pode ser a peça-chave para uma relação mais prazerosa", explica Aílton Amélio da Silva, professor de comunicação não-verbal e relacionamento amoroso da Universidade de São Paulo (USP) e autor do livro Relacionamento Amoroso (Ed. Publifolha). 

Veja a seguir a seleção de cinco atitudes masculinas que podem ajudar os casais a se darem bem na cama. As dicas foram selecionadas com a ajuda do profissional e da psicóloga Arlete Gavranic, especialista em educação e terapia sexual (SP). 

1 - Ele não liga para as imperfeições do corpo

A ideia de que uma ruga, uma gordurinha a mais ou mesmo uma estria vão interferir no desejo ou performance sexual deles é um verdadeiro mito. Eles não foram educados para se prender a detalhes. De acordo com Aílton, "o homem vê a mulher como um conjunto: rosto, seios, pernas, bumbum. Por isso não repara em pequenos defeitos". 

Aprendizado: o certo é abstrair defeitos e focar a atenção no prazer do casal. "Para isso é preciso gostar de si. Não é o corpo que chama a atenção do parceiro, mas a sensualidade da fêmea", diz Arlete. "Enquanto a beleza é sinônimo de capacidade reprodutiva para a mulher, ao homem importa apenas o sexo", conclui. Feche os olhos, sinta as mãos dele em sua pele e concentre-se (apenas!) nas sensações que esse toque lhe proporciona. Quanto mais segura você estiver, maior o prazer. 

2 - Ele quer transar, mesmo após uma briga

Que mulher nunca recebeu um convite de ir para a cama após uma briga por uma bobagem? Isto acontece porque o homem tem grande facilidade em separar a relação afetiva da sexual e ponto. "Os homens guardam menos rancor, seus desejos têm mais importância do que o desentendimento em si", afirma Aílton. 

Aprendizado: a mulher deve aprender a ser mais objetiva. "Ela deve saber dizer ‘não gostei, não concordo, vamos conversar e fazer diferente daqui pra frente’. Resolvido o problema, por que não o sexo, que é um ótimo jeito de fazer as pazes?" 

3 - Ele espera atingir o orgasmo em todas as transas

Ao contrário das mulheres, homens querem atingir o orgasmo em todas as relações. "A mulher dá mais valor ao durante do que o homem, por isso muitas vezes não se incomoda se o orgasmo não vem", diz Arlete. A ejaculação, na opinião de Aílton da Silva, é mais do que sensação de plenitude para o homem - a capacidade de chegar ao orgasmo é sinônimo de masculinidade: "Para o homem, o orgasmo é crucial. Ele precisa disso para provar que é viril". 

Aprendizado: a primeira coisa a fazer é assumir que você merece chegar lá assim como seu parceiro. "Se inicia uma relação sexual com a convicção de que tem direito ao prazer, isso ajuda você a mostrar suas reais necessidades ao parceiro, facilitando sua capacidade de alcançar o orgasmo", explica Aílton. Arlete ressalta que produtos de sex shop, como fantasias e vibradores, podem ajudar: "Mas só funciona se os produtos são erotizados dentro da cabeça da mulher. Ou seja, ela tem que se sentir competente para fazer dos brinquedos uma forma de chegar ao prazer". 

4 - Ele larga tudo por sexo

Em meio a tantas obrigações - casa, filho, trabalho - a mulher quase nunca prioriza o sexo. Já o mesmo não acontece com o homem que é capaz de parar tudo por uma transa. A mulher foi criada para ser mãe e dona de casa nunca para ser a esposa sensual, cheia de tesão. Sem contar que as mulheres relacionam o sexo ao romantismo. "Enquanto o homem quer somente o ato, a mulher precisa vivenciar um contexto, mesmo após anos de relacionamento", explica o professor. 

Aprendizado: ganhe mais tempo para você, divida as tarefas de casa e dos filhos com o parceiro. "Enquanto a mulher não tiver certeza de que tudo está sob controle, ela não se permitirá ter tempo para o sexo. Se houver a colaboração do parceiro nos afazeres domésticos ou em atividades como buscar os filhos na escola, ela ficará liberada mais cedo das suas funções e poderá se doar aos momentos de prazer como esposa", sugere Arlete. No lado psicológico, mais uma vez a fantasia sexual pode ajudar. Com o parceiro, faça de atividades rotineiras, como colocar a roupa para secar ou lavar louça, o ambiente ideal para realizar uma fantasia erótica. 

5 - Ele fala o que quer

O homem não tem pudor nenhum de dizer o que deseja. Ele costuma verbalizar durante a transa o que espera. Já "elas acham que pedir algo implica que o parceiro não está sendo bom o suficiente", ressalta Aílton. O problema é que então também passam a esperar que os homens interpretem seus sinais para realizar seus desejos - é a velha fantasia do príncipe que salva a mocinha, e que não cabe na realidade. "Hoje o casal constrói tudo junto, o crescimento profissional e pessoal dos dois está interligado. A mulher deve trazer isso ao sexo", sugere o professor. 

Aprendizado: falar, falar e... falar sempre! Problemas de relacionamento se resolvem numa boa conversa. "O diálogo é importante, mas as palavras devem ser escolhidas com cuidado, pois homens se ofendem, se sentem inseguros", ressalta Aílton. E se você é daquelas que não se imagina pedindo ao parceiro o que gostaria que ele fizesse, tente demonstrar. Coloque a mão dele onde você deseja que ele a toque, faça sons que indiquem que está gostando, troque de posição se não curtir algo... Outra abordagem são recadinhos por escrito. Arlete garante que o jogo de sedução atiça o homem e ajuda as mulheres a pedir algo específico. "Escrever ‘Gosto quando você faz isso’, ou ‘Que tal assim?’, é um jeito de revelar suas preferências e, para muitos casais, representa uma forma de erotismo", diz a psicóloga.

