Terça-feira, 25.01.11

Belas, sedutoras e vilãs, eis as Bond Girls. Os Saltos Altos não podiam deixar de recordar as mulheres que, por tantos momentos no grande ecrã, arrebataram o coração de 007.Pensar no charmoso, inteligente, atraente e poderoso James Bond, é também pensar nas belas atrizes que contracenaram com 007: asBond Girls.

Elas, nos seus mais diversos papéis (o espião apanhou de interesseiras, a vítimas, passando por aliadas de equipa e vilãs), são e sempre foram as personagens chave dos filmes de Bond. São as mulheres que marcaram de uma forma ou de outra as missões de James Bond.

As atrizes escolhidas eram normalmente as mais belas e as mais cobiçadas do momento, ou até mesmo as que estavam em ascensão no cinema.

E por todas elas terem ficado na história do famoso agente 007 é que eu decidi dedicar-lhes este post. Recordar as belas Bond Girls nos seus respetivos filmes, com alguns dos seus diálogos mais famosos com James é verdadeiramente extraordinário, por isso me deu tanto gosto fazer a seleção das imagens e informação contidas na fotogaleria.

Sinta o mesmo visitando as Bond... Bond Girls.

 

 

Via A Vida de Saltos Altos



publicado por olhar para o mundo às 19:51 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Quarta-feira, 15.12.10

troquei o meu marido por um iPad

Por mais incrível que possa parecer, troquei o meu marido por um iPad. Hoje sou uma mulhermais feliz, já que o iPad tem muitas mais qualidades do que a maioria dos homens alguma vez terá.

Foi amor à primeira vista, pelo menos da minha parte. Quando o conheci achei-o logo fascinante. Cheio de classe e cheio de graciosidade. Características que o tornam único.

Antes dele eu já era apaixonada pelo iPhone. Para ser franca, era acusada constantemente pelo meu marido que o estava a trair com o iPhone. Talvez com alguma razão, pois e é certo que não o largava e que ocupava grande parte do tempo com ele.

No entanto, na realidade não passava de um simples amante para passar o tempo. Até porque o iPhone não me preenchia por completo. Tinha algumas limitações, como o tamanho, por exemplo.

Agora com o iPad tudo é diferente. Agora sim, posso dizer de boca cheia: "Senhor meu marido, praticamente já não preciso de si". O iPad tem tudo o que preciso para me realizar. Ou pelo menos quase tudo.

Por que me apaixonei pelo iPad

 

As razões são muitas. São tantas que quase se torna difícil enumerar.

Ele é lindo. Tem muita classe. É único. Possui uma enorme leveza de espírito. É versátil e sobretudo inteligente. Muito inteligente. Vai sempre direto ao assunto e por isso não precisa de rodeios. É sincero e fiel: O meu, é mesmo só meu!

Além de inteligente, possui uma enorme cultura em várias áreas. Tantas quanto eu quiser que tenha.

E são temáticas específicas e variadas, com aplicações muito reais em áreas como: Entretenimento, informação, ciências, utilidades, saúde e mais... muito mais. Como se isso não bastasse, o meu iPad dá-me sempre todas as notícias em cima da hora ao longo do dia.

Ele guia-me a qualquer sítio direitinho. Aconselha-me que roupa devo vestir e dá-me diariamente a previsão do tempo. Conta-me histórias, mostra-me filmes, dá-me música e até, imaginem, me declama poesia.

E a paciência dele? É uma coisa por demais. Responde-me sempre a todas as questões e tira-me todas as dúvidas. Nunca reclama comigo por eu perguntar o mesmo mais do que 100 vezes e, além disso, adapta-se sempre às minhas necessidades.

Permite-me fazer alterações naquilo que eu quiser e nunca me diz que está cansado ou saturado. Ele não precisa de descanso. Só de alimento rápido de vez em quando, pois carrega-se em menos de uma hora.

Aceita as roupas que eu lhe quiser vestir, não tem mau hálito e não precisa de tomar banho.

Mas acima de tudo isto está uma a qualidade que me fez realmente passar completamente da cabeça e me leva a apaixonar loucamente por ele, ao ponto de achar que me pode levar ao altar: É altamente sensível ao toque.

 

Via A vida de saltos Altos



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 27.10.10

Quantas vezes já se sentiu ameaçada por um qualquer indivíduo que lhe  apareceu de repente à frente, num caminho ou num local menos movimentado?

Numa situação dessas, a tendência das mulheres é olhar para trás, para ver se vem alguém que possa ajudar ou afugentar o agressor. Mas, na maioria das vezes, não vem ninguém. É que o indivíduo soube exatamente fazer as coisas, certificando-se que se cruzava com a vítima a sós naquele instante.

O resto da história, infelizmente, muitas de nós sabemos qual é: você entra em pânico, o que a deixa numa posição de pré disposição para colaborar com o agressor.

Nunca pensou nisto? Ah já sei: nunca lhe aconteceu. Mas olhe que você pode muito bem ser um dos próximos alvos destes indivíduos, tal como qualquer uma de nós pode.

É por isso que resolvi deixar aqui algumas medidas de antecipação para as mulheres, bem como dois vídeos com truques de autodefesa.

 

Evitar situações de risco

 

1 - Se tem o hábito de ir correr (fazer jogging), não o faça em locais pouco movimentados. Há muitos tarados por aí à solta e sabem bem onde estar para conseguirem o que querem;

2 - Não estacione o carro num local escondido, muito menos se for de noite;

3 - Quando anda num passeio público, certifique-se de que a sua mala de mão não vai do lado da rua, mas sim no braço que fica do lado de dentro;

4 - Tome atenção sempre que entra no metropolitano ou num autocarro. Coloque-se de forma a poder estar encostada e com uma boa visibilidade à sua volta;

5 - Nunca abra o vidro do carro para dar uma informação, sobretudo se estiver parada num sinal vermelho;

6 - Evite ao máximo as paragens de transportes públicos pouco movimentadas. São locais propícios a abordagens indevidas, que podem terminar em crimes sérios;

 

Quando a prevenir não chega

 

Infelizmente nem sempre as medidas de antecipação são suficientes.  Quando é assim, o melhor mesmo é estarmos preparadas para enfrentar o agressor.

Há um livro ótimo, do brasileiro Carlos Alberto Galvão Rocha, que dá bons conselhos e sugestões de autodefesa para as mulheres. Trata-se do Guia de auto defesa para mulheres espertas e está quase sempre esgotado.

Ainda assim, independentemente de o conhecer ou não, recomendo que veja com atenção os dois vídeos que se seguem. Ambos contêm ótimas técnicas de autodefesa.

Vá, sem medos! Agora só tem é de testar estas técnicas no seu marido, namorado, irmão, pai ou até, quem sabe, no seu chefe. Boas tentativas!

 

 

Via A vida de saltos altos

 



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 13.10.10

Sogras de fugir
A rivalidade entre sogra e nora é um problema que já vem de tempos remotos. Ciúmes esensação de perda originam batalhas e cinismos do piorio. Mas calma, há formas de lidar com oproblema. Saiba quais são.

Por que é que, na maioria das vezes, a relação entre sogra e nora é  tão difícil?

É simples: a maioria das sogras têm um medo terrível de perder o seu filho querido para outra mulher.

O facto de deixarem de ter aquela atenção do filho (por pequena que fosse), ou já não serem consultadas para responder a perguntas como "Que camisa fica melhor aqui?",  provoca desde logo uma sensação terrível de perda e de ciúmes para com a próxima eleita: a nora (que passa rapidamente a vítima da ira da mãe do rapaz).

O problema começa na maioria das vezes logo no primeiro encontro. Há um preconceito de ambas as partes.

De um lado, a pal


avra sogra intimida mais do que a própria mulher em si. Do outro lado, saber que se vai conhecer a mulher que nos vai "substituir" chega a ser desesperante.

O certo é que há formas de lidar ou ultrupassar este problema tão comum, podendo reduzir as tensões e as hostilidades existentes com alguma boa vontade de ambas as partes.

Conselhos para a sogra, para a nora e para... ele

 

Para a sogra

O seu filho finalmente decidiu apresentar-lhe a namorada ou quem sabe, a futura mulher.

Deve respeitar a decisão dele, até porque já não é uma criança. Ele, tal como toda a gente, tem o direito de tentar construir o seu futuro. O que deve fazer é simples: jamais interferir nos problemas que ele possa vir a ter com a mulher, já que todos os casais os têm. Por isso, não seja mais uma carga adicional de stress na vida do seu filho.

Tome nota:

1. Viva a sua própria vida, para que o seu filho já adulto não seja a sua única razão de viver;

2. Lembre-se: sempre que critica a sua nora, você está a magoar também o seu filho;

3. Nunca dê a sua opinião sem lhe pedirem;

4. Deixe o seu filho ter a possibilidade de errar também, pois é com os erros que se aprende;

5. Procure ajudar a sua nora no seu novo papel de mulher casada. Lembre-se que não a ajuda com críticas, mas com o reconhecimento essencial e com bons exemplos;

6. Mesmo que você saiba mais do que ela no que toca a cuidar da casa e de um marido, dê-lhe o tempo que ela precisar para a adaptação;

7. Nunca entre em casa deles sem ser convidada e principalmente com ar de quem tem o direito a entrar sempre que quiser. A casa é dos dois e não apenas do seu filho;

8. Se não gosta da forma como a sua nora se arranja, seja tolerante e tenha presente que é o seu filho que tem de gostar e não você;

9. Ofereça a sua ajuda. Faça-os sentir que podem contar consigo sempre que seja necessário;

10. Saiba dizer não sempre que se sinta usada. Pois o seu filho também não tem o direito de abusar de si.

Para a Nora

A sua sogra faz-lhe a vida negra. Ela acha que você não está à altura do filho dela. O que ela tem é ciúmes. Lembre-se que você lhe "roubou" o filho querido. Aprenda a contornar isso:

1. Respeite a mãe do seu marido. Tenha presente que foi ela que o criou e que fez dele grande parte do homem que você ama;

2. Seja sempre delicada a falar com a sua sogra, mesmo que sinta que há uma fronteira entre vocês;

3. Nunca ponha o seu marido contra a mãe;

4. Se sente que ela se intromete demasiado na vossa vida e na vida dos vossas filhos, tente dizer-lhe isso de uma forma simpática ou faça com que ela perceba isso indirectamente;

5. Nunca fale mal da sua sogra aos seus filhos;

6. Tenha paciência para ela. Muita paciência.

Para o filho e marido

1. Tente ser mediador entre as duas partes: mãe e mulher, afinal de contas você ama as duas e gostaria que elas se entendessem;

2. Se a sua mãe não gosta da sua mulher, faça-a a perceber que isso não vai mudar em nada o amor que você tem pela sua mulher;

3. Não deixe a sua mãe abusar da sua mulher e nem o contrário;

4. Resolva os problemas conjugais em casa com a sua mulher. Não queira preocupar a sua mãe à toa.

 

Felizes das que vivem a exeção, como eu

 

Contudo, e felizmente, há sogras e noras a darem-se lindamente. Eu, por exemplo, tenho a sorte de ter uma sogra maravilhosa e vejo nela uma segunda mãe.

Deixo-vos um trailer de um filme bem apropriado para recordar. "Uma sogra de fugir" (Monster-in-law) com a brilhante interpretação de Jane Fonda (sogra má), Jennifer Lopez (nora) e Michael Vartan (filho). Um filme com humor que retrata bem estes conflitos.

 

 

Via A Vida de Saltos Altos



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 07.09.10

É um facto: Há mulheres gordinhas muito atraentes. Mais atraentes até do que muitas outras elegantes ou com as famosas medidas perfeitas do 86-60-86.

Se você não partilha desta opinião e acha que ninguém olha para uma mulher gorda, por ser menos vistosa, está completamente enganada.

Se for gira e sexy, toda a gente olha. Até eu!

Banhinhas sedutoras

 

Há mulheres com banhinhas que são muito sensuais. São altamente femininas, vestem taillers sexys que fazem notar as suas formas avantajadas. Usam e abusam dos saltos altos. Maquilham-se  bem e têm o cabelo sempre muito bem cuidado.

Não se importam com as dietas. Importam-se, isso sim, com uma aparência cuidada.  Isto porque não perderam a  sua autoestima só por serem gordas. Sentem-se bem consigo mesmas. Estão felizes na sua pele e acham-sesexyssedutoras. E são mesmo muito sexys.

A moda das roliças na... moda

 

Não são só a maioria dos homens que apreciam mulheres roliças, até o mundo da moda está a mudar. As modelos plus size, gordinhas, ganham cada vez mais terreno. Não é que isto está a pegar mesmo a sério?!

Muitas agências já têm uma categoria de modelos plus size, ou modelos GG.

A revista Elle francesa, pela primeira vez na sua história, publicou na capa da edição de abril, uma modelo plus size lindíssima. Chama-se Tara Lynn e foi a primeira página da famosa revista feminina. Claro que o assunto causou polémica, até porque as francesas são magras e são consideradas as mulheres mais elegantes de todas.

Uma Tara de mulher

 

Tara Lynn é uma modelo plus size e as suas medidas são de tamanho GG. Além de ser a mulher que apareceu na capa da Elle, a revista ainda lhe dedicou uma sessão fotográfica inteira, inclusive a nu . O resultado não podia ter sido melhor: Tara ficou fantástica.

No fundo, a revista Elle apenas quis provar como uma mulher com medidas normais, ou mais avantajadas, pode ser igualmente bela. E conseguiu. Tara Lynngordinha, é realmente sexy e muito vistosa.

Para terem uma ideia do avanço da tendência desta nova onda, os modelos GG também já têm as suas top models mais badaladas. Por exemplo, Fluvia Lacerda é considerada a top das tops no que respeita a modelos plus size.

Na fotogaleria que se segue, convido-vos a ver a inegável beleza feminina desta mulher e modelo gordinha, que está a fazer sucesso no mundo inteiro.

Vendo as fotos é simples constatar que a moda deixou de ser só para as magrinhas. Podemos ir até mais longe: A gordura reconquistou a formosura. Bye Bye magrinhas.

 

Via A vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Quinta-feira, 12.08.10

Kira Ayn Varszegi pinta com os mamilos

 

A norte-americana Kira Ayn Varszegi faz o que muitos consideram verdadeiras obras de arte na tela. Só que em vez de usar os tradicionais pincéis usa os seus próprios seios, tamanho 46.

 

Uma pintora americana de Connecticut , com 34 anos, está a fazer sucesso com as suas obras de arte. É que a técnica que utiliza para criar os quadros resume-se a pintar com os mamilos e Kira Ayn Varszegi não faz nenhum segredo disso.

 

Como Kira leva a pintura a peito

 

Kira Ayn Varszegi cobre os seios com tinta apropriada pressionando-os em seguida contra a tela, repetidamente.

artista usa uma mistura de cores e coloca os peitos em ângulos diferentes para criar os quadros abstractos e, ao mesmo tempo, únicos.

Uma palete composta por uma mistura de combinações de cores interessantes e equilibradas, juntamente com os seus seios avantajados, é o suficiente para Varszegi criar todas as suas obras.

Desde que produziu o primeiro quadro, em 2001, Kira já fez centenas de outros, alguns requisitados internacionalmente, pelo menos assim o diz.

Todo o seu vasto trabalho encontra-se exposto e à venda na sua loja virtual

Os preços variam entre 20 e as 1200 libras (24 a 1443 euros) também no Ebay .

Arte com "faísca"

 

Numa entrevista ao The Suna artista referiu que pretende provocar emoções através desta forma de arte. Kiraacredita que os seus quadros não só tornam os espaços onde são colocados mais bonitos, mas também dão origem a "conversas com faísca" e, sobretudo, fazem as pessoas sorrir.

A norte-americana diz que a arte e a técnica que usa valem muito mais do que uma simples apreciação.

Não lhe interessa de todo o que os outras artistas ou os críticos de arte consideram sobre as suas obras, nem tão pouco o que as galerias mais pretendem.

Kira Ayn está realmente convencida que a sua arte é especial. Muito especial.

 

 

Via A vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 04.08.10

Caroline Welz, isto sim é um mulherão!

 

Não é fácil viver com 2,06m de altura, sobretudo quando se gosta de usar saltos altos. Que o diga Caroline Welz, com 24 anos de idade. A mulher mais alta da Alemanha tem de enfrentar o quotidiano com diversos obstáculos que a impedem de ter uma vida semelhante à dos outros.

Além de nunca passar despercebida nas ruas, tem de gastar mais dinheiro do que muitos de nós para poder ter a mesma qualidade de vida.

Acha que não? Então conheça alguns dos inconvenientes por se ser demasiado alta:

Calçar o 48, como Caroline calça, com ou sem saltos, obriga a mandar fazer os sapatos de encomenda;

Por ter pernas de 1,30m, as suas calças também têm de ser feitas de encomenda;

Não há porta por onde queira passar que não obrigue Caroline a baixar-se
Não há porta por onde queira passar que não obrigue Caroline a baixar-se
 

 

O carro que conduz não pode ser qualquer um. Caroline tem de se ficar por modelos específicos, com espaço suficiente para as pernas;

Também algumas mobílias da sua casa tiveram de ser feitas à medida;

A juntar a estas facturas demasiado penosas, acresce ainda a dificuldade que tem em arranjar namorado ou até em flirtar ocasionalmente. Ela já nem se importa com a possibilidade de ter um namorado mais baixo, a única exigência que faz é que o rapaz tenha no mínimo 1,90m.

Homens intimidados por mulher gigante (vídeo)

 

O vídeo que se segue (que desde já peço desculpa por ser em alemão) mostra bem como alguns homens fogem a sete pés de uma mulher assim tão alta.

Neste vídeo, a produção de um programa televisivo alemão pediu a Caroline que abordasse homens na rua, perguntado-lhes as horas e depois convidando-os para um café.

A reacção imediata da maioria deles foi afastarem-se, com ar assustado, dizendo que não podiam, simplesmente porque estavam perante uma mulher gigante.

Apesar de tudo, Caroline é uma mulher sempre bem disposta e, segundo diz no vídeo, feliz.

 

 

 


publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Quinta-feira, 15.07.10

As vantagens de não ter um homem

 

Se se sente infelizdeprimida por estar sem homem, porque se separou ou porque ainda não encontrou a sua cara metade, então anime-se e veja o lado positivo da coisa, que não é pequeno.

 

As suas amigas são todas casadas e com filhos. Parecem estar bem. Você não tem actualmente com quem passear, partilhar o dia-a-dia ou namorar.

Por todas estas razões e mais algumas você tornou-se numa mulher infeliz e deprimida. Está com medo de acabar sozinha. Medo de deixar de fazer parte de um casal, medo por não saber viver como antes, quando estava só e sem preocupações.

Então minha cara, está na hora de erguer a cabeça e saber reconhecer as vantagens que existem em estar sozinha, e olhe que não são poucas. Aproveite-as bem, já que as mulheres casadas quase nunca o podem fazer.

Sou senhora e dona do meu nariz

 

Você é que manda em si e em tudo referente à sua casa.

Manda na despensa, manda no dinheiro, manda na organização da casa, manda nos horários e manda nos contratos. Manda em tudo.

Não tem que consultar o seu marido para nada. Não tem de dar satisfações a ninguém sobre o que quer que seja. Faz o que quer e o que bem lhe apetece às horas que quiser.

Aquelas frases típicas das mulheres casadas como: "O que achas disto?", "tenho que falar primeiro com ele e depois digo-te" ou "não me chateies" vão-se todas à vida.

Há uma liberdade total para tudo. Se quiser comer cereais com leite ao jantar todos os dias, ver as suas séries ou novelas favoritas pela noite dentro, ouvir Frank Sinatra bem alto enquanto toma banho e arruma a casa pode fazê-lo. O melhor? Ninguém a pode chatear por isso. Há liberdade total para se poder esquecer de um simples penso higiénico onde quer que seja. Liberdade total para arrumar a loiça só quando lhe apetecer.

Pense assim:

 

Posso sair sem ninguém me fazer perguntas ou cenas.

Se me apetecer gastar o meu ordenado inteirinho numa mala ou num relógio e comer pão e água o resto do mês, posso fazê-lo!

Haverá alguma coisa melhor do que não ter de dar satisfações a um homem?

E o tempo livre só para nós?

 

Posso passar o dia inteiro a cuidar de mim, sem horários. Posso estar com as minhas amigas três dias seguidossem ir a casa. Posso dormir o dia todo ao domingo se me apetecer.

Uma mulher sozinha tem todo o tempo de mundo para se dedicar à carreira, à família, à leitura, à  beleza, ao piano, ao desporto, ao rapel, aos bordados, aos blogues femininos, à Internet, aos museus, às viagens, à cultura e até às novelas se quiser.

Estou livre de aturar todas aquelas coisas típicas de homem

 

Banheira com pêlos, tampa da sanita para cima, meias pelo chão, camisas para lavar e engomar diariamente, jantar na mesa a horas, futebol ao fim de semana, noticiários a toda a hora, enrolar as resmas de meias deles, os jornais desportivos espalhados, as revistas de carros na casa-de-banho por arrumar, sapatos e ténis  por todo o lado, roupa interior usada no chão da casa de banho, Fórmula 1, filmes de guerra, condução desatada, música esquisita altíssima... Jogos chatos e infantis no computador, enfim, sossego sim, isso é que é o paraíso.

 

Viver sem stress é bem melhor

 

Temos que reconhecer que uma relação a dois torna-se, não raras vezes, muito desgastante e despendiosa. Telefonemas e mensagens constantemente. Mesmo no início da relação, há aqueles batimentos cardíacos e a loucura de estarmos sempre desconcentrados do nosso quotidiano a pensarmos naquela pessoa. Parecendo que não, é altamente desgastante toda esta tensão à volta de um sentimento ou de uma pessoa.

Perguntas típicas de quem tem alguém como: "onde estás?", "já chegaste?" ou "o que estás a fazer?" acabam por nos pôr em stress constante. Ter de abdicar de coisas pessoais para fazer o outro feliz, ter a preocupação permantente perante o bem estar do outro são tudo momentos de grande tensão.

Por outro lado, o dinheiro que se poupa por não ter de fazer essas chamadas e mensagens de rotina é suficiente para se poder dar ao luxo de viajar um fim de semana por mês.

Também vale a pena estar só

 

Como vê, há imensas vantagens em não ter um namorado ou um marido.

Se for este o seu caso, aproveite muito bem tudo o que você pode fazer, pois se amanhã se apaixonar estas regalias desaparecem de uma vez só.

Se for das que está acompanhada e feliz. Parabéns, você é uma mulher cheia de sorte. Sobretudo porque está feliz.




publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Sexta-feira, 25.06.10

15 sugestões para se divertir com os seus pequenotes

 

Sugestão 1: toca a pedalar

Ande de bicicleta juntos em locais saudáveis e lindos que o nosso país tem. Alguns exemplos: Monsanto, Sintra ou o Guincho (Lisboa); Foz ou Matosinhos (Porto); Gerês (Braga). Aproveite e leve o bebé num atrelado próprio para bicicletas, não é caro e dura uma vida, além disso, pode sempre ficar para transportar os vossos netos daqui a uns anos. Se estiver a chuviscar, acondicione-se e feche o atrelado. O bebé vai adorar ver as pingas da chuva a cair ou ver a paisagem à sua volta. Quanto ao pai e à mãe, até fazem exercício e ficam mais saudáveis.

Sugestão 2: toca a adivinhar

Brinquem ao adivinha com as crianças. Tentem adivinhar o que o outro está a pensar. O tema pode ser sobre música, animais, comida, etc. É divertido. Podem ser feito em qualquer lado e, mais importante, exercita o cérebro.

 

Sugestão 3: toca a lançar os dados

Joguem um jogo de tabuleiro juntos. Há imensos jogos para pais e filhos, certamente que os seus miúdos já receberam no Natal ou nos anos jogos de tabuleiro como, por exemplo, o jogo da Glória. As crianças adoram esses jogos, mas só se jogar com elas. Por isso, toca a lançarem os dados. Aproveite e recorde a infância, quando o fazia com amigos ou com os seus próprios pais. Conte às crianças enquanto joga e elas vão adorar, pois os mais novos adoram histórias.

Sugestão 4: toca a construir

Ajude o seu filho a construir com legos . Misturem as peças todas em cima de uma manta macia ou de um lençol, deitem fora as instruções de cada colecção. Agora inventem veículos, casas, naves, etc. A criança ficará em delírio se a desafiar (e ajudar) a tentar reproduzir coisas do quotidiano que lhe são familiares, tão simples como o vosso carro, a mesa onde come. Experimente e verá. Os legos são talvez dos brinquedos mais didácticos que existem. Ajudam a exercitar a criatividade e o génio.

Sugestão 5: toca a fazer de focas

Aproveite um dia de domingo à tarde em que esteja frio, ou a chover, e vá para uma piscina municipal coberta ebrinque com os seus filhos dentro de água . Em seguida, depois do banho do balneário, vá para casa e mostre-lhes curiosidades (em livro ou recorrendo à Internet) sobre a relação do Homem com a água, por exemplo, no desporto: nomes e recordes de campeões de natação, fatos próprios para nadar, mergulhos para a água, etc.

 

Sugestão 6: toca a cozinhar

Faça uma sessão de culinária com as crianças. Elas adoram. Cozinhe brigadeiros, bolos , ou mesmo legumes. Ponha os meninos a mexer na massa de bolos ou a lavar os legumes ao mesmo tempo que lhes explica que legumes são. Esta brincadeira pode tornar-se altamente pedagógica, basta que aproveite para lhes explicar, por exemplo, os perigos que existem quando se cozinha e como fazê-lo com segurança; a importância dos alimentos; a necessidade de saberem cozinhar para não dependerem de ninguém quando adultos; a alegria de cozinhar para receber amigos e família.

Sugestão 7: toca a caçar o tesouro

Organize uma caça ao tesouro . Pode ser mesmo no seu quintal, num parque público, ou até numa praia. Prepare um tesouro com coisas que eles adorem. Esconda-o muito bem e faça um mapa com pistas indicadoras. Acompanhe-os nesta caça. Quanto mais criativo for, mais todos se divertirão. Seja o orientador do jogo. Faça como se estivesse a contar uma história. Enfatize ao máximo. Crie um ambiente de aventura e fantástico só com o que vai dizendo. Se fizer o jogo com mais de uma criança, do início ao fim do jogo, não se esqueça de dizer que foi um trabalho de equipa e não apenas de um jogador.

Sugestão 8: toca a mudar os móveis

Troquem de lugar alguns móveis do quarto deles. Renovem a decoração com imaginação. Podem mesmo pintar juntos um quadro novo ou encaixilhar alguns desenhos feitos por eles e pendurá-los.

Sugestão 9: toca a ser botânicos

Visite com os seus filhos uma horta ou uma estufa de flores e plantas. Há algumas lojas de plantas que têm um espaço ao ar livre com flora riquíssima. Ensine-os o nome de muitas dessas flores e plantas . Escusado será dizer a importância do conhecimento que se pode retirar desta brincadeira, bem como da sensibilização para o ambiente.

 

Sugestão 10: toca a ir à biblioteca

Visite uma biblioteca com as crianças. Elas vão adorar. Esolham juntos alguns livros. Leiam ali mesmo na biblioteca ou tragam para casa. Não esqueça que também existe a bedeteca , como a de Lisbo, onde as prateleiras estão repletas de livros de banda desenhada para todas as idades e o ambiente é menos formal do que o de uma biblioteca convencional. Aí, pode encontrar os livros com os heróis favoritos dos seus filhos (estão lá todos) e lê-los ali mesmo, confortavelmente sentados.

Sugestão 11: toca a ir a passear pelo pinhal

Dê um passeio por um pinhal. Mostre-lhes cogumelos, caruma, musgo, bolotas, pinhas, folhas diferentes das árvores, etc. Um passeio ecológico destes é muito rico culturalmente .

Sugestão 12: toca a pintar um lençol

Pintem um lençol velho branco no chão com guache . Introduza você um tema. Eles pintam e vão adorar. Pode pendurar a "obra-prima" algures durante uns dias, ou colocá-la num sítio visível. Aumenta a auto-estima das crianças, dá-lhes uma boa memória para referência no futuro e cria-lhes vontade de voltar às actividades simples, mas divertidas.

Sugestão 13: toca a saber quem é quem na família

Façam uma árvore geneológica . Assim eles começam a perceber as gerações passadas e as suas origens. Esta diversão pode durar um fim-de-semana. Arranje tantas fotos quanto consiga dos avós, tios, primos, etc. Tudo serve para escolher uma e recortar. Deixe-os fazer a árvore, começando por uma foto deles próprios, de cima para baixo. Escolha uma superfície grande. No final, se conseguir e puder, emoldure, nem que seja numa moldura de um quadro que já não use. Eles vão gostar de pendurar na parede um quadro com todos os membros da família e vão querer mostrar às visitas.

Sugestão 14: toca a montar o pónei

Andar de pónei ou mesmo cuidar de ponéis é outra actividade muito apreciada pelas crianças. Vá à poneilândia e divirta-se com eles. Sim, eu sei que esta actividade não é de borla, mas tem preços para várias carteiras e pode sempre pô-la na lista de actividades com custos.

Sugestão 15: toca a cantar

Karaoke com pontuação. É muito divertido e não é preciso ter uma consola tipo playstation ou uma wii. Basta ligar-se à Internet . Cantar sempre fez bem à alma, se o fizer com os miúdos eles vão adorar e você também vai sentir a diversão.

 

 

Via A Vida de Saltos Altos



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Quinta-feira, 24.06.10

Bilhetes esgotados, não há festinhas de anos, está a chover. Cenários de pânico para quem faltam ideias para entreter os filhos num dia de folga. Siga as minhas 15 sugestões e passehoras divertidas com a criançada, sem sequer gastar dinheiro.

 

 

Muitos pais nem sempre sabem o que fazer para entreter os filhos, sobretudo quando as alternativas mais comuns falham (cinema, espectáculos, etc) ou quando os programas já se repetiram tantas vezes que deixaram de ter piada (zoológico, oceanário, etc).

A ideia de que é preciso gastar dinheiro, enfrentar trânsito e stress para as crianças se divertirem não podia estar mais errada. Tudo o que pequenotes querem é passar umas horas divertidas, especialmente com os pais, em jogos e gargalhadas que, se forem bem programadas, normalmente não custam um cêntimo e dão prazer a toda a família.

Portugal no seu melhor

 

Não vale a pena apontar muito o dedo a quem escolhe salas de cinema em shoppings apinhados de gente para enfiar os miúdos. Simplesmente porque o nosso país também não ajuda nada no que toca ao funcionamento de espaços como museus, bibliotecas ou locais onde se realizem workshops para as crianças. Escandalosamente, aos fins de semana muitos dos locais onde seria interessante levar as crianças encontram-se enecerrados. O melhor exemplo destas medidas perfeitamente descabidas são os museus: encerram aos domingos e feriados. Palavras para quê? Esta é de facto uma das principais queixas de muitos pais. Têm parte da razão, mas não toda. Mas sobre isso, já falamos mais à frente.

Os restaurantes são mais um local onde não existe tradição de pensar nas crianças. Não têm nem horários livres nem um cantinho próprio para os mais pequenos se entreterem enquanto os pais almoçam ou jantam calmamente. O único local que ainda pensa nas crianças, e sem aplicar os tradicionais horários rígidos das cozinhas, é o McDonalds.

Os miúdos divertem-se com actividades simples, desde que sintam o envolvimento genuíno dos pais
Os miúdos divertem-se com actividades simples, desde que sintam o envolvimento genuíno dos pais

Mas será que estaremos condenados a comer fast food quando queremos começar um programa de uma tarde bem passada com uma refeição calma, onde as crianças estejam entretidas? Infelizmente, acho que em Portugal ainda não é possível.

Embora não seja o tema principal deste texto, o exemplo das salas de espera nos consultórios médicos também vem ajudar a este cenário pouco favorável ao entretenimento que qualquer criança precisa e merece. Refiro-me ao facto de ainda serem poucos os  consultórios médicos que têm imaginação para receber os seus pacientes mais novos.

Em países mais evoluídos, as crianças são as primeiras a quererem voltar ao consultório médico onde levaram uma "pica" qua até doeu. É que em troca receberam uma surpresa ou, enquanto esperavam não ficaram ansiososos, pois puderam usufruir de brinquedos divertidos e diferentes.

Mas tudo isto parece ainda não ter chegado a Portugal. Pelo menos por enquanto, a mentalidade neste aspecto tem muito que evoluir.

A chuva e frio não atrapalham nada

 

Esqueça o shopping num domingo à tarde só porque está a chover. Aliás,esqueça o shopping de todo. Deve haver poucos sítios além das grandes superfícies comerciais que consigam provocar com tanto sucesso uma tamanha carga de stress numa família inteira.

teatro ou o cinema são de facto boas alternativas, mas não é para todos os bolsos - sobretudo em crise - e nem sempre há bilhetes ou sessões interessantes.

Procure soluões ao ar livre. Mesmo que esteja a chover (aguaceiros, naturalmente, não em caso de trombas de água), sair com um traje acondicionado é muito saudável para todos, acredite. Lembre-se que começa logo pelo facto de os miúdos adorarem chapinhar com galochas em poças de água.

Eu passei a infância na Alemanha e recordo-me que além de chover e nevar imenso, fazendo sempre muito frio, passava a vida na rua a brincar. Sempre agasalhadíssima, tal como os muitos outros meninos com quem brincava e com os pais a acompanharem-nos. O resultado destes passeios "frescos" eram: um regresso a casa com asbochechas rosadas e geladas, mas com serenidade, satisfação e felicidade. No final destes dias, o resultado era favorável para toda a família: um sono tranquilo e relaxado.

 

Uma ajudinha para pais com menos imaginação

Não acha que cinco idas ao zoo por ano é muito? Por outro lado, já pensou que o tubarão do oceanário é capaz de já ter decorado a cara do seu filho, de tantas foram as vezes que já ali foi? Claro que estou a brincar, ambos os locais são interessantes e recomendam-se, mas também são caros e há mais vida para além da bicharada.

 

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.06.10

É búlgara, chama-se Bohza beer e foi criada só para aumentar os seios das mulheres. Porém, a ideia não é concorrer com o famoso silicone.

"Austrian Times" noticiou que o consumo da cerveja Bohza ajuda a aumentar o volume dos seios. De acordo com os seus produtores, a cerveja composta por farinha de trigo e levedura fermentada foi exclusivamente produzida com o objectivo de ajudar as mães recentes que tivessem dificuldades em amamentar o seu recém-nascido, sobretudo por terem um peito demasiado pequeno.

 

 

A empresa diz que centenas de mulheres garantiram ter aumentado o tamanho do peito depois de beberem a cerveja
A empresa diz que centenas de mulheres garantiram ter aumentado o tamanho do peito depois de beberem a cerveja
Kristian Gyosheve, porta-voz da empresa que produz a cerveja búlgara Bohza, confessou ao "Austrian Times" que centenas de mulheres, depois de terem tomado esta cerveja, contactaram a fábrica a assegurar que o volume dos seus seios tinha aumentado em um a dois tamanhos, o que torna os efeitos desta cerveja bastante reais.

 

O porta-voz da Bohza beer ainda garantiu que esta cerveja não vai ser comercializada com o objectivo de aumentar os seios femininos por razões estéticas, mas apenas para fins medicinais. A razão primordial é a saúde.

Algumas vantagens de trocar as cirurgias por canecas de cerveja

- Sairia mais em conta;

- Tornava-se mais divertido;

- Mais saudável;

- O peito aumenta naturalmente;

- Os maridos gostam desta ideia pela certa.

 

Pena é que, por enquanto, a comercialização desta cerveja "mágica" não está prevista. Quem sabe, um dia.

 

Via A vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 08.06.10

Despedida por ser sexy

 

Ser sexy, com curvas bem evidentes, pode prejudicar a carreira. Que o diga Debrahlee Lorenzana, funcionária do Citibank de Manhattan que foi despedida por ser demasiadosensual(Veja o vídeo)

 

Foi na passada semana que a imprensa americana noticiou  que Debrahlee Lorenzana, gestora de negócios do citibank de Manhattan, terá sido despedida por ser demasiado atraente e por ser foco de distracção para os colegas e chefes.

Debrahlee foi admitida em setembro de 2008 e desde dessa altura que, alegadamente, tem sido alvo de comentários impróprios e ousados por alguns colegas de trabalho.

A empresa diz que os motivos do despedimento se prendem com o facto de Debrahlee usar roupas de executiva muito justas, tornando as suas curvas, já de si evidentes, ainda mais notadas.

O advogado de Debrahlee Lorenzana afirma que a ex-funcionária não tem culpa de ter um corpo atraente e mesmo que vestisse uma burca, não deixaria de ser vistosa e sensual.

É verdade. A vida de Saltos Altos por vezes tem destas coisas: tanto podemos ser acusadas por não estarmos cuidadas, como mais depressa somos despedidas por nos cuidarmos em demasia. Neste caso concreto, a avaliar pelas notícias, Debrahlee Lorenzana foi realmente vítima de uma injustiça, pois vestia-se totalmente de acordo com as regras da profissão que tinha e da empresa. O único "pecado" parece ter sido o facto de ser realmente "demasiado" sexy. Se não estão convencidos, percam uns minutos a visitar os links no final do texto e vejam mais entrevistas em vídeo e fotos da ex-gestora de negócios e tirem as vossas conclusões.

 

Entrevista a Debrahlee Lorenzana (em inglês)

 

Sugestões para usar a roupa mais apropriada ao seu emprego e local de trabalho

Comece por avaliar se a empresa onde trabalha é formal ou informal;

Tenha em conta o cargo que ocupa dentro da empresa;

Perceba se trabalha maioritariamente com homens;

Tenha atenção à necessidade de mobilidade durante o dia de trabalho: está muito tempo sentada? Ou, pelo contrário, trabalha de pé e/ou anda de um lado para o outro?

Pense se faz algum esforço físico dentro da empresa, como, por exemplo, carregar ao mesmo tempo o computador portátil, livros, pastas, etc, ou ainda ter de levar a sua cadeira até à sala de reuniões;

Pense também no tipo de meio de transporte que utiliza para chegar até à empresa;

Não deixe de ponderar os horários de entrada e saída;

O certo:


Tendo em conta todos estes aspectos pode começar por avaliar se a roupa que veste no emprego é a mais apropriada ou não.

Deve procurar transmitir uma boa impressão dentro da empresa com uma imagem cuidadasegura. Essa boa impressão consegue-se sobretudo se estiver com uma imagem respeitável para não se tornar vulgar. Tenha atenção se a roupa é confortáve e lhe permite flexibilidade suficiente para o que faz.

O errado:


O que não deve fazer em caso nenhum é usar roupas transparentes, demasiado justas ou blusas muito curtascom a barriga à mostra. Também deve evitar ter o sutiã à vista ou calças de cintura descaída que deixem visível parte da sua roupa íntima, por mais pequena que seja.

Os acessórios devem ser discretos. A maquilhagem pouco carregada e o perfume não muito intenso, para não desagradar ninguém que trabalhe consigo.

A regra de ouro:


O importante é que as pessoas com quem interage profissionalmente se foquem na sua capacidade de trabalho e não na sua silheuta. O apresentar-se bem é uma consequência de ser competente e não uma causa.

 

Via A Vida de Saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 22:02 | link do post | comentar

Terça-feira, 01.06.10

O vinho tinto excita as mulheres

 

O interesse das mulheres pelo vinho cresceu significativamente nos últimos anos. Sobretudo pelo tinto. São elas que pede a lista de vinhos nos restaurantes e quando não o fazem não é porque não queiram, mas sim porque parece melhor ser ele a pedir.


Em casa a situação é idêntica. São elas que escolhem os vinhos para a garrafeira ou escolhem o vinho que vão servir aos convidados.Quem se ponha a observar num restaurante, rapidamente percebe que num jantar só de mulheres é quase obrigatório as garrafas de vinho tinto estarem presentes na mesa, bem como a euforia e a satisfação ao bebê-lo. Amigos com quem falei e que estão na área da restauração foram peremptórios: as mulheres são de tal forma potenciais clientes na escolha dos vinhos que podem muito bem vir a ultrapassar os homens no hábito de consumo desta bebida nos restaurantes.


Só podia ter sexo à mistura


Comecei a interrogar-me sobre o porquê das mulheres gostarem tanto de  vinho tinto. Eu própria aprecio vinho tinto e sou bastante selectiva no que toca as escolhas. Decidi, por isso, fazer uma pesquisa sobre do assunto e, claro está, descobri que, além de fazer bem ao coração (que não é novidade), também abre o apetite sexual às mulheres. Tinha de estar relacionado com sexo...
Italianas cobaias


A propósito do consumo de vinho pelas mulheres, a Universidade de Florença fez um estudo com 798 italianas com idades compreendidas entre os 18 e 50 anos.


Os pesquisadores dividiram as mulheres em três categorias, de acordo com o hábito diário de consumo de vinho: as mulheres que bebem regularmente de um a dois copos de vinho; as que não consomem vinho; e as que bebem mais de dois copos de vinho por dia. Além disso, as voluntárias também responderam a questionários com 19 perguntas sobre sexualidade, com o objetivo de medir o FSFI (Female Sexual Function Index), uma medida usada noutros estudos científicos.


O grupo de mulheres que apresentou os maiores índices de desejo sexual, de acordo com as respostas dos questionários, foi aquele onde as mulheres consumiam um a dois copos de vinho por dia.


Os estudiosos destacam, no entanto, que a pesquisa precisa de ser encarada com cautela, não só devido à dimensão reduzida da amostra, mas também pela falta de dados provenientes de exames laboratoriais. Talvez por isso, o estudo apenas sugere uma correlação entre o consumo de vinho tinto e a libido feminina.


Outra ressalva feita pelos pesquisadores refere-se a questões como a excitação, satisfação e orgasmo. Ou seja, o vinho pode até fazê-la querer mais, no entanto, isso não significa um orgasmo garantido.


Dois copos e chega


O consumo moderado de vinho tinto pode aumentar a libido sexual feminina. E por que é que eu sublinhei o moderado? Porque se beber demasiado ou, inclusive, se ficar embriagada, pode dar-se precisamente o inverso da situação: simplesmente pode não conseguir ter relações sexuais.

 

Portanto, já sabe: Beba dois copos por dia, que dá saúde e alegria, além de um grande prazer sexual.

 

Via a Vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21.05.10

 

Falta de sexo é o mal delas?
Está mal-humorada e sem vontade de se divertir? Dói-lhe a cabeça e ainda invejacorpotonificado da sua vizinha, achando-a feia?! Então minha cara, o seu problema é falta de sexo.

 

 

Todos já sabemos que o sexo faz bem à saúde e à mente. Mas quer saber exactamente a que é que o sexo faz mesmo bem? Então leia e comece a praticar.

Quilos a mais? Troque as dietas por prazer!

Fazer sexo regularmente tonifica todos os músculos do corpo e queima as calorias em excesso acumuladas que vai ingerindo diariamente. Fique mais "boa" do que a sua vizinha.

Qual depressão, qual quê? Durma sobre o assunto

O acto sexual liberta endorfinas no organismo e na corrente sanguínea, produzindo uma sensação de euforia e bem estar.

Além disso, o sexo é o tranquilizante mais poderoso de todos. Chega a ser dez vezes mais eficaz do que todos os outros calmantes juntos.

Aspirinas para o lixo

Alivie as dores de cabeça com sexo. Fazer amor acaba com as dores de cabeça porque alivia a tensão que aperta os vasos sanguíneos no cérebro. Por isso, aspirinas para o lixo!

Sexo puxa sexo

É quase como quem faz desporto regularmente. Quanto mais fazemos mais queremos fazer. Um corpo sexualmente activo, produz maior quantidade de feromonas, para o caso, uma espécie de perfume natural, que em contacto com o sexo oposto deixa-o totalmente excitado.

Anti-histamínico natural

O sexo é um autêntico anti-histamínico natural, pois está provado que alivia a asma e a febre do feno.

Esqueça os problemas de pele

Sabia que se fizer sexo se reduzem as probabilidades de sofrer de dermatites, manchas ou erupções cutâneas? É que o suor produzido durante o acto sexual limpa os poros da pele, tornando-a muito mais saudável e igualmente muito mais lisa e macia.

Quer cabelo mais brilhante e saudável? Faça sexo

Testes científicos descobriram que quando as mulheres fazem sexo produzem o dobro de estrogénio, o que torna os seus cabelos muito mais brilhantes e saudáveis.

Convencida?

Consegui convencê-la? Ou prefere continuar com a sua falta de humor, borbulhas, cabelo sem brilho, ataques de asma, depressão e a olhar de lado para a sua vizinha jeitosa de lado, em vez de a fitar com um sorriso na cara?

 

Ana Areal

 

Via A vida de Saltos Altos



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Sábado, 01.05.10

Os peixes que comem mulheres

 

Sabe que há peixes que literalmente comem as mulheres vivas? E mais, deixam-nas melhor do que estavam.

 

Estes peixes, conhecidos por garra rufa ou doctor fish , alimentam-se de tecidos orgânicos mortos. Os Japoneses (só podiam ser eles mesmo) aproveitaram-se desse magnífico dote aquático para criarem uma nova tendência no tratamento dos pés.  Pelos vistos é o último grito no que toca a senhoras optarem pelos doctor fish em vez do alicate comum da pedicura.

Os garra rufa são actualmente utilizados em spas ou salões de beleza, portanto, tanto são úteis na saúde como na estética. Eles comem toda a pele morta dos pés, eliminandocalosidades, calécias e calos, cutículas e até mesmo verrugas.

ncrível é ver estes peixes a aproximarem-se dos pés (ou da parte do corpo que necessita de uma revitalização)aos milhares e vê-los a devorar literalmente os seus pezinhos.

A vida de saltos altos - Peixes que comem as mulheres vivas (vídeo)

Infelizmente ainda não existem spas com estes peixinhos em Portugal, mas já os pode encomendar para os ter no seu aquário. Depois, é só meter lá os pezinhos e dizer adeus ao seu alicate, esfoliante ou às visitas à sua pedicura.

Mais, este trabalho é de borla e os peixinhos também agradecem.

Quem já experimentou conta maravilhas, ainda por cima, o facto de os pequenos peixes fazerem cóceguinhas é bastante divertido.



publicado por olhar para o mundo às 10:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 21.04.10

Desenganem-se as mulheres que julgam que os homens apreciam os peitos de silicone.

 

A moda de pôr silicone nos seios e transformá-los em autênticas "bolas redondas quase perfeitas" continua aí para durar. São inúmeras as mulheres que cada vez mais recorrem à cirurgia plástica, sobretudo à alteração do volume do seu peito.

A vida de saltos altos - Quem disse que os homens gostam de peitos de silicone?

Evidentemente que se uma mulher não se sente bem consigo mesma (seja por motivos de saúde, seja porque "saiu ao pai"), aí sim, até alguns psicólogos aconselham a tomar essa iniciativa para melhorar a auto-estima.

Porém, muitas outras mulheres, aparentemente com poucos ou nenhuns motivos de força maior, não hesitam em levar avante a ideia de quererem tornar-se mais atraentes sexualmente e, não raras vezes, chegam a exagerar no tamanho, acreditando piamente que os homens ficam caidinhos por peitos assim.

Já que eu própria me questionei se valeria ou não a pena arriscar numa transformação artificial desta natureza, decidi fazer uma pesquisa directa junto de homens de várias idades sobre o que preferiam: se um peito natural, se um peito artificial. As respostas foram, no mínimo, bastante curiosas:

A vida de saltos altos - Quem disse que os homens gostam de peitos de silicone?

André Santos, 37 anos - "Parece borracha não maniável."

João Coimbra, 43 anos - "Tenho receio que os mamilos possam saltar como se fossem tampinhas."

Anónimo, 57 anos - "Adorei a experiência, mas não gostaria que a minha mulher pusesse peitos daqueles porque receio que se ela os pusesse, outros homens iriam certamente olhar de froma atrevida, o que eu dispenso totalmente."

Jorge Assunção, 48 anos - "A minha mulher resolveu pôr implantes de silicone porque dizia que os peitos dela já pareciam figos. Concordei com a decisão dela, sobretudo porque vi que se sentia melhor. Incialmente adorava por ser novidade. Agora já sinto saudades dos peitos naturais dela, próprios da idade."

Alexandre Cardoso, 33 anos - "Esse assunto tem sido tema de conversa ultimamente lá em casa. A minha mulher quer muito fazer os implantes, mas eu estou-lhe sempre a dizer que gosto muito dos peitos naturais dela."

Tomás Cabrita, 27 anos - "Namorei com uma rapariga linda, mas quando lhe toquei pela primeira vez notei alguma coisa estranha. Havia qualquer coisa que não estava bem. Quando observei melhor, percebi que tinha costuras à volta dos mamilos. Senti-me incomodado."

Carlos Souto, 40 anos - "Confesso que tenho muito curiosidade. É uma fantasia."

Joao Dias 35 anos: "Gosto mesmo é de um peito macio com formato de pêra. Esse sim. É o peito dos meus sonhos."

Afinal de contas, silicone: sim ou não?

Vaidade exacerbada, futilidade, perigo de cancro (até porque podem surgir imensos efeitos secundários), homens que  consideram ser horrível ao toque e parecer estar a mexer em plástico. Tudo isto são exemplos ou motivos para não ter de gastar dinheiro para se tornar num ícone sexual falso, pelo menos avaliando por este prisma.

De resto, se se sentir melhor consigo mesma, e se se estiver nas tintas para o que os homens pensem, então vá em frente. Sinta-se a mulher mais sexy do planeta, com ou sem silicone.



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 19.04.10

Veja este impressionante vídeo de Philip Scott Johnson que reúne as mulheres mais belas dahistória do cinema, em apenas dois minutos e meio.

 

Num vídeo fantástico, que apresenta uma metamorfose da beleza do primeiro ao último segundo, Philip Scott Johnson juntou os rostos de mulheres que marcaram (e marcam) o grande ecrã.

Nomes como Brigitte Bardot, Grace Kelly, Sofia Loren, Michelle Pfeiffer são algumas das minhas favoritas.

E a sua favorita qual é?

 

 

 

Via A Vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.04.10

 

Vulva, o novo perfume... só faltava esta

 

 

 

Realmente, cada vez me convenço mais que já nada me admira no que toca a invenções, no entanto, esta, tenho de partilhar convosco: Foi lançado um perfume com cheiro vaginal...

"Dubbed Vulva", nome da fragrância, é o último grito no que toca a produtos destinados a homens. Da estação de televisão americana Fox até ao jornal britânico "Daily Star ", foram vários os órgãos de comunicação que falaram no assunto, no entanto, o que mais me despertou curiosidade foi saber como é produzida esta fragrância e havia um que explicava.

Guido Lenssen, patrão da empresa de cosmética alemã que inventou o perfume, revelou à revista Austrian Times como chegou ao aroma que agora vende sob o nome de Dubbed Vulva: " Sempre que estou com uma mulher interessa-me o cheiro natural dela e não o perfume que aplicou. Por isso, decidi criar um cheiro natural íntimo feminino, recolhendo e misturando o cheiro de suor vaginal, urina feminina e o cheiro da excitação de diferentes mulheres. O resultado foi genial e está à vista".

Embora considere esta invenção bizarra, fica-me duas interrogações: Será que esta fragrância, por si só, pode mesmo satisfazer os mais "sedentos"? E nós mulheres não temos todas um cheiro diferente?

 

O vídeo com Dubbed Vulva num talk show (em inglês)

 



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 09.03.10

As mulheres na cama também cometem erros

 

Se nós não gostamos de algumas coisas que eles fazem na cama, o certo é que os homens também têm razões de queixa. A única diferença é que não falam muito sobre isso. Pior, na maioria dos casos, resolvem a coisa por outros caminhos, errados e muito menos apropriados.

De repente, admiramos-nos e questionamos-nos sobre a razão pela qual eles já não nos desejam. E depois ficamos preocupadas! Essa é que é essa...

Se nós queremos ser tratadas como umas princesas, então devemos ter a capacidade de fazer com que eles nos vejam realmente como  princesas.

As 10 queixas mais frequentes dos homens em relação às suas parceiras sexuais

 

1 - Pedir para apagar a luz antes do acto sexual. Será que não percebem que os homens gostam de ver o que está a acontecer?!  Eles gostam de olhar para o nosso corpo nu. Não interessa o quanto seja gorda, magra, com celulite, com banhas ou  sem banhas. No momento sexual o seu peito(seja pequeno ou desproporcional), não tira o prazer a quem a ama. Acredite nisto, por favor!

2 - Não seja passiva! Os homens, apesar de gostarem de ter o controlo sobre a situação, também gostam que seja você a tomar a iniciativa. Procure-o, dite as regras do jogo, actue em vez de ficar ali com as pernas "naquela" posição, à espera de um milagre. Seja mais activa!

3 - Não se retraia! Eles afirmam que não há nada pior do que uma mulher retraída na cama, com vergonha, medos e dramas. Na cama vale tudo e nada agrada mais a um homem que uma mulher decidida e desinibida na hora "H".

4 - Conversar durante o sexo. Palavrinhas e palavrões associadas ao nosso prazer, SIM! Mas, POR FAVOR, nuncaconverse sobre assuntos que não são para ali chamados! Se o fizer porque se lembrou de alguma coisa muito importante, acaba logo com a excitação toda, percebe? Isso é porque estava a pensar no que não devia, em vez de aproveitar.

5 - Ter má vontade. Minhas caras, se se começa logo a despir com má vontade, então esqueça o assunto. Mais vale ser sincera e dizer que não está para aí virada, do que ter relações contrariada. Eles vão entender e até preferir não ter. Acredite!

6 - Cuidado ao acariciar. Não seja bruta ao tocar nas partes mais íntimas (testículos), pois são muito sensíveis e pode magoar à séria.

7 - Não o condene por ele não ter conseguido retardar o orgasmo. Às vezes acontece e pode não ser por egoísmo. Por vezes é simplesmente stress ou cansaço acumulado. Por outro lado, o facto de terem relações sexuais com pouca frequência contribui muito para a ejaculação mais rápida. 

8 - Diga-lhe o que lhe dá mais prazer. Acredite que os homens se sentem muito bem ao saberem que estão a conseguir conseguir satisfazer as suas parceiras.

9 - Não seja inoportuna! Dizer-lhe logo na cama que ele está com uma barriga cada vez maior, ou recordá-lo de algum defeito(tipo mau hálito por causa da cebola que comeu na salada do jantar), só vai fazê-lo sentir-se incomodado e pode cortar logo toda a inspiração do momento. 

10 - Não insista e pare de se mover. Nós mulheres depois de atingirmos um orgasmo recuperamos rapidamente. Já os homens precisam de mais tempo para se restabelecer porque a glande fica muito sensível.  Se continuarmos a mexer-nos (à procura da nossa meta), eles podem sentir dor. Por isso, tente permanecer imóvel por alguns instantes. Seja um pouco paciente até ele estar capaz de recomeçar.

Conclusão: 

 

Mesmo que você seja uma expert nesta matéria, não está livre de cometer algum destes erros. Estes ou outros não mencionados aqui podem apagar a chama da paixão para sempre. Por isso tem bom remédio, evite-os!

Ana Areal

Via A vida de saltos altos

 



publicado por olhar para o mundo às 20:53 | link do post | comentar | ver comentários (2)

mais sobre mim
posts recentes

Belas, sedutoras e vilãs,...

Troquei o meu marido por ...

Autodefesa feminina: Apre...

Como lidar com uma sogra ...

Gordinhas e sensuais

Kira, a artista que pinta...

Caroline Welz, que gran...

As vantagens de não ter u...

15 sugestões para se dive...

Como entreter os filhos ...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Essa papelaria em Queijas da muito jeito chamasse ...
ai mano to nessa como faz???
Gostaria de saber oque fazer quando a criança nega...
Posts mais comentados