Sexta-feira, 21.09.12

Três medalhas para Portugal no primeiro dia dos Mundiais de maratonas

Portugal concluiu o primeiro dia dos Mundiais de maratonas, em canoagem, com três medalhas, duas de prata e uma de bronze, com o olímpico Fernando Pimenta a apenas meio segundo do título em Roma.


Depois de 25,8 quilómetros a pagaiar no Rio Tibre, o português, vice-campeão olímpico em K2 1.000, terá atacado tarde o sul-africano Grant Van der Walt, que nos sub-23 aguentou a pressão do português e chegou apenas 58 milésimos antes de Fernando Pimenta, que concluiu a prova em 1h54m34,620s.

Em Londres2012, a dupla Fernando Pimenta/Emanuel Silva falhou o ouro por 53 milésimos.

Sábado, o atleta de Ponte de Lima (já tinha sido prata em 2009 e bronze em 2010) vai fazer mais 30 quilómetros, agora na prova sénior, onde vai encontrar José Ramalho, campeão da Europa em título.

A grande surpresa de Portugal surgiu na mesma prova sub-23, em que Alfredo Faria (Gemeses) entrou na última portagem (zona em que os atletas saem da água para correr uns 100 metros com o caiaque e voltar ao rio) na liderança e concluiu a prova em terceiro, a apenas 9,7 segundos do ouro e ainda menos do vice-campeão olímpico.

De manhã, o júnior Samuel Amorim tinha sido vice-campeão do Mundo em C1, ficando a 15 segundos do ouro, conquistado pelo húngaro András Bodonyi.

Os portugueses ficaram todos no ambicionado top 10, com o sub-23 Rui Lacerda a ser quinto em C1, e em K1 a júnior Ana Pimenta a ser sétima e Hélder Moreira nono.

Sábado, as esperanças lusas de medalhas estão concentradas nos campeões da Europa José Ramalho (K1) e Nuno Barros (C1), tal como em Fernando Pimenta que tentará conquistar a segunda medalha em Roma. 


Noticia do Público



publicado por olhar para o mundo às 18:52 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25.07.12

Incumprimento salarial retira pontos aos clubes

Os clubes com ordenados em atraso podem perder pontos já esta temporada, segundo um acordo de parceria celebrado entre a Liga e o Sindicato dos Jogadores, que estabeleceram um novo Fundo de Garantia Salarial no valor de meio milhão de euros.


O acordo assinado entre as duas entidades foi apresentada esta quarta-feira, na sede da Liga, no Porto, e prevê, entre outras medidas, a revisão do Contrato Colectivo de Trabalho dos jogadores profissionais, através de uma intervenção ao nível das remunerações mínimas.

Já na presente época, a título excepcional, os atletas que competem na II Liga poderão receber 1,75 vezes a remuneração mínima nacional estabelecida para os trabalhadores em geral, em vez dos 2,5 anteriormente em vigor. Em compensação, os atletas abrangidos por esta medida de redução salarial e que venham a ser alvo de uma transferência, da qual resultem mais-valias para os clubes que representam, terão direito a 12% do valor líquido da mesma.

O acordo permite ainda que os jogadores até aos 23 anos, formados localmente e que celebrem o primeiro contrato de trabalho nesta época, passem a ter direito a auferir uma remuneração base mínima estabelecida pelo governo para os trabalhadores em geral durante os dois primeiros anos de contrato. Uma medida que pretende servir de incentivo à contratação de jogadores jovens e formados em Portugal.

Mas uma das principais medidas do acordo será o novo Fundo de Garantia Salarial para a temporada 2012-13, com um valor global de meio milhão de euros, mais 200 mil euros do que o anterior. A Liga assume a responsabilidade pela maior fracção deste montante, segundo revela um comunicado assinado pelos dois organismos intervenientes.

"Este fundo poderá ser accionado pelos jogadores a partir dos 60 dias de incumprimento por parte do empregador e o valor mensal equivalerá ao valor do salário mínimo mensal previsto no Contrato Colectivo de Trabalho dos jogadores, para a categoria onde o jogador se enquadre", revela o documento.

E para impedir futuras situações de incumprimento por parte dos clubes, como tem sido verificado nos últimos anos, estão previstos ingualmente mecanismos de sanção para os futuso prevaricadores: "Entre outros, um clube poderá perder pontos se, num prazo de dez dias, não responder à notificação de incumprimento e não regularizar a situação para com o atleta."


Noticia do Público



publicado por olhar para o mundo às 23:46 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 13.06.12
Varela marcou o golo da vitória contra a Dinamarca

Portugal venceu (3-2) a Dinamarca em Lviv, na Ucrânia, em jogo da segunda jornada do Grupo B do Euro 2012.


A selecção portuguesa chegou à vantagem aos 24 minutos, com o defesa-central Pepe – mais tarde considerado o melhor jogador em campo – a marcar de cabeça ao primeiro poste, na sequência da marcação de um pontapé de canto apontado pelo médio João Moutinho.

O 2-0 surgiu aos 36 minutos: o extremo Nani centrou da direita e o avançado Hélder Postiga, à entrada da pequena área, entre o guarda-redes dinamarquês e um defesa, marcou com o pé direito.

Mas, cinco minutos depois, a Dinamarca reduziu a desvantagem por intermédio do avançado Nicklas Bendtner, que fez o 2-1 de cabeça. A dez minutos dos 90, os dinamarqueses chegaram à igualdade, novamente através de um cabeceamento de Bendtner.

Aos 87 minutos, o extremo Silvestre Varela, que tinha entrado três minutos antes para substituir o médio Raul Meireles, marcou o terceiro golo da selecção portuguesa, após cruzamento da esquerda do lateral Fábio Coentrão.