 

Via Bonde



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Quarta-feira, 19.01.11

As coisas que os homens odeiam na cama

 

"Odeio quando uma mulher diz "apaga a luz" antes de se começar a despir. Quer dizer, acho que todos nós sabemos que Angelina Jolie há só uma e que os corpos não são perfeitos por norma. Mas isso não quer dizer que a visão de um corpo despido de uma mulher não seja menos excitante. Ouvir uma mulher dizer que deseja ter sexo às escuras é do mais desanimador que há, ainda por cima porque o homem é, por natureza, um animal exibicionista!"

Tomás, 33 anos, gestor

"Fico um pouco desiludido quando uma mulher se mostra envergonhada quando se trata de sexo oral. Por experiência própria, sei que é mais fácil terem à vontade para fazerem ao parceiro do que deixarem o parceiro fazer-lhes a ela. Mas é tão bom sentir o prazer da pessoa com quem se está! Porque é que as mulheres têm tanto pudor nisso?"

Luís, 41 anos, comerciante

""Querido, sei que estás cansado". Existe lá pior frase do que é essa. É verdade que há momentos em que demoramos mais tempo a entrar em acção, mas não quer dizer que não se atinja a meta com o estímulo certo por parte da parceira. Mas com uma frase destas não há estímulo possível."

Francisco, 39 anos, jornalista

"Cansa-me que uma mulher nunca tome a iniciativa. Tive uma namorada que nunca o fazia. Era sempre eu que mostrava desejo de ter sexo, apesar de ela depois se mostrar receptiva. Uma vez perguntei-lhe porque é que nunca me mostrava que tinha vontade de ter sexo. Ela disse que nunca pensara nisso, mas que se ia "esforçar" a partir daí. Caso para dizer que a relação não durou muito tempo."

Gonçalo, 28 anos, editor

"Que ela simplesmente... não faça nada! Fique ali, deitada, á espera que todo o trabalho recaia sobre o homem. "

Alberto, 45 anos, médico

 

Via Activa.pt



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 17.01.11

sexo, o truque é innovar

 

É muito gostoso e importante sempre estar inovando seu relacionamento, aproveite algumas dicas e veja e sinta que acontecerá.

Ligue para seu par e diga que quer fazer amor naquele exato momento, sussurre besteiras, isso despertará muito tesão.

Dediquem-se algumas horas, para tocar todo o corpo do seu par, descobrindo todas as zonas erógenas, cada parte que perceber que é mais sensível, fique beijando demoradamente por alguns instantes, é enlouquecedor!

No meio da noite, comece a acariciar, tocar o corpo do seu par, toque com suavidade, cada centímetro do corpo, quando seu par perceber já estará com muito,muito tesão.

Na hora de fazer amor, deixe alguns morangos, uvas, mel, vinho, use sua imaginação durante o ato você pode ter algumas idéias diferentes.

Faça sexo dentro do carro, no capô do carro, escadas, chão, pia, chuveiro, praia, mato, festa, enfim lugares diferentes da cama, é muito emocionante.

Um jantar romântico e bem afrodisíaco, pode dar um ótimo resultado.

Esquente a imaginação de voces assistindo juntos alguns filmes sensuais e eróticos.

Escolha uma data na agenda de seu par e escreva um roteiro sensual daquela noite imagine a expressão e tesão que vai ficar , quando ler!!

Use e abuse, você pode levar seu par a loucura com beijos, longos, curtinhos, clientes, fortes, por todo corpo.

Com a língua, você pode enlouquecer seu par, passe suavemente, um pouco mais rápido, bem molhada, rapidinho, contorne o órgão sexual, torture!!!

Na hora que estiver fazendo amor sussure algumas besteira, sacanagens, no ouvido do seu par, é muito excitante.

Enfim sejam criativos, nunca deixem de ir em busca de novas emoções, e com certeza vocês serão os grandes beneficiados.

 

Via Toques de prazer



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Domingo, 16.01.11

Como levar uma mulher ao orgasmo

 

 

A maneira é fazer com que a mulher tenha o maior número de áreas sexuais estimuladas...

 

Técnica:
Para se alcançar o objetivo em questão, a maneira é fazer com que a mulher tenha o maior número de áreas sexuais estimuladas ao mesmo tempo. As áreas principais para a maioria é: boca, peito, anus, vagina, clitóris e bumbum. Como não existe regra, podem haver áreas diferentes para cada mulher, como os pés as mãos, a clavícula, o pescoço, a parte posterior do cotovelo e outras. Em um futuro será descrito como excitar essas áreas menos comuns.

A posição:
Existem duas posições principais nas quais foram conseguidos bons rendimentos: posição ginecológica, e de quatro. Uma outra alternativa é uma semi-cambalhota, mas essa é mais complicada.

Boca:
Beijo é fundamental, muito bem conhecido, não cabe a este texto ficar descrevendo uma forma de excitação tão bem difundida.

Seios:
Outra forma de excitação bem conhecida, e uma das mais importantes. As melhores maneiras de excitação são: com os dedos em movimento circular em volta do mamilo, com os dedos no mamilo, comumente chamada de sintonia de rádio, e com o lábios, individualmente ou apertando os dois com a mão de forma a tentar sugar os dois ao mesmo tempo.

Anus:
Muito controvertido, geralmente adorado pelos homens, nem tanto pelas mulheres, é parte fundamental do processo. É muito recomendável que você conheça a pessoa, e faça uma higienização antes dessa fase, depois disso, não há muito problema. Abaixo algumas maneiras de excitação anl:

Beijo, beijar a entrada do anus causa excelentes resultados.

Introduzir a língua, tão eficaz ou melhor que o primeiro item. Deve-se penetrar com a língua o mais fundo possível, para isso, a melhor posição é a de quatro com o peito abaixado, formando um triângulo.

Introduzir o dedo, introduzir um dedo, ou mais de um se for o caso, preferencialmente lubrificado, causa boas sensações, a parte mais sensível é a superior, logo abaixo da vagina, mais ou menos a 3 ou 4 cm do anus. Procure massagear de formas variadas, em círculos, vibrando, pressionando e tente descobrir qual a que fornece melhores resultados.

Vagina:
Parte fundamental da técnica, todavia, não tão bem explorada, como deveria ser. Abaixo algumas sugestões:

Língua: Passar a língua na porta da vagina inicialmente para um pré-aquecimento, e só depois disso colocá-la bem fundo na vagina. Procure de preferência excitar as parte superiores, o mais próximo do Ponto G, que fica na metade do caminho entre a entrada e o colo do útero. Movimente a língua ao máximo, para cima e para baixo, de um lado para o outro e movimentos circulares. Depois de uma excitação vigorosa, pare por 10 segundos, isso vai parecer uma infinidade para a mulher, e vai deixá-la mais propensa a próxima excitação, depois retome o processo. Pode-se também intercalar uma penetração profunda com uma superficial. Distribua beijos por toda a área da vulva. Sugue os grandes e pequenos lábios. Sem dúvida a melhor posição para a penetração vaginal é a de quatro, segura-se a cintura da parceira, com a língua na entrada da vagina, e puxa-se contra o seu rosto com força. Um alternativa que também rende bons resultados é a posição ginecológica.

Dedo: Tão excitante quanto a língua, para algumas até melhor, é a excitação da vagina através dos dedos, em condições normais, um ou dois. O número de dedos vai com o gosto da pessoa, mas, um dedo apenas é melhor para acariciar o ponto G. Algumas pessoas sentem mais rugosas outras chegam a encontrar uma espécie de fio tensionado, caso o encontre, este é o melhor lugar para acariciar. O movimento ótimo para para ser feito é o movimento em forma de oito, com o centro do oito sobre o ponto G. Alterne movimentos de fricção forte e rápida, com suaves e lentas, mude para carinhos externos e depois para outros profundos chegando até o colo do útero.

Clitóris:
O clitóris é a parte decisiva da técnica, e existe uma infinidade de formas de excitá-lo. Serão descritas algumas aqui.

Massagear o clitóris com um dedo, o polegar ou o indicador, de preferência lubrificado com saliva. Faça movimentos com delicadeza para não doer. Pode-se colocar o clitóris entre o dedo indicador e o maior de todos e fazer movimentos circulares, esta forma é complicada de se executar, mas também tem bons efeitos.

Beijar o clitóris, levemente, fortemente, ou alternando, são excelentes maneiras de aquecer uma mulher.

Passar a língua: das formas de acariciar o clitóris esta é a mais diversificada. Um dos movimentos de maior sucesso é o que se faz em forma de oito, com o centro do oito sobre o centro clitoriano. Outra forma é o de cima para baixo, e de um lado para o outro. Procure sempre atingir o clitóris pela parte de baixo dele, levantando a pele que o recobre com o auxílio suave das mãos ou dos lábios, esse ponto é o de maior sensibilidade, e provoca efeitos mais rápidos. Outra abordagem é começar os trabalhos com o clitóris fazendo um mínimo toque com a língua ou com os lábios, quanto menor melhor, e a partir daí, aumentar progressivamente. Apertar entre os lábios e suga-los também causa um bom efeito. Varie sempre a velocidade e intensidade dos movimentos, até achar a forma adequada.

Agora é só começar a treinar... rs

 

Via Toques de prazer



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14.01.11

¿Tener sexo con la menstruación?

 

La duda sobre si tener sexo o no en los días de la menstruación es bastante común. Son muchas las mujeres que se plantean esta cuestión. La verdad es que es unasunto que solo tú tienes que decidir, porque depene de si te sientes cómoda, de si te apetece…

De todas formas, te contamos los pros y los contras para que elijas teniéndolo todo muy claro.

Ventajas del sexo en la menstruación

  • La sequedad es mucho menor.
  • Gracias a la cantidad de endorfinas que se liberan con el orgasmo, pueden reducirse las molestias menstruales, entre ellas, el dolor.
  • Durante el coito disminuye el sangrado.

Desventajas del sexo en la menstruación

  • La sensibilidad de esta zona aumenta mucho en estos días y es posible que sientas dolor.
  • Los días de la menstruación suelen coindicir con una bajada de la libido y el deseo sexual.
  • Cuidado, porque hay más riesgo de infecciones de transmisión sexual.

Dicho esto, ¡tú decides!



publicado por olhar para o mundo às 03:03 | link do post | comentar

Quarta-feira, 12.01.11

Que no hacer con su pene

 

¿Te has planteado alguna vez qué cosas le gusta a tu chico que hagas con su pene y cuáles no? Y es que el pene es muy sensible, y hay cosas que pueden resultar molestas en la cama.

¿Quieres saber cuáles? Pues sigue leyendo…

Ten cuidado de no arañar el pene ni pellizcarlo cuando lo toques, porque puedes acabar haciendo daño a tu chico. ¡Cuidado con las uñas! Si estás pensando en darle un masaje, cuidado con los productos perfumados o con alcohol, porque podrías provocar una irritación.

Ten cuidado de no retorcer ni estirar demasiado el pene, ya que puede ser doloroso. También hay que tener en cuenta no tirar del vello púbico ni testicular, ya que le puede hacer daño. Claro, a no ser que te lo pida y te apetezca probar…

Por cierto, un consejo: seguro que a tu chico le darás una sorpresa estupenda si cuando menos lo espera le sorprendes con una sesión de “sexo manual“. ¿Te animas?

 

Via DeSexualidad



publicado por olhar para o mundo às 03:03 | link do post | comentar

Sexta-feira, 07.01.11

Hacer el amor en el tren

 

>En el baño
Es cierto que es estrecho, pero también es muy íntimo. Un lugar insólito donde hacer elamor. Intentadlo bien y sentiréis cómo descarrilan los sentidos.
-Puntos +: la puerta se cierra con pestillo y, a menos que seáis más escandalosos que los raíles de las vías, nadie se dará cuenta de nada.
-Puntos -: el olor y la higiene no dan pie a la sensualidad, así que recuerda este consejo: hacedlo cuando el tren se ponga en marcha, antes de que ningún otro pasajero haga uso del lugar.
-La postura adecuada: el galgo vertical.

>En un coche cama
Es el súmmum de la comodidad si se quiere hacer el amor en el tren; parecido a la primera clase en los aviones. 
-Puntos +: estaréis solos (excepto si viajáis en un coche cama para 4 personas), en una cama de verdad, aunque un poco pequeña, pero podréis pasarlo bien. 
-Puntos -: el tren se mueve mucho y las camas litera son muy estrechas. Vigilad de no haceros daño mientras lleváis a cabo vuestras locuras. 
-La posición adecuada: el misionero o el 69.

>En segunda
En tiempos de crisis no hay dinero para pagar un billete en primera o en un coche cama. Pero no te preocupes, en segunda el viaje también puede ser divertido...
-Puntos +: la excitación de lo prohibido sigue siendo paradójica..., y en un lugar como ése seguro que la estimulación también sigue siendo eficaz.
-Puntos -: a la vista y al oído de todos los demás pasajeros, deberéis limitar los movimientos y los gritos de placer. 
-Postura adecuada: las cucharillas o la felación siempre y cuando seáis muy muy discretos. 

>Precauciones que debéis tomar para hacer el amor en un tren
-Antes de iniciar la sesión de arrumacos aseguraos de que el revisor haya pasado, no es cuestión de que es moleste...
-Si el tren no es directo, id vigilando las estaciones de vez en cuando. No sería demasiado divertido aparecer en Oviedo haciendo el trayecto Barcelona-Madrid.

 

Via enfemenino.com



publicado por olhar para o mundo às 03:03 | link do post | comentar

Quarta-feira, 05.01.11

Hacer el amor en el probador

 

>Hacer el amor en el probador: el porqué de la fantasía
Es un lugar estrecho, íntimo y caluroso que te mantiene escondido del resto del mundo, pero al mismo tiempo te encuentras rodeado de gente. Tú los oyes pero ellos no te ven... Además, es uno de los pocos lugares, quitado del hogar, en el que nos desnudamos. Si los probadores pudieran hablar, seguro que nos contarían anécdotas sobre los cientos de cuerpos desnudos que han visto desfilar ante sus espejos.

>Las ventajas del probador
-La adrenalina de ese delicioso momento hará menos doloroso el paso por caja. 
-Algo más que añadir a tu palmarés sexual: una experiencia única y muy original que envidiarán tus amigas y de la que tu pareja se acordará toda la vida.
-Ya puedes estar contenta porque tu pareja corre el riesgo de convertirse en un adicto a las compras.

>Los inconvenientes del probador
-Los malditos neones que desvelan los pequeños defectos (rojeces, puntos negros, piel de naranja...) que en casa podemos camuflar gracias a la luz tenue. No es muy glamuroso. 
-Algún cliente puede entreabrir el probador sin querer o incluso echar un vistazo por el exceso de ruido. 
-La estrechez del lugar limita mucho los movimientos. Si tenéis suerte, encontraréis probadores más espaciosos con una silla y una mesa pequeñas. En ese caso dejad vía libre a la imaginación.

>Algunas travesuras…

-En una tienda de lencería: con todos los conjuntos a tu alcance puedes hacer un pequeño desfile en exclusiva para tu pareja. También es el momento de comprar modelitos que nunca comprarías sola o piezas caras. ¡Que vea qué bien te quedan!
-Un sábado por la tarde, en plenas rebajas: la tienda está a reventar, la cola de la caja es interminable, aprovechad el tumulto y abriros paso hasta los probadores. El lado bueno: las dependientas estarán demasiado ocupadas para “ocuparse” de vosotros. Y la algarabía del ambiente camuflará todos vuestros ruidos. 
-En una tienda para hombres: ¿y si es él quien, al desnudarse, provoca en ti una gran excitación? No hay nada más sexy que el cuerpo desnudo de tu pareja mientras se cambia. ¿Por qué no invertís los papeles? Que se vista de calle, con traje... ¡Suéltate!

 

Via enfemenino.com



publicado por olhar para o mundo às 03:01 | link do post | comentar

Terça-feira, 04.01.11

Sexo arriscado: os 10 lugares que oferecem maior perigo

 

Quando o 'clima' esquenta nem sempre o casal está no lugar mais apropriado e o sexo acaba rolando em locais prá lá de inusitados, tornando a prática um tanto arriscada (no sentido físico da coisa)! Mas o perigo tanto pode estar em locais exóticos, como também nos mais comuns. 

Pensando nisso, a empresa de pesquisas One Pool selecionou os dez lugares mais perigosos para se divertir a dois e (acreditem!) até a cama aparece na lista. De acordo com o levantamento, 10% das pessoas já caíram da cama fazendo sexo.

 

A pesquisa mostrou ainda quais os "acidentes sexuais" mais comuns. Os principais "efeitos-colaterais" do sexo relatados por mil adultos foram distensões musculares, mau jeito nas costas e no pescoço e ferimentos na pele dos joelhoe e costas, causados pela fricção com o tapete, grama ou tecido áspero do sofá. 

Outros dados da mesma pesquisa mostram que 5% dos entrevistados tiveram que faltar ao trabalho por conta dos acidentes sexuais e que quase 40% já quebraram objetos (cama, copos, garrafas) durante a transa. 

Veja a seguir o ranking dos locais mais perigosos para fazer sexo: 

10 - Mesa de trabalho

Para os aventureiros que querem fugir do convencional e apimentar a relação com novos lugares, a mesa de trabalho pode ser uma boa. O problema é conseguir fazer sexo sem bater pernas, costas e braços em todos os materiais que estiverem por perto. 

9 - Banheiro

Como a área é pequena e, convenhamos, não muito confortável, as chances de cair são grandes. Vale lembrar ainda que vasos sanitários não foram feitos para comportar mais de uma pessoa e, caso o material não aguente e quebre, a porcelana pode causar ferimentos graves. 

8 - Jardim

Se você resolver praticar sexo ao ar livre e escolher o jardim para se aventurar, tome cuidado. O atrito com a grama - ainda mais se for sintética - pode gerar queimaduras e deixar a pele sensível.

7 - Mesa da cozinha

Se o clima esquentar na mesa da cozinha, fique esperta com vasos, copos e talheres que estiverem ao redor. Cuidado também ao usar a mesa de apoio. Caso o material não aguente, o casal pode ganhar algumas lesões. 

6 - Cadeira

Assim como os vasos sanitários, as cadeiras também não foram feitas para suportar mais de uma pessoa - ainda mais fazendo movimentos repetitivos. Há chances de você se machucar caso a cadeira quebre. 

5 - Cama

Pode parecer estranho, mas a cama não é tão segura quanto parece e por isso ocupa o quinto lugar desse ranking. De acordo com a pesquisa, 10% das pessoas já caíram da cama fazendo sexo. 

4 - Chuveiro

É preciso ter cuidado quando o clima esquenta debaixo do chuveiro. O motivo é óbvio: o chão molhado e escorregadio pode fazer com que a ideia de tomar banho juntos acabe não dando certo. 

3 - Carro

Quase todo casal já se arriscou a namorar no carro, mas não dá para negar que o local é desconfortável e apertado. Por isso, fica mais fácil bater cotovelos, joelhos e até a cabeça. Lembre-se de que a prática pode ser dolorosa no dia seguinte. 

2 - Escadas

Quase no topo da lista dos mais perigosos, as escadas podem surpreender (da pior forma) quem procura um lugar diferente para se divertir. O problema, claro, é que se qualquer movimento sair do previsto, você pode rolar alguns degraus e se machucar feio. 

1 - Sofá

Acredite ou não, os sofás aparecem no topo dessa lista. Primeiro pelo risco de cair e se machucar (ainda mais se você tentar posições ousadas) já que o móvel normalmente é estreito. Segundo porque, dependendo do material do sofá, o atrito pode deixar a pele sensível e causar ferimentos. 

 

Via Bonde

 



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 28.12.10

Sexo, quarto com vista para o romance

 

É suposto a nossa casa reflectir quem somos. Quando idealizamos a decoração do quarto é (quase) sempre algo semelhante a uma produção que vimos nas revistas, com grandes espaços imaculados com tudo impecavelmente arrumado. Claro que na azáfama diária é fácil a melhor das intenções decorativas ficar soterrada em lenços de papel, revistas velhas e brinquedos do cão. E de que adianta o decote ousado se quando o olhar pousa na mesa-de-cabeceira esbarra com o Índice Nacional Terapêutico? E as velas aromáticas, poderão alguma vez ganhar a luta desigual com os peluches que teimam em ficar a ‘decorar' a cama? Claro que às tantas o quarto de casal passa de ninho de amor a templo da tralha. Passe-o em revista e veja o que pode estar a matar o romance.

 

PC e TV ficam à porta


O quarto é daquelas divisões onde é especialmente importante criar um ambiente relaxante e com boas associações. Além de ser o lugar onde se dorme é o local de maior intimidade do casal. Que mensagem está a passar quando monta aqui uma secretária para o computador ou televisão? Que talvez seja mais interessante acabar o relatório da empresa ou ver o concurso na TV em vez de ter uma noite de sexo escaldante. Até já há estudos que revelam que os casais que têm televisão no quarto fazem amor menos de metade das vezes, em média, do que os que abdicam da caixa mágica nesta divisão.

Mesas-de-cabeceira inspiradoras

Esta peça de mobiliário pode revelar mais do que se poderia pensar. Um lenço de papel é útil e espirrar é humano, mas não custa pôr os lenços na gaveta, juntamente com a parafernália para desentupir o nariz, as pastilhas para a garganta, inaladores da asma, pentes do cabelo, creme das mãos e dos pés e ganchos. Fotografias dos pais também devem ficar fora desta divisão, assim como objectos com teor religioso, bíblias e crucifixos, que possam instigar memórias colectivas de sentimentos de culpa, ou, pior ainda, fazer com que a meio do sexo escaldante se lembre do Padre Borga de guitarra na mão a cantar. 
Prefira colocar uma flor, um bom livro (pode até ter um título sugestivo) ou mesmo uma moldura com uma foto vossa numa atitude carinhosa e cúmplice.

 

Jogos de cama sugestivos


Passemos à cama. Ainda usa aquele conjunto de lençóis com o Cebolinha e o Cascão de que não se consegue livrar por razões sentimentais? Ou o jogo de cama cheio de rendas e rendinhas que achou no baú da sua tetravó? Para além de acordar com o rosto rendilhado (nada sexy) não combinam muito bem com uma noite romântica. Esta é daquelas coisas em que vale a pena investir um bocadinho mais e ir variando. Prefira lençóis em tons neutros mas com um toque de cor, com uma mensagem divertida ou bonita. 
O tamanho também é importante: uma cama gigantesca pode parecer apelativa mas o efeito é contraproducente se acabarem cada um a dormir num extremo. Se já comprou uma cama enorme então aproveite a sua dimensão para umas acrobacias mais audazes... já sabe que não corre o risco de cair no meio do chão só porque esticou a perna. Se o seu colchão é pequeno, não desanime, há quem diga que camas um pouco mais pequenas estimulam mais intimidade.

 

Entre 4 paredes estimulantes

 

A cor das paredes também tem impacto no estado emocional. É de louvar que num assomo de arrojo tenha pintado o quarto todo de verde-lima, mas talvez seja melhor reconsiderar e optar pelos tons quentes, mais sensuais e aconchegantes.

 

Ao lusco-fusco


E a iluminação? A luz branca, estilo cozinha, desencoraja qualquer pretensão de um show strip privado, mas mesmo a amarela se for muito forte deixa de ser intimista. No quarto a iluminação deve ser indirecta e difusa. Os abat-jours e as lâmpadas coloridas ou soft tone ajudam a criar este ambiente.

 

Diga-me o que veste...

 

A roupa que escolhe para dormir também é importante, não tem de usar sempre lingerie sexy mas pelo menos evite t-shirts tipo tenda de várias décadas e com buracos. Alguns terapeutas de casais aconselham a que se dispa com privacidade sempre que vá apenas dormir, para que o acto de despir mantenha a carga erótica.

 

Na minha cama (só) com ele


Por fim, habitue o cão e o gato a dormirem noutro lugar que não a sua cama e ensine os miúdos a bater à porta antes de entrarem (ou tranque-a, se se sentir mais segura). É preciso estabelecer uma fronteira e ensinar os filhos que o pai e a mãe têm o seu espaço e precisam de tempo só para eles. E nem é assim tão difícil de fazer. Reclame o seu espaço, reconquiste o quarto e dê largas ao romance.

 

Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:33 | link do post | comentar

Segunda-feira, 27.12.10

sexo, que tipo de traidor é o seu?

 

- O Compulsivo

Pronto, este é o Traidor Clássico: de idade real até pode ter 62, mas de idade mental encalhou ali para os lados dos 19 e não há quem o arranque de lá. Para quê? A vida corre-lhe bem. Mete-se com as meninas todas que encontra até deparar com uma que lhe dá bola, e atão chuta-a (a bola) para a frente. Como as mulheres estão desesperadas e caem pelo primeiro que lhes bata a pestana e lhes gabe as botas mesmo que tenha cara de trolha, isto não é difícil de acontecer. Quando a menina deixa de lhe interessar, larga-a sem um pingo de remorsos. Aliás, costuma escolher meninas muito novas, que ainda tenham força anímica para sobreviver a um desgosto de amor. Escusado será dizer que a mulher não sabe de nada e que todos os amigos sabem. Se nenhum deles se chibar, é situação que dura para a vida. Se algum deles, acometido de remorsos, resolve contar à legítima, costuma acontecer o seguinte: há uma cena, ele jura que continua a amá-la e que nada daquilo teve importância (o que é verdade), vão a um terapeuta familiar, continuam juntos mas ela nunca lhe perdoa e nunca mais lhe sorrirá como dantes, coisa que a ele não aquece nem arrefece, nem dá por isso, desde que a família não saiba de nada e que o jantar lá esteja a tempo e horas como de costume. Escusado será dizer que por fora, continua a comer outros pratos.

 

- O Envergonhado

Nunca na vida pensou que seria o tipo de homem capaz de fazer uma daquelas à sua Sãozinha. Quando descobre que afinal é o tipo de homem capaz de fazer uma daquelas à sua Sãozinha, fica tão acabrunhado que é capaz de se atirar ao rio. Não atira, porque faria duas mulheres muito infelizes, pensa ele: a sua Sãozinha e a Maria Rita, com quem ele foi numa viagem de negócios que rapidamente passou do negócio para o prazer. Como é um totó, a Maria Rita faz tudo o que quer dele. Ou quase. Um dia qualquer, a Maria Rita perde a paciência e diz-lhe que ou sim ou sopas. Ele fica desesperado e é obrigado a contar tudo à mulher. Ela faz-lhe uma cena de um lado. A Maria Rita faz-lhe uma cena do outro. Ele chora e jura às duas que a outra não tem qualquer importância na sua vida. A mulher perdoa-lhe, embora lhe atire à cara todos os dias até à sua morte que ele a enganou. A Maria Rita vai à sua vida porque não tem paciência para totós, mas permanece desiludida com os homens até encontrar outro totó.

 

- O Básico

É estranho porque às vezes parece que faz tudo para ser apanhado: ele é sms para a Joaninha a chamar-lhe queridinha e fofinha e amorzinha, ele é portagens para Barcelos, onde ele nunca foi até então, ele é pagamentos nas scuts sem abrir o bico, ele é recibos do Íbis, ele é tudo a que tem direito, marcas de batom rosa-choque na camisa, marcas de caninos no pescoço, cabelos louros na lapela. Quando a legítima finalmente acaba por perceber que há ali qualquer coisa, ele admite que sim, claro, que outra coisa poderia ele fazer, mas diz-lhe que acha muito mal que ela ande a meter o nariz no seu telemóvel e na sua carteira e que não foi essa a educação que os seus pais lhe deram. Ela acaba por ficar um bocado baralhada e até chega a pensar que a culpa é dela. Geralmente separam-se. A Joaninha de Barcelos passa a legítima porque ele não é de meios termos. Casa com ela, que é um amor de pessoa, e leva os filhos e a mãe ao casamento e muda-se para Barcelos levando o LCD e o Antunes (o cão). Os filhos vão lá passar férias. A Joaninha faz empadão de bacalhau. A ex já se habituou (ou faz por isso). Tudo parece o melhor dos mundos. Um ano depois, está farto de Barcelos. Larga o Antunes nos braços da Joaninha e volta para casa da Ex porque lhe dá jeito, e ela aceita-o porque as mulheres têm um Grande Coração e também por vingança. Meses depois, ele dá de caras com outra jeitosa. E a história repete-se.

 

- O Honesto

Pronto, apaixonou-se. Acontece aos melhores. Ele nem soube bem como é que aquilo aconteceu. Foi assim como um daqueles tsunamis que ao longe só parecem uma ondulação sem nada de especial. Estavam os dois carentes, começaram a  tomar café os dois à saída do trabalho, primeiro era só à sexta feira, depois passou a ser todos os dias, às tantas já lhe estava a servir cafezinho na cama, e pimba: afogou-se. Como não gosta de andar a enganar ninguém, assim que se descobre afogado, desculpem, apaixonado, abre o jogo com a mulher. Cena do costume. Ele chora. Ela também. Acabam a chorar nos braços um do outro. Aqui há dois finais: ou a segunda era mesmo a mulher da vida dele, ou, passado um ano, está farto de Barcelos...

 

- O Toca e Foge

Bate a pestana à esquerda e à direita mas não quer nada com ninguém, só aquele frissonzinho de sentir que tem alguma mulher interessada nele, não importa qual, nova ou velha, magra ou gorda, gira ou um clone do Incredible Hulk, qualquer pestana para ele serve. É de pouco alimento: vive de sonhos. Se ela por acaso estende a mãozita para o agarrar, ele foge a sete pés, porque não quer chatices na vida, já basta a sua Luisinha fazer-lhe cenas por dá cá aquela pestana. Aliás não quer nada com ninguém, que casou pela Santa Madre Igreja e trair a esposa é um Grande Pecado. É inofensivo se não arrastar a asa durante muito tempo a ninguém, mas corre o risco de, qualquer dia, se apaixonar a sério e depois não saber como se deixou apanhar nem como é que há de escapar. Geralmente, não escapa. Nem tenta. Sofre horrores. Depois esquece. A mulher nunca chega a saber.

 

- O Transparente

"Olha lá aquela, que gira que é. Tem um rabo um bocado para o descaído mas tem as curvas da Jennifer Lopez. Não que eu adore a Jennifer Lopes, que pode não ter o rabo descaído mas tem todos os neurónios desativados". Este é assim: gaba às claras todas as fêmeas que lhe passam à frente, e gaba-as... à própria mulher. O que é uma boa estratégia: ela sente-se segura, sente que ele pelo menos é honesto e nunca faz nada por trás, porque o que quer que fosse, ela saberia. Na maioria das vezes não acontece mesmo nada, mas mesmo que acontecesse ela nunca ficaria a saber, porque no dia em que acontecer não há de ser por nenhuma brasa com o rabo descaído, há de ser pela sua colega de trabalho, que nem é gira, nem loura, e que nem numa reencarnação anterior chegou perto da Jennifer Lopez, mas por quem ele tem um fraquinho desde que entrou na empresa, nem ele próprio sabe porquê.

 

- O Desesperado

Casou-se porque ela quis, não que ele estivesse apaixonado de caixão à cova. Mas ela insistiu e ele foi incapaz de lhe dizer que não, porque por essa altura já ela lhe organizava a agenda, fazia o jantar, escolhia os boxers que ele ia vestir e dizia-lhe o que ele havia de dizer. Portanto, casou. Afinal, não era grave. As mulheres são todas iguais e ao menos aquela era prestável e amava-o tanto que, achou ele, a única maneira de retribuir era casar com ela. Por isso, casou por gratidão, coisa que ninguém lhe disse que nunca se fazia (estas coisas nunca ninguém nos diz). Moral da história: uns anos depois, ela continua a organizar-lhe a vida e a espiar-lhe cada movimento e a pagar-lhe o telemóvel, que, obviamente, também fiscaliza. Entretanto, ele acabou por descobrir que as mulheres não são todas iguais. Felizmente (para a mulher) e infelizmente (para ele), apaixona-se sempre pelas inacessíveis. Leva tampas a torto e a direito. Há de continuar casado até aos 98, quando conseguir envenená-la com iogurte pró-biótico fora de prazo.

 

- O Mental

Não está interessado em trair a mulher com quem quer que seja porque a adora, graças a Deus, sempre adorou e sempre há de adorar. Mas claro que um homem não é de pau, e de vez em quando fogem-lhe os olhos e a imaginação para outras paragens. Mas pronto. É só os olhos e a imaginação. Sonhar nunca fez mal a ninguém.

 

Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Domingo, 26.12.10

sexo, o que eles odeiam na cama

 

"Odeio quando uma mulher diz "apaga a luz" antes de se começar a despir. Quer dizer, acho que todos nós sabemos que Angelina Jolie há só uma e que os corpos não são perfeitos por norma. Mas isso não quer dizer que a visão de um corpo despido de uma mulher não seja menos excitante. Ouvir uma mulher dizer que deseja ter sexo às escuras é do mais desanimador que há, ainda por cima porque o homem é, por natureza, um animal exibicionista!"

Tomás, 33 anos, gestor

"Fico um pouco desiludido quando uma mulher se mostra envergonhada quando se trata de sexo oral. Por experiência própria, sei que é mais fácil terem à vontade para fazerem ao parceiro do que deixarem o parceiro fazer-lhes a ela. Mas é tão bom sentir o prazer da pessoa com quem se está! Porque é que as mulheres têm tanto pudor nisso?"

Luís, 41 anos, comerciante

""Querido, sei que estás cansado". Existe lá pior frase do que é essa. É verdade que há momentos em que demoramos mais tempo a entrar em acção, mas não quer dizer que não se atinja a meta com o estímulo certo por parte da parceira. Mas com uma frase destas não há estímulo possível."

Francisco, 39 anos, jornalista

"Cansa-me que uma mulher nunca tome a iniciativa. Tive uma namorada que nunca o fazia. Era sempre eu que mostrava desejo de ter sexo, apesar de ela depois se mostrar receptiva. Uma vez perguntei-lhe porque é que nunca me mostrava que tinha vontade de ter sexo. Ela disse que nunca pensara nisso, mas que se ia "esforçar" a partir daí. Caso para dizer que a relação não durou muito tempo."

Gonçalo, 28 anos, editor

"Que ela simplesmente... não faça nada! Fique ali, deitada, á espera que todo o trabalho recaia sobre o homem. "

Alberto, 45 anos, médico

 

Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Quarta-feira, 22.12.10

sexo, sexualidade, dúvidas e buscas

 

A sexualidade ainda é um assunto muito difícil de falar com leveza. Existe uma linha muito ténue entre o adequado e o vulgar, as pessoas ainda não conseguem lidar com a própria sexualidade, na verdade, ainda confundem sexualidade com sensualidade. É bem verdade que uma pessoa sensual lida melhor com a própria sexualidade, mas existe também aquelas que não têm sensualidade nenhuma e vive uma sexualidade exagerada, libertina e inconsequente.

Vejo na nova geração uma "liberdade sexual" maior que as meninas da época da minha adolescência, quero dizer que, sinto que os jovens vivenciam sua sexualidade com menos tabus. O que ainda não sei é se a percepção do que venha ser uma sexualidade saudável está bem esclarecido na "cabecinha" dessas "crianças".

Mulheres que estão entre 30 e 50 anos, tiveram uma educação sexual ainda muito repressora. Grande parte foi educada para ter sexo apenas depois do casamento, que sexo era "sujo" e de que os homens eram apenas grandes "aproveitadores" e, que ter uma vida sexual sendo solteira era "cair na boca do povo". Eu mesma vivi uma adolescência vigiada sexualmente, numa época onde o culto ao corpo teve sua explosão.

Hoje esse culto está voltado para o "corpo perfeito" no lugar da saúde e peso ideal, mas isso é outro assunto. Mas no que diz respeito ao corpo, continuamos tão confusos como no meio e no fim do século passado. Ainda esbarramos nos conceitos pré-estabelecidos pelos valores de nossos pais e os valores que a nova sociedade tem tentado estabelecer nos dias de hoje.

Nos permitiram a sentir e a dizer que sentimos "tesão", mas só pode ser por nossos "homens" e, eles ainda desejam uma "dama" na sociedade e uma "safada" na cama, mas ainda não sabem o que pensar como suas mulheres assumem esses papéis. Por que? Porque nós mulheres continuamos machistas na educação de nossos filhos homens, e fazemos pior com nossas filhas, estamos passando mensagens dúbias, mensagens muito parecidas com as que foram passadas às nossas mães.

Exatamente nesse momento de transição de comportamento sexual é que nos encontramos. Uma transição que já dura décadas, e na minha percepção durará algumas ainda. Sei que em algum tempo as mulheres saberão exatamente que comportamento emitir para ser considerada sensual, quais atitudes adequada para uma "dama" e para a "safada" sem perder o prazer de ter prazer, de seduzir e ser seduzida, de amar e ser amada. Porque nesse momento o q existe é uma confusão de pensamento, uma distorção do que é saudável e o que é nocivo nos comportamentos sexuais.

Uma mulher sensual é percebida por muitos como "fácil", e muitas mulheres realmente usam sua sensualidade de forma inadequada, utilizam o poder de sedução sem critérios pessoais, sem se preocuparem com consequências emocionais e sociais. Muitas devem se perguntar, por que devo me preocupar com que os outros pensam? Realmente não deve se preocupar, mas deve se lembrar que é uma pessoa que vive em sociedade, e que como mulher profissionalmente ativa o comportamento é prioridade, portanto é preciso ter cuidado sim de como "os outros" te percebem.

Estamos vivendo uma transição no comportamento sexual feminino. Não sabemos como nos comportar e nem mesmo como pensar, diferentemente das comportamentos bem estabelecidos no começo do século passado, onde todos sabiam quem eram as "boas moças" e as "moças de vida fácil" - deselegantes esses conceitos. O que quero dizer é que, sabíamos exatamente como nos comportarmos para sermos consideradas "damas"ou "putas". E hoje? Hoje vejo mulheres "comportadas" que trabalham como garotas de programa, e conheço outras muito sensuais cheias de grandes restrições quanto a sexualidade. 

Como psicoterapeuta de relacionamento e de sexualidade, sinto-me engatinhando no que se refere a compreensão do que é adequado e satisfatório para orientação e condução de meus pacientes. Como pesquisadora do comportamento sexual humano, sinto-me em extâse com tantas nuacias a serem estudadas. Como mulher sensual vivo a dualidade de interpretação por parte da sociedade, como mulher que ama um homem viril e sedutor vivo o desejo de fazê-lo feliz - e para isso devo ser uma "safada", e a mulher serena, doce e equilibrada que se faz necessário num relacionamento.

Temos um longo caminho pela frente, não sei como as coisas vão se definir, nem mesmo sei se viverei para ver esse novo comportamento estabelecido. Sei apenas que nesse processo de aprender um novo comportamento sexual teremos muitas dúvidas e muitas buscas.

 

Via Psicóloga LU



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

6 certezas sobre sexo que...

Sexo, Não finja que está ...

Como evitar seis erros qu...

WORKSHOP DÁ DICAS DE ENGA...

30 DICAS SOBRE SEXO PARA ...

Aqueça a sua vida sexual

Sexo e prazer sem pudores

Ideias eróticas para ocas...

12 Segredos para melhores...

CONHEÇA O PODER DA LINGER...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados