Domingo, 23.01.11

 

 

Letra

 

Lo siento si alguna vez te he herido
y no supe darme cuenta a tiempo
mientras soportabas en silencio
tal vez algún desprecio
tal vez no sirva de nada 
el darme cuenta ahora 
solo importas tu

Coro
siento que en mi vida solo importas tu
entre tanta gente, solo importas tu
hasta el punto que a mi mismo
se me olvida que también existo
solo importas tu 
da igual si tengo todo o nada
solo importas tu
Lo siento si en tu lugar he puesto a otra
era solo parte de este juego
y mientras yo jugaba tu ibas en serio
fui tonto y no lo niego
mis aires de importante
y me doy cuenta ahora
solo importas tu 
Coro
Solo importas tu entre tanta gente 
solo importas tu 
hasta el punto que a mi mismo
se me olvida que también existo
solo importas tu
da igual si tengo todo o nada 
solo importas tu 
solo importas tu 
solo importas tu


publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Sábado, 22.01.11

 

 

 

Letra
Son humanas situaciones
los momentos de los dos
la distancia, las pasiones
encontrar una razón,
hoy...como siempre,
estoy pensando en ti....si ya ves

They're just human contradictions 
Feeling happy feeling sad 
These emotional transitions 
All the memories we've had 
Yes, you know it's true 
I just can't stop thinking of you 

No I just can't pretend 
All the time we spent could die 
Wanna feel it again 
All the love we felt then
corazones flechados pero de cada cual
esa es la barrera que hay que derribar
estoy pensando en tí
estoy pensando en mi

Son las cosas de la vida.
van unidas siempre así
Some for worse and some for better 
But through it all we've come so far 
hoy... miro al cielo
con los pies en el suelo, porque...
ser humano es lo que quiero ser
con mis manos yo lo alcanzaré, sí, porque...
What's life without a dream to hold?? 
Take my hand and never let me go 

But it's part of life together 
or what future does it hold?? 
Son las cosas de la vida
nunca me acostumbraré
no lo haré, no lo haré
Yes, you know it's true 
I just can't stop thinking of you 

Esta noche que pasa lenta, rozándome
trato de afrontarla, aferrarla
If our hearts miss a beat 
Or get lost like a ship at sea 
I want to remember, I can never forget 
Can't stop thinking of you 
estoy pensando en tí 
Can't stop thinking of you 
Can't stop


publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21.01.11

 

 

Letra
Prometo não falar de amor de gostar e sentir
Portanto não vou rimar com dor um mentir
Joga-se pelo prazer de jogar e até perder
Invadem-se espaços trocam-se beijos sem escolher
Homens temporariamente sós / que cabeças no ar
Não retratos de solidão interior
Não há qualquer tragédia / Mas um vinho a beber
Partidas regressos conquistas a fazer
Tudo anotado numa memória que quer esquecer
Homens sempre sós preferem perder
Homens sempre sós são bolas de ténis no ar
Muito abatidos saltam e acabam por enganar
Homens sempre sós nunca conseguem casar

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Quinta-feira, 20.01.11

 

 

Letra
Nada te espanta, nada te encanta
Nada te tomba ou te levanta
Sem passar dentro de ti
Nada te gera, nada te espera
Nao ha outono nem primavera
Sem que o sintas a surgir

Tu és a escala
A mao que embala
Tomas bem conta de ti
Tu és a escala
A mao que embala
Tens um rumo a seguir

E nada te atrasa, nada te arrasa
Nem que no ceu percas uma asa
Vais pegar de novo em ti
Nada te usa, nada te escusa
Mesmo se o mundo inteiro te acusa
So tu sabes pra onde ir

Tu és a escala
A mao que embala
Tomas bem conta de ti
Tu és a escala
A mao que embala
Tens um rumo a seguir eh eh

E nada te esmaga, nada te acaba
Nada te encolhe, nada te alarga
Nada te tenta, nada te inventa
Nada te pesa, nada te aguenta
Nada te falha, nada te empurra
Nada se ri enquanto te esmurra
Nada te esfria, nada te guia
Nada te ofende ou te desvia 
Nada te pára, nada te pára
Nada te pára, nada te pára
Nadaa....
Nada te pára, nada te pára
Nada te pára
Nada..

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Quarta-feira, 19.01.11

A seguir a Mourinho e a Cristiano Ronaldo, o "emplastro" é provavelmente um dos portugueses com maior destaque a nível internacional neste preciso momento. Não acreditam? Hilariante o vídeo

A carreira de "emplastro" já vai longa dentro de portas mas só agora chegou a internacionalização. Depois de anos a aquecer a nuca de variadíssimos repórteres de exteriores portugueses alguém dos media britânicos reparou nesta caricata figura e na forma abnegada como se dedica à profissão: massacrar jornalistas até à exaustão.

Não é fácil estar em todo o lado ao mesmo tempo. E provavelmente a seguir a Deus Nosso Senhor o "emplastro" português será a figura com maior capacidade a este nível. Um verdadeiro dom da ubiquidade permite-lhe andar à solta nos Aliados, em Lisboa junto ao Cais do Sodré e em Madrid a lamber o pescoço ao Nuno Luz, tudo isto enquanto derrete uma sandes de leitão com os Superdragões na área de serviço da Mealhada. Acho que já cheguei a ver emissões em direto de diferentes estações de televisão a mostrarem em grande plano o "emplastro" em locais distanciados por centenas de quilómetros.

Sempre que há algo que seja digno de reportagem futebolística, seja onde e a que horas for, ele está presente. Podem não estar jornalistas, mas o "emplastro"está de pedra e cal em cima do acontecimento. Neste aspecto podemos dizer que o "emplastro" está para o futebol como o primeiro-ministro José Sócrates está para as energias renováveis. Sempre a querer aparecer.

Até já deve haver estações de televisão que optam por telefonar ao "emplastro" diariamente, porque onde ele estiver há certamente maior probabilidade de estar a notícia do dia. Parabéns ao "emplastro". Fica o vídeo.

 

 

 

Via 100 Reféns

 



publicado por olhar para o mundo às 19:15 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

"leve levemente como quem chama por mim..."

Fundido na bruma no nevoeiro sem fim

Uma ideia brilhante cintila no escuro

Um odor a tensão do medo puro



Salto o muro cuidado com o cão!

Vejo onde ponho o pé iço-me a mão



Encosto ao vidro um anel de brilhantes

É de facaria a fingir diamantes



Salto à janela com muita atenção

Ponho-me à escuta bate-me o coração



Sabem que me escondo na Bellevue?

Ninguém comparece ao meu Rendez-Vous



Porta atrás porta pelo corredor

O foco de luz no último estertor

No espelho um esgar, um sorriso cruel

Atrás da última porta a cama de Dossel



Salto para cima experimento o colchão

Onde era sangue é só solidão



Os meus amigos enterrados no jardim

E agora mais ninguém confia em mim



Era só para brincar ao cinema negro

Os corpos no lago eram de gente no desemprego.

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 18.01.11

 

 

Letra

 

Infelizmente não encontrei a letra desta música

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Segunda-feira, 17.01.11

 

 

Letra

se te perguntarem por nós, sobre 
que coisa fazemos quando estamos 
juntos, diz a verdade 

que deslocamos os cometas sem 
querer, as estrelas para desenhos e 
a lua garantindo o amor 

diz a verdade sobre a intervenção 
na cósmica escolha dos casais, 
a obrigação de nos obedecer 

não fosse o universo desentender quem 
somos e favorecer a separação ou, 
pior, o não nos havermos conhecido

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Domingo, 16.01.11

 

 

Letra
The Blower's Daughter
Damien Rice

And so it is
Just like you said it would be
Life goes easy on me
Most of the time
And so it is
The shorter story
No love, no glory
No hero in her sky

I can't take my eyes off of you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes off of you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes...

And so it is
Just like you said it should be
We'll both forget the breeze
Most of the time
And so it is
The colder water
The blower's daughter
The pupil in denial

I can't take my eyes off of you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes off of you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes...

Did I say that I loathe you?
Did I say that I want to
Leave it all behind?

I can't take my mind off of you
I can't take my mind off you
I can't take my mind off of you
I can't take my mind off you
I can't take my mind off you
I can't take my mind...
My mind... my mind...

'Til I find somebody new


 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Sábado, 15.01.11

 

 

Letra

 

When you were here before
Couldn't look you in the eye
You're just like an angel
Your skin makes me cry
You float like a feather
In a beautiful world
And I wish I was special
You're so fuckin' special

But I'm a creep, I'm a weirdo.
What the hell am I doing here?
I don't belong here

I don't care if it hurts
I want to have control
I want a perfect body
I want a perfect soul
I want you to notice
When I'm not around
You're so fuckin' special
I wish I was special

But I'm a creep, I'm a weirdo.
What the hell am I doing here?
I don't belong here

She's running out again,
She's running out
She's run run run running out

Whatever makes you happy
Whatever you want
You're so fuckin' special
I wish I was special

But I'm a creep, I'm a weirdo,
What the hell am I doing here?
I don't belong here
I don't belong here

 

 



publicado por olhar para o mundo às 15:17 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14.01.11

 

 

Letra

 

quem acorda mais cedo vai vender saúde
e quem vai dormir cedo há-de crescer
o que será de mim que tenho por virtude
ver o sol avisar que vai nascer?

 

Não vou ouvir o que ninguém diz
e vou dormir quando eu quiser

 

grão a grão a galinha vai enchendo o papo
e eu fico a pensar o tempo inteiro
o que será de quem dá tudo por um trapo
ao chegarem os saldos de Janeiro?

 

Não vou seguir o que ninguém diz
e vou vestir o que eu quiser

 

ando sob a chuva porque quero andar
grito porque é moda proibir gritar
eu não sei... eu não sou... mas quando olho para mim
não cheguei... não vou... mas eu estou bem assim

 

se quem semeia ventos colhe tempestades
eu prefiro plantar mil furacões

 

não vou ligar ao que ninguém diz
e vou fazer o que eu quiser

o que eu quiser!

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Quinta-feira, 13.01.11

 

 

Letra

 

Tocas no rosto enquanto o ar não sai
Inspiro sem medo do acto que vem
Envolvo os pés como mãos
Do toque nasce a nossa ilusão

Desenhas os risos de um novo medo
Que o peito demonstra sem qualquer sossego
Faz tempo que a culpa se foi
Ficámos de pensar só depois
Do erro.

Já pouco nos resta fechar os olhos
Escondemos actos sem qualquer receio ou angustia
Que nos prende a vontade de sentir
O corpo com prazer

Rasgas-me a roupa sem qualquer pudor
Enquanto buscas o ar pela boca
Passeias o teu cheiro no meu corpo
Por entre os braços misturo tudo
Após o prazer ficaremos mudos
Sem saber
Se é por uma noite

Grito teu nome sem saber
Como será o amanhã
Foi um sonho real
Por uma noite.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Quarta-feira, 12.01.11

 

 

Letra

 

Ele era um cavalheiro todo ele transpirava elegância
Ela era gata borralheira tivera que limpar a sua infância
Ele velejava no verão e esquiava no inverno
Ela trabalhava ao balcão de um qualquer estabelecimento moderno

Ele gostava de reluzir em si o estilo da capital
Ela já não conseguia distinguir as cores da bandeira nacional
Ele tinha entre os seus títulos uma futura ordem do infante
Ela achava o levantar do dedo mindinho algo deselegante

Mas ele um dia curvou-se a seus pés 4x

Ela passou a ocupar o tempo a descobrir o que era a cultura
E ele confinou-se aos seus aposentos e descobriu a costura
Ela quis saber entender o universo e começou a ler Platão
E ele resolveu perceber o que era a justiça em frente à televisão


A ele de nada lhe valeu a aparência nem a casa do largo do Rato
Porque ela sabia que era Cinderela e enganou-o com um sapato
Ele que um dia fora príncipe agora rendia-se à evidência
Com mulheres que calçam o 40 é melhor revelar prudência

Hoje ele ainda beija seus pés 4x

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.01.11

 

 

Letra

 

Foi por vontade de Deus 
Que eu vivo nesta ansiedade 
Que todos os ais são meus 
Que é toda minha a vontade 
Foi for vontade de Deus 

Que estranha forma de vida 
Tem este meu coração 
Vive de vida perdida 
Quem lhe daria o condão 
Que estranha forma de vida 

Coração independente 
Coração que não comando 
Vives perdido entre a gente 
Teimosamente sangrando 
Coração independente 

Eu não te acompanho mais 
Pàra deixa de bater 
Se não sabes onde vais 
Porque teimas en correr 
Eu não te acompanho mais 
Se não sabes onde vais 
Pára deixa de bater 
Eu não te acompanho mais

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Segunda-feira, 10.01.11

 

 

Letra
Aldeia da Meia Praia
Ali mesmo ao pé de Lagos
Vou fazer-te uma cantiga
Da melhor que sei e faço

De Montegordo vieram
Alguns por seu próprio pé
Um chegou de bicicleta
Outro foi de marcha à ré

Quando os teus olhos tropeçam
No voo de uma gaivota
Em vez de peixe vê peças de oiro
Caindo na lota

Quem aqui vier morar
Não traga mesa nem cama
Com sete palmos de terra
Se constrói uma cabana

Tu trabalhas todo o ano
Na lota deixam-te nudo
Chupam-te até ao tutano
Levam-te o couro cabeludo

Quem dera que a gente tenha
De Agostinho a valentia
Para alimentar a sanha
De enganar a burguesia

Adeus disse a Montegordo
Nada o prende ao mal passado
Mas nada o prende ao presente
Se só ele é o enganado

Oito mil horas contadas
Laboraram a preceito
Até que veio o primeiro
Documento autenticado

Eram mulheres e crianças
Cada um com o seu tijolo
Isto aqui era uma orquestra
quem diz o contrário é tolo

E se a má língua não cessa
Eu daqui vivo não saia
Pois nada apaga a nobreza
Dos índios da Meia-Praia

Foi sempre tua figura
Tubarão de mil aparas
Deixas tudo à dependura
Quando na presa reparas

Das eleições acabadas
Do resultado previsto
Saiu o que tendes visto
Muitas obras embargadas

Mas não por vontade própria
Porque a luta continua
Pois é dele a sua história
E o povo saiu à rua

Mandadores de alta finança
Fazem tudo andar para trás
Dizem que o mundo só anda
Tendo à frente um capataz

Eram mulheres e crianças
Cada um com o seu tijolo
Isto aqui era uma orquestra
Que diz o contrário é tolo

E toca de papelada
No vaivém dos ministérios
Mas hão-de fugir aos berros
Inda a banda vai na estrada

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Domingo, 09.01.11

 

 

Letra

 

La, ra, ra, ra
The smell of your skin
Lingers on me now
You're probably
On your flight
Back to your hometown
I need some shelter
Of my own protection baby
Be with myself in center
Clarity, peace, serenity

I hope you know
I hope you know
That this has nothing to do with you
It's personal, myself and I
We got some straightening out to do
And I'm gonna miss you
Like a child
Misses their blanket
But I've gotta
To get a move
On with my life
It's time to be
A big girl now
And big girls don't cry
Don't cry
Don't cry
Don't cry

The path that I'm walking
I must go alone
I must take the baby steps
'Til I'm full grown
Full grown
Fairy tales don't always
Have a happy ending, do they?
And I foresee
The dark ahead if I stay

I hope you know
I hope you know
That this has nothing to do with you
It's personal, myself and I
We got some straightening
Out to do
And I'm gonna miss you
Like a child misses their blanket
But I've gotta
Get a move on with my life
It's time to be a big girl now
And big girls don't cry

Like a little school mate
In the school yard
We'll play jacks and uno cards
I'll be your best friend
And you'll be my valentine
Yes, you can hold my hand
If you want to
'Cause I wanna hold yours too
We'll be playmates and lovers
And share our secret worlds
But it's time for me
To go home
It's getting late
Dark outside
I need to be
With myself in center
Clarity, peace, serenity

I hope you know
I hope you know
That this
Has nothing to do with you
It's personal, myself and I
We got
Some straightening
Out to do
And I'm gonna miss you
Like a child misses their blanket
But I've gotta
To get a move
On with my life
It's time to be
A big girl now
And big girls don't cry
Don't cry
Don't cry
Don't cry

La, ra, ra
Ra, ra, ra

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:02 | link do post | comentar

Sábado, 08.01.11

 

 

Letra

 

When the rain 
Is blowing in your face
And the whole world 
Is on your case
I could offer you 
A warm embrace
To make you feel my love

When the evening shadows 
And the stars appear
And there is no one there 
To dry your tears
I could hold you 
For a million years
To make you feel my love

I know you 
Haven't made 
Your mind up yet
But I would never 
Do you wrong
I've known it 
From the moment 
That we met
No doubt in my mind 
Where you belong

I'd go hungry 
I'd go black and blue
I'd go crawling 
Down the avenue
No, there's nothing 
That I wouldn't do
To make you feel my love

The storms are raging 
On the rolling sea
And on the highway of regret
Though winds of change 
Are throwing wild and free
You ain't seen nothing 
Like me yet

I could make you happy 
Make your dreams come true
Nothing that I wouldn't do
Go to the ends 
Of the Earth for you
To make you feel my love


 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Sexta-feira, 07.01.11

 

 

Letra

 

Arménio era um trolha da areosa
Que tinha um par de olhinhos azuis
Que quando me fixavam no baile
Me punham indefesa e tao nervosa

Arménio tenho nas minhas gavetas
Aeorogramas cheios de erros de ortografia
Perfumados entre as minhas meias pretas
Aquelas que te punham em estado de euforia

Arménio fui tua madrinha - de - guerra
Rezei por ti longas novenas sem fim
Para voltares inteirinho e sem mazelas
Mas ficaste por la tao perdido no capim

Arménio quantos sonhos e planos
Prometeste que me levavas a lisboa
Em junho no dia dos meus anos
Bem sabes que a memória é um atributo dos gémeos

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Quinta-feira, 06.01.11

 

 



publicado por olhar para o mundo às 22:50 | link do post | comentar

 

 

Letra
Havia na terra
Um homem que tinha
Uma gaita bem de pasmar
Se alguém a ouvia
Fosse gente ou bicho
Entrava na roda a dançar

Um dia passava
Um sujeito e ao lado
Um burro com louça
A trotar
O dono e o burro
Ouvindo a tocata
Puseram-se logo a bailar

Partiu-se a faiança
Em cacos c'o a dança
E o pobre pedia a gritar
Ao homem da gaita
Que acabasse a fita
Mas nada ficou por quebrar

O Juiz de fora
Chamado na hora
"Só tenho
Que te condenar
Mas quero uma prova
Se é crime ou se é trova
Faz lá essa gaita tocar"

O homem da louça
Sentado na sala
Levanta-se e põe-se a saltar
Enquanto a rabeca
Não se incomodava
A sua cadeira era o par

Pulava o jurista
De quico na crista
Ninguém se atrevia
A parar
E a mãe entrevada
Que estava deitada
Levanta-se
E põe-se a bailar

Vá de folia
Vá de folia
Que há sete anos
Me não mexia

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 05.01.11

 

 

 

 

Letra
CRIATURA DA NOITE

Entre Aspas

Esta noite eu quero cantar,
Dançar e voar, 
Uô, uô
E..
Quero ver luzes, muitas 
Quero ser um pássaro, 
Uô, uô, uô, uã,

Quero ver os peixes a bailar 
E as ideias a gritar
Quero voar para, até ver,
O mar pegar fogo
E tipo, incendiar, 
Até a luz, a luz me cercar
E eu voltar pró meu lugar.

Esta noite eu quero cantar 
Dançar e voar 
Uô, uô
E...
Quero ver luzes muitas 
Quero ser um pássaro 
Uô, uô, uô, uã,

Quero ver os peixes a bailar 
E as ideias a gritar
Quero voar para, até ver, 
O mar pegar fogo
E tipo, incendiar, 
Até a luz, a luz me cercar
E eu voltar pró meu lugar.

(vocalizos)

Quero ver os peixes a bailar 
e as ideias a gritar,
Quero voar para, até ver, 
o mar pegar fogo
E tipo, incendiar, 
até a luz, a luz me cercar
E eu voltar pro meu lugar.

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 04.01.11

 

 

 

 

 

Letra

 

Não posso adiar o amor para outro século
não posso
ainda que o grito sufoque na garganta
ainda que o ódio estale e crepite e arda
sob montanhas cinzentas
e montanhas cinzentas.

Não posso adiar este abraço
que é uma arma de dois gumes
amor e ódio.

Não posso adiar
ainda que a noite pese séculos sobre as costas
e a aurora indecisa demore
não posso adiar para outro século a minha vida
nem o meu amor
nem o meu grito de libertação.

Não posso adiar o coração.

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Segunda-feira, 03.01.11

 

 

Letra
Hoje quem acordou na minha cama,
hoje quem é que eu sou?
Já é manhã mas esta noite ainda não passou.

Que força tenho quando me tenho só a mim,
de quem mais eu preciso para respirar?
A minha cara faz-me sempre lembrar alguém…
E os meus olhos são de quem?

Eu queria ser como tu.
Eu queria crer como tu.

Eu queria ser como eu
mas dos meus sonhos acorda outro alguém.
Eu queria ser como quem?

Hoje quem acordou na minha carne
e que sonhos roubou
na madrugada de um dia que já passou?

Todo o tempo é tempo de acreditar.
Mas tanto tempo já passou
sem que a fé encontrasse em mim lugar…
(Estava sempre onde eu não queria estar.)

Eu queria ser como tu.
Eu queria crer como tu.

Eu queria ser como eu
mas dos meus sonhos acorda outro alguém.
Eu queria ser como quem?

Hoje quem acordou na minha cama,
hoje quem é que eu sou?
Já estou a pé e o dia ainda nem chegou…

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Domingo, 02.01.11

 

 

Letra
Dangerous feelings break out my soul
It's just the meaning of being alone
I need you here wherever you are
I need you now to take me so far
I wanna run like the speed of the sound
I was somewhere , I 'm sure you're around
You give me now the meaning of life...

With you I'm feeling alive
Ooooooo...

Why you're lookin' like that
I'm burning like fire
I wanna be higher
Just let me know
Why you're lookin' like that
You're driving me crazy

You're lookin' amazing

Why you're lookin' like that
I'm burning like fire
I wanna be higher
Just let me know
Why you're lookin' like that
You're driving me crazy
You're lookin' amazing

Why you're lookin' like that
I'm burning like fire
I wanna be higher
Just let me know
Why you're lookin' like that
You're driving me crazy
You're lookin' amazing

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Domingo, 19.12.10

 

 

 

Letra
Who's got a beard
That's long and white?
Santa's got a beard
That's long and white

Who comes around
On a special night?
Santa comes around
On a special night

Special night
Beard that's white

Must be Santa
Must be Santa
Must be Santa
Santa Claus

Who wears boots
And a suit of red?
Santa wears boots
And a suit of red

Who wears a long cap
On his head?
Santa wears a long cap
On his head

Cap on head
Suit that's red
Special night
Beard that's white

Must be Santa
Must be Santa
Must be Santa
Santa Claus

Who's got a big red
Cherry nose?
Santa's got a big red
Cherry nose

Who laughs this way
Ho, ho, ho?
Santa laughs this way
Ho, ho, ho

Ho, ho, ho
Cherry nose
Cap on head
Suit that's red
Special night
Beard that's white

Must be Santa
Must be Santa
Must be Santa
Santa Claus

Who very soon
Will come our way?
Santa very soon
Will come our way

Eight little reindeer
Pull his sleigh
Santa's little reindeer
Pull his sleigh

Reindeer sleigh
Come our way
Ho, ho, ho
Cherry nose
Cap on head
Suit that's red
Special night
Beard that's white

Must be Santa
Must be Santa
Must be Santa
Santa Claus

Dasher, Dancer
Prancer, Vixen
Comet, Cupid
Donner
And Blitzen

Reindeer sleigh
Come our way
Ho, ho, ho
Cherry nose
Cap on head
Suit that's red
Special night
Beard that's white

Must be Santa
Must be Santa
Must be Santa
Santa Claus


 

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Sábado, 18.12.10

 

 

Letra
You walk into the room
With your pencil in your hand
You see somebody naked
And you say, "Who is that man ?"
You try so hard
But you don't understand
Just what you'll say
When you get home.

Because something is happening here
But you don't know what it is
Do you, Mister Jones ?

You raise up your head
And you ask, "Is this where it is ?"
And somebody points to you and says
"It's his"
And you says, "What's mine ?"
And somebody else says, "Where what is ?"
And you say, "Oh my God
Am I here all alone ?"

But something is happening here
But you don't know what it is
Do you, Mister Jones ?

You hand in your ticket
And you go watch the geek
Who immediately walks up to you
When he hears you speak
And says, "How does it feel
To be such a freak ?"
And you say, "Impossible"
As he hands you a bone.

And something is happening here
But you don't know what it is
Do you, Mister Jones ?

You have many contacts
Among the lumberjacks
To get you facts
When someone attacks your imagination
But nobody has any respect
Anyway they already expect you
To all give a check
To tax-deductible charity organizations.
You've been with the professors
And they've all liked your looks
With great lawyers you have 
Discussed lepers and crooks
You've been through all of
F. Scott Fitzgerald's books
You're very well read
It's well known.

But something is happening here
And you don't know what it is
Do you, Mister Jones ?

Well, the sword swallower, he comes up to you
And then he kneels
He crosses himself
And then he clicks his high heels
And without further notice
He asks you how it feels
And he says, "Here is your throat back
Thanks for the loan".

And you know something is happening 
But you don't know what it is
Do you, Mister Jones ?

Now you see this one-eyed midget
Shouting the word "NOW"
And you say, "For what reason ?"
And he says, "How ?"
And you say, "What does this mean ?"
And he screams back, "You're a cow
Give me some milk
Or else go home".

Because something is happening 
But you don't know what it is
Do you, Mister Jones ?

Well, you walk into the room
Like a camel and then you frown
You put your eyes in your pocket
And your nose on the ground
There ought to be a law
Against you comin' around
You should be made 
To wear earphones.

Does something is happening 
And you don't know what it is
Do you, Mister Jones ?

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Sexta-feira, 17.12.10

 

 

Letra

 

Quando veio, mostrou-me as mãos vazias 
as mãos como os meus dias 
tão leves e banais. 
e pediu-me que lhe levasse o medo, 
eu disse-lhe um segredo: 
"não partas nunca mais". 
E dançou, 
rodou no chão molhado, 
num beijo apertado 
de barco contra o cais. 
E uma asa voa 
a cada beijo teu, 
esta noite 
sou dono do céu, 
e eu não sei quem te perdeu. 
Abraçou-me 
como se abraça o tempo, 
a vida num momento 
em gestos nunca iguais. 
e parou, 
cantou contra o meu peito 
num beijo imperfeito 
roubado nos umbrais. 
E partiu, 
sem me dizer o nome, 
levando-me o perfume 
de tantas noites mais. 
E uma asa voa 
a cada beijo teu, 
esta noite 
sou dono do céu 
e eu não sei quem te perdeu.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Quinta-feira, 16.12.10

 

 

 

Letra

 

E o vendaval passou
E a primavera voltou
Trocam-se flores e afagos
em bancos de jardim
Trocam-se juras e beijos
em paixões de folhetim.
O sol aconchega os corações
O povo canta as canções
Trauteando, mão na mão
Cada verso, cada refrão
Até os pássaros sabem de cor
As suas cantigas de amor
Um mundo tão feliz
Que até parece Paris
Trocam-se juras de amor
em delírios febris
Elas desfilam em bandos
e eles pedem bis.
Mas enquanto isso, o meu coração
Despedaçado e só
Dá o mote, dá o tom,
Acerta o ritmo, acerta o som
Escolhe os versos que vestem melhor
As suas cantigas de amor.

 

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 15.12.10

Vídeo corre na Web há apenas cinco dias mas já tem mais de 70 mil visitas. Dois ciganos "ainda por cima gays" tornaram-se piada nacional. Porquê?

 

Dois rapazes, ciganos, com trejeitos supostamente efeminados, revelam às câmaras da SIC a sua indignação por uma operação policial levada a cabo recentemente no Martim Moniz, em Lisboa. Isto podia ser uma simples peça jornalística de hora de jantar, mas transformou-se num verdadeiro circo cuja piada, confesso, ainda não consegui perceber lá muito bem.

 

"Afinal existem bichas ciganas", diz o título do vídeo, que se transformou num espaço de bate-boca no YouTube. "Além de ciganos, são bichas. Só qualidades", diz outro. E ser-se grosseiro, pergunto eu... será também uma qualidade?

Custa-me a entender esta excitaçãozinha toda por dois ciganos supostamente serem gays. Será a orientação sexual algo restrito? Eu diria que não. Seja branco, preto, amarelo, cigano, cada um é o que é.

Riso fácil para matar frustrações?

Troça-se dos gordos porque os distúrbios alimentares são hilariantes... Troça-se dos coxos porque também tem um piadão ver alguém a mancar pela rua fora. Troça-se dos pretos porque são escuros e deviam ser todos mandados de volta para África, mesmo que tenham nascido em Portugal. Troça-se dos ciganos porque serão sempre os "Lelos" que vendem nas feiras. Troça-se dos homossexuais porque, "coitados", não são homens a sério. Troça-se porque sim. Porque o riso fácil está ali mesmo à mão, enquanto a sensatez fica lá fora, escondida num qualquer recanto perdido da educação.

Não sou hipócrita ao ponto de dizer que nunca cedi ao riso fácil. Claro que sim. Mas, cada vez mais, paro para observar à minha volta e vejo que a frustração por vidas cinzentonas leva as pessoas a um azedume que desconhece a palavra limite. Lamento, mas perco a vontade de rir.  Preferia o tempo em que se ia à bola para poder gritar ofensas à mãe do árbitro e voltar para casa mais aliviado dos níveis de stresse.

Quanto ao vídeo, orientações sexuais à parte, para mim a verdadeira piada está no comentário final dos dois miúdos (que, desculpem lá, para "minores" me parecem bem grandinhos). Alguém informe estes rapazes que, a partir dos 10 anos, é obrigatório ser portador de um bilhete de identidade e que aqueles DVD que têm nas mãos (em plena entrevista televisiva!) talvez não abonem muito a favor deles se se cruzarem com os senhores da ASAE...

Via A vida de Saltos Altos



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Tu estás livre e eu estou livre
E há uma noite para passar
Porque não vamos unidos
Porque não vamos ficar
Na aventura dos sentidos


Tu estás só e eu mais só estou
Tu que tens o meu olhar
Tens a minha mão aberta
À espera de se fechar
Nessa tua mão deserta

Refrão:
Vem que o amor
Não é o tempo, nem é o tempo
Que o faz
Vem que o amor
É o momento
Em que eu me dou
Em que te dás


Tu que buscas companhia
E eu que busco quem quiser
Ser o fim desta energia
Ser um corpo de prazer
Ser o fim de mais um dia


Tu continuas à espera
Do melhor que já não vem
E a esperança fio encontrada
Antes de ti por alguém
E eu sou melhor que nada

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Tsunamiz - I Don't Buy It

Sarah Nery edita EP homón...

Novos grupos - Prado

SAM SMITH - Esgota concer...

PLAZA no Festival Meo Mar...

Boss Ac - Dias Assim (Ain...

Boss AC - Boa Vibe feat. ...

Cantigas do Baú - Doba Do...

A Naifa - Inquietação [20...

França põe bolinha vermel...

arquivos

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

Related Posts with Thumbnails
blogs SAPO
subscrever feeds
comentários recentes
Você precisa de serviços de hacking? Então entre e...
Você precisa de serviços de hacking? Então entre e...
Olá a todos, você está precisando de serviços de h...
Moro no Porto gosta de saber se há este tipo de cu...
Olá Boa tarde eu ultimamente não sinto prazer sexu...
Gente me ajudem nao sei oq fazer eu tenho meu mari...
joga na minha conta entaomano
Eu es tou dwsssssssssvzjxjshavsvvdvdvsvwhsjdjdkddd...
Quero fazer uma pergunta referente ao tema e é pro...
fala comigo
Posts mais comentados