O golo de Varela deu a primeira vitória a Portugal no Euro 2012, depois da derrota (0-1) frente à Alemanha na ronda inaugural do Grupo B. A selecção lusa volta a jogar no próximo domingo (19h45, TVI) com a Holanda, em encontro da terceira e última jornada da fase de grupos.

Ficha de jogo

Arena de Lviv, na Ucrânia
Assistência: 30 mil espectadores

Dinamarca - Portugal, 2-3
Ao intervalo: 1-2
Marcadores: 
0-1, Pepe, 24 minutos
0-2, Hélder Postiga, 36' 
1-2, Nicklas Bendtner, 41' 
2-2, Nicklas Bendtner, 80' 
2-3, Varela, 87'

Dinamarca Stephan Andersen, Lars Jacobsen, Simon Kjaer, Daniel Agger, Simon Poulsen, William Kvist, Niki Zimling (Jakob Poulsen, 16'), Dennis Rommedahl (Tobias Mikkelsen, 60'), Christian Eriksen, Michael Krohn-Dehli (Lasse Schone, 90') e Nicklas Bendtner

Portugal Rui Patrício, João Pereira, Pepe, Bruno Alves, Fábio Coentrão, Miguel Veloso, Raul Meireles (Varela, 84'), João Moutinho, Nani (Rolando, 89'), Hélder Postiga (Nelson Oliveira, 64') e Cristiano Ronaldo

Árbitro: Craig Thomson (Escócia)
Acção disciplinar: cartão amarelo para Raul Meireles (29'), Jakob Poulsen (56') e Cristiano Ronaldo (90'+2')

 

Noticia do Público



publicado por olhar para o mundo às 21:18 | link do post | comentar

Domingo, 10.06.12

Naide Gomes fora de Londres 2012 e Obikwelu em dúvida


Naide Gomes vai falhar os Jogos Olímpicos de Londres 2012, depois de ter sofrido uma rotura do tendão de Aquiles na final do salto em comprimento do Nacional de Clubes de atletismo, que decorre em Lisboa, no Estádio Universitário.


Quem também poderá ficar fora da convocatória olímpica para Londres é Francis Obikwelu, que se lesionou no decurso dos 100 metros – uma corrida especialmente azarada, já que outro atleta se magoou com aparente gravidade.

Naide, atleta multimedalhada em campeonatos do Mundo e da Europa no pentatlo e salto em comprimento, magoou-se no pé durante a corrida de chamada para o seu quarto ensaio do salto em comprimento. 

Mais tarde, o relatório preliminar médico avaliou a situação como rotura do tendão de Aquiles, o que significa desde já o final da época para a saltadora do Sporting, que recebeu imediatamente gelo sobre a zona torcida e saiu de pista amparada pelo fisioterapeuta.

A saltadora, que foi 10.ª no ano passado nos Mundiais de Daegu, prescindiu de competir na época de Inverno justamente para tentar ultrapassar uma anterior lesão nos tendões – um problema recorrente na sua carreira e que levou mesmo a que prescindisse das provas combinadas. 

Mas não se ficaram por aqui os problemas com atletas de primeira linha: com cerca de 40 metros disputados nos 100 metros, Francis Obikwelu, vice-campeão olímpico dos 100 metros em 2004 e antigo campeão europeu, parou, agarrado à zona da virilha, manifestamente com dores.

O antigo campeão europeu, que representa o Sporting, saiu a coxear da pista do Estádio Universitário, chorando, amparado pelo apoio médico presente no estádio. A avaliação da gravidade da lesão deverá ser feita nas próximas horas.

A final dos 100 metros do Nacional de Clubes foi especialmente azarada, já que Bruno Gualberto (Juventude Vidigalense) tropeçou e caiu, após concluir a corrida, ficando inanimado na pista. Foi socorrido no local pela urgência paramédica e depois encaminhado para o hospital.

Os problemas na prova, que viria a ser ganha pelo benfiquista Ricardo Monteiro, acabaram por originar um atraso no programa de competições de cerca de três quartos de hora.

 

Noticia do Público



publicado por olhar para o mundo às 20:32 | link do post | comentar

Terça-feira, 10.04.12

Karanka: “Ninguém duvida de Mourinho”


O treinador adjunto do Real Madrid negou que a equipa esteja ansiosa por ver o rival Barcelona aproximar-se na classificação.


Aitor Karanka voltou a render José Mourinho na função de responder às perguntas dos jornalistas. Esta terça-feira, na antevisão da partida contra o Atlético de Madrid, o treinador adjunto dos “merengues” reforçou a confiança da equipa no trabalho que tem vindo a desenvolver, negando qualquer ansiedade relacionada com a aproximação do Barcelona na tabela.

Quatro pontos separam agora os dois rivais, mas Karanka reiterou a concentração da equipa no objectivo de conquistar o título: “Não sei onde está a ansiedade. Vendo como trabalha a equipa, não há nenhuma intranquilidade nem ansiedade. Estamos muito tranquilos”.

“A equipa técnica está satisfeita com a atitude da equipa, não temos nenhum medo, nem ansiedade nem nada, porque vemos a vontade de ganhar que os jogadores têm”, acrescentou o técnico. “Ninguém duvida de Mourinho”, reforçou.

“Cada vez falta menos [para o final do campeonato] e os pontos são mais importantes”, prosseguiu Karanka, relativamente à vantagem de quatro pontos que o Real Madrid tem agora para o Barcelona. Na última jornada, os “merengues” não foram além do empate (0-0) em casa diante do Valência.

O próximo adversário é o Atlético de Madrid, no “derby” da capital espanhola. “O Atlético está a lutar pelos lugares europeus. Vai ser complicado, mas nós estamos bem, com vontade e são três pontos muito importantes”, concluiu Karanka.

 

Via Público

 



publicado por olhar para o mundo às 20:01 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Domingo, 25.03.12

Porto empata e abre caminho para o título ao Braga

Tal como o Benfica na sexta-feira em Olhão, o FC Porto também não conseguiu melhor que um empate (1-1) na sua visita ao terreno do Paços de Ferreira, um resultado que permite, ainda assim, aos "dragões" adiantarem-se no comando do campeonato.


Com este empate, os portistas recuperaram o comando isolado, com 57 pontos, mais um que o Benfica, mas o grande beneficiado desta jornada pode ser o Sp. Braga (55 pontos), que pode isolar-se no comando caso consiga vencer nesta segunda-feira em casa a Académica de Coimbra.

Após uma primeira parte sem golos, foi apenas com um autogolo de Ricardo aos 47' que se desfez o nulo na Mata Real. Hulk conduziu o ataque pelo flanco direito e acaba por ser o defesa do Paços a tocar a bola para a baliza após o cruzamento do brasileiro do FC Porto.

Mas a formação orientada por Henrique Calisto não desistiu do jogo e, aos 79', fez o golo do empate, por intermédio de Melgarejo. Josué marca o canto e o avançado paraguaio emprestado pelo Benfica, sem qualquer marcação, cabeceia para a baliza de Helton. 

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 22:55 | link do post | comentar

Domingo, 26.02.12

Sporting venceu e desta vez já convenceu

O clube leonino bateu o Rio Ave por 1-0 e voltou a apanhar o Marítimo na classificação. Um golo de Marat Izmailov resolveu o jogo para os “leões”.


O Sporting continua sem conhecer o sabor da derrota, desde que Sá Pinto assumiu o cargo de treinador do Sporting. Neste domingo, frente ao Rio Ave, no segundo jogo consecutivo dos verde-e-brancos em Alvalade para a Liga, a vitória voltou a sorrir aos “leões”.

Um golo solitário de Marat Izmailov bastou para garantir os três pontos à formação da casa. Novamente um triunfo curto mas, desta vez, com uma exibição bem mais conseguida, especialmente no primeiro tempo.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 20:52 | link do post | comentar

Sábado, 09.10.10

José Mourinho

 

Sou português há 47 anos e treinador de futebol há dez. Sendo assim, sou mais português do que treinador. Posto isto, para que não restassem dúvidas, vamos ao que importa...

 

As Selecções Nacionais não são espaços de afirmação pessoal, mas sim de afirmação de um País e, por isso, devem ser um espaço de profunda emoção colectiva, de empatia, de união. Aqui, nas selecções, os jogadores não são apenas profissionais de futebol, os jogadores são além disso portugueses comuns que, por jogarem melhor que os portugueses empregados bancários, taxistas, políticos, professores, pescadores ou agricultores, foram escolhidos para lutarem por Portugal. E quando estes eleitos a quem Deus deu um talento se juntam para jogar por Portugal, devem faze-lo a pensar naquilo que são - não simplesmente profissionais de futebol (esses são os que jogam nos clubes), mas, além disso, portugueses comuns que vão fazer aquilo que outros não podem fazer, isto é, defender Portugal, a sua auto estima, a sua alegria.

 

Obviamente há coisas na sociedade portuguesa incomparavelmente muito mais importantes que o futebol, que uma vitória ou uma derrota, que uma qualificação ou não para um Europeu ou um Mundial. Mas os portugueses que vão jogar por Portugal - repito, não gosto de lhes chamar jogadores - têm de saber para onde vão, ao que vão, porque vão e o que se espera deles.

 

Por isso, quando a Federação Portuguesa de Futebol me contactou para ser treinador nacional, aquilo que senti em minha casa foi orgulho; do que me lembrei foi das centenas e centenas de pessoas que, no período de férias, me abordam para me dizerem quanto desejam que eu assuma este cargo. Isto levou-me, pela primeira vez na minha vida profissional, a decidir de uma forma emocional e não racional, abandonando, ainda que temporariamente, um projecto de carreira que me levou até onde me levou.

 

Desculpem a linguagem, mas a verdade é que pensei: Que se lixem as consequências negativas e as críticas se não ganhar; que se lixe o facto de não ter tempo para treinar e implementar o futebol que me tem levado ao sucesso; por Portugal, eu vou!

 

E é isto que eu quero dizer aos eleitos para jogar por Portugal: aí, não se passeia prestigio; aí, não se vai para levar ou retirar dividendos; aí, quem vai, vai para dar; aí, há que ir de alma e coração; aí, não há individualidades nem individualismos; aí, há portugueses que ou vencem ou perdem, mas de pé; aí, não há azias por jogar ou por ir para o banco; aí, só há espaço para se sentir orgulho e se ter atitude positiva.

 

Por um par de dias senti-me e pensei como treinador de Portugal. E gostei. Mas tenho que reconhecer que o Real Madrid é uma instituição gigante, que me «comprou» ao Inter, que me paga, e que não pode correr riscos perante os seus sócios e adeptos. Permitir que o seu treinador, ainda que por uns dias, saísse do seu habitat de trabalho e dividisse a sua concentração e as suas capacidades era impensável.

 

Creio, por conseguinte, que o feedback que saiu de Madrid e chegou à Federação levou a que se anulasse a reunião e não se formalizasse o pedido da minha colaboração.

 

Para tristeza minha e frustração do presidente Gilberto Madail.

 

Mas, sublinho, agora já a frio: foi e é uma decisão fácil de entender. Estou ao leme de uma nau gigantesca, que não se pode nem se deve abandonar por um minuto. O Real decidiu bem.

 

Fiquei com o travo amargo de não ter podido ajudar a Selecção, mas fico com a tranquilidade óbvia de quem percebe que tem nas suas mãos um dos trabalhos mais prestigiados no mundo do futebol. 

 

Agora, Portugal tem um treinador e ele deve ser olhado por todos como «o nosso treinador» e «o melhor» até ao dia em que deixar de ser «o nosso treinador». Esta parece-me uma máxima exemplar: o meu é o melhor! Pois bem, se o nosso é Paulo Bento, Paulo Bento é o melhor.

 

Como português, do Paulo espero independência, capacidade de decisão, organização, modelagem das estruturas de apoio, mobilização forte, fonte de motivação e, naturalmente, coerência na construção de um modelo de equipa adaptada as características dos portugueses que estão à sua disposição. Sinceramente, acho que o Paulo tem condições para desenvolver tudo isso e para tal terá sempre o meu apoio. Se ele ganhar, eu, português, ganho; se ele perder, eu, português, perderei. Mas eu também quero ganhar.

 

No ultimo encontro de treinadores que disputam a Champions League, quando questionado sobre o poder dos treinadores nos clubes, ou a perda de poder dos treinadores face ao novo mundo do futebol, sir Alex Fergusson disse (e não havia ninguém com mais autoridade do que ele para o dizer!) que o poder e a liderança dos treinadores depende da personalidade dos mesmos, mas que depende muitíssimo das estruturas que os rodeiam. Clubes e dirigentes fragilizam ou solidificam treinadores.

 

Eu transponho estas sábias palavras para a selecção nacional: todos, mas todos, neste país devem fazer do treinador da selecção um homem forte e protegido. E quando digo todos, refiro-me a dirigentes associativos, federativos e de clubes, passando pelos jogadores convocados e pelos não convocados, continuando pelos que trabalham na comunicação social e terminando nos taxistas, políticos, pescadores, policias, metalúrgicos, etc. Todos temos de estar unidos e ganhar. E se perdermos, que seja de pé.

 

Mas, repito, há coisas incomparavelmente mais importantes neste país que o futebol. Incomparavelmente mais importantes¿ Infelizmente!

 

Aproveito esta oportunidade para desejar a todos os treinadores portugueses, aos que estão em Portugal e aos muitos que já trabalham em tantos países de diferentes continentes, uma época com poucas tristezas e muitas alegrias.

 

 

Ao Xico Silveira Ramos, manifesto-lhe a minha confiança no seu cargo de Presidente da ANTF.

 

Um abraço a todos.

 

José Mourinho



publicado por olhar para o mundo às 10:01 | link do post | comentar | ver comentários (61)

Sexta-feira, 26.03.10

Onde deixar os miúdos nas férias

 

Se os miúdos mandassem, os programas de férias não tinham actividades pedagógicas. Prefiriam ir a Los Angeles conhecer a Miley Cyrus, à Disney Paris, a Londres, ou simplesmente ao espaço. Como isso não é assim tão simples e não queremos provocar um ataque de nervos aos pais, escolhemos 15 actividades para ocupar as duas semanas de férias dos mais pequenos. De norte a sul do país ainda é possível encontrar vagas. Mas apresse-se a marcar.

Apesar de serem miúdos, já sabem bem o que querem. Assim, há férias para todos os gostos, até para quem gosta de tudo um pouco. Há aulas de surf e de caiaque para os mais audazes. Mas os pais não precisam de se preocupar, porque há sempre monitores atentos para amparar as quedas. Para acabar de vez com a ideia de que os vegetais nascem nas prateleiras dos supermercados, inscreva-os nos ateliers de jardinagem e horticultura. E se o seu filho tiver queda para salvar o ambiente e os animais, pode sempre levá-lo para a colónia de férias do Monte Selvagem, no Alentejo ou até ao Jardim Zoológico, para darem uma mãozinha aos tratadores. Quem tiver veia artística, não faltam opções por todo o país.

 

Indecisos

 

Fundação Serralves, Porto


Há brincadeiras para todos os gostos e idades. Dos 4 aos 12 anos, os miúdos podem ser protagonistas de umas férias criativas e diferentes, em Serralves. Desde oficinas de construção, de pintura e ciência, ao maravilhoso mundo dos insectos, passando pela decoração de T-shirts e confecção de guloseimas da Páscoa (quem é que nunca quis ter uns bigodes de chocolate?) e exercícios de expressão corporal, cheios de luzes, cores e ritmos, tal e qual como nos sonhos. 
Preço: entre €40 e €50 
Quando: 29 Março a 09 Abril
Contactos: 226156587

 

Oceanário de Lisboa


No maior aquário da capital, a Páscoa é feita de cinco dias temáticos: são quatro a descobrir os oceanos e um a fabricar super-heróis. Os miúdos dos 4 aos 12 anos vão explorar o Atlântico, Pacífico, Índico e os oceanos gelados, e todos os bichos que por lá habitam. Há pinguins, peixes de todas as cores, ursos polares e, cuidado, tubarões. Com viagens fantásticas entre submarinos e viagens de algas, qualquer um pode proteger o ambiente, basta pôr uma capa, reciclar e poupar água.
Preço: €40 por dia 
Quando: 29 Março a 09 Abril
Contactos: 218917002/06

 

Associação Académica da Universidade do Algarve


Em Faro a brincadeira fica por conta do “Campus em Férias”.
Basta ter entre 7 e 11 anos para poder passar uma Páscoa em grande. Para os mais intelectuais há a ciência, para os mais irrequietos há hipismo e todo o tipo de desporto. Para quem gosta de aprender, pode fazê-lo através dos vários workshops pensados especialmente para os mais novos. Os lanches e os almoços também não estão esquecidos, assim como um CD de fotografias, para mais tarde recordar.
Preço: €80 
Quando: 5 a 9 de Abril
Contactos:  289818606


Miúdos Radicais

Surf Camp de Matosinhos

Quem nunca se imaginou em cima de uma prancha de surf, é um ovo podre. Melhor do que imaginar, é fazer-se às ondas. Com a escola Onda Pura, na praia do Titan, os miúdos dos 7 aos 15 anos, podem tornar-se surfistas a sério e praticar toda a espécie de desportos: futvolei,  basquetebol, andar de patins em linha e de caiaque. 
Preço: entre €20 e €120 
Quando: 29 Março a 09 Abril
Contactos:  9121000 47

 

Campo de Férias Castor, Landeira

O nome do local já promete: Quinta Contente. Aqui, os miúdos dos 6 aos 17 anos podem ser verdadeiros heróis. Só precisam de coragem e determinação para o kartcross, canoagem, slide, tiro com arco e ponte de cordas que o campo oferece.
Preço: €197,05 
Quando: 5 a 11 de Abril
Contactos: 265913324

 

Ginásio C. Português, Lisboa


Depois destas férias os miúdos (dos 4 aos 12 anos) vão dormir que nem anjinhos. Durante duas semanas há um mundo de actividades para explorar, que vai desde a capoeira, ao jogo do pau, passando pelos trampolins.  
Preço: €180 
Quando: 29 Março a 09 Abril
Contactos: 213841580

 

Eco-Kids

Jardim Botânico da Ajuda
Aqui, os verdadeiros amantes da natureza, dos 4 aos 12 anos, podem aprender jardinagem, como funciona uma estufa, a fazer uma horta,  expressão plástica e jogos tradicionais, ao ar livre e rodeados de árvores e ar puro. Vão esquecer-se que estão em Lisboa.
Preço: varia entre €50 e €270  
Quando: 29 Março a 09 Abril
Contactos: 213622503

 

Parque Monte Selvagem

Para esta aventura em Montemor-o-Novo é preciso saco-cama, lanterna, chapéu, repelente e protector solar. Só com estas armas será possível sobreviver às maravilhas do mundo selvagem e da conservação do ambiente. Para miúdos dos 6 aos 12 anos. Cuidado, há crocodilos.  
Preço: €70
Quando: 5 a 11 de Abril
Contactos: 265894377

 

Jardim Zoológico, Lisboa


É uma espécie de safari sem sair da cidade e com animais mais dóceis. No Zoo, os miúdos podem fazer peddy-pappers e ajudar os tratadores e treinadores. Há percursos temáticos para saberem tudo sobre répteis e mamíferos. 
Preço: €40 (1 dia); €144 (4 dias) 
Quando: De 29 de Março a 4 de Abril
Contactos: 217 232 910

 

Putos Einstein

 

Museu de Ciência, Coimbra


Como é que uma espécie desaparece do planeta?_Evapora-se? Vai para a lua? O programa Férias no Chimico, em Coimbra, é dedicado à biodiversidade e vai encontrar resposta a esta e muitas outras perguntas. Os pequenos cientistas vão aprender o que é isso da extinção e que animais estão em risco. 
Preço: €25 (3 dias); 
€8,5 (1 dia)
Quando: De 30 de Março a 1 de Abril ou 6 a 8 de Abril
Contactos:  239 854 350

 

Visionarium, Sta. M. da Feira


É melhor que um teste psicotécnico. Nas oficinas de Páscoa, do Visionarium, em Santa Maria da Feira, os miúdos vão experimentar uma profissão por dia: geólogo, químico, matemático, biólogo e astrónomo. São cinco dias repletos de actividades, para crianças dos 6 aos 12.
Preço: € 25 (1 dia), €110 (4 dias) 
Quando: De 5 a 9 de Abril
Contactos: 256 370 607

 

Ciência Viva, Bragança


Plasticina caseira, batatas espumantes e balões aerostáticos. Estes são alguns dos novos brinquedos dos miúdos que se aventurem no Centro de Ciência Viva de Bragança. Nas oficinas de Páscoa vão ainda a observar ao microscópio a água do rio e analisar impressões digitais.
Preço: € 40 
Quando: De 29 de Março a 1 de Abril; 5 a 9 de Abril
Contactos: 273 313 169


Mini Picassos

Teatro Maria Matos, Lisboa
Se os adultos utilizam as revistas para ler, as crianças podem transformá-las em arte. A proposta da oficina de Páscoa do Maria Matos, para miúdos, entre os 6 e 8 anos, é criar um mapa com recortes de revistas, lápis de cera pastel. Para os mais velhos, recomenda-se uma actividade que mexe com todos os músculos: dança.  
Preço: € 20 
Quando: De 29 de Março 1 de Abril
Contactos: 218 438 800

 

CCB, Lisboa


Há estudos que garantem que a fofoca faz bem à saúde. Nada melhor do aprender desde cedo. Descanse. Do CCB_não vão sair paparazzis. A oficina é dedicada à representação e o tema é a bisbilhotice, cusquice, como lhe quiser chamar. “Há boas e más bisbilhotices?”
Preço: €115 
Quando: De 29 Março e 1 Abril ou 5 a 9 de Abril
Contactos: 213 612 400

Museu do Traje, Viana do Castelo


Não há Páscoa sem ovos pintalgados de cores. Se tem em casa um mini Picasso, inscreva-o no atelier de artes plásticas do Museu do Traje, onde há espaço para fazer ovos da Páscoa cubistas e ainda podem fazer os ramos da madrinha, com flores de papel.
Preço: €5 (por dia) 
Quando: De 29 de Março a 4 de Abril
Contactos: 258 809 300

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 24.03.10

Onde passar a Páscoa

 

 

Percorrer aos ziguezagues os caminhos da Serra da Estrela, por esta altura coberta com um manto branco, dormir com o mar aos pés na Costa Alentejana, acordar com os olhos postos nas vinhas doDouro alinhadas em socalcos, ou percorrer os trilhos do lobo e javali no Gerês. A Páscoa está à porta e é um óptimo pretexto para conhecer alguns dos pequenos paraísos escondidos em Portugal. De norte a sul, no interior e no litoral, eis as sete maravilhas que o i recomenda para uns dias de descanso (mesmo que o tempo não ajude: as previsões meteorológicas não são animadoras). Não é um plano para qualquer carteira. Mas acredite que não vai dar o seu dinheiro por mal empregue. Não é por acaso que em Portugal a procura de hotéis de charme tem crescido, tal como de pequenas casas de turismo rural integradas em quintas ou herdades tradicionais, que nos últimos anos apareceram em grande número. Fugir das cidades não significa tédio. E mesmo que assim fosse valeria a pena. Quantos vezes se quis dar à perguiça mas o telemóvel não deixou? Pois aqui o mais certo é nem ter rede. Aproveite as férias (se for caso disso). E desligue-se. Até porque nunca se sabe que está à escuta...

 

Relaxar no maior spa de Portugal

Romance: No Aquapura Douro Valley, os hóspedes são recebidos com uma toalha perfumada e um flute de champanhe, sem grandes papeladas para preencher. A fachada antiga desta casa senhorial contrasta com o interior moderno, onde está instalado o maior spa do país (tem 2200m2), e uma piscina interior. Inserido numa região classificada como património mundial pela UNESCO, o hotel dispõe ainda de 21 vilas, além dos 50 quartos. A paisagem é um verdejante vale esculpido pelos produtores de vinho do porto.

 

Onde? Quinta Vale de Abraão, Lamego
Tel: 254 66 06 00
Preço: 3 noites c/spa €570

Explorar uma aldeia histórica

Amigos: Entre a Beira e o Douro esconde-se um segredo bem guardado: a aldeia histórica deMarialva, onde existe uma das referências nas guesthouses nacionais. Quem olha para as seis Casas do Côro facilmente percebe que o tempo não passou por ali. Isso vê-se nas gentes desta terra hospitaleira e nas vielas do centro histórico que convidam à descoberta. O complexo combina edifícios históricos em granito com interiores sofisticados. Uma dica? Mesmo que chova, experimente mergulhar na piscina exterior (é aquecida).

 

Onde? Marialva (perto de Foz Coa)
Tel.  917552020
Preço: Casas de €120 a €410

Pelos trilhos do lobo e javali

Aventura: Por estes dias, com a chegada da Primavera, a serra do Gerês ganha novas cores e aromas. No Parque Natural Peneda, a Pousada de São Bento é o sítio ideal para assistir à transformação da natureza. Cascatas, vales e um verde que a vista não consegue abraçar são predicados irresistíveis para uma caminhada pelos trilhos de uma zona com 70 mil hectares de território protegido. Mas cuidado, não se esqueça que está num dos últimos refúgios de animais selvagens como o javali, a víbora de Seoane e o Lobo.

 

Onde? Caniçada, São Bento Tel. 253 649 150
Preço: €170/quarto

 

Acordar com o mar aos pés

Família: Na recepção da Herdade do Touril, bem perto da Zambujeira do Mar, há três relógios. Um deles está parado. Esta é uma imagem que o proprietário não se cansa de repetir: “Se algum dos nossos hóspedes perder a noção do tempo, ficamos satisfeitos.” Composta por cinco casas independentes –  com terraço e vista de mar –, na herdade respira-se um ambiente familiar. Às sete da manhã, o pão fresco é deixado na porta, tal como os jornais do dia. Para quem quiser passear, há bicicletas grátis. E muito para descobrir.

 

Onde? Zambujeira do Mar, Odemira
Tel. 282 950 080
Preço: €80 a €200

Algarve desconhecido

Segundas núpcias: Casas típicas, ambiente rural, conforto e modernidade. Podia definir-se assim oMonte da Vilarinha, um turismo de habitação na fronteira do alentejo e Algarve. O complexo alberga três casas, com terraços e alpendres exclusivos – algumas têm cama exterior, para quem quiser adormecer a contar as estrelas do céu alentejano. Três dias por semana, sob marcação, é possível receber massagens, depois de explorar os percursos sinalizados junto à costa e no interior.

 

Onde? Carrapteira, Aljezur
Tel. 919169448
Preço: €120 a €150

Termas, mini- golfe e ténis

Saúde: Para quem parte de Lisboa, as termas de Monte Real ficam a um pequeno passo. O resort, que inclui hotel, spa e complexo termal, foi inaugurado em 2009, aproveitando a fachada palaciana da unidade hoteleira que ali existiu até meados dos anos 90. Conhecidas há várias décadas em toda a Península Ibérica graças à qualidade das suas águas sulfurosas, as termas são um dos programas disponível neste espaço. Os 24 hectares da propriedade incluem ainda dois campos de ténis, mini-golfe, ginásio e percursos pedestres.


Onde? Rua de Leiria, Monte Real
Tel. 244 618 900
Preço: €289/3 dias c/spa

Cai neve no meu país

Desporto: Instalada a 1500 metros de altitude, com vista sobre a Manteigas, a Casa das Penhas Douradas proporciona daquelas imagens que pensamos existir apenas na nossa imaginação: tomar um banho de piscina, enquanto contemplamos a neve. Uma estadia ideal para desportistas de montanha, não fosse esta a única estância de Inverno com pistas de esqui em Portugal. O hotel tem cozinha de autor, com a consultadoria do Chefe Luís Baena, e uma ementa à base de produtos regionais confeccionados de forma muito própria..

 

Onde? Penhas Douradas, Serra da Estrela
Tel. 275 981 045
Preço: €100 a €200 por quarto

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Segunda-feira, 01.03.10

Zidane não perdoa...

 

 A cabeçada a Marco Materazzi na final do Mundial de 2006 foi um episódio marcante para a carreira de Zinedine Zidane, e com o qual o antigo internacional francês ainda não lida muito bem.

“Claro que me recrimino”, diz Zidane na entrevista ao “El País”, publicada esta segunda-feira. Sem nunca pronunciar o nome do adversário, o antigo internacional francês deixa claros os motivos por que não pediu desculpa ao defesa italiano. “Se lhe dissesse ‘perdão’ estaria a admitir que o que ele fez foi normal. E para mim não foi normal”, frisou.

Para Zidane, o mau momento pessoal que estava a atravessar motivou a reacção extremada. “Há coisas que se passam no campo, e tinha-me acontecido muitas vezes. Mas daquela vez não pude aguentar. Não desculpa o que fiz, mas a minha mãe estava doente, no hospital. As pessoas não o sabiam. Era um mau momento”, revelou. “Mais de uma vez insultaram a minha mãe e nunca respondi. Mas ali...”

“Pedir perdão a este... Se tivesse sido ao Kaká, um tipo normal, bom, claro que lhe teria pedido perdão. Mas a este! Se lhe pedisse desculpa, faltava ao respeito a mim mesmo e a todos aqueles de que gosto com a alma. Peço desculpa ao futebol, aos adeptos, à equipa... Depois do jogo entrei no balneário e disse: ‘Perdoem-me. Isto não muda nada, mas peço perdão a todos’. Mas a ele não consigo. Nunca, nunca. Seria desonrar-me. Prefiro morrer”, diz Zidane ao “El País”.

Do episódio, Zidane extrai uma lição: “Os jovens têm que saber que se pode jogar de maneira mais nobre, que no campo podem acontecer coisas desagradáveis mas que o futebol é um desporto e não devem haver humilhações”, sublinhou. “Eu falava pouco, mas também dizia coisas aos adversários. Tudo depende das pessoas. Há adversários com muita graça, que dizem coisas que fazem rir. Mas também há gente malvada. E a esse nem os queria ouvir”, disse.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 14:03 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.09.09

Nuno Ribeiro Dopado!

 

Ele foi apanhado num control da UCI uns dias antes da volta.. por quantos controlos passou na volta?.. e não o apanharam em nenhum porquê?.. 

 

 

"O vencedor da última Volta a Portugal foi apanhado num controlo antidoping juntamente com mais dois ciclistas (Hector Guerra e Isidro Nozal). O caso provocou imediatamente a extinção da equipa Liberty Seguros pela empresa patrocinadora. A notícia foi avançada pela rádio Voz da Planície, de Beja, e confirmada por responsáveis da equipa.

Os corredores foram notificados pela União Ciclista Internacional, apontando a substância Cera - uma evolução da EPO (eritropoietina) - em controlos extra-competição."



Ver resto da noticia no Público



publicado por olhar para o mundo às 14:45 | link do post | comentar

Quarta-feira, 09.09.09

Caster Semeneya, maquilhada e com vestido!

 

 A polémica campeã mundial dos 800 metros, a sul-africana Caster Semenya, cujo aspecto másculo lançou dúvidas sobre a sua identidade sexual, aparece na capa de uma revista do seu país envergando um vestido preto sem mangas, maquilhada e penteada, sob o título “Wow, vejam como está a Caster agora!”.


Semenya, cujo género levantou um coro de interrogações durante os mundiais de atletismo de Berlim, entregou-se nas mãos dos produtores fotográficos da revista “You”, aparecendo com um “look” feminino e cuidado. “Gostava de me arranjar mais e de usar vestidos, mas nunca tenho oportunidade para isso”, desabafou a atleta, de 18 anos.

Horas antes da sua vitória nos 800 metros da final de Berlim, a Federação Internacional de Atletismo (IAAF) anunciou que iria analisar o género de Semenya, depois de a atleta ter melhorado o seu melhor tempo em mais de oito segundos num ano.

Semenya, que cresceu na província de Limpopo, saltou do desconhecimento para os pódios, tendo-se sagrado facilmente campeã de juniores em África, em Julho, na Mauritânia, e campeã mundial em Berlim, em Agosto. 

A IAAF, que foi criticada pelo facto de ter publicamente assumido que estava a realizar uma investigação, já pediu desculpas mas irá, ainda assim, anunciar os resultados dos testes. Os resultados preliminares dos exames a Semenya mostram que a atleta sul-africana que venceu os 800 metros femininos nos Mundiais de Berlim tem níveis de testosterona três vezes superior ao normal numa mulher.

O treinador de Semenya demitiu-se na semana passada afirmando que o tratamento que a IAAF deu à atleta “denegriu” a sua imagem e que a actuação da Associação Sul-Africana de Atletismo também foi “atroz”.

Falando à revista “You” acerca da polémica, a atleta, que também estuda Ciências do Desporto, disse: “Encaro isto como uma piada, não me altera. Deus fez-me como sou e eu aceito-me assim”.

 

Via Público

 

Diga-se de passagem que não melhorou grande coisa, se vestida para a competição parecia um homem, aqui parece um homem...  transvertido..... mas nem todo mundo pode ser um ideal de beleza!



publicado por olhar para o mundo às 12:27 | link do post | comentar

Segunda-feira, 20.07.09

 

Cristiano Ronaldo discreto na estreia com o Real Madrid

 

Cristiano Ronaldo discreto na estreia pelo Real Madrid

 

O internacional português jogou nesta segunda-feira os primeiros minutos com a camisola do Real Madrid, no jogo particular frente aos irlandeses do Shamrock Rovers. O golo da vitória só chegou perto do fim, por Karim Benzema.

Um mundo de diferenças separa o Real Madrid do Shamrock Rovers, mas isso não se notou hoje em campo, no primeiro jogo particular da pré-época da milionária equipa espanhola. Os jogadores da formação irlandesa venderam cara a derrota e não se deixaram atemorizar pelas individualidades que defrontaram.

Cristiano Ronaldo jogou 45 minutos na estreia com a camisola branca. Pela frente teve Craig Sives, defesa escocês de 23 anos contratado pelo Shamrock Rovers em Junho. A expectativa era grande, mas o internacional português esteve, à imagem do resto da equipa, algo discreto. Dois livres (21’, ao lado, e 35’, contra a barreira) e um bom passe, aos 41’, para Raúl, foram as principais notas de destaque da actuação do senhor 94 milhões.

“Foi um bom treino”, disse Cristiano Ronaldo no final da partida, desvalorizando a fraca produção atacante do Real Madrid. “Foi um jogo particular, para ganhar ritmo”, acrescentou. O internacional português, que jogou no lado direito do ataque, disse que jogar na “direita ou esquerda é igual": "Quero é ajudar a equipa”.

Ainda sem jogadores como Kaká, Casillas, Sérgio Ramos ou Albiol, o treinador dos "merengues", Manuel Pellegrini, optou por duas equipas distintas em cada uma das partes. Benzema, cuja entrada apenas ao intervalo causou surpresa, esteve bem no jogo e protagonizou a primeira ocasião flagrante de golo, com um remate ao poste, aos 57’. Com uma estreia feliz, o avançado francês marcou o golo da vitória do Real Madrid já perto do apito final do árbitro.

 

Via Público

 



publicado por olhar para o mundo às 23:32 | link do post | comentar

Quarta-feira, 24.06.09

Michelle Brito

 

Via HenriCartoon 



publicado por olhar para o mundo às 15:51 | link do post | comentar

Sexta-feira, 19.06.09

O fim da f´rmula 1 que conhecemos?

 

 As escuderias de Fórmula 1 que fazem parte da FOTA (Associação de Equipas) vão avançar para a criação de um campeonato alternativo.

“As equipas não tem outra alternativa senão começar a preparar um novo campeonato, que reflectirá os valores dos seus participantes e dos seus parceiros”, lê-se num comunicado da FOTA, a que a agência AFP teve acesso.

As oito escuderias da FOTA (McLaren-Mercedes, BMW Sauber, Renault, Toyota, Brawn GP, Ferrari, Red Bull e Toro Rosso) estavam inscritas para o Mundial de 2010, mas apenas com a condição de a Federação Internacional do Automóvel rever as regras para o próximo ano.

“Tornou-se claro que as escuderias não podem continuar o seu compromisso com os valores fundamentais do desporto [ficando na F1]. Decidiram recusar modificar as condições das suas inscrições para o campeonato de 2010”, acrescenta o mesmo documento.

“Esta nova série terá um sistema de governo transparente, um só tipo de regras, encorajará novos competidores e escutará os pedidos dos fãs, o que inclui preços mais baixos para os espectadores em todo o mundo, para os parceiros e os accionistas.”

A FOTA está conflito com a FIA porque não concorda com as regras definidas para 2010, que prevêem um tecto orçamental de 45 milhões de euros para quem quiser liberdades técnicas ou então restrições técnicas para quem não cumprir o limite de orçamento.

A Williams e Force India aceitaram inscrever-se sem condições e foram expulsas da FOTA, enquanto três novas equipas (USF1, Campos e Manor) foram já aceites pela FIA para o campeonato do próximo ano.

 

Via Publico

 

Será o fim da Fórmula 1 que conhecemos? 



publicado por olhar para o mundo às 11:41 | link do post | comentar

Domingo, 31.05.09

 

Tenista quer reduzir os seios

 

Simona Halep é uma jovem tenista romena, conhecida não só pelo talento promissor, mas também pelo tamanho dos seus seios. Aos 17 anos, a jogadora entende que estes atributos físicos estão a perturbar o seu jogo, pelo que decidiu avançar para uma cirurgia.

 

«É um peso que dificulta a minha mobilidade, para que possa reagir com rapidez. No próximo Outono vou reduzir o tamanho dos meus seios. Este busto faz com que sinta incómodo a jogar», explicou Simona Halep.

 

Nascida em Constanta, Simona começou a jogar ténis aos quatro anos. Por agora ainda só dá nas vistas do campeonato júnior, e foi nessa categoria que venceu a última edição do Torneio Roland Garros.

 

Via MaisFutebol

 

.... Deixa o jogo..... eu cá acho que ela faz mal, tinha mais futuro noutros desportos.

 

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 01:18 | link do post | comentar

Terça-feira, 14.04.09

Gajos com sorte 

 

Imagens do mundo do desporto



publicado por olhar para o mundo às 23:22 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Três medalhas para Portug...

Incumprimento salarial re...

Varela decisivo em vitóri...

Naide Gomes fora de Londr...

Ninguém duvida de Mourinh...

Porto empata e abre camin...

Sporting venceu e finalme...

Carta de Mourinho à selec...

15 sítios para largar os ...

Os melhores sítios onde i...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